Clique aqui para conhecer mais

Artigos e Notícias sobre Pequenos Grupos.

União Sul Brasileira

Site com as notícias da Igreja Adventista.

Estudos Bíblicos

São 8 estudos bíblicos com assuntos diversos para computadores e smartphones.

Ministério Pessoal da DSA

História, Notícias, Materiais e outros.

SITE TEMPLOS DE ESPERANÇA

Conheça o projeto para implantar novas Igrejas no Sul do Brasil.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Estudo associa TV em excesso a problemas psicológicos na infância

Crianças que ficam muito tempo em frente à televisão ou mexendo no computador, além de terem maior propensão à obesidade, podem ter mais problemas psicológicos do que as outras, segundo estudo da Universidade de Bristol, no Reino Unido. Avaliando mais de mil crianças com 10 e 11 anos de idade, os pesquisadores observaram que aquelas que ficavam mais de duas horas por dia em frente à tela tinham 60% mais chances de terem problemas psicológicos, independentemente de seus níveis de atividades físicas.

“Apesar de os baixos níveis de visualização da tela não serem problemáticos, não podemos confiar na atividade física para compensar as longas horas da visualização da tela”, destacou a pesquisadora Angie Page, em artigo que será publicado na edição de novembro da revista Pediatrics. “Assistir TV ou jogar games de computador por mais de duas horas por dia está relacionado a maiores dificuldades psicológicas”, completou a especialista.

De acordo com os pesquisadores as crianças que faziam mais atividades físicas moderadas tiveram melhor pontuação em alguns testes psicológicos, incluindo nas áreas emocional e social. Mas isso pareceu não afetar os riscos de se passar longo tempo em frente à tela, que estaria associado principalmente a problemas de comportamento e hiperatividade. (Blog Saúde)

Nota: O maior problema é que os pais não estão dispostos a assumir o papel de pais. Muitos tem filhos só para colocá-los ainda bebês em creches ou escolas. Nada contra estas instituições mas o problema é que os filhos estão sendo educados pelos outros e, o que é pior, muitos vezes pela babá eletrônica - a TV e/ou computador. Filhos são presentes de Deus e devem ser considerados como tais. Ellen White escreveu que "o lar deve ser para as crianças o mais atrativo lugar do mundo, e sua maior atração deve ser a presença da mãe. As crianças têm natureza sensível e amorável. Facilmente se consegue agradar-lhes, e facilmente também se pode torná-las infelizes. Mediante uma disciplina suave, em palavras e atos, as mães conseguem unir os filhos ao seu coração. A Ciência do Bom Viver, pág. 338.

Além disso "a mãe deve ser sempre preeminente nesta obra de ensinar os filhos; embora deveres importantes e graves repousem sobre o pai, a mãe, pela quase constante associação com os filhos, especialmente durante os seus tenros anos, deve ser sempre sua especial companheira e instrutora. Deve ter o maior cuidado em cultivar nos filhos o asseio e a ordem, a fim de dirigi-los na correta formação de hábitos e gostos; deve instruí-los para que sejam industriosos" O Lar Adventista, 184

Leia também:
A influência da televisão
Pais devem ser guias e companheiros das crianças

Pr. Evandro Fávero

A fidelidade como fruto da fé

“Pois é com o coração que se crê para justiça, e com a boca se faz confissão para a Salvação”. Romanos 10:10.

A fé é a mão com a qual recebemos o Salvador. No texto o apóstolo Paulo diz que não é suficiente crer com a mente, aceitar intelectualmente como uma verdade e estudá-la como parte de uma teologia. A fé é o braço que abraça a Cristo. Um relacionamento íntimo e pessoal que produz confiança que procede do amor.

“A fé que opera salvação, não é mero assentimento espiritual à verdade. Aquele que espera inteiro conhecimento antes de exercer fé, não pode receber bênção de Deus. Não basta crer no que se diz acerca de Cristo; devemos crer nEle. A única fé que nos beneficiará, é a que O abraça como Salvador pessoal; que se apropria de Seus méritos. Muitos têm a fé como uma opinião. A fé salvadora é um ajuste pelo qual aqueles que recebem a Cristo se unem a Deus em concerto. Fé genuína é vida. Uma fé viva significa acréscimo de vigor, segura confiança pela qual a alma se torna uma força vitoriosa” (DTN, 347).

No fim das contas, quando já não é mais conveniente, quando ser fiel já não é fácil, quando ficar ao lado da verdade traz prejuízo pessoal ou mesmo o perigo da própria vida, “o soberbo cairá; mas o justo viverá pela fé” (Hb. 2:4).

Henrique Morehouse, grande cristão e defensor do evangelho nos Estados Unidos e Inglaterra, tinha uma filha portadora de uma deficiência congênita que limitava seus movimentos. O pai constantemente dizia que a amava muito, e sempre estava aprendendo com ela lições de fé e confiança. Apesar de sua debilidade física, a menina procurava sempre ser útil em casa, ajudando como podia. Um dia o pregador chegou com muitos pacotes, a filhinha vai encontrá-lo à entrada, e diz: “Papai, posso ajudá-lo carregando os pacotes?” “Como você faria isso, filha?” – perguntou o pai. “Posso levá-los facilmente, papai”, diz ela, tomando a carga nos braços. “E agora, é só você me carregar no colo”, concluiu a garotinha com toda a tranqüilidade e confiança. (José Silvio Ferreira, Cristo nossa Salvação, p. 205).

Não seria este tipo de fidelidade simples e infantil, a verdadeira fidelidade fruto da fé? Não seria isto, o que Deus espera encontrar na vida de seus filhos?

Pr. Josias Fonseca Lopes
Associação Central Sul-Rio-Grandense - USB

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Resumo da lição 9 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Título: “Autoestima”

Texto-chave

“Vocês... são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz”. I Pedro 2:9

Objetivos

1. Levar-nos a entender o que é a autoestima saudável dentro de uma perspectiva cristã, e o quanto somos apreciados por Deus.
2. Ajudar-nos a desenvolver uma valorização pessoal e também dos outros, tendo como base a valorização que Deus nos concede.
3. Conduzir-nos a uma avaliação realista de quem realmente somos, no contexto do corpo de Cristo.

Verdade Central

Um censo de autoestima cristã se desenvolve a partir do reconhecimento de que cada um de nós é formado à imagem de Deus, e que com nossa permissão, estaremos a cada dia sendo transformados à semelhança de Cristo.

