Clique aqui para conhecer mais

Artigos e Notícias sobre Pequenos Grupos.

União Sul Brasileira

Site com as notícias da Igreja Adventista.

Estudos Bíblicos

São 8 estudos bíblicos com assuntos diversos para computadores e smartphones.

Ministério Pessoal da DSA

História, Notícias, Materiais e outros.

SITE TEMPLOS DE ESPERANÇA

Conheça o projeto para implantar novas Igrejas no Sul do Brasil.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Sem fé é impossível agradar a Deus

De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.
Hebreus 11:6

Eu estava batizado havia pouco tempo, no ano de 1980, em Belo Horizonte. Fui passar alguns dias com um casal muito dedicado da família Storch, um irmão do Pr. Durval Storch de Lima que, com sua esposa, moravam na Cidade de Campanha, Estado de Minas Gerais. Foi uma experiência inesquecível.

Quando eu estava regressando, o casal me deixou à beira da estrada para apanhar um ônibus que me levaria a Varginha. Eles estavam preocupados comigo, e me advertiram para não perder o último ônibus que passaria às 18h. Aquele lugar era muito perigoso. Assim, aguardava ansiosamente pelo referido transporte. Como não havia chegado no horário previsto, afastei-me um pouco do acostamento da rodovia e, num lapso de tempo, o pior aconteceu. O tão aguardado ônibus passou e eu havia ficado para trás.

A sombra da noite já se aproximava e trazia consigo o temor de permanecer num lugar tão inóspito. Tentei uma carona e nenhum automóvel sinalizava que me socorreria naquele momento. Fiz uma rápida oração e ninguém parava para me atender. Refleti um pouco e cheguei à conclusão de que minha oração não tinha sido ouvida. O certo é que eu havia feito uma oração muito formal. Afastei-me novamente e confessei a Deus que não havia sido sincero ao fazer aquela oração. Pedi perdão e orei com fervor, sentindo a presença de Deus na minha vida; voltei à beira da estrada, e avistei um carro enorme que transportava combustível. Não estendi a mão porque me disseram que esse pessoal não pode dar carona, e já era mais de 19h.

Mas, para minha surpresa, aquele carro de dezoito pneus parou na minha frente. O motorista baixou o vidro da porta esquerda e perguntou: “Moço, você sabe como chegar a Varginha?” Estou indo pra lá! “Então suba”, disse o motorista, e logo perguntou: “Qual é a rota para Varginha?” Eu não sei, disse, mas, adiante veremos uma placa indicando a direção. O motorista sorriu. Aproveitei a oportunidade, falei da minha oração e como Deus me havia respondido.

Eu esperava que parasse apenas um carro com quatro pneus, e Deus fez parar um carro tanque com dezoito rodas! É, eu precisava acreditar que Ele tem muito mais a nos conceder quando oramos com simplicidade, sinceridade e fé. “Ora, Àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a Ele seja a glória, na Igreja e em Cristo Jesus, para todas as gerações, para todo o sempre. Amém!”

Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, Efésios. 3:20.

Pr. Renato Pereira da Costa
Associação Baixo Amazonas - UNB

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Resumo da Lição 5 (24 a 31 de Julho)

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT
Título
“Justificação e a lei”

Texto-chave
“Anulamos, pois a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei”. Romanos 3:31

Objetivos
  1. Apresentar as três fases do plano da salvação apresentadas por Paulo em Romanos 4.
  2. A promessa da Graça – Benção divina.
  3. A resposta da fé – Resposta humana da promessa.
  4. Justificação – Justiça divina atribuída aos que crêem.
Verdade Central

“É crucial nos lembrarmos de que, para Paulo, a salvação é pela graça; é algo concedido a nós, por mais indignos que sejamos. Se a merecêssemos, ela nos seria devida, e se nos fosse devida, seria uma dívida, não um dom. E para os seres corruptos e caídos que somos a salvação precisa ser um dom.”

Lição de domingo: A Lei Confirmada

Havia alguma diferença entre os métodos de salvação do Antigo para o Novo Testamento?

Afirmações: “Paulo declara enfaticamente que a fé não anula a lei de Deus. Mesmo aqueles que guardavam a lei, ou seja, todo o corpo da lei do Antigo Testamento, nunca foram salvos por ela. A religião do Antigo Testamento, tanto como a do Novo, sempre foi da graça de Deus concedida aos pecadores pela fé”.

Abraão Creu em Deus, e isso lhe foi imputado por justiça, Romanos 4:3. Podemos ver a graça em todo o Antigo Testamento.

No ritual do santuário isso fica bem claro, pois a salvação era concedida pela morte de um substituto, não pelas obras da lei.

Exemplo: Davi pecou e transgrediu vários aspectos da lei, mas o perdão que ele alcançou foi um ato da Graça de Deus.

Lição de segunda-feira: Graça ou dívida

Quem é mais provável que reflita o amor e o caráter de Deus? O que está envolvido com o próprio eu ou o que está absorvido com Deus?

