Clique aqui para conhecer mais

Artigos e Notícias sobre Pequenos Grupos.

União Sul Brasileira

Site com as notícias da Igreja Adventista.

Estudos Bíblicos

São 8 estudos bíblicos com assuntos diversos para computadores e smartphones.

Ministério Pessoal da DSA

História, Notícias, Materiais e outros.

SITE TEMPLOS DE ESPERANÇA

Conheça o projeto para implantar novas Igrejas no Sul do Brasil.

domingo, 27 de maio de 2012

Resumo da lição número 9 da Escola Sabatina


 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título: Liberdade para Ministrar

Texto-chave

“Como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos sãos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!” Romanos 10:15

Objetivos

  1. Conhecer: a fundamentação bíblica para exercer um tipo de ministério.
  1. Sentir: a necessidade de libertar pessoas das trevas para a luz.
  1. Fazer: viver de maneira que o testemunho leve pessoas a avaliarem sua missão.
Verdade Central

O amor é normativo no exercício da fé. Sem amor não receberemos o Poder do Espírito Santo, sem o Poder do Espírito Santo não teremos conversão, sem conversão não há salvação.

Domingo: Responsabilidade compartilhada

Qual a principal conseqüência de não partilhar nosso ministério com os outros?

-  Interromper o exercício dos dons da igreja.

-  Diminuir a participação de pessoas capazes para exercer seu ministério.

- Desmotivação dos membros no cumprimento da missão de testemunhar ou enfraquecimento na fé.

Segunda-feira: Arriscar para alcançar sucesso

Correr risco é inerente em qualquer atividade na vida. Não seria diferente na vida cristã.

-  Precisamos fazer o nosso melhor que os resultados virão. A obra é do Senhor.

-  Na vida espiritual os resultados espirituais dependem do Espírito Santo.

-  A promessa de recebimento do Espírito Santo é para todos os membros.

- O papel dos líderes interessados em desenvolver comunidade é o de partilhar o poder (Russel Barril. Como Reavivar a igreja do século XXI, p.46)

Terça-feira: Adaptando os trabalhadores para a colheita

Pode acontecer muitas vezes, de pessoas “certas” estarem em lugar errado. O que fazer?

-  Primeiro faça o teste dos dons num sábado à tarde.

-  Pedir a Deus, em oração, para que o Espírito Santo revele os dons.

-  Pergunte aos irmãos em qual ministério gostariam de atuar.

Quarta-feira: Crescimento espiritual por meio do envolvimento no ministério

O cumprimento da missão é um fim em si mesmo?

-  Nos comprometemos na missão, quando reconhecemos nossa necessidade de uma ligação íntima com Deus.

- No cumprimento da missão não só ajudamos a salvar pessoas, mas ajudamos na nossa própria salvação.

-  O reconhecimento da nossa pecaminosidade nos leva a cumprir a missão.

Quinta-feira: Harmonizado por meio do envolvimento

Quais são as razões porque, muitas vezes, existe desarmonia entre os irmãos?

-  No caso de Paulo e Barnabé, o problema era a desistência de João Marcos, que Paulo não aceitava.

-  Paulo não estava inclinado a desculpar a fraqueza de Marcos em desertar da obra pela segurança e conforto do lar. Insistia que alguém de tão pouca fibra não estava habilitado para uma obra que requeria paciência, altruísmo, bravura, devoção, fé e disposição para sacrificar, se necessário, a própria vida. (Atos dos Apóstolos, p.202)

-  Assim como Paulo, muitas vezes somos intolerantes com nossos irmãos que têm medo de envolver-se na obra. Causando desarmonia e conflitos.

Conclusão

1. Prestaremos contas a Deus da luz que recebemos.

2. A salvação é individual e individual é a nossa responsabilidade.

3. Todos nós recebemos algum tipo de ministério, e devemos exercê-lo para abreviar a volta de Jesus.


Pr. Luiz Tomaz
Pastor do distrito de São Joaquim/SC, pertencente à Associação Catarinense –AC.

sábado, 26 de maio de 2012

Relatório de bençãos na União Sul Brasileira

Veja abaixo um relatório das bênçãos de Deus na região sul do Brasil.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Recapitulando com Sucesso - Lição 8 - Preparação para evangelizar e testemunhar

Assista ao vídeo com dicas para o professor da Escola Sabatina.

Lição 8 da Escola Sabatina - Vídeo do Auxiliar

A lição da Escola Sabatina da Igreja Adventista é estudada todos os dias e no sábado, no templo, faz-se a recapitulação. Abaixo o vídeo a condução do estudo baseado no auxiliar do professor.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O dia prazenteiro

“Disse Jesus também aos discípulos: Havia um homem rico que tinha um administrador; e este lhe foi denunciado como quem estava a defraudar os seus bens.” Lucas 16:1-3

Hoje, quando você acordou, certamente pensou no quão valioso é o dia, não devido às nuvens ou devido a um dia frio e cinzento, tampouco pela chuva, mas porque por trás das nuvens, mesmo que esteja frio, há um sol quente brilhando eternamente, dia após dia quando você abre os olhos. Hoje seu dia poderá ser prazeroso caso o veja como uma oportunidade para retomar as atividades quotidianas que não necessitam ser monótonas, visto que você pode crescer ilimitadamente e servir a outros como fez Jesus.

O texto de Lucas enfoca a infidelidade do servo diante do homem rico. Se considerarmos o texto fazendo uma antítese, ele ficaria mais ou menos assim: “Havia um homem pobre que tinha um servo e esse foi exaltado diante dele por ser muito cuidadoso com seus bens”.

Se esse fosse o caso e o mordomo tivesse um superior sem bens materiais e mesmo assim cuidasse do que ele não tinha, certamente poderíamos inferir que a mordomia do servo era tão fiel que até mesmo cuidava dos bens não materiais, como a saúde de seu senhor, o fato de estar vivo, de compartilhar, conversar, incentivarem-se mutuamente, olharem, sorrir – nada que ver com o material.