Lição de domingo: Origem

Quem sou eu? Qual é a minha origem?

1) Sou filho de Deus.
2) Criado à Sua imagem e semelhança.
3) Pecador, perdido, mas comprado pelo alto preço do sangue de Jesus.

Lição de segunda-feira: Autopercepção

Amor próprio ou arrogância? Qual a diferença?

1) Amor próprio é o reconhecimento das minhas qualidades e talentos pessoais e dedicação dessas qualidades e talentos para a glória de Deus.
2) Arrogância é se sentir superior aos outros, mais importante que os demais e fundamentar todas as ações no orgulho e no egoísmo.
3) O segredo para desenvolver o amor próprio é: me amar assim como amo aos demais, nem mais nem menos. Jesus disse: “Ame o teu próximo como a ti mesmo!

Lição de terça-feira: O que os outros vêem

A maneira como os outros me vêem é parâmetro para minha autoestima?

1) Geralmente o que o mundo valoriza, não é o que Deus valoriza.
2) Quase sempre as pessoas supervalorizam características externas tais como beleza, riquezas, aptidões naturais, etc.
3) Não devemos esquecer que Deus vê o coração e as coisas que dele provêm.

Lição de quarta-feira: O que Deus vê

Como Deus me vê? Isso é importante?

1) Temos um valor incalculável aos olhos de Deus. Valemos o sangue precioso de Seu Filho Jesus Cristo.
2) Deus não me vê como sou, mas como poderei chegar a ser se eu me colocar sob os Seus cuidados.
3) Sou filho do Rei do Universo! Um Rei que se importa comigo!

Lição de quinta-feira: Um novo homem

Deus remenda ou faz novo?

1) Fomos criados para sermos semelhantes a Jesus.
2) Deus pode e quer nos transformar, mas quer fazer o serviço completo, não apenas por fora, tornando-nos semelhantes a Ele, com as características do Seu caráter eterno.
3) Jesus chama isso de Novo Nascimento.

Conclusão

1. Somos filhos de Deus, criados à sua imagem.
2. Somos pecadores, mas pecadores resgatados pelo precioso sangue de Jesus.
3. Jesus quer restaurar sua imagem em nós a cada dia.
4. Autoestima saudável está no fato de reconhecermos as coisas boas que Deus nos concedeu e dedicarmos essas coisas boas à Glória de Deus.

Pr. Tomaz Edison
Pastor do Distrito de Cascavel, na ANP

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

A família e as amizades

“Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro” Gênesis 13:11.

Quando era pastor em Assunção, conheci um bom irmão que irei chamar de Alberto (pseudônimo). Sua família era linda, duas filhas e uma esposa carinhosa. Ele era muito espiritual e possuía notáveis qualidades de liderança. Porém, um dia recebeu a visita de um “amigo” que lhe sugeriu viajar para a Espanha. A viagem seria longa e teriam de ingressar ilegalmente no país, portanto algo perigoso.

O Alberto não me consultou, pelo menos para saber qual seria a melhor decisão. Hoje, nosso irmão não mais está nos caminhos de Deus, não está perto da família e suas filhas e esposa sofrem pela estranha ausência daquele que foi pai e marido exemplar.

Dói muito pensar na forma como essa história se desencadeou, e tudo por tomar apenas uma decisão errada, sustentada por uma amizade não cristã. Nosso verso de hoje também menciona a decisão de um homem que fora abençoado por Deus, mas que colocou seus olhos nas coisas materiais e deixou de colocar sua família em lugar seguro. Ellen G. White nos diz que: “Deslumbrado pela visão de proveitos mundanos, Ló não tomou em consideração os males morais e espirituais, que ali se encontrariam. Os habitantes da planície eram "grandes pecadores contra o Senhor"; mas a respeito disto ele estava em ignorância, ou, se o sabia, não o ponderou muito. Ele "escolheu para si toda a campina do Jordão", e "armou as suas tendas até Sodoma". Quão pouco previu ele os terríveis resultados daquela escolha egoísta!” (Patriarcas e Profetas, p. 133).

No decorrer do tempo, Ló prosperou materialmente, e é possível que muito mais que seu tio Abraão. Porém, a inspiração nos diz duas coisas: as cidades planas foram totalmente destruídas pelo fogo de Deus e a família de Ló foi destruída moralmente. A influência pecaminosa das amizades de Sodoma e Gomorra permaneceram sem serem queimadas no coração da esposa de Ló, que foi movida por sua cobiça e tornada em uma estátua de sal. As filhas de Ló se perverteram pelas influências das amizades mundanas, embriagaram seu pai e cometeram incesto com ele.

Querido amigo leitor, nunca subestimemos a influência das amizades. Busquemos aquelas que nos inspiram, elevam e nos contagiem com um renovado compromisso com Deus. Cuidemos de nossa família. O Senhor nunca permitirá que nos falte algo se colocarmos toda nossa confiança nEle.

Por isso, irmão, agradeça a Deus porque hoje você pode tomar uma decisão certa e segura na Palavra de Deus, caso ainda não o tenha feito, e colocar nessas Mãos a sua família, porque ao fazê-lo você estará colocando-a no lugar certo.

Pr. Guillermo Delgado - UPS

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Grãos integrais reduzem o risco cardiovascular de diabéticos, sugere estudo

O consumo de grãos integrais pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, inclusive em pessoas com diabetes, que apresentam maior propensão a sofrer infartos e derrames fatais, segundo estudo da Universidade de Harvard, nos EUA. A análise de quase 8 mil enfermeiras com diabetes tipo 2 mostrou que aquelas que comiam mais grãos integrais tinham 35% menor risco de morte por doença cardíaca e 28% menos chances de morrer por outras causas, comparadas àquelas que quase não consumiam esses alimentos.

“Muitos diabéticos ainda acreditam que devem limitar os carboidratos, incluindo os carboidratos complexos”, destacou o pesquisador Robert Eckel. “Certamente os grãos refinados e os açúcares simples aumentam o açúcar no sangue e devem ser limitados, mas parece que comer grãos integrais é não apenas seguro, mas também benéfico”, acrescentou.