“O pecador tem que ir a Cristo, com fé, apropriar-se de Seus méritos, depor seus pecados sobre o Portador dos pecados e receber Seu perdão. Foi por esta causa que Cristo veio ao mundo. Assim é imputada a justiça de Cristo ao pecador arrependido e crente. Torna-se então membro da família real” (Ellen G. White, Mensagens Escolhidas V 1, p. 215)..

Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas. Romanos 4:7; Salmos 32:1-2

A morte de Cristo foi para todos, não importando raça ou nacionalidade (Hebreus 2:9).

Lição de terça-feira: Promessa e Lei

Que argumentos usa Paulo para demonstrar que a salvação pela fé é um ponto central do Antigo Testamento?

Se as da lei é que são os herdeiros, anula-se a fé e cancela-se a promessa, Rom.4:14. Abraão, muito antes de ter sido dada a lei no Sinai, recebeu as promessas, não pelas obras da lei (o que teria sido difícil, visto que a lei – toda a Torah e os sistemas cerimoniais – ainda não estava exposta), mas pela fé.

Os da fé é que são filhos de Abraão,... Em ti serão abençoados todos os povos. Gálatas 3:7-9

Lição de Quarta-feira: Lei e Fé

Baseado em Gálatas 3 e Rom. 4 analise com a classe esta afirmação de Paulo:

‘‘O trato de Deus com Abraão provou que a salvação vem por intermédio da promessa da graça e não pela lei. “Então, se os judeus desejassem ser salvos, teriam que abandonar a confiança em suas obras para obter a salvação e aceitar a promessa de Abraão, agora cumprida na vinda do Messias.”

Paulo diz que nenhuma lei, nem mesmo a de Deus, pode dar vida. Porque todos a violaram e, portanto, todos estão condenados por ela. A lei se torna um fardo quando apresentada sem a fé, sem a graça.

Lição de quinta-feira: Lei e Pecado

Qual é a relação entre a lei e o pecado? 1Jo 2:3-6; 3:4; Rm 3:20.

Cerca de cem anos atrás, o escritor irlandês Jonathan Swift escreveu: “Mas será que alguém diria que se as palavras beber, enganar, mentir, roubar fosse extirpadas da língua e dos dicionários ingleses por um Ato do Parlamento, na manhã seguinte iríamos acordar temperantes, honrados, justos e amantes da verdade? Essa é uma consequência justa?.

Da mesma forma, se a lei de Deus foi abolida, por que mentir, matar e roubar ainda são pecados? Se a lei de Deus tivesse sido mudada, a definição de pecado também deveria ser mudada. Ou se a lei de Deus tivesse perdido o valor, o pecado também deveria ter desaparecido. E quem acredita nisso?

A lei mostra o que é pecado; o evangelho indica o remédio para esse pecado, que é a morte e a ressurreição de Jesus. Se não houvesse lei, não haveria pecado, e então, de que seríamos salvos?

Frequentemente, ouvimos que a cruz anulou a lei. Isso é um tanto irônico, porque a cruz mostra exatamente que a lei não pode ser anulada nem mudada

Conclusão

Uma Compreensão da fé nas providências de Deus para nossa justiça é o fundamento de um relacionamento correto com Ele tanto no Antigo Como no Novo Testamento.
Dessa forma podemos sentir as bênçãos da justificação pela fé. E pormos toda nossa confiança no que Cristo fez.

Se Satanás tiver sucesso em levar o ser humano a considerar meritórias e justas as próprias obras, ele sabe que pode vencê-lo em suas tentações, e torná-lo sua vítima e presa.

Marque as ombreiras de suas portas com o sangue do Cordeiro do Calvário, e você estará seguro.

Pr. Derli Agostini
Escola Sabatina no Rio Grande do Sul (MOSR)

Missão Malásia: Do islamismo para o adventismo.

A religião muçulmana tem crescido nos últimos anos (atualmente é a segunda maior do mundo) e está presente em todos os continentes. Porém, a maior parte de seguidores do islamismo encontra-se nos países árabes do Oriente Médio e do norte da África. A religião muçulmana é monoteísta, ou seja, tem apenas um deus: Alá.

Criada pelo profeta Maomé, a doutrina muçulmana encontra-se no livro sagrado, o Alcorão ou Corão. Na Malásia, a religião oficial é o islamismo. Ali, a pessoa que casa com um muçulmano tornar-se obrigada a pertencer à religião do cônjuge e, recebe uma nova identidade dizendo pertencer à religião, e isso não pode ser jamais mudado.

Foi assim que as vidas de Felícia e Moses cruzaram-se, pessoas com um histórico de vida totalmente diferente. Ela, católica, apesar de não se encaixar nas atividades da religião professada. Ele, mulçumano. Muito cedo, quando pode ver-se livre de obrigações para com a igreja e decidir o que fazer de sua vida, Felícia entrou em um mundo de prazeres e diversões. Seu desejo era alcançar tudo o que o dinheiro poderia oferecer. Mas, ironicamente a vida a levou a um caminho muito diferente. Nesse ínterim, conheceu Moses, apaixonaram-se e inicia-se uma saga de dor, mudanças, lutas e finalmente a entrega a Jesus.