A maior parte dos dias saímos de casa buscando fazer o melhor para poder servir a nossos superiores e mesmo quando somos independentes, buscamos melhorar para atender melhor a nossos clientes ou consumidores de nossos produtos, se esse fosse o caso. O ponto de enfoque é que a Escritura se cumpre em nós visto que sempre representamos um serviço e interdependência entre uns e outros, além de sabermos que sempre haverá alguém que é superior ou inferior a nós, no bom sentido da palavra.

Não obstante, o certo é que o serviço primordial sob o qual me movo diariamente não é um homem, e não é rico, na verdade Deus, que nos conhece mesmo antes de havermos sido concebidos, que é Poderoso, é o dono de todo o Universo e tem um plano maravilhoso para mim.

Hoje quero convidá-lo a fazer deste dia um dia prazenteiro, mas não no contexto do texto que citamos no sentido de ser dissolutos, mas encontrando prazer no beijo de seu filho, de sua esposa, de seu pai, mãe ou em simplesmente olhar-se no espelho e ver como você é especial. Você pode sentir prazer ao saber que é valioso aos olhos de Deus que Se empenha por abençoá-lo e lhe dar o melhor de cada dia.

Hoje você pode sentir prazer em cumprimentar as pessoas a quem ama, em desfrutar de tudo ao seu redor e tornar o negativo em positivo, apenas com a ajuda e a bênção de Deus. Hoje, decido viver feliz porque sirvo a um Deus real que me deu o privilégio de poder caminhar, ver, sorrir e desenvolver-me, a despeito de meus defeitos e limitações. Decido incrementar o prazer de viver a vida, entregando aos demais uma mensagem sem palavras a respeito de um Deus que me faz viver dias prazeirosos.

Pastor Martín Santibañez
Missão Sul Austral do Chile– UCh

domingo, 20 de maio de 2012

Resumo da lição 8 da Escola Sabatina


 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título: Preparação para Evangelizar e Testemunhar

Texto-chave:

Disse Jesus: ‘Sigam-Me, e eu os farei pescadores de homens’”. (Mateus 4:19, NVI)

Objetivos

  1. Entender que a maior ferramenta para a evangelização é uma vida de comunhão com Deus.

  1. O processo de levar pessoas aos pés de Cristo é fruto de um aprendizado diário e constante. Aprendemos observando, fazendo e até mesmo as falhas nos levam ao aperfeiçoamento nesta arte salvífica.

Verdade Central

Quando eu tinha aproximadamente dez anos, fui trabalhar por meio período na loja de materiais de construção de propriedade da minha família. Passava meus dias fazendo pequenas entregas com minha bicicleta e realizando o trabalho de banco. Depois de algum tempo passei a fazer minhas primeiras vendas no balcão. No começo tudo parecia muito complicado. A parte mais difícil era diferenciar as tintas. Apesar das latas serem todas iguais, cada rótulo trazia uma especificação diferente. Saber o nome das diversas peças minúsculas de encanamento e elétrica também não era nada simples. Muitas vezes estas peças se misturavam e eu ficava horas separando cada uma delas e colocando-as em seu devido lugar. Com o passar do tempo as coisas começaram a ficar mais fáceis. Observando a maneira como meu pai atendia aos clientes e o que ele dizia a respeito de cada material me fez aprender o ofício e não demorou muito para que eu me tornasse um vendedor experiente.

O mesmo aconteceu quando conheci o evangelho. Ficava admirado ao assistir meu pastor falar com tamanha desenvoltura e membros mais experientes de minha igreja ministrarem com tamanha habilidade um estudo bíblico.

O aprendizado faz parte da experiência humana, no entanto, quando o assunto é fé, não devemos nos esquecer de que o relacionamento com Deus está sempre em primeiro lugar. O maior aprendizado da existência cristã nasce do relacionamento entre a criatura e o seu criador.

Domingo: Necessidade de Treinamento

A igreja de Deus nasceu como um movimento vivo e dinâmico. Para o cumprimento da solene missão, o Senhor requer homens e mulheres com disposição para servir, munidos de seus dons particulares, mas também treinados na obra que foram chamados a ocupar.

 - A lição deixa claro o fato de que Jesus chamou os discípulos primeiramente a seguirem-no e assim ele os faria “pescadores de homens”. Discuta com sua classe: Quais foram os métodos de treinamento usados por Jesus?

Dividindo os discípulos de dois em dois, passando noites ininterruptas em oração, viajando com eles, Jesus ensinava pelo discipulado, pelo convívio. Seu método era bem diferente de alguns conceitos modernos de ensino que sugerem que o aluno não pode ter nenhum relacionamento mais próximo de seu professor. Como o próprio nome derivado do latim sugere, aluno vem de “a-luz” ou “sem-luz”. Neste método, existe um abismo entre o aluno e seu mestre.

Segunda-feira: Aprendendo pela Observação

É observando o mundo ao redor que uma criança aprende. Quando uma criança observa gestos maléficos e nocivos, a chance dela desenvolver-se tendo como modelo quem praticou estes gestos maléficos é muito grande. Afinal, somos transformados pela contemplação.

Discuta com sua classe:

- Você acha que vendo Jesus curar e realizar milagres, os discípulos eram encorajados a fazer o mesmo?

- Que lições podemos extrair da multiplicação dos pães e peixes?

João Batista estava na prisão quando foi assombrado pela dúvida. Pediu que seus discípulos fossem até Jesus e estes voltaram relatando o que tinham visto e ouvido. O testemunho de suas observações preparou João Batista para sua morte que viria momentos depois.

Terça-feira: Aprender fazendo

Após alguns anos estudando e lendo livros técnicos, os alunos de medicina partem para a residência a fim de que, de maneira prática, aprendam como aplicar tudo que estudaram. Você permitiria que um aluno de medicina sem experiência em cirurgias, de forma prática, realizasse uma cirurgia delicada em você? Ou que alguém que aprendeu a pilotar apenas através de livros, pilotasse o avião em que você está a bordo?

Pastores, teólogos e líderes que estudam a graça de Cristo e o amor incondicional do Pai também precisam observar e aprender se misturando com as pessoas. Quando nos detemos apenas naquilo que está escrito sem viver o que foi escrito, a Palavra de Deus perde seu verdadeiro sabor. Apenas amando entenderemos o real sentido do amor de Deus.