De acordo com os especialistas, os grãos integrais, principalmente os farelos ricos em fibras e vitaminas, podem proteger o coração ao reduzir a inflamação no organismo. E a Associação Americana do Coração recomenda o consumo desses alimentos - incluindo arroz e macarrão integral, farelo de aveia e outros cereais - como parte de uma dieta saudável com frutas e verduras, para a prevenção de problemas cardíacos. (Blog Saúde)

Nota: Os alimentos naturais como os grãos integrais foram criados por Deus como a alimentação original do ser humano. "E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento." Gênesis 1:29

Certamente que os "cereais, frutas, nozes e verduras constituem o regime dietético escolhido por nosso Criador. Esses alimentos, preparados da maneira mais simples e natural possível, são os mais saudáveis e nutritivos. Proporcionam uma força, uma resistência e vigor intelectual que não são promovidos por uma alimentação mais complexa e estimulante." Ciência do Bom Viver, 296

Pr. Evandro Fávero

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Aproveite os benefícios do sol

Que tal aproveitar o Verão para curtir um banho de sol que cuida da pele, dos ossos e até do bom-humor?

Expôr-se ao ar livre num dia ensolarado traz mais beneficios do que você imagina – com a devida proteção, claro. Confira:

* Pele: Além de um tom bronzeado e da aparência mais saudavel, banhos de sol proporcionam melhora do processo inflamatorio de algumas doenças (como psoriase e dermatite).

* Ossos: A exposição ao sol estimula no organismo a produção de vitamina D, que facilita a absorção de cálcio e é essencial para a formação e manutenção dos ossos.

* Disposição: Os raios ultravioleta reduzem o nível de melatonina, o hormônio do sono. Assim, as pessoas ficam mais dispostas durante o dia.

* Bom-humor: Para combater a depressão, sinta o sol. Cientificamente é comprovado que os raios solares estimulam a liberação de serotonina, que traz sensação de bem-estar e ajuda a manter o bom-humor. Países com poucas horas de luz natural, onde o inverno é mais rigoroso, apresentam maiores índices de suicídio.

* Imunidade: A circulação sanguínea é ativada com os raios solares, o que facilita a eliminação de toxinas. O sol também estimula a produção de glóbulos brancos, fortalecendo o sistema imunológico e a defesa do organismo.

Agora que você sabe o que o sol pode fazer por você, passe mais tempo ao ar livre, aproveitando o horario de Verão. Mas lembre-se: evite a radiação entre 10h e 16h e use protetor solar, mesmo quando nublado. (Pense Bem)

Nota: Vale a pena ouvir o que diz Ellen White sobre o sol.

"Exercício, e farto, abundante uso do ar livre e da luz solar - bênçãos por Deus a todos outorgadas - dariam em muitos casos vida e vigor aos esqueléticos inválidos." Conselhos sobre Regime Alimentar, 302.

"Se quereis que vossas casas sejam agradáveis e convidativas, tornai-as resplendentes com ar e luz solar. Removei vossas espessas cortinas, abri as janelas, suspendei as persianas e fruí a rica luz do Sol, ainda que seja à custa das cores de vossos tapetes. A preciosa luz solar poderá fazer descorar os vossos tapetes; ela, porém, dará uma cor saudável às faces de vossas crianças. Se tiverdes a presença de Deus e possuirdes coração cheio de zelo e amor, uma casa humilde, na qual haja ar e brilhe a luz do Sol, e animada por altruísta hospitalidade, será para vossa família e para o cansado viajante um céu na Terra." Conselhos sobre Saúde, 196

"Às crianças deve-se permitir correr e brincar fora de casa, desfrutando o ar fresco e puro, e a vivificante luz solar." Fundamentos da Educação Cristã, 60

Pr. Evandro Fávero

domingo, 20 de fevereiro de 2011

A árvore da vida

E o Senhor Deus lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gênesis 2: 16 e 17).

Alguns contam piadas para ridicularizar a queda do homem, outros, na tentativa de subestimar o pecado de Adão e Eva adotam versões divergentes do texto bíblico. Todos esses, se tivessem são discernimento haveriam de enxergar os efeitos da queda em si mesmos, nos demais seres vivos e na natureza.

No Jardim do Éden um mandamento de Deus foi violado. Nenhum mandamento de Deus pode ser violado sem acarretar prejuízo para o transgressor. Deus deu mandamentos pensando em nosso bem-estar, quando violamos qualquer um dos seus mandamentos atraímos sobre nós aquilo de que Deus queria nos livrar. “Não era da vontade de Deus que o santo par conhecesse o mal. O novo e superior conhecimento que Satanás propôs para Eva era o mal” (História da Redenção, página 4).

No livro História da Redenção, nas páginas 12, 31, 32 e 38, lemos: “Os anjos preveniram a Eva que não se separasse do Marido. Adão e Eva asseguraram aos anjos que nunca transgrediriam o mandamento de Deus. Eva pensou que tinha sabedoria e força suficientes para discernir o mal e resistir-lhe. Eva contemplou com um misto de curiosidade e admiração a árvore proibida. Seu fruto parecia com maçãs de ouro e prata. Ela imaginou estar segura longe do marido. Depois do pecado sentiram um terror pelo futuro e uma sensação de necessidade”.

Para os que pensam que para o simples ato de comer uma fruta as conseqüências são muito severas, a palavra inspirada diz: “Foi a leveza da proibição que tornou o pecado excessivamente grande ” (Patriarcas e Profetas, página 65).

Hoje convivemos com uma realidade semelhante, o episódio do Éden continua se repetindo. Deus deu um mandamento que requer a guarda do sábado, mas os homens resolveram guardar o domingo.

Quando Caim desobedecendo ao mandamento de Deus ofereceu os frutos da terra no lugar do cordeiro, foi repreendido e seu sacrifício não foi aceito. O conhecido livro Patriarcas e Profetas, na página 81 nos diz que: “Caim e Abel representam duas classes de pessoas que existirão no mundo até o final do tempo. A classe dos que se prevalece dos méritos do cordeiro e a outra que se arrisca nos seus próprios méritos”.

Essa é uma afirmação bastante contundente, e os que fogem do “Assim diz o Senhor” guardando o dia que o Senhor não mandou guardar, e deixando de guardar o dia que o Senhor mandou guardar, estão incorrendo no mesmo pecado de Adão e Caim, estão desobedecendo o mandamento de Deus e atraindo sobre si os juízos da desobediência.