Apesar de apaixonados, algo não poderia ser mudado: os dois eram muito diferentes, Moses tranquilo, amante da calmaria, Felícia exigente e ambiciosa. Moses não conseguia dar o que ela queria. Enfrentando, frustração sobre frustração no casamento, Felícia começou a fazer aquilo que a maioria dos casais faz, ao invés de procurar ajuda, desprezava o companheiro. Moses se trancava cada vez mais no seu mundo, sem saber como reagir à situação tão incomoda. Diante de toda a tribulação e falta de entendimento, Felícia desejava ardentemente ver-se livre, daquela vida e da religião de seu esposo.

No entanto, Deus tinha planos especiais para a vida de ambos. Certo dia, uma irmã adventista a encontrou em um centro comercial da cidade e, começaram a falar sobre sua vida – é muito fácil manter contatos com os malaios pois são pessoas muito queridas e gostam de relacionar-se.

Felícia discorreu sobre o problema com o marido que não tinha ambição. Comentou como seu relacionamento simplesmente não dava certo. Clara os conduziu a um terapeuta familiar e, eles foram direcionados a uma Classe Bíblica. Nada muito fácil, dado que a religião de Moses era tão diferente, no entanto com sabedoria, os membros da igreja que ministravam os estudos, procuraram de forma muito eficaz e amorosa apresentar Jesus. O primeiro a reagir, por incrível que pareça, foi Moses, que confrontado com a sua natureza pecaminosa, percebeu a necessidade de um salvador. Depois, Felícia vendo a mudança na vida do marido entendeu que existe um salvador que nos ama de maneira muito diferente do que haviam até então experimentado.

Quando chegamos para pregar, Moses, Felicia e a Filha mais velha Joeanne já estavam estudando a Bíblia por pelo menos 3 anos. Cada noite nos cultos um apelo veemente era pronunciado, cada noite foram colocados frente a frente com a salvação, e a necessidade de aceitar finalmente a Jesus surgiu. A família tinha medo de aceitar a Cristo, mudar de religião era uma impossibilidade, já que suas identidades não poderiam ser mudadas, então solicitaram com lágrimas que orássemos para que tivessem coragem de mudar.

No primeiro sábado, tivemos um belíssimo batismo e, depois o apelo. Toda a família aceitou o convite. Após alguns dias, foram visitados e, nova vez um apelo. Ali entendi um pouco a luta deles. Eles não podem se tornar adventistas. Por toda a vida terão em suas identidades escrito que são muçulmanos. Incomodado, fui me informar com a associação e o pastor da igreja local. A informação que recebemos foi: “eles se tornam adventistas e deixam a carteira de identidade como está”. Amém!!! Que alegria quando a família soube disso, poderiam finalmente, aceitar a Cristo, serem batizados e fazer parte da Igreja de Deus. Moses, Felícia e Jeoane, a filha mais velha, agora são membros dessa igreja Adventista a igreja mundial que guarda os mandamentos do verdadeiro Deus e tem a fé em Jesus.

Orem por essa família, pois há uma grande esperança que se tornem um elo entre a Igreja Adventista do Sétimo Dia e os muçulmanos daquela cidade.

Pr. Berndt Wolter
(
Núcleo de Missões)

Lembre-se dos seus primeiros líderes espirituais

“Lembre-se dos seus primeiros líderes espirituais, que anunciaram a mensagem de Deus a vocês. Pensem como viveram e morreram e imitem a fé que tinham” (Hb 13:7, BLH). Esse texto do livro de Hebreus nos convida a não nos esquecermos dos grandes líderes espirituais do passado (pastores, pregadores, anciãos, diáconos, etc.). Na verdade, ter contato com esses gigantes da fé é saudável e inspirador para as novas gerações. O ímpeto de fazer coisas para Deus e a correria dos tempos modernos às vezes nos impedem de ver que a sabedoria deve nortear nossas ações – e quem melhor do que os líderes do passado para partilhar conosco anos de experiência acumulados?

Hoje à tarde, aproveitamos [Evandro, Marli, Thamires, Débora e Michelson] uma folga do mestrado para visitar dois pioneiros do adventismo em nosso país: os nonagenários pastores Sesóstris Cesar Souza (95 anos, foto acima) e Geraldo Marski (96). Quando chegamos à casa do pastor Sesóstris, em Hortolândia, SP, ele nos disse que estava voltando do sepultamento de um amigo de 65 anos. Sentamo-nos na sala de estar com retratos de família e livros na estante e ouvimos histórias interessantes como a da Bíblia impressa em 1894, em Portugal, e que havia sido do pai do pastor. Ele nos mostrou a Bíblia e nos contou de sua conversão aos 20 e poucos anos de idade, quando trabalhava num cinema, no Rio de Janeiro.

