domingo, 27 de maio de 2012

Resumo da lição número 9 da Escola Sabatina


 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título: Liberdade para Ministrar

Texto-chave

“Como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos sãos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!” Romanos 10:15

Objetivos

  1. Conhecer: a fundamentação bíblica para exercer um tipo de ministério.
  1. Sentir: a necessidade de libertar pessoas das trevas para a luz.
  1. Fazer: viver de maneira que o testemunho leve pessoas a avaliarem sua missão.
Verdade Central

O amor é normativo no exercício da fé. Sem amor não receberemos o Poder do Espírito Santo, sem o Poder do Espírito Santo não teremos conversão, sem conversão não há salvação.

Domingo: Responsabilidade compartilhada

Qual a principal conseqüência de não partilhar nosso ministério com os outros?

-  Interromper o exercício dos dons da igreja.

-  Diminuir a participação de pessoas capazes para exercer seu ministério.

- Desmotivação dos membros no cumprimento da missão de testemunhar ou enfraquecimento na fé.

Segunda-feira: Arriscar para alcançar sucesso

Correr risco é inerente em qualquer atividade na vida. Não seria diferente na vida cristã.

-  Precisamos fazer o nosso melhor que os resultados virão. A obra é do Senhor.

-  Na vida espiritual os resultados espirituais dependem do Espírito Santo.

-  A promessa de recebimento do Espírito Santo é para todos os membros.

- O papel dos líderes interessados em desenvolver comunidade é o de partilhar o poder (Russel Barril. Como Reavivar a igreja do século XXI, p.46)

Terça-feira: Adaptando os trabalhadores para a colheita

Pode acontecer muitas vezes, de pessoas “certas” estarem em lugar errado. O que fazer?

-  Primeiro faça o teste dos dons num sábado à tarde.

-  Pedir a Deus, em oração, para que o Espírito Santo revele os dons.

-  Pergunte aos irmãos em qual ministério gostariam de atuar.

Quarta-feira: Crescimento espiritual por meio do envolvimento no ministério

O cumprimento da missão é um fim em si mesmo?

-  Nos comprometemos na missão, quando reconhecemos nossa necessidade de uma ligação íntima com Deus.

- No cumprimento da missão não só ajudamos a salvar pessoas, mas ajudamos na nossa própria salvação.

-  O reconhecimento da nossa pecaminosidade nos leva a cumprir a missão.

Quinta-feira: Harmonizado por meio do envolvimento

Quais são as razões porque, muitas vezes, existe desarmonia entre os irmãos?

-  No caso de Paulo e Barnabé, o problema era a desistência de João Marcos, que Paulo não aceitava.

-  Paulo não estava inclinado a desculpar a fraqueza de Marcos em desertar da obra pela segurança e conforto do lar. Insistia que alguém de tão pouca fibra não estava habilitado para uma obra que requeria paciência, altruísmo, bravura, devoção, fé e disposição para sacrificar, se necessário, a própria vida. (Atos dos Apóstolos, p.202)

-  Assim como Paulo, muitas vezes somos intolerantes com nossos irmãos que têm medo de envolver-se na obra. Causando desarmonia e conflitos.

Conclusão

1. Prestaremos contas a Deus da luz que recebemos.

2. A salvação é individual e individual é a nossa responsabilidade.

3. Todos nós recebemos algum tipo de ministério, e devemos exercê-lo para abreviar a volta de Jesus.


Pr. Luiz Tomaz
Pastor do distrito de São Joaquim/SC, pertencente à Associação Catarinense –AC.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More