Quarta-feira: Aprendendo com as Falhas

 

Nossos aparentes fracassos não devem nos desanimar. Mesmo Cristo não obteve respostas favoráveis a todos os seus apelos. O evangelho é como uma semente que germina no tempo certo. Muitas de nossas empreitadas para conduzir pessoas somente surtirão efeitos no futuro.


- Você se lembra de algum fracasso transformado em benção na sua vida? Poderia compartilhar com a classe?


Quinta-feira: Aprendendo com o Sucesso

Tenho tido o privilégio de servir a igreja na área de evangelismo nos últimos dois anos e tenho convivido com vitórias e também com fracassos. Durante uma “Série de Colheita”, existem aqueles momentos em que tudo está dando certo, as pessoas reagem ao apelo, a música é tocada no tempo certo e os obreiros encerram o dia contando as bênçãos alcançadas. Mas existem momentos em que tudo parece dar errado. O som não funciona, as pessoas parecem fugir do compromisso e os obreiros trazem apenas relatos de dificuldades que tiveram naquela ocasião.

Com os fracassos aprendemos a sermos humildes e é por isso que Jesus permitiu que Pedro afundasse naquela ocasião em que tentou andar sobre as águas. Como filhos de Deus e obreiros desta Obra, temos que aprender buscar a excelência em tudo que fazemos e tentar acertar onde estamos falhando. Mas acima de tudo entender que entre erros e acertos, Deus conduz todas as coisas.

Conclusão

Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou”. Romanos 8:7

“Necessitamos olhar com fé ao alto. Não devemos ficar desanimados por causa de aparentes fracassos, nem desfalecidos com a tardança. Cumpre-nos trabalhar com ânimo, esperança e gratidão, crendo que a terra contém em seu seio ricos tesouros para o fiel obreiro recolher, depósitos mais preciosos que a prata ou o ouro. As montanhas e colinas estão mudando; a terra está ficando velha como um vestido; mas a bênção de Deus, que estende para Seu povo uma mesa no deserto, jamais cessará.” Livro A Ciência do Bom Viver, p. 200.

Pr. Alex Escher
Pastor em Cascavel, PR

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Excesso de açúcar pode te deixar menos esperto

"Pois é, se o risco de ter diabetes ou engordar nunca te motivou a maneirar nos doces, agora o apelo é outro. Ou você diminui o consumo de açúcar, ou corre o risco de ficar um pouquinho menos inteligente.

"É o que diz um estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Em testes realizados com ratos, os pesquisadores concluíram que o excesso de frutose pode prejudicar o aprendizado e a memória. A boa notícia é que o consumo de omêga-3, encontrado em peixes, pode amenizar esses danos.

"Primeiro os pesquisadores ensinaram dois grupos de ratos a encontrarem a saída de um labirinto – eles memorizaram marcas visuais e decoraram o caminho. Fizeram o mesmo percurso duas vezes ao dia, durante 5 dias.

"Passado o período de treinamento, os dois grupos tiveram dietas diferentes. Ambos beberam diariamente altas doses de frutose derivada do xarope de milho - substância encontrada em refrigerantes, bolachas e bolos industrializados, que é seis vezes mais doce do que açúcar da cana.

"Só que um dos grupos recebeu, além do excesso de frutose, doses diárias de ômega-3. Seis semanas depois do início da dieta, os ratos foram colocados de novo no labirinto. Os bichinhos mais espertos, os mais rápidos no labirinto, eram aqueles que haviam tomado doses de ômega-3. Segundo os pesquisadores, os ratos mais lentos mostraram atividade sináptica menor. Ou seja, a comunicação entre as células do cérebro ficou comprometida. Aí ficou mais difícil pensar claramente e recordar o caminho aprendido.

"Os pesquisadores acreditam que o excesso de frutose pode bloquear uma das funções da insulina: regular como as células usam e armazenam açúcar para gerar energia suficiente para pensar e agir. E o ômega-3 reduz esse efeito.

"Então fica a dica: se você é do time que abusa do refrigerante e doces industrializados, é bom compensar com uma dieta rica em peixe." (Super)

Nota: A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem ensinado o valor dos 08 remédios naturais. Dentre eles está a temperança, ou seja, abster-se do que é mau e comer com moderação o que é bom. Aqui entra a orientação sobre os males do açúcar refinado. Ellen White escreveu há muitos anos que o "Açúcar não é bom para o estômago. Causa fermentação, e isto obscurece o cérebro e ocasiona mau humor." (Mente, Caráter e Personalidade, vol. 2, 618) e "O livre uso de açúcar em qualquer forma tende a obstruir o organismo, e não raro é causa de doença." Conselhos Sobre Regime Alimentar, 196. Pense nisto, diminua o açúcar e seja esperto!

Pr. Evandro Fávero

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Você é o que você lê

"Além do que você come e do que pensa, agora você também é o que você lê. Pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio, EUA, descobriram que conforme você se envolve em alguma obra de ficção, de acordo com suas preferências por determinados personagens, você vai ficando cada vez mais e mais influenciado e sofrendo uma metamorfose mental para pensar e se comportar como o “ídolo”.

"Apesar de eu pessoalmente pensar que não deve ser muito bom se confundir com o Harry Potter, os autores Geoff Kaufman e Lisa Libby afirmam que esse tipo de comportamento pode nos mudar em um bom sentido.

"E a conexão só tende a aumentar. “Se você tem uma conexão forte com os personagens, pode ter um impacto duradouro. Pode inspirar você a reler algo. E então o impacto será reforçado com o tempo”, afirma Kaufman.

"Mas vamos os fatos. Os pesquisadores fizeram uma série de experimentos com os voluntários para comprovar a hipótese. Em um deles, alguns participantes leram uma história na qual o protagonista se esforça muito para votar (lembre-se que nos EUA o voto é facultativo), enquanto outros não. Aqueles que leram se mostraram muito mais animados para votar do que os outros.