Para mim [Evandro], o pastor Sesóstris sempre foi uma inspiração. Eu o via frequentemente quando visitava minha namorada Marli (hoje esposa) que morava na casa dele. Sempre que o visitava aprendia lições espirituais que me influenciavam positivamente.

Tive o privilégio de acompanhar e aprender com o pastor Sesóstris em suas semanas de oração e programas de fim de semana, quando ele falava sobre os eventos finais. Diversas vezes o vi orando e lendo a Bíblia (a qual já leu mais de 44 vezes).

Sempre que me hospedei em sua casa tive o privilégio de participar do culto familiar da manhã e da tarde (rigorosamente praticado em seu lar).

O pastor Sesóstris gosta de contar histórias e hoje à tarde não foi diferente. Além disso, ele nos convidou para o culto de gratidão que fará no dia 15 de agosto para agradecer a Deus seus 95 anos de idade. Nesse culto seu propósito é entregar um de seus livros (Anjos Sua Presença e Atuação na Vida Humana - CPB) para cada amigo que não pertence à igreja adventista. A idade pode trazer limitações físicas, mas não limita a empolgação missionária desse homem. Que exemplo! Mais uma vez pensei: “Senhor, que eu possa imitar o exemplo dele. Sempre atencioso, espiritual e empolgado com a missão.”

Depois da conversa, fiz [Evandro] uma oração e nos despedimos.


Na casa do pastor Geraldo (foto abaixo), também em Hortolândia, encontramos as típicas e divertidas placas afixadas na cerca e no portão de entrada: “Cuidado, pastor alemão!”, “A vocês da limpeza pública, um abraço do vovô Geraldo e que as bênçãos de Deus sejam convosco e com vossos familiares”, “Aqui mora um velho feliz”. Infelizmente, quando entramos no quarto dele, o encontramos deitado na cama e com a memória comprometida. Falei meu nome [Michelson], mas ele não se recordou – embora tenha perguntado pela Casa Publicadora Brasileira. Cantamos o hino “Mansão sobre o monte” e ele nos acompanhou apenas movendo os lábios. Depois fiz [Michelson] uma oração, e a emoção tomou conta de todos quando o pastor Geraldo elevou também uma prece por nós e agradeceu a Deus a visita.

Fiquei [Evandro] emocionado quando durante a oração ele agradeceu a Deus o privilégio da visita e proferiu uma bênção para todos nós, em especial para minha filha Thamires (de um ano e oito meses): “Senhor, abençoe a menina loirinha...” Isso me emocionou. Homem de Deus! Mesmo no leito da enfermidade não esquece da missão e de agradecer a Deus.

Foi uma tarde realmente inspiradora. Fomos visitar e levar ânimo a esses gigantes de Deus, mas foi nossa fé que saiu agigantada.

(Michelson Borges e Evandro Fávero)


Leia também: “O homem centenário”, “Uma tarde especial” e "Experimente Jesus"

quarta-feira, 28 de julho de 2010

A soberania do Espírito Santo

Alguns tentam usar o Espírito Santo como se ele fosse um computador

O Espírito Santo é soberano e imprevisível. Às vezes, Ele faz coisas que o homem não entende. Certa vez, o Espírito Santo impediu e não permitiu que os apóstolos fossem para determinada localidade (Atos 16:6). Filipe, em dado momento de sua vida, ouviu do Espírito Santo a seguinte mensagem: “Aproxima-te desse carro e acompanha-o” (Atos 8:29). O resultado foi a conversão do eunuco.

O Espírito Santo é tão soberano que concede dons à igreja e os distribui de acordo com a Sua vontade (I Cor. 12:4-11). E mais: “o vento sopra onde quer” (João 3:8). O Novo Testamento diz que o Espírito Santo não somente é soberano para falar (Apoc. 2:7), interceder (Rom. 8:26), ensinar (João 14:26), guiar (Rom. 8:14), etc., mas que Ele é Deus (Atos 5:3 e 4).

O Espírito Santo, portanto, não pode ser colocado numa caixa ou ser programado como um computador. Ele deseja manifestar a Sua soberania e poder para atingir os não alcançados pelo evangelho eterno. É possível que os crentes se tornem arrogantes, autoconfiantes e insensíveis aos atos soberanos do Espírito do Senhor.

A igreja precisa tomar cuidado para não limitar a atuação do Soberano. As atividades da igreja devem ser as mais variadas possíveis e não poucas. Não pode focalizar uma atividade ou ministério como se isso fosse a única coisa que deve ser feita. Por exemplo, quando determinada igreja enaltece a música, aponto de esquecer outras áreas, pode estar limitando a atuação do soberano Espírito do Senhor. Lembro-me do tempo em que eu era recém-convertido ao adventismo. O grande enfoque eram as Escolas Sabatinas Filiais. Parecia até que não existiam outras coisas a se fazer.

