quarta-feira, 4 de julho de 2012

Avisado pelo Espírito Santo

“O Espírito de Deus me fez, e a inspiração do Todo Poderoso me deu vida. Na verdade Tu falastes aos meus ouvidos; eu ouvi a voz de Tuas palavras.” Jó 33:4 e 8

Um dos meus passatempos prediletos é contar a meus filhos histórias vividas em minha infância. Eles gostam muito. Esse hábito adquiri com meus pais que nos descreviam diversos episódios sobre suas vidas e da atuação dos anjos, do Espírito Santo e de Deus em momentos especiais. Compartilharei uma delas com você.

Meus pais eram recém-conversos à fé adventista; e todos os sábados à tarde passavam horas em estudo da palavra de Deus com os irmãos vizinhos e dando estudos às pessoas que ainda não conheciam as verdades bíblicas. Meus pais precisavam ir para o estudo, porém optaram não me levar porque tinha aproximadamente 45 dias de vida e fazia muito frio no interior do Estado do Paraná. Fiquei dormindo em meu berço sob os cuidados de outra pessoa. Eles planejavam voltar dali umas duas horas, pois eu precisaria ser amamentada.

Começaram a discorrer as verdades bíblicas e estavam muito empolgados com o estudo. Foi então que meu pai sentiu o intenso desejo de retornar a nossa casa e convidou minha mãe. Ela perguntou se ele estava se sentindo bem, pois eles haviam chegado há apenas alguns minutos.

Ele insistiu em voltar para casa, sentia que precisava ver o bebê urgentemente. Ela achava desnecessária essa preocupação, pois o bebê estava em boas mãos; papai, porém decidiu voltar, ficando minha mãe nos estudos.

Ao chegar a nossa residência papai me encontrou me debatendo embaixo de uma pesada coberta de lã que havia caído em cima do meu berço. Se houvesse demorado apenas alguns minutos mais ele não me encontraria com vida.

Vem então a pergunta: como meu pai pressentiu que eu estava em perigo? Quem foi que o avisou? Eu tenho a minha opinião a respeito deste assunto. Acredito que o Espírito Santo avisou a meu pai e salvou minha vida. Ele me deu a vida duas vezes!

Agradeço a Deus por isso e procuro fazer o meu melhor para Ele, pois se minha vida foi preservada tenho um trabalho especial a fazer neste mundo. “Pregar o evangelho e anunciar a volta de Jesus!”

Tenho certeza que você também tem histórias parecidas da providência divina. Já parou para pensar porque Deus permitiu tua existência e preserva tua vida diariamente? Enquanto muitos não acordam, todas as manhãs você acorda!

O que você tem feito para agradecer essa divina providência. Qual é o propósito de sua vida? Pense nisso e dedique-a para falar a outros deste Deus maravilhoso, tenho certeza que esse é o maior desejo do Doador da Vida. Em breve quero encontrar com Ele e com as pessoas com quem partilho Seu amor, e você?

Maria Neusa Almeida dos Santos
Associação Maranhense - UNB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More