"Em um outro momento, foi apresentada aos voluntários uma história na qual o personagem principal era homossexual. Mas eram duas versões: em uma, a verdade era revelada logo no início, na outra apenas no final. Aqueles que souberam apenas no fim acabaram mostrando, em entrevistas posteriores, sentimentos muito mais positivos para com os gays do que os outros.

"Os pesquisadores explicam que nesse caso houve o processo de conexão, sem que pressupostos ou opiniões “contaminassem” o julgamento do leitor. Se você já sabe de antemão alguma característica chave do personagem que destoa de você, fica mais complicado a ideia de empatia e similaridade.

"Isso poderia ser uma ferramenta interessante para a educação das crianças, não? E você, já foi (muito) influenciado por um personagem de livro, chegando ao ponto de imitá-lo em alguns aspectos ou deixar a influência agir? E só valem personagens de livros! Até porque, explica Kaufman, quando você assiste um filme, está mais para espectador do que realmente envolvido." (Hype Science)

Nota: "Nem precisaria de pesquisa para afirmar que somos transformados pelo que contemplamos. Na verdade, a Bíblia exorta sobre isso. "E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados" II Coríntios 3:18. Além disso Jesus orientou que "Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são" Mateus 6:22,23. Então tome cuidado com o que você lê.  Aproveite para dedicar tempo para ler a Bíblia (pelo menos um capítulo por dia) e você será reavivado pela Palavra de Deus (II Timóteo 3:14-17, João 5:39 e 8:32).


Pr. Evandro Fávero

quarta-feira, 16 de maio de 2012

"Recapitulando com Sucesso" - Lição 7 - Evangelismo Corporativo e Testemunho

Assista ao vídeo da semana do "Recapitulando com Sucesso". Uma ferramenta para auxiliar o professor da Escola Sabatina.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Identifique os oito primeiros sintomas da gravidez

"Em caso de suspeita, o procedimento correto a se fazer é realizar um teste de gravidez o quanto antes, sendo o beta HCG dosado no sangue, o mais indicado e mais fidedigno.

"'Para muitas mulheres, a desconfiança da gravidez só surge quando a menstruação não vem. Os sinais da gravidez geralmente aparecem após duas semanas do atraso na menstruação, os sintomas costumam variar de mulher para mulher', afirma o ginecologista e obstetra Dr. Domingos Mantelli Borges Filho. 

"Veja logo abaixo uma lista com os principais sintomas do início da gravidez, indicados pelo Dr. Domingos.

"Pode ser que você tenha todos, mas também é perfeitamente normal só ter alguns ou nenhum desses indícios, mesmo estando grávida. Por isso, nada melhor do que tirar a dúvida com o exame.

"Menstruação Atrasada: Algumas mulheres possuem ciclos ovulatórios irregulares que, às vezes, ficam até dois meses sem menstruar, o que dificulta a identificação da gravidez.
Em outras mulheres ocorre ao contrário, mesmo para a mulher grávida continua vindo pequenos sangramentos cíclicos nos primeiros meses, levando a paciente achar que se trata apenas de uma menstruação desregulada.

"Inchaço nas mamas: Mamas Inchadas é um sintoma de gravidez que pode começar nas primeiras semanas após a concepção. Podem-se notar algumas mudanças, as mamas ficam mais sensíveis ao toque, doloridas ou inchadas.

"Cansaço e Fadiga: Cansaço e sono excessivo também podem ser sintomas de gravidez e podem ter início na primeira semana.

"Náusea e enjoo matinal: Este sintoma de gravidez é bem conhecido, muitas vezes aparece entre a 2ª e a 8ª semana. É importante lembrar que pode ocorrer a falta destes sintomas durante toda a gravidez.

"Dores nas costas: Dores nas costas podem ocorrer no início da gravidez, no entanto, é comum ter dor nas costas ao longo da gravidez inteira e, principalmente, no final devido ao peso da barriga e mudança de postura da gestante.

"Dores de cabeça: O repentino aumento de hormônios no organismo pode levar a uma dor de cabeça no início da gravidez, principalmente.

"Urina frequente: Cerca de 6 a 8 semanas após a concepção, a mulher pode sentir vontade de urinar com frequência. Isso se deve ao aumento dos hormônios. Mais para o final da gestação, a causa será a compressão da bexiga pelo útero que estará bem maior nessa época.

"Escurecimento das aréolas: Se você estiver grávida, a pele ao redor dos mamilos pode ficar mais escura. É perfeitamente normal. (Fonte: Blog da Saúde)

Nota: Os filhos são presentes de Deus (Salmo 127:3). Devemos amá-los e dedicar tempo de qualidade a eles. Mas é interessante também que Jesus comparou a Sua vinda a uma mulher que está para dar a luz. "A mulher que está dando à luz sente dores, porque chegou a sua hora; mas, quando o bebê nasce, ela esquece a angústia, por causa da alegria de ter vindo ao mundo." João 16:21. Ele exortou que devemos prestar atenção aos sinais (Mateus 24) e nos preparar para não sermos pegos de surpresa. "Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor" Mateus 24:42. Você está atento a eles?

Pr. Evandro Fávero

segunda-feira, 14 de maio de 2012

O Senhor dava vitórias a Davi

“Davi pôs guarnições... e o SENHOR dava vitórias a Davi, por onde quer que ia.” 2 Samuel 8:6

O capítulo 8 de 2 Samuel inicia o relato das grandes vitórias davídicas. Os triunfos se sucedem um ao outro, mas significativamente aparece uma declaração que desejo compartilhar. É o verso acima. O Senhor levou minha mente à transcendência dessa expressão: pôr GUARNIÇÃO! É o plano perfeito!

Trabalhar com sabedoria, com planos concretos, com objetivos claros. PÔR GUARNIÇÃO! A cada dia em nosso lar pomos guarnição sobre nossos filhos e até mesmo sobre nossos netos, mas, às vezes, embora pareça mentira, não pomos guarnição em nossa igreja e o inimigo arrebata, fere, mata e desanima.