De vez em quando, surgem programas, atividades e métodos interessantes e bons. Muitos ficam fascinados pelas novidades. Para outros, o novo é o que vale e é defendido com considerável emoção, se contrariado. Fica mais complicado ainda quando todos devem aderir ao programa, mesmo quando em determinado contexto não funciona ou não encontra receptividade.

Aqui a soberania de Deus não é respeitada. Se os membros da igreja devem encontrar realização pessoal no ministério, então devem ter ao seu dispor múltiplas opções de ministérios. A igreja também deve adaptar-se ao fato de as pessoas criarem novos tipos de ministérios nos quais possam atuar conforme seus dons.

Mesmo os bons programas devem ser flexíveis e não rígidos, para que o Espírito Santo possa atuar e usar com criatividade os membros envolvidos no trabalho. Por outro lado, vínculos emocionais não deveriam impedir que um programa ou projeto que não esteja dando resultados em determinado contexto, seja descartado.

Se a finalidade é a colheita de almas para o Reino de Deus, os meios para atingi-la serão continuamente examinados para ver se há necessidade de ajustes. A Igreja Adventista crê na soberania do Espírito Santo. Crê também que o Espírito Santo é missionário e criativo, que distribui dons aos membros do corpo de Cristo para serem usados em várias atividades e ministérios.

Diante disso, a igreja não é sábia se, ao apresentar um programa de evangelização, por exemplo, desejar que todos o aceitem e o desenvolvam dentro das regras como foi preparado. A evangelização mundial só se tornará realidade quando cada membro do corpo de Cristo e cada igreja local, dentro do seu contexto, respeitar a soberania do Espírito Santo, usando os seus dons com criatividade e variadas formas.

Portanto, todos os cristãos precisam orar pela visita do soberano Espírito de Deus, a fim de que o Seu fruto apareça em todo o Seu povo. Só então a igreja se tornará um instrumento poderoso para que o mundo ouça a Sua soberana voz.

Dr. Érico Tadeu Xavier
Pastor no Norte do Paraná (ANP)

Adventistas monitoram possível lei de fechamento dos negócios aos domingos na Europa

Proponentes da liberdade religiosa adventista do sétimo dia estão acompanhando uma proposta de um membro do Parlamento Europeu que deseja que as empresas na Europa fechem suas portas aos domingos. Martin Kastler, membro do Parlamento da Alemanha, está pedindo pela aprovação de leis semelhantes às de seu país de origem em todo o continente, que incentivam os funcionários a ter um dia de folga no trabalho para ficar com suas famílias, afirmou o New York Times.

Embora as regras parlamentares impeçam a maioria dos membros, incluindo Kastler, de apresentar leis, uma petição dos cidadãos recentemente promulgada requeriria que os 736 membros do Parlamento elaborassem uma legislação desse tipo, se os partidários levantassem 1.000.000 de assinaturas de todos os países-membros, segundo o jornal. (Leia mais)

terça-feira, 27 de julho de 2010

Horas extras podem prejudicar o coração

"Trabalhar muitas horas extras pode ser bom para seu bolso, mas ruim para o coração. Segundo estudo recentemente publicado no European Heart Journal, trabalhar três ou quatro horas além do horário normal - que é de sete horas diárias nos Estados Unidos -, está associado a um aumento de 60% nos riscos de problemas como infarto, angina e morte por doença cardíaca.

"Acompanhando, por uma década, cerca de 6 mil funcionários públicos britânicos, os pesquisadores concluíram que “a importância de se ter um bom equilíbrio entre horas de trabalho, tempo de lazer e tempo com a família pode ser ainda maior para o coração do que se pensava”. E, de acordo com os autores, as pessoas que trabalhavam mais além do tempo eram mais propensas a ter traços de comportamento tipo A, incluindo agressividade, hostilidade, estresse psicológico e problemas de sono.

"Os resultados indicaram ainda que os homens eram seis vezes mais propensos do que as mulheres a ficarem mais de três horas trabalhando após o expediente. Os casados apresentaram quase nove vezes mais chances de ficar mais tempo no trabalho do que os solteiros. Os pesquisadores destacam, porém, a necessidade de mais estudos para confirmar a relação entre o estresse associado às horas extras e o risco cardiovascular, e para desenvolver abordagens que reduzam essa tendência." [Blog Saúde]

Nota: A temperança é importante em todas as áreas da vida. "Alguns se tornam doentes por excesso de trabalho. Para esses, o descanso, a libertação do cuidado e um regime reduzido são essenciais à restauração da saúde. Para os que estão mentalmente fatigados e nervosos devido a trabalho contínuo e restrita limitação de ambiente, uma visita ao campo, onde podem viver uma vida simples, livre de cuidado, pondo-se em íntimo contato com as coisas da natureza, será muito salutar. Vagar pelos campos e matas, apanhando flores, escutando os cânticos dos pássaros, fará por seu restabelecimento incomparavelmente mais que qualquer outro meio" A Ciência do Bom Viver, 236

Além disso "os que se acham empenhados em estudo, devem ter folga. A mente não deve estar continuamente submetida a uma intensa atividade, pois o delicado maquinismo mental vem a gastar-se. O corpo, da mesma maneira que a mente, precisa de exercício. Mas é necessário haver grande temperança nas diversões, bem como em qualquer outra ocupação."Conselhos aos Pais Professores e Estudantes, 333. Pense nisto!