Enquanto a obediência aos mandamentos de Deus atrai bênçãos, a desobediência atrai juízos. Compete a todo ser humano escolher o que quer para si hoje e também no futuro. O que você escolherá? (Ucob)

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O Valor do Tempo

Usem o tempo da melhor maneira possível a despeito de todas as dificuldades destes dias. Efésios 5:16, Phillips

A queixa de todos é de que o tempo está passando muito rapidamente. Do começo ao fim do dia, excesso de compromissos e agenda cheia nos levam a crer que o ponteiro de minutos está correndo mais depressa do que há dez anos.

Michel Quoist, em seu poema “Tenho Tempo, Senhor”, diz: “Saí, Senhor. / Lá fora os homens saíram, iam, vinham, andavam, corriam; / As bicicletas corriam, os automóveis corriam, os caminhões corriam; / A rua corria, todo mundo corria. / Corriam, todos, para não perder tempo: / Corriam ao encalço do tempo, para recuperar tempo, para ganhar tempo.”

O Novo Testamento usa duas palavras gregas diferentes para designar a palavra “tempo”. Uma delas é chronos, e tem que ver com tempo governado pelo relógio: levantar, trabalhar, descansar. É o tempo linear, sequencial. Todos os segundos são importantes. Kairos, por outro lado, é medido pelos eventos ou momentos especiais. Quando alguém pergunta: “Você aproveitou bem o tempo?” Você não sabe quanto tempo foi, mas sabe que foi proveitoso para você. Esse é o tempo kairos.

Chronos é a agenda do dia, o cronograma de trabalho. Kairos é o ritmo de plantar, colher, da energia e da fadiga à medida que nos aproximamos da maturidade. É o tempo de qualidade que tem de ser aproveitado e vivenciado. A diferença entre chronos e kairos pode ser ilustrada enquanto estou escrevendo este devocional. Chronos me diz que tenho de entregar os textos em uma data determinada e que devo disciplinar meu tempo. Kairos me diz que não devo me esquecer da caminhada com minha esposa.

A. W. Tozer escreveu: “O tempo é um recurso não reciclável e intransferível. Não podemos guardá-lo ou diminuir sua marcha, retê-lo, dividi-lo ou desistir dele. Não podemos armazená-lo nem economizá-lo para um dia de chuva. Quando ele se perde é irrecuperável. Quando você mata o tempo, lembre-se de que não há ressurreição.”

Precisamos desenvolver novas atitudes e novos princípios na utilização do nosso tempo. Não é perguntar: “Estou fazendo a coisa certa?”, mas sim: “Estou fazendo as coisas da maneira certa?” Que atividades podem ser alteradas ou eliminadas a fim de se ganhar mais tempo para estar com Deus? Que coisas estão me levando a desperdiçar o tempo? TV, internet, indecisão, desorganização, divagação da mente?

O conselho de Paulo é: “Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade” (Ef 5:15, 16).
(Autor desconhecido)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

A indústria da infidelidade

“Monogamia, em minha opinião, é um experimento fracassado”. Essa é a declaração de Noel Biderman, um empresário de Toronto que quer lhe vender um caso de adultério. Conforme revela a atual matéria de capa da revista Bloomberg Businessweek, o sr. Biderman está fazendo muitos negócios.

A revista descreve AshleyMadison.com como “o principal site de ‘namoros’ para adúlteros aspirantes”. Biderman diz que teve a ideia depois de trabalhar como agente empresarial para atletas profissionais. Esse emprego exigia que ele saísse negociando os casos adúlteros de seus clientes. Biderman chegou à conclusão de que dava para fazer do adultério um grande negócio.

Agora, Ashley Madison lucra por ano 60 milhões de dólares e produz 20 milhões de dólares em rendimentos anuais. O próprio Biderman está lucrando milhões de dólares por ano, e o adultério parece ser uma indústria em crescimento.

A ideia por trás de Ashley Madison é muito fácil de compreender. O plano de Biderman era criar um site que pareceria satisfazer às mulheres que buscam um parceiro de adultério, enquanto de fato ao mesmo tempo atrai homens que buscam mulheres para um caso de adultério. Os clientes do site estabelecem um perfil pessoal, selecionam sua “condição de disponibilidade” e marcam suas preferências pessoais. O real dinheiro flui para o site quando os homens se conectam online com as mulheres e então têm de fazer pagamentos consideravelmente exorbitantes pelo privilégio de continuar a conversa. Se tudo vai de acordo com o plano, o adultério logo acontece.

Sheelah Kolhatkar, jornalista da Businessweek, descreve Noel Biderman como “um gênio solitário — possivelmente maligno e certamente empresarial”. Ele trabalha como diretor geral de Avid Life Media, a empresa mãe da Ashley Madison. Ele é também casado e pai de duas crianças novas. Em seu escritório o monitor do computador traz de repente a mensagem promocional de sua empresa: “A vida é curta. Tenha um caso”.

Amanda, a esposa de Biderman, parece despreocupada com o negócio de seu marido e o papel escolhido dele como o capitão da indústria do adultério. Numa declaração de evasão moral quase completa, ela diz: “A verdade é que o negócio em si não corresponde a quem ele é como pessoa — não é nosso estilo de vida ou sistema de valores ou qualquer coisa disso”. Olha, eis uma dica: se você concebe, estabelece e administra o negócio, é o seu sistema de valores. Quando o seu lema é “A vida é curta. Tenha um caso”, o adultério é “quem você é como pessoa”, ainda que você jamais tenha tido um caso real de adultério.

Ela continuou: “O que quero dizer é, sim, eu adoraria se ele estivesse trabalhando num emprego de procurar uma cura para o câncer. Mas é só negócio, e é desse jeito que o vemos”.

Dava para se dizer a mesma coisa de uma casa de prostituição, é claro, e pelo menos alguns observadores sugerem que a prostituição é basicamente a essência de Ashley Madison. Afinal de contas, embora quase todos os homens que se registraram no site sejam casados, cerca de 20 por cento das mulheres não são.

O que é interessante é que desde que o adultério se transformou agora num grande negócio, certos indicadores se tornaram disponíveis. A jornalista Sheelah Kolhatkar explica que entre 20 e 40 por cento dos homens heterossexuais casados e 20 e 25 por cento das mulheres heterossexuais casadas terão um caso durante sua vida. Ela cita Bruce Elmslie, economista da Universidade de New Hampshire, que afirma que os homens e mulheres cometem adultério praticamente nos mesmos índices até as idades de 35 ou 40. Depois disso, as mulheres são mais relutantes de ter um caso, e os casos dos homens sobem repentinamente.