Parei para pensar no ato de guarnecer e me veio ao pensamento a melhor forma de pôr guarnição em nossa igreja: OS PEQUENOS GRUPOS. Estabelecemos uma guarnição nesse bairro, com essas famílias e contamos com a promessa que se segue: “O Senhor dava vitórias a Davi, por onde quer que ia”.

O relato bíblico segue falando das vitórias e dos triunfos e me diz no verso 11 que foram tantos os bens materiais de recompensas recebidos que Davi os “consagrou ao SENHOR, juntamente com a prata e o ouro que já havia consagrado de todas as nações que sujeitara”.

Quantas vezes lamentamos nossas misérias e nossa falta de fundos para o crescimento da igreja, para a propagação do evangelho, etc. Então me perguntei: Estou estabelecendo em primeiro lugar a minha guarnição pessoal? Ou seja, estou buscando a Deus, cada manhã, em minha comunhão íntima? Ainda, estou mantendo minha comunhão pessoal a cada manhã? Qual seria o resultado de obter triunfos e vitórias concedidos pelo Senhor e não pôr GUARNIÇÕES protegendo, defendendo e dando segurança? É simples: a perda de tudo o que se obteve, o fracasso. GUARNIÇÕES sobre nosso casamento, nossos filhos, nosso trabalho, nossas igrejas. Essa era a parte de Davi. Essa é nossa parte.

 Qual foi o resultado disso? O verso 13 revela algo maravilhoso: “Ganhou Davi renome...”. Esta é a ideia: em um trabalho conjunto entre mim, você e Deus, Ele nos dará RENOME e ao Seu Israel. Sabe por quê? Porque o sistema de trabalho de Davi dava resultado. O verso 14 volta a destacar a ideia: “Pôs guarnições... e o SENHOR dava vitórias a Davi, por onde quer que ia”. Nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo quer que você e eu coloquemos guarnições por onde quer que formos, mas, acima de tudo, em nossa vida pessoal e familiar, a cada dia. Animo-o hoje a colocar sua GUARNIÇÃO com o Senhor. Amém.  (AAC)

domingo, 13 de maio de 2012

Uma história de amor

Mãe, palavra sublime, forte, encarnação do amor. Melhor ilustração do amor de Deus. Ivete Fávero, mãe e companheira, amiga e orientadora, médica e professora.

Estas são algumas palavras para descrever a minha mãe. Tivemos muitas experiências juntos. Trabalhamos no campo, viajamos, colportamos, oramos, pregamos o evangelho, sorrimos e choramos.

Mas, certamente, uma experiência que marcou minha vida foi a que aconteceu em 1982, no interior da cidade de Erechim, Rio Grande do Sul.

Era inverno e eu tinha cinco anos de idade. Estava brincando em casa. Neste dia quem cuidava de mim era um funcionário. Ele não tinha ido trabalhar por que estava doente. Chovia muito, minha mãe estava trabalhando na roça, quando ouviu gritos deste funcionário que, desesperadamente, a chamou. Ela correu para ver o que estava acontecendo e ficou chocada ao ver o meu rosto todo ensanguentado.
“Dona Ivete”, disse ele, “enquanto o menino brincava ele caiu no chão. Tinha na mão uma garrafinha. Ao cair, bateu o rosto em cima dela e os cacos de vidro lhe cortaram.”

Assim como estavam, sujos pelo trabalho com a terra, saíram correndo para me levar ao hospital que ficava na cidade, a 14 quilômetros dali. Por causa da chuva o rio transbordou e eles não puderam passar com o carro. Então me pegaram no colo e caminharam cerca de um quilometro pelo meio do mato até encontrar acesso, para passar ao outro lado do rio e procurar um carro para me levar ao pronto socorro.

Conseguiram um carro emprestado e me levaram. Recebi cinco pontos no lábio. Mas o pior veio depois. A recomendação médica era que, por uns 15 dias, eu não poderia sorrir, chorar, nem comer ou beber. O que fazer? A única forma era se alimentar com alimentos líquidos, bem devagarinho, através de um canudinho. Doía muito, mas mamãe foi minha companheira e heroína.

Todos os dias ela tinha que fazer os serviços da casa, tratar de 08 vacas, 80 porcos, trabalhar no árduo serviço da roça e cuidar de um bebê, a minha irmã, que na época tinha cerca de um ano de idade. Apesar disso, ela sempre ficou ao meu lado. Cuidou de mim o tempo todo. Colocou um berço na cozinha e me vigiava constantemente. Me ensinou alguns gestos para eu me comunicar quando queria pedir comida ou outras coisas.

Hoje quando olho no espelho quase não consigo ver as cicatrizes. Por quê? Porque ela se esmerou em cuidar de mim e me vigiar. Não só pelos 15 dias, mas ao longo de minha vida. Quando conheceu o evangelho orou por mim e se empenhou para que eu fizesse um estudo bíblico.

Sempre me aconselhou, orou e hoje sou um pastor em grande parte, graças a dedicação, empenho, serviço e trabalho de minha mãe. Por isso agradeço a Deus por ter me dado a oportunidade de ser filho de Ivete Fávero. Feliz Dia das Mães!

Pr. Evandro Fávero

Resumo da lição número 7 da Escola Sabatina


 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título: Evangelismo Corporativo e Testemunho

Texto-chave

“E o que de minha parte ouvistes através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros”. II Timóteo 2:2.

Objetivos

  1. Identificar os princípios comuns no trabalho de Jesus, dos apóstolos e de Paulo, confirmando a importância de sistematizar o trabalho em equipe, com planejamento e organização. 
  1. Destacar a necessidade de envolver o maior número de pessoas desde a fase de planejamento do programa missionário da igreja, e mantê-la constantemente informada do que está acontecendo.
  1. Conscientizar a liderança de que a união dos crentes em torno de metas missionárias comuns não é apenas a prioridade dos planos da igreja, mas que o processo não termina no batismo. É preciso ainda mais comprometimento na conservação dos novos na fé, ou o esforço evangelístico resultará em pouco crescimento real da Igreja.
Verdade Central

A ordem de Cristo, de ir e pregar o evangelho pertence a todos os membros da igreja, não apenas à liderança ou aos ministros. Para que a igreja se envolva de modo responsável, realizando a missão de modo organizado, a Bíblia oferece exemplos bem claros da importância e das vantagens do trabalho em equipe.  