Pr. Evandro Fávero

A Colportagem e o milagre da conversão

É nas dificuldades do acesso às pessoas, na busca incessante de encontrar alguém nos lares, nas intempéries do clima, na hostilidade de receber a visita, que a colportagem, humanamente falando, encontra seu maior fascínio. É neste espírito, que milhares colportores saem, todos os dias, em busca de almas para Cristo, pois estes valentes sabem que os desafios são a sua mola propulsora em busca das vitórias.

A colportagem em sua essência é uma obra de semeadura, mas todos estes missionários tem em seu íntimo a grande esperança de também ver seus frutos, querem com certeza experimentar o gosto da colheita. "Quando o colportor visita as pessoas em seu lar, muitas vezes tem a oportunidade de ler para elas trechos da Bíblia ou dos livros que ensinam a verdade. Quando descobre aqueles que estão buscando a verdade, pode dar-lhes estudos bíblicos. Estes estudos são justamente de que o povo necessita". O Colportor Evangelista, p. 61.

Movido por esta missão, Fábio Motta, Colportor Evangelista, trabalha. Tudo começou quando trabalhando na cidade de Piên, Walfrido de apenas 10 anos de idade, preencheu no Colégio um cupom da Revista Nosso Amiguinho.

Com posse dos dados da família, Fábio foi visitá-los com intuito de levar mais informações sobre a revista. Quem atendeu foi Rosa, mãe do garoto. Durante a entrevista, o Espírito Santo tocou o coração do nosso mensageiro, ele relata: "Senti algo muito forte no meu coração e percebi que deveria falar de Jesus, apesar da família pertencer a uma denominação evangélica, percebi que havia ainda muito a conhecer do Salvador, orei com a família e no final ofereci um estudo bíblico". No dia combinado, estavam todos reunidos para começar o estudo. Passado alguns estudos, Fábio teve que continuar seu trabalho em outra cidade e passou o estudo para o irmão Paulo, líder da igreja local.

Após um ano e meio, nosso soldado recebeu uma ligação do pastor distrital, Cézar Gaspar, o qual relatou uma grande bênção! Os estudos haviam continuado, as sementes haviam germinado, crescido e chegara a hora da colheita. E, no sábado, dia 26 de junho de 2010, foram batizadas as cinco pessoas da mesma família: Lourival, sua esposa Rosa e seus filhos Walfrido, Lucas e Emanuelli (foto acima).

Fábio que é hoje assistente de livros da ACP, também foi alcançado pelo evangelho através de duas colportoras. Continua seu trabalho, semeando a Verdade através da Página Impressa, pois reconhece que esta é sua missão: semear e, no tempo certo colher.

Elissandro dos Santos
(Colportagem ACP)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Sinais do fim: "Exultai e levantai a vossa cabeça..."

Nos últimos anos fenômenos assustadores da natureza vem se sucedendo cada vez mais intensamente. O que esta acontecendo com a natureza? Onde vamos parar? Qual a solução? Estaríamos caminhando para o colapso?

O homem tem danificado a terra através de suas ações. Por isso todos estes eventos são sinais do fim. Jesus profetizou que estes fenômenos marcariam a época em que Ele voltaria à Terra (Mateus 24) e os comparou com as contrações de uma mulher que está para dar a luz. Quanto mais intensas e freqüentes mais perto o dia que o filho chegará. “A mulher, quando está para dar à luz, tem tristeza, porque a sua hora é chegada; mas, depois de nascido o menino, já não se lembra da aflição, pelo prazer que tem de ter nascido ao mundo um homem.” João 16:21

“Esse tempo está às portas. Hoje, os sinais dos tempos declaram que nos achamos no limiar de grandes e solenes acontecimentos. Tudo em nosso mundo está em agitação. Ante os nossos olhos cumpre-se a profecia do Salvador relativa aos acontecimentos que precedem Sua vinda: "Ouvireis de guerras e de rumores de guerras. ... Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares." Mateus 24:6 e 7.” Educação, 179.

Somente nos últimos dias os meios de comunicação anunciaram tragédias que revelaram mais uma vez que estes sinais estão se cumprindo diante de nós.

Na Bahia, 91 cidades estão em emergência: 41 devido à seca e 50 por causa da chuva.

"O volume de precipitações na cidade, nesse período, é o maior dos últimos 39 anos, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) da Bahia. As chuvas recentes provocaram estragos e mortes, em consequência de desabamentos. Somente em 1971 se verificou um volume de chuvas parecido. (...)"