Biderman explica que as mulheres têm a maior probabilidade de ter um caso no lugar de trabalho com um homem casado que trabalha ou com o marido de uma amiga. Os homens cometem adultério sob uma variedade muito mais ampla de circunstâncias. Ashley Madison está “mergulhando em maridos”, relata Biderman.

Biderman lançou o site em 2010, mas fundou a empresa anos atrás, em 2002. Ele a chamou Ashley Madison combinando os dois nomes mais populares de bebês do sexo feminino daquele ano. Ele afirma só estar satisfazendo uma necessidade e rejeita a ideia de que ele esteja realmente aumentando os números de casos. Apesar disso, a antropóloga Helen Fisher acusa Biderman de “agir como predador contra uma fragilidade humana”.

Pelo menos em termos econômicos, a ideia de Biderman está dando amplos lucros. Ashley Madison já o tornou milionário mais que várias vezes. David Evans, editor de Online Dating Insider, comentou que Biderman e sua empresa “certamente possuem o mercado dos traidores”. Ele acrescentou: “É muito lucrativo e bem-sucedido”.

O que é de surpreender é que Biderman realmente se queixa de que seu negócio é alvo de discriminação. Afinal, a rede de televisão Fox rejeitou sua proposta de comercial para o Super Bowl, o campeonato de futebol americano. Na realidade, Biderman parece se queixar um pouco constantemente da oposição que sua empresa causa. Por outro lado, alguns suspeitam que ele esteja também inflamando a oposição, incitando sua própria publicidade.

Sheelah Kolhatkar descreve a empresa nestes termos: O que a Ashley Madison faz é legal. É também ilícito, em que ajuda os usuários a violar seus votos de casamento e se engajarem em farsa e sigilo. Isso apresenta enormes desafios de estigmatização e desafios financeiros: Quantos gerentes de investimentos querem ir para casa para anunciar para suas esposas: “Querida, achei a perfeita oportunidade de investimento!”

É difícil imaginar como essa empresa e seu fundador não enfrentariam “enormes desafios de estigmatização”. Com uma declaração amenizada, Kolhatkar expressa o óbvio: “Ele está administrando um florescente império construído numa atividade que a maioria das pessoas diria que é errada”.

Essa última declaração é reveladora em mais do que um sentido. Parece realmente que a maioria das pessoas acredita que o adultério é errado. Mesmo assim, está desenfreado. Parece que muitos seres humanos abandonarão seus princípios morais ao se depararem com a oportunidade de cometer adultério. Ashley Madison existe para criar ainda mais dessas oportunidades.

Não há dúvida alguma de que é revelador o fato de que a Bloomberg Businessweek tenha escolhido esse tópico para sua matéria de capa bem no Dia dos Namorados nos EUA. Por que eles fazem uma matéria de capa sobre um homem que declara “Monogamia, em minha opinião, é um experimento fracassado”? Isso mostra que a revista está de acordo com a sra. Biderman quando ela diz “…é só negócio, e é desse jeito que o vemos”? (Fonte: noticiasprofamilia.blogspot.com)

Nota: Esta notícia apenas confirma o que Jesus profetizou com respeito a condição humana nos últimos dias e que, seria também, um sinal da Volta de Jesus

"Assim como foi nos dias de Noé, será também nos dias do Filho do Homem:comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos. O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre e destruiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar." Lucas 17:26-30

E Ellen White escreveu:

"As cidades de nosso tempo tornam-se depressa como Sodoma e Gomorra. Os muitos feriados animam à ociosidade. Os divertimentos - o teatro, corridas de cavalo, jogos, as bebidas alcoólicas, banquetes e orgias - estimulam ao extremo todas as paixões. A juventude é arrastada pela corrente popular." Parábolas de Jesus, 54.

"A lei de Deus é invalidada. Vemos e ouvimos de confusão e perplexidade, privação e fome, terremotos e inundações; terríveis atrocidades serão cometidas por homens; "a paixão, não a razão, exerce o domínio. A ira de Deus incide sobre os habitantes do mundo, que rapidamente se estão tornando tão corruptos como eram os habitantes de Sodoma e Gomorra. Incêndios e inundações já estão destruindo milhares de vidas e as propriedades que têm sido acumuladas egoisticamente pela opressão dos pobres. O Senhor logo abreviará a Sua obra e porá fim ao pecado. Oh! que as cenas que me foram apresentadas das iniqüidades praticadas nestes últimos dias, possam causar profunda impressão na mente do professo povo de Deus!" Maranata, 135

"As irrefreadas satisfações da inclinação natural e a conseqüente enfermidade e degradação que existiam ao tempo do primeiro advento de Cristo, dominarão de novo, com intensidade agravada, antes de Sua segunda vinda. Cristo declara que as condições do mundo serão como nos dias anteriores ao dilúvio, e como em Sodoma e Gomorra. Todas as imaginações dos pensamentos do coração serão más continuamente. Vivemos mesmo ao limiar daquele terrível tempo, e a nós convém a lição do jejum do Salvador. Unicamente pela inexprimível angústia suportada por Cristo podemos avaliar o mal da irrefreada satisfação própria. Seu exemplo nos declara que nossa única esperança de vida eterna, é manter os apetites e paixões sob sujeição à vontade de Deus." Conselhos Sobre Regime alimentar, 151,152

Leia também:
Ex-atriz pornô dá recado sério aos homens
O alto preço da pronografia
Sexo, por que não?
Idéia de Nudez
Homens sofrem mais com relacionamentos instáveis
Casamento é bom para saúde física e mental
Pesquisa descobre que homens casados são mais agradáveis e simpáticos

Pr. Evandro Fávero

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Lançado site do primeiro concilio ministerial sulamericano

Está no ar o site oficial do maior encontro de pastores adventistas da América do Sul. A partir desta terça-feira, 1º de fevereiro, no site www.concilio2011.org estão disponíveis notícias atualizadas, entrevistas exclusivas com palestrantes, curiosidades e a programação completa do concílio.