Domingo: Permitindo que a mão esquerda e a direita saibam

Já ouviu falar do princípio 80/20? O que ele afirma, é que a maior parte do trabalho é realizado por uma minoria. Isso se confirma na igreja, onde apenas alguns realizam efetivamente a missão, testemunhando na prática e ganhando almas. O autor afirma que “as pessoas muitas vezes não sabem o que sua igreja está planejando, nem em que direção trabalha.” Então, até que ponto este é apenas um problema de comunicação? Não seria uma questão de foco?    

- Se nossas igrejas estiverem focadas em Eventos, é provável que o programa missionário fique em segundo plano, não recebendo tanta divulgação. Apenas o reavivamento pessoal, a verdadeira conversão, pode nos tirar do circuito de uma “cultura de consumo” adventista, que se torna um fim em si mesmo, o que definitivamente, não é o plano de Deus para a Igreja. 

-  Se o problema está na comunicação, apenas, nossas congregações deveriam buscar a maior eficiência possível em divulgar suas metas, estratégias e notícias missionárias locais. Os membros precisam conhecer o programa de testemunho e evangelismo da igreja. Boletim da Igreja, Jornal JA, twitter, mensagens, e-mails, redes sociais, tudo deve ser usado na divulgação do programa missionário.

-  Como fizeram espontaneamente Lídia e o Carcereiro de Filipos, muitos membros de nossas igrejas estarão dispostos a contribuir com sua hospitalidade e recursos de apoio, desde que estejam informados da importância de sua participação no processo de ganhar almas. Um exemplo muito prático é a logística da Missão Calebe, onde a Igreja local oferece apoio indispensável para o sucesso do projeto.  

Segunda-feira: Planejando juntos

Alcançar e manter o equilíbrio emocional, autoestima positiva, motivação e otimismo em relação ao futuro, são desafios constantes na vida de membros e líderes da igreja, que vivem numa sociedade exigente e ao mesmo tempo indiferente. Não seria interessante considerarmos o fator “convite pessoal” como indispensável para aumentar o envolvimento dos membros no processo de planejamento? Este frequentemente envolve poucas pessoas. Seria muito melhor envolver um grupo maior desde o início.  

-  O Manual da Igreja recomenda o planejamento e o estudo de estratégias para o avanço da pregação do evangelho como prioridade na pauta da Comissão da Igreja. Esse processo só será completo se envolver alvos, metas, estratégias  e constante avaliação. Também é responsabilidade da comissão divulgar o programa missionário e as notícias recentes. 

-  Quanto mais pessoas estiverem envolvidas no processo de planejamento e na criação de metas e estratégias, maior será o comprometimento na implementação destas, e maior a chance de ter sucesso.

-  Se desejamos o sucesso, devemos confiar em Deus e fazer a nossa parte. Deus nos promete acompanhar e auxiliar, firmando nossos passos.

Terça-feira: Trabalho em Equipe

O que causa mais impacto? Um e-mail, uma mensagem pelo celular ou uma visita pessoal em que convidamos alguém para se unir à nossa equipe?
Não sei que tipo de rede social Jesus usaria para se comunicar hoje com seus discípulos, mas na hora de chamá-los ao ministério, certamente não o faria por e-mail. 

-  Os evangelhos mostram que Jesus, sendo o líder perfeito, precisava de uma equipe para realizar Sua obra. Em sintonia com Deus, escolheu doze homens.

-  Jesus os convidou, abordando-os pessoalmente. Eles tiveram o privilégio de receber um convite pessoal de Jesus Cristo! Ele montou sua equipe, treinando-os e ensinando-os a trabalhar. Da mesma forma, devemos convidar pessoas a compartilhar nossos planos e o trabalho.

-  Mais tarde, os Apóstolos trabalharam em equipe, e Paulo fez o mesmo. A maneira ideal de fazer evangelismo e realizar a missão é em Equipe. Se acreditamos que no batismo nos unimos à família da fé, faz sentido trabalhar em  família.  

Quarta-feira: Cada pessoa faz sua parte

Qual parte do corpo é mais importante? Responder a essa pergunta seria o mesmo que dizer que na família, há membros mais importantes que outros, ou que na Bíblia, há livros mais importantes que outros. Na verdade, na Família da Fé, o Corpo de Cristo (Cl 1:18), todos temos nosso lugar, embora com funções diferentes, porque os dons espirituais são diversos (1 Co 12:4). 

-  A Cooperação harmônica entre os membros do Corpo de Cristo é recomendada com frequência no Novo Testamento através da expressão “uns aos outros”.

- Quando uma igreja unida está concentrada na tarefa evangelística diante dela, o Senhor abençoa seus esforços combinados. De acordo com Efésios 4:15,16, o segredo para isso é que cada um faça a sua parte. Quando isso acontecer, a Igreja alcançará sua eficiência máxima.  

- Como os 120 discípulos, em comunhão no pentecostes, hoje precisamos orar pelo derramamento do Espírito Santo, a Chuva Serôdia.

- Existem muitas vantagens no sistema de Evangelismo Integrado: todos os departamentos da igreja unidos numa meta comum: o cumprimento da missão. Em minha congregação, quão integrados são os departamentos?  

Quinta-feira: A necessidade de unidade coletiva

Quem se une a Cristo, naturalmente deve se unir ao corpo de Cristo, que é a Igreja.  Cada novo converso deve se unir ao corpo de crentes, mas não podemos nos esquecer que isso é responsabilidade de toda a igreja. Não só dos “pais”, mas dos irmãos “mais velhos”. Como evitar a apostasia que faz com que grande número dos que são batizados, abandonem a fé ainda no primeiro ano? Você já ouviu falar do Ciclo do Discipulado?

- De acordo com Colossenses 1:28,29, o maior objetivo da experiência cristã é alcançar a plena maturidade espiritual, e dessa forma garantir o crescimento real da Igreja. 