"Das 266 cidades situadas no semiárido, diz o superintendente, 160 enfrentam anualmente um período forte de estiagem. (...) Conforme o superintendente, são quase 3 milhões de pessoas submetidas a essa condição (...) No total, de acordo com números da Coordec, existem hoje 41 municípios em situação de emergência decretada devido à seca. Enquanto isso, 50 pedidos de decretos de situação de emergência devido à chuva, sendo que 42 já foram decretados pelo Estado." (UOL)

Chuvas deixam 34 mortos e 28 desaparecidos na China.

"Pelo menos 34 pessoas morreram, 28 desapareceram e 12,4 mil tiveram de deixar suas casas entre sexta-feira (23/07) e sábado (24/07) por causa das enchentes e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas torrenciais que atingem a China. (...) Na sexta-feira, os dados oficiais registravam 742 mortos e 367 desaparecidos. (...) No sábado, outro incidente atingiu a província de Shaanxi, onde 9,3 mil pessoas foram evacuadas depois que um rio transbordou. (...) Este é o ano com mais tragédias desde 1998, quando morreram milhares de pessoas." (Terra)

No Peru a população sofre com onda de frio que chega -24°C.

"Centenas de pessoas - quase metade delas crianças muito jovens - morreram de doenças relacionadas ao frio, como pneumonia, nas regiões montanhosas do sul do Peru, onde a temperatura tem atingido -20°C. As populações rurais pobres, que vivem 3.000 metros acima do nível do mar, são as mais afetadas." (Terra)

Enquanto isso terremoto de 6 graus atinge as Ilhas Samoa, na Oceania

"Um terremoto de 6 graus na escala Richter atingiu as Ilhas Samoa na madrugada deste domingo (25/07), 16h39 de sábado pelo horário local segundo o Centro de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). O epicentro do tremor foi registrado a 237 km de Apia, capital da Samoa, com 41,2 km de profundidade. (...) Em setembro de 2009, um terremoto de 7,9 graus provocou um tsunami que arrasou povos litorâneos e deixou quase 250 mil desabrigados em Samoa e na vizinha Tonga." (Terra)

Taiwan também foi sacudida por um tremor de 5,4 graus.

"O terremoto balançou Taiwan na madrugada deste domingo (25/07), às 11h52 pelo horário local, 0h52 pelo horário de Brasília. O tremor foi registrado a 30 Km de T'ai-tung e a 260 Km da capital Taipei. O epicentro ocorreu a 29,9 Km de profundidade do solo. Até o momento, não há informações sobre danos, feridos ou mortos. (...) Em 21 de setembro de 1999, um tremor de magnitude 7,3 atingiu Taiwan e deixou mais de 2,4 mil mortos." (Terra)

No Brasil abalos sísmicos têm sido mais detectados no Nordeste.

"As cidades de Belém de Maria e Cupira, em Pernambuco, registraram mais de cem tremores de terra de baixa magnitude em um único dia. No mês anterior, os moradores de Alagoinha haviam sentido 50 tremores entre 1,8 e 3,2 graus na escala Richter. Já o terremoto de maior magnitude do ano, que atingiu 4,3 graus, ocorreu em janeiro, em Taipu, no Rio Grande do Norte, e foi sentido em um raio de 350 quilômetros." (UOL)

Ellen White escreveu que “as nações estão agitadas. Tempos de perplexidade se acham diante de nós. O coração dos homens está desmaiando de terror das coisas que sobrevirão ao mundo.” Eventos Finais, 19

“Em incêndios, em inundações, em terremotos, na fúria das grandes profundezas, nas calamidades por mar e terra, é transmitida a advertência de que o Espírito de Deus não agirá para sempre com os homens. Antes que o Filho do homem apareça nas nuvens do céu, tudo na natureza estará em convulsão.” Eventos Finais, 26

“Quão freqüentemente ouvimos de terremotos e furacões, de destruição pelo fogo e inundações, com grandes perdas de vidas e propriedades! Aparentemente essas calamidades são caprichosos desencadeamentos de forças da natureza, desorganizadas e desgovernadas, inteiramente fora do controle do homem; mas em todas elas pode ler-se o propósito de Deus. Elas estão entre os instrumentos pelos quais Ele busca despertar a homens e mulheres para que sintam o perigo. O mundo não está sem um governante. O programa dos sucessos futuros está nas mãos do Senhor.” Eventos Finais, 29,30

Por isso Paulo apela: “Irmãos, acerca dos tempos e das épocas não necessitais de que se vos escreva: porque vós mesmos sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão.” I Tessalonicenses 5:1-3.

Mais do que nunca é chegada a hora de pregar. Depois de discursar sobre os sinais do fim (Mateus 24) Jesus mencionou que o último sinal antes de Sua vinda é a pregação do Evangelho. Ele disse que “este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim” Mateus 24:14.

Portanto convido você a pregar o evangelho e a ter certeza da volta de Jesus. Ele disse: “Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, exultai e levantai a vossa cabeça, porque a vossa redenção se aproxima” Lucas 21:28.