Na seção “Palestrantes” do site, estão publicadas fotos e biografias dos palestrantes convidados como o pastor Ted Wilson, líder mundial dos adventistas; Russell Burril, pastor jubilado e autor; Raquel Arrais, diretora associada dos ministérios da mulher da conferência geral; Willie e Elaine Oliver, recém nomeados diretores de Ministério da Família da Igreja Adventista mundial, entre outros. Cerca de 30 profissionais, pastores e especialistas são convidados para realizar palestras e devocionais no concílio.

Entre os dias 24 a 28 de maio, acontece o primeiro concílio ministerial Unidos na Esperança, em Foz do Iguaçu. Cerca de quatro mil pastores adventistas dos oito países sul-americanos estarão reunidos para momentos de reflexão sobre sua vida pessoal, profissional e seu papel como missionários nos tempos atuais.

A importância deste evento é destacada pelo pastor Bruno Raso, secretário ministerial e organizador geral do Concílio, pois não se trata apenas de uma reunião de pastores, mas de momentos especiais de capacitação e orientação voltados, também, à vida familiar dos pastores, à eficiência no trabalho, à unidade de pensamento com palestras preparadas nestes sentidos. “Estamos preocupados com a qualidade integral de nossos pastores que enfrentam dificuldades em seu cotidiano e estarão todos juntos, nesta oportunidade, para compartilhar experiências e ouvir boas orientações”, afirma pastor Raso.

É importante lembrar que o Concílio reúne pastores distritais, administrativos, capelães de instituições educacionais, instituições de saúde, das editoras e do Sistema Adventista de Comunicação.

Em abril, os pastores participantes do evento poderão confirmar sua inscrição e acessar conteúdos específicos através da seção “Meu Concílio”. Em maio, haverá uma cobertura especial durante o evento com atualizações on-line sobre a programação.

Mani Maria - Equipe ASN

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ex-presidente Lula recebe livro Ainda Existe Esperança

Em sua primeira viagem, ocorrida nesta quarta-feira, dia 9, pela aviação comercial brasileira, como ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi cortejado por vários passageiros em busca de fotografias e abraços. Segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo, Lula posou para mais de 30 fotos e autografou dezenas de bilhetes no vôo de número 1206 da empresa aérea Gol. No mesmo voo, entre São Paulo e Brasília, o ex-presidente brasileiro recebeu um exemplar do livro Ainda Existe Esperança, de autoria de Enrique Chaij

O diretor do Centro de Mídia da sede sul-americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Tenison Shirai, foi quem entregou o livro ao ex-presidente. "Quando eu vi a oportunidade de ter contato com ele, pensei no que poderia fazer. Lembrei, então, dos livros que sempre carrego dentro da mochila e resolvi entregar um deles", comenta. A entrega do livro foi mencionada em reportagem da Folha de São Paulo, além de ser comentada por colunistas de vários sites e blogs.

A expectativa dos adventistas, em 2011, é a de entregar aproximadamente 11 milhões de exemplares do livro Ainda Existe Esperança que fala do ministério de Jesus Cristo neste mundo e Seus ensinamentos de uma maneira simples e reflexiva.

Felipe Lemos - Equipe ASN

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Casamento é bom para saúde física e mental

Antes de dizer não ao casamento e viver como um solteiro convicto, saiba que casamentos podem ser bons para a saúde. Uma pesquisa recente mostrou que relacionamentos seguros e duradouros são bons para a saúde mental e física. E mais, os benefícios aumentam com o passar do tempo. O estudo da Universidade Cardiff (Reino Unido) sugere que os casados vivem mais do que os solteiros em média. Os pesquisadores descobriram que as mulheres, quando casadas, têm melhor saúde mental. Já os homens de aliança têm vantagem física. O estado físico dos homens melhora provavelmente pela influência positiva da parceira no estilo de vida. No campo mental, as mulheres ficam melhores possivelmente pela grande importância dada ao relacionamento, de acordo com os pesquisadores. Mas nem tudo são flores no mundo dos relacionamentos, o estudo menciona evidências de que relacionamentos na adolescência estão associados com sintomas depressivos. E não ache que todos os relacionamentos sejam bons para a saúde, os pesquisadores também dizem que os solteiros têm melhor saúde mental do que pessoas em relacionamentos tensos.
(Galileu citado em criacionismo.com.br)

Nota: O casamento foi criado por Deus (Gênesis 2:24, Mateus 19:5,6). No entanto a Bíblia afirma que há tempo para todas as coisas (Eclesiastes 3:1). Por isso quando adolescentes casam podem surgir problemas que muitas vezes transformam o casamento de um lugar de felicidade e paz em um lugar de discórdias e brigas. Vale a pena ouvir a Deus.

Pr. Evandro Fávero

Deus escolheu você

“Não fostes vós que me escolhestes a Mim; pelo contrário, Eu vos escolhi a vós outros e vos designeis para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça.” João 15:16

Quem não passa por momentos turbulentos na vida? Aqueles eram dias difíceis. Nada estava dando certo. Estava me sentindo sozinho e frustrado. Os meus esforços de nada adiantavam. Tudo estava escuro. A sensação era de que Deus estava distante e que não se importava muito com o que estava acontecendo comigo. Naquele dia, eu questionava terrivelmente o meu chamado. O inimigo massacrava a minha mente: Desista! Isso não é para você.

Ninguém sabia o que se passava comigo, apenas Deus, e Ele estava trabalhando em silêncio. Era meio dia. Enquanto as lágrimas rolavam, o celular tocou. Deus tinha um recado para mim. Quando atendi, uma música começou a tocar: “Não foste tu que me escolhestes, mas fui Eu quem te escolhi... Vem e segue-me. Eu te escolhi!” Quando a música acabou, alguém disse:
– Essa é a mensagem de Deus pra você!

Meu coração se encheu de alegria. O Senhor sabia qual era o meu problema e, logo, tratou de resolvê-lo. Eu precisava de certeza, e Ele me deu. Dali em diante as coisas mudaram.

Hoje, ao olhar para trás, posso ver quantas vezes Deus me usou para cumprir os Seus propósitos. Igrejas construídas, lugares alcançados, muitas pessoas convertidas... Aprendi que o Senhor mesmo é quem faz a obra, que Ele mesmo é quem proporciona os resultados.