- Assim, quanto mais membros estiverem envolvidos em ganhar almas, maior será seu envolvimento na conservação.

- Trabalhar pela maturidade dos novos conversos, acompanhando de perto seu crescimento, é tão importante quanto trabalhar para levá-los a aceitar a Cristo e se unir à Sua Igreja.

Sexta-feira: Definindo alvos realistas

Dicas para um Planejamento eficaz incluem:

- Alvos financeiramente acessíveis.

- Alvos logisticamente realizáveis, considerando os recursos humanos disponíveis.

- Quando o alvo for atingido, considere a possibilidade de fazer dele uma estratégia permanente.

Muitos programas locais de sucesso se transformaram em programas oficiais da Igreja, como o Batismo da Primavera, Mutirão de Natal, ou a Missão Calebe.  A condição para isso foi o sucesso e a praticidade do programa. E por trás disso, sempre está a figura do líder e sua equipe. 

Conclusão

Considerando os desafios e oportunidades que o trabalho em equipe nos proporciona, o Exemplo de Cristo como Líder por excelência, e o sucesso dos Apóstolos, de Paulo e seus colaboradores incansáveis, concluímos que, para a Igreja Adventista hoje, precisamos:

1.   Promover como prioridade o cumprimento da Missão, orando para que o Espírito Santo seja derramado em nossa geração.

2.   Reunir e formar uma Equipe missionária que integre o maior número de pessoas, que apresente o projeto à Igreja e a manter estas pessoas informadas constantemente, motivando-as a se envolver.

3.  Que essas pessoas participem de todas as fases do projeto evangelístico, a começar pelo planejamento e criação de metas e estratégias.

4.   Que a Igreja como um todo se sinta envolvida na Ação de Ganhar Almas, pois estará mais comprometida em conservá-las e acompanhar seu crescimento até a maturidade espiritual.


Pr. Kerlon Wolff
Capelão do Colégio Adventista de Viamão/RS, pertencente à Associação Sul Riograndense

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Técnicas de Ensino para a Escola Sabatina - Vídeo do Auxiliar

Vídeo que aborda as técnicas de ensino do auxiliar da Lição da Escola Sabatina.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Sentinelas do Mestre

“A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca e lhe darás aviso da minha parte.” Ezequiel 33:7

Na Colômbia, muitas bases militares são arrasadas pelo terrorismo impulsionado pelas guerrilhas. A tomada mais catastrófica e mais lembrada é a da base militar das Delicias, em Putumaio. As investigações posteriores para determinar as causas, visto ser uma das bases mais bem equipadas, foram prontamente reveladas.

Vários sentinelas que estavam de serviço naquela noite haviam dormido. A despeito das informações de que a guerrilha havia sido visto à distância da base. Nesse ataque, a base foi totalmente destruída, centenas de soldados perderam a vida e muitos foram sequestrados, engrossando assim a lista de vítimas das guerrilhas na Colômbia.

Na vida cristã ocorre algo semelhante, todos fomos chamados para sermos sentinelas do Mestre; assim sendo, devemos vigiar conforme nos adverte o apóstolo Pedro: “[…] O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar.” (1 Pe 5:8)

A sentinela deve cumprir alguns requisitos para que possa efetuar com eficiência sua Missão:

1) Deve vigiar: o relato diz que quando um homem é indicado como sentinela e “vê vir a espada sobre a terra”. A expressão “vê vir” nos diz que a sentinela deve manter-se acordado, pois não é possível ver quando se está dormindo.

2) Deve ouvir: a sentinela deve estar muito atenta, principalmente quando a escuridão é mais densa. Nesse momento, seus olhos não serão de muita ajuda e por isso deve aguçar os ouvidos. Embora não possa ver, ao ouvir algum ruído poderá identificar a possível aproximação do inimigo e então poderá reagir soando o alarme.

3) Deve tocar a trombeta. Se a sentinela estiver acordada e também atenta e quando se aproxima o perigo ouve e não toca a trombeta, para nada serve ter vigiado. Quem agir assim será acusado de traidor, pois não soou o alarme para que outros pudessem salvar a vida.

Cada um de nós recebemos a incumbência de ser sentinelas, cuja missão é de alta responsabilidade. Esta é prevenir o mundo do perigo que corre, assinalando que o inimigo está se aproximando. Anunciando a breve volta de nosso Salvador (João 14:13, Apocalipse 1:7, Mateus 24 e 25). Convido-o hoje, em meio a todas as tarefas planejadas, que não perca de vista a Missão: Soar a trombeta.

Pr. Jairo Cruz
Missão Equatoriana do Sul - UE

quarta-feira, 9 de maio de 2012

"Recapitulando com Sucesso" - Lição 6 - Evangelismo pessoal e testemunho

Assista ao vídeo da semana do "Recapitulando com Sucesso". Uma ferramenta para auxiliar o professor da Escola Sabatina:

segunda-feira, 7 de maio de 2012

19 tipos de câncer estão relacionados ao trabalho

Profissionais das áreas de beleza e farmácia estão mais propensos. Contato com agrotóxicos e com metais pesados aumenta o risco.

Pelo menos 19 tipos de câncer, entre os quais o de pulmão, pele, fígado, laringe, bexiga e leucemias podem estar relacionados ao emprego que se exerce, segundo um levantamento divulgado nesta segunda-feira (30) pelo Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca).

Os principais grupos de agentes cancerígenos relacionados ao trabalho incluem os metais pesados, agrotóxicos, solventes orgânicos, formaldeído e poeiras (de amianto e sílica). A via de absorção (respiratória, oral ou pela pele), a duração e a frequência da exposição aos agentes nocivos influenciam no grau de toxidade, mas os dois últimos fatores não são fundamentais para o desencadeamento do câncer, segundo o levantamento.

Segundo a publicação "Diretrizes para a Vigilância do Câncer Relacionado ao Trabalho", os tumores nos órgãos citados podem ter relação ainda com produtos aparentemente inofensivos, como poeiras de madeira e de couro, além de medicamentos como antineoplásicos, indicados para destruir células cancerosas, mas que acabam lesando as células saudáveis.