Hoje pode estar sendo um dia difícil na sua vida. Você pode estar sofrendo por não ver os resultados que tanto deseja ou que esperam de você. Pode estar questionando o seu chamado por algum motivo. Mas saiba que foi o Deus todo-poderoso quem te escolheu para cumprir através de você os propósitos dEle. Ele continua trabalhando em silêncio e está preparando tudo para que o seu ministério seja abundante e feliz. Confie nEle e avance pela fé, porque Ele será contigo!

Pr. José Kellyson Silva de Oliveira
Missão Costa Norte - UNeB

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Resumo da lição 7 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Título: “ESPERANÇA CONTRA A DEPRESSÃO”

Texto-Chave:
“Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido” (Salmo 34:18).

Objetivos:

1. Saber: Os sintomas físicos e mentais do desânimo e depressão experimentados pelos personagens bíblicos, bem como pelos cristãos de hoje.
2. Sentir: O poder da esperança que vem de ouvir e falar com Deus e meditar no que Ele fez.
3. Fazer: Focalizar o perdão, a misericórdia salvadora, a bondade e as provisões divinas para o futuro como antídoto para a tristeza, desânimo e depressão.

Verdade Central:

Perder a esperança é um sintoma da depressão, e a mensagem bíblica de esperança pode nos oferecer muito, em contraste com um mundo que oferece tão pouco. O perdão e a certeza da salvação aliados ao cuidado da saúde são a chave para a resolução do problema.

Vários personagens da Bíblia exibiram sintomas que, hoje, provavelmente preencheriam os critérios de diagnóstico da Depressão.

Domingo: Abatimento

É pecado um cristão sentir-se abatido de vez em quando?

Davi: No Salmo 42, ele diz: “As minhas lágrimas tem sido meu alimento dia e noite...”

Não é difícil perceber que Ele sofria de sérias alterações de humor, motivadas por perseguições injustas, até mesmo de pessoas em quem confiava. Davi muitas vezes ficou Abatido.

Buscando ao Senhor em comunhão e vencendo as dificuldades, Davi nos deixa a certeza que existe saída para os que confiam nas promessas bíblicas.

Os cristãos podem optar por maneiras alternativas de interpretar as coisas, incorporando à equação, o plano e as mensagens de Deus.

Pense nas seguintes Alternativas:

1. Como olhar a si mesmo: Você foi criado à imagem de Deus, Jesus te salvou da morte e ainda lhe concedeu privilégios e dons. Perante os olhos de Deus, você tem um valor infinito.
2. O mundo: O mundo está falido e é mal, mas, também existem coisas corretas e pessoas boas como você. Muita coisa é obra do inimigo, porém, os cristãos podem entender sem desespero a existência do mal, pois conhecem sua origem e destino final.
3. O futuro: A promessa da volta de Jesus nos traz esperança e a certeza da vida eterna. Olha com fé para cima. A Bíblia está cheia de promessas com a certeza de salvação.

Segunda-feira: Conseqüências do Desânimo

O desânimo pode levar ao suicídio. Você consegue saber quando alguém está sofrendo uma fase de desânimo perigosa?

Ezequias: Desânimo e Choro por causa da Doença. “Ó Senhor, estou sofrendo! Salva-me!” Isaías 38:14 Uma vez ou outra, de uma forma ou de outra, por um motivo ou outro, todos sofremos tristeza e desânimo.

O que pode levar à depressão?

A Perda da Esperança, o Pensamento Catastrófico, quando o passado, o futuro ou a visão sobre o mundo nos incomodam, Angústia, Sentimento de Culpa, Desânimo, Doença e Morte.

Como identificar quais as manifestações mais comuns da doença?

a.) Profundo senso de Tristeza;
b.) Falta de motivação para fazer qualquer coisa, até mesmo as agradáveis;
c.) Mudança de apetite e/ou perda ou ganho de peso;
d.) Distúrbios do sono;
e.) Sentimento de baixa auto-estima;
f.) Raciocínio e memória fracos;
g.) Pensamentos de morte ou suicídio.

Alguns têm só um ou dois desses sintomas, enquanto outros manifestam vários deles e sofrem por meses até que o episódio termine.

Terça-feira: Alívio da Depressão

Que grande papel sua comunidade da Igreja local pode desempenhar na ajuda aos que estão sofrendo de depressão ou angústia emocional por alguma razão?

Como a maioria das doenças emocionais, o paciente de depressão necessita falar sobre suas dificuldades.

Em alguns casos a Igreja ou os amigos criando um bom ambiente já ajuda, mas, nos casos mais sérios é necessário buscar ajuda profissional.

E acima de tudo o melhor remédio: A Oração. Até mesmo os psicólogos seculares estão recomendando que os pacientes que crêem na oração, orem.

A Bíblia está cheia de promessas que nos trazem Esperança.

Quarta-feira: A Necessidade do Perdão

Quais são os benefícios de perdoar alguém? A culpa produzida por pecados não confessados pode se tornar extremamente dolorosa.

O perdão: voltar a pensar sobre aquilo que já pediu perdão, não significa que Deus o tenha rejeitado. Pense todos os dias na cruz, se confessares o teu pecado Ele é Fiel e Justo para te perdoar. Creia e seja feliz.

A Bíblia fala de Esperança, Perdão e Vida eterna, porque são coisas possíveis de serem encontradas. Ele nunca nos oferecerá impossibilidades.

Quinta-feira: Esperança contra a angústia

Como você pode ajudar alguém que ora, aconselha, ama ao Senhor e nEle confia, mas ainda se sente subjugado pela tristeza, mesmo não entendendo o porquê? Como você pode ajudar essa pessoa a não desistir da fé, mas a se apegar à Esperança e às promessas da palavra?

O profeta Miquéias ficou decepcionado com o leque de atos imorais, pouco éticos e agressivos que havia em seu tempo, um verdadeiro caos sociológico.

Relacionamentos interpessoais altamente defeituosos levam a muito estresse e estão associados à depressão, principalmente em nossos dias.

Viver sem nenhuma esperança leva à falta de significado e morte. A Fé na nova criação pode trazer conforto àquele que sofre.

Conclusão

1. A depressão ou extremo desânimo a ponto de tornar a pessoa inválida, tem sido experimentada desde o começo do pecado.
2. Tristeza não é pecado. Afinal, com freqüência, o próprio Jesus se sentia triste. Não devemos nos sentir culpados por motivo de tristeza ou depressão.
3. A nossa visão do mundo, das pessoas, de si mesmo e de Deus, afeta nossas emoções e precisamos tomar uma atitude.
4. A esperança apresentada na Bíblia vai muito além de uma expectativa
positiva. Ela abrange uma perfeita solução final a partir da redenção em Jesus Cristo.

Pr. Adilson Gonçalves
Departamental de Escola Sabatina na ACP

domingo, 6 de fevereiro de 2011

A história de um milagre

“O Anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que O temem e os livra”. Salmo 34:7

Fico imaginando a providência de Deus em favor de seus filhos. Presenciamos alguns milagres e outros nunca soubemos, pois a mão de Deus operou em nossa vida sem vermos. Eu era pastor em Esteio, no estado do Rio Grande do Sul. Findo o período de férias na cidade de Olímpia-SP, despedi-me de minha mãe e iniciamos o caminho de volta para casa.

Era uma linda manhã de céu azul do dia 16 de julho de 2001. Eu e minha família viajávamos pela rodovia Washington Luís, pista dupla, canteiro central todo gramado. Minha esposa dirigia a 110 Km/h, o permitido na rodovia, eu olhava a paisagem e conversava com os três filhos.

Minha esposa ultrapassava outro carro, quando a motorista do outro veículo distraída entrou na faixa em que estávamos e houve a colisão lateral. Só me lembro do barulho da ferragem no chão. Neste momento, pensei rapidamente: Senhor, salva minha família!

Nosso carro capotou por 48 metros e, quando parou, ouvi uma voz me chamando. Era minha filha que estava deitada à beira da rodovia à uns 30 metros. Saímos do carro, fomos socorridos e levados a um hospital onde ficamos por 10 dias.

Como isso poderia acontecer a um servo de Deus? A promessa do verso 7 fala que o Anjo os livra. Acabaram-se as férias, acabou o carro, muita dor familiar, um dos filhos com o rosto inchado e roxo. Mas, depois do hospital continuamos a recuperação na casa da minha sogra em Hortolândia.

No sábado à tarde, o Pr. Rudy, um pastor jubilado e com muita experiência, veio nos visitar. No final da visita, como bom pastor, ele leu o Salmo 34:19 e 20: “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra. Preserva-lhe todos os ossos, nem um deles sequer será quebrado.” E ainda leu o verso 22: “O Senhor nos resgata, e nenhum dos seus filhos será condenado.”

Que milagre, todos vivos! Ficou somente uma marca nas costas de minha filha, uma pequena cicatriz de 3 cm por 3 mm. Um dia, ela perguntou: “Esta marca não vai sair mais?” Eu respondi: “Filha, esta marca é para você nunca se esquecer do milagre de Deus em preservar a sua e a nossa vida.”

Nas estradas da vida, enquanto vamos para o lar que nos aguarda, quando os sofrimentos deixarem algumas cicatrizes, lembre-se: elas são as certezas de um Deus que nos aguarda para curá-las.

Pr. Renato José de Paula
Associação Paulista Oeste - UCB

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Resumo da lição 6 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Título: “Bons Pensamentos”


Texto-chave
“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”.
Filipenses 4:8.

Objetivos

1. Saber: O impacto de nossos pensamentos sobre as palavras e comportamento e o efeito das palavras de Deus ao redirecionar nosso pensamento.
2. Sentir: O poder concedido pelo Espírito Santo ao meditarmos na Palavra de Deus.
3. Fazer: Permitir que o Espírito molde nosso pensamento ao considerarmos o poder criativo de Deus, Seu amor leal e Sua lei.

Verdade Central
Nossos pensamentos são a fonte de nossas palavras e ações, e como tais, precisam ser submetidos ao controle do Espírito Santo, momento a momento.

Domingo – pensamentos: a raiz do comportamento

Os clínicos da saúde mental afirmam que frequentemente os erros são processos precedidos pelos pensamentos.

Quais foram seus pensamentos nas últimas 24 horas? Você precisa modificá-los?

1. Como cristãos devemos identificar os primeiros passos da tentação.
2. “... a única segurança para qualquer pessoa é o pensamento correto”.
Ellen G. White, Signs of the Times, 23 de agosto de 1905.

Segunda-feira – Pensamentos como fonte de angústia

Precisamos ser cuidadosos com os pensamentos e palavras que saem de nossa boca.

As palavras machucam?

1. As palavras são ferramentas poderosas para o bem ou para o mal. O pessimismo é prejudicial?
2. Podemos afetar negativamente os pensamentos dos outros.

“Se você não se sentir satisfeito e alegre, não fale de seus sentimentos. Não anuvie a vida dos outros.” Ellen G. White, A Ciência do Bom Viver, p. 488

Terça-feira – Pensamento saudável

“... tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, ... seja isso o que ocupe o vosso pensamento”. Filipenses 4:8.

Como cultivar uma mente esclarecida? (2 Pedro 3:1).

1. Através da oração, da leitura e memorização das Escrituras.
2. Recordar, repetir, pensar e meditar na Palavra de Deus.
3. Através das boas escolhas que fazemos diariamente.

Quarta-feira – Os pensamentos de nosso coração

Não podemos esconder nada de Deus, nem mesmo um único pensamento. Por que é importante não julgar os outros?
1. Só o SENHOR vê o coração. (1 Samuel 16:7)
2. Seus motivos podem ser mal-interpretados por nós.
3. Quando tentados a julgar, podemos orar silenciosamente. Nossa comunhão com Deus nos ajudará a ver mais do que as aparências indicam.

Quinta-feira – A paz de cristo em nosso coração

O pensamento é um processo humano que não sabemos realmente o que é e como funciona. O que você fará da próxima vez que tiver pensamentos errados?

1. Mudar é questão de escolha e preparo.
2. Você pode mudar de ambiente, suas atividades ou buscar boas companhias.
3. E sempre: Pode orar, ler e memorizar os princípios da Bíblia.

Conclusão

a. Todo pensamento impuro contamina a mente, prejudica o senso moral e tende a apagar as impressões do Espírito Santo.
b. O Senhor pode perdoar o pecador arrependido, e o faz, mas embora perdoada a mente é maculada.
c. “Devemos usar todos os meios que Deus colocou ao nosso alcance para desenvolver o domínio próprio e cultivar bons pensamentos”.

Ellen G. White, Signs of the Times, 23 de agosto de 1905.

Pr. João M. Cancélla
Pastor do distrito de Caxias do Sul - RS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More