"Não há níveis seguros de exposição a agentes cancerígenos. É fundamental que sejam adotadas ações para reduzir o adoecimento dos trabalhadores em razão do seu ambiente laboral", explica a responsável pela Área de Vigilância do Câncer Relacionado ao Trabalho e ao Ambiente do Inca, Ubirani Otero.

A epidemiologista diz ainda que "a prevenção do câncer relacionado ao trabalho somente será alcançada com a vigilância dos processos produtivos". Entre as sugestões da publicação está o estabelecimento de prioridades para afastar o trabalhador desses agentes. [Fonte: www.g1.globo.com].

Nota: O equilíbrio e o cuidado preventivo devem ser incentivados sempre. No entanto há um câncer igualmente ou mais perigoso: O câncer do pecado. Ele destrói vidas e tira a esperança da eternidade. A única segurança é afastar-se dos agentes tentadores. "Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, com aqueles que, de coração puro, invocam o Senhor." II Timóteo 2:22. Pense nisto.

Pr. Evandro Fávero

domingo, 6 de maio de 2012

Resumo da lição número 6 da Escola Sabatina

 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT


Título: Evangelismo Pessoal e Testemunho

Texto Chave: 

“’Vocês são Minhas testemunhas’, declara o Senhor, ‘e Meu servo a quem escolhi’” Isaías 43:10 

Objetivos 

1.    Entender que nosso relacionamento pessoal com Jesus influencia diretamente o sucesso do nosso testemunho pessoal. 

2.    Reconhecer que aqueles com quem interagimos pessoalmente são o nosso campo missionário pessoal. 

3.    Compreender que Deus não deseja usar somente os qualificados, mas sim, os que estão dispostos a serem usados, sejam quais forem seus dons e talentos. 

Verdade Central 

A alegria de viver uma experiência de vida transformada e de esperança em Cristo nos motivará a compartilhar a mensagem de salvação no âmbito pessoal. 

Domingo: Meu Deus e eu 

Em Atos 4:13 nos diz que os membros do Sinédrio reconheceram que Pedro e João haviam “estado com Jesus”. Por que isso era algo importante? O que isto tem a ver com o testemunho pessoal?  

 A menos que tenhamos uma experiência real e transformadora com Deus, não estaremos em condição de testemunhar poderosamente. 

Segunda-feira: Meu campo missionário pessoal 

Você já recebeu uma boa notícia, presente ou algo que muito esperava? Como você se sentiu? Com quem compartilhou? Leia João 1:41,45. Como podemos entender como funciona o testemunho pessoal? 

Ø  Os momentos alegres e marcantes de nossa vida nos levam a compartilhar a alegria com os mais próximos (ex: as parábolas da dracma perdida, ovelha perdida e do filho pródigo). 

Ø  Perceba que André e Filipe, após terem encontrado o Messias, realizaram naturalmente aquilo que chamamos de testemunho pessoal. 

Terça-feira: Meu potencial pessoal 

“Conheci uma senhora, muito simples e analfabeta, mas muito apegada com Deus. Ao conversar com ela percebi algo de muito especial. Ela tinha intimidade com Deus. Apesar de não saber ler, conhecia e recitava inúmeros versos bíblicos que lhe davam esperança, e falava muito sobre sua vida de oração. Senti-me inspirado ao visitar-lhe, e motivado a buscar um relacionamento assim com Deus”.

Para refletir: Não tenho muitos dons e talentos, não sou muito bom em me relacionar, então, como posso ser uma inspiração para outros? De onde a senhora humilde tirava poder? 

Ø  A Bíblia nos revela que Deus não está necessariamente procurando os mais qualificados, e sim, os que estão dispostos a ser usados, sejam quais forem seus dons e talentos. 

Quarta-feira: O testemunho de uma vida justa 

O poder de Jesus em seu ministério, ensinamentos e sermões, vinha de uma profunda coerência entre palavras e ações. Há um estudo sobre a comunicação que diz que: 7% se comunica por palavras e os 93% restantes pelas ações. Isto quer dizer que a coerência fala alto.

“Havia um homem muito interessado em ensinar e dar estudos bíblicos. Em um ano, estudava com pelo menos 20 pessoas. Mas algo muito estranho acontecia. Apesar de todos estes estudos, ninguém se convertia e muito menos se batizava”. Qual seria a dificuldade deste homem? Como Mateus 5:16, pode nos ajudar nesta resposta? 

Ø  Muitas vezes somos incoerentes em nossas ações, de tal forma que nossas palavras são anuladas por nossa forma de viver. Isto deve nos levar a refletir profundamente em qual tem sido nossa experiência. 

Ø  Quando deixamos que a luz de Deus brilhe em nós, reunimos todas as possibilidades de ajudar a conduzir os perdidos para o reino de Deus. 

Quinta–feira: Contribuição parcial para o programa total 

Por certo você já ouviu aquele ditado popular que diz “de grão em grão a galinha enche o papo”. No que tange a missão da igreja de levar o evangelho a todo o mundo, isto também é verdade. Nosso testemunho pessoal contribui para o evangelismo global da igreja.

Leia I Coríntios 3:4-9. O que estes versos ensinam sobre nossa contribuição para o programa total da igreja? Onde entra o testemunho pessoal? 

Ø  “Pois, no caso, é verdadeiro o ditado: Um é o semeador, e outro é o ceifeiro”. João 4:37. 

Ø  É importante notarmos que todos nós temos nossa contribuição pessoal no que diz respeito à missão global da igreja. 

Conclusão 

1.    A chave para um testemunho pessoal poderoso está num profundo relacionamento com Deus, e na contemplação contínua da graça de Cristo. 

2.    Quanto mais vívida for nossa experiência com Deus, mais contagiante e motivador será nosso testemunho para aqueles que nos cercam e fazem parte de nossa rede de relacionamentos. 

3.    Deus quer usar a todos àqueles que simplesmente estão dispostos a contribuir com a missão de pregar o evangelho a todo o mundo.


Pr. Joani Alves Ferreira Júnior
Pastor do Distrito de Lapa/PR, pertencente à Associação Sul Paranaense

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More