Pr. Evandro Fávero

domingo, 25 de julho de 2010

Os melhores dons do céu

“Que a graça, a misericórdia e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo seu Filho estejam conosco em verdade e amor.” 2 João 3 (BLH)

A palavra grega charis, que neste texto é traduzida por graça, aparece 150 vezes no Novo Testamento. Muitos falam, discutem ou ensinam sobre essa palavra. Mas, o que realmente ela significa?
Conta-se que uma senhora idosa, com pouca instrução escolar, deu a seguinte resposta:

-- “Bem, não sou letrada, de forma que não posso dizer muito sobre o significado dela; mas sei apenas que sou “salva pela graça”, e isso é suficiente para me fazer feliz aqui, e espero ir para o Céu um dia.
E continuou: -- “Não preciso de mais, preciso? Que sentimento eu tenho ao sentir-me salva? Para mim, faz-me sentir como se o Senhor estive em meu lugar, e eu no lugar dEle!”

Esta querida idosa foi muito clara em sua resposta. Graça é o amor de Deus agindo para salvar pecadores através de Seu Filho Jesus Cristo. Mesmo com toda a humanidade achando-se em rebelião contra Deus; mesmo com toda a família humana amando-se mais a si mesma e assim esteja pervertendo a verdade e Seus ensinos; Deus providenciou, proveu um plano maravilhoso chamado plano da salvação.

Deus enviou Seu Filho único a este mundo caído e rebelde, com o propósito de atrair, podemos dizer “cortejar” corações duros e insensíveis, erguer a todos os caídos, abrindo-nos as portas do Seu Reino.

Homens ímpios pegaram Seu Filho e O crucificaram. Mesmo assim, Deus continuou a amar e agir em nosso favor. Com paciência, bondade e ansiosamente, Ele continuou em Seus esforços para conquistar corações e vidas.

E, sempre que um coração entrega-se aos apelos do Espírito Santo, Seu poder transforma a vida. Transformação que substitui a culpa pelo perdão, o pecado pela justiça, a desobediência pela obediência, o ódio pelo amor, o rancor pelo perdão, a desonestidade pela retidão, o egoísmo pela abnegação.

Mas, além da graça, João, o discípulo amado, desejou também a misericórdia de Deus ao destinatário de sua carta. Então, o que mais poderíamos pedir senão que Deus derrame Sua graça, misericórdia e paz sobre todos nós?

Nesses dons divinos podemos encontrar a resposta a todas as nossas necessidades – salvação do pecado, poder para amar e tratar os outros como Deus nos trata, e um caráter resistente para que resistamos calmamente às tentações, provas e dificuldades que certamente nos atingem.

Devemos, portanto, abrir o coração a Jesus. Ele entrará e nos abençoará com Sua graça, misericórdia e paz. Assim como fez nos dias dos apóstolos, deseja fazer-nos hoje também! Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna, SC.

sábado, 24 de julho de 2010

Missão Malásia: Batismos e Dra. Hindu - continuação

Lalitha (foto ao lado) nasceu num lar metodista na Índia, filha de um reverendo metodista. Quando jovem, apaixonou-se por um jovem hindu, homem de negócios que viajava muito pelo sudeste asiático (Veja as referências sobre hinduísmo em Núcleo de Missões).

Impressionada com o glamour da vida rica, ela decidiu casar com ele. No início, havia as promessas de que as diferenças de religião não afetariam o casamento. Mas essas promessas duraram pouco.

O marido a obrigou a se converter ao hinduísmo. Por sua personalidade, ela sempre fez tudo com dedicação e entrega; nada em sua vida é superficial. Lalitha é uma pessoa muito decidida. É uma diversão estar perto dela.

Ela se dedicou ao hinduísmo com toda a intensidade que lhe é peculiar. Adorou todos os deuses e ofereceu sacrifícios de todas as espécies para todos os deuses que conhecia. Invocou os mortos e lhes ofereceu sacrifícios. Tudo o que o hinduísmo tinha para lhe oferecer ela buscou.

Quando o pai, o reverendo metodista, lhe falou sobre oração a Jesus, ela mandou que ele se calasse. Ela negou a pouca luz que tinha e desvairadamente se entregou ao paganismo. Nunca mais cogitou a possibilidade de pensar em Jesus ou na fé de seu pai.

Durante 32 anos ela viveu esse frenesi supersticioso, mas ela confessa que nunca sentia satisfação e paz. Quanto mais buscava a excitação supersticiosa, tanto mais ela prosperava, mas tanto menos ela se sentia em paz.

Com 32 anos de casados, um ataque do coração fulminante tira a vida do marido, que é enterrado com todas as honras do hinduísmo. Desnorteada, Lalitha que vivia em Singapura, na Malásia ocidental, sente um chamado estranho para ir para a Malásia oriental, para o estado de Sabah. Ela nunca havia ido para Sabah e não tinha nada que a atraísse. Não tinha amigos e nem parentes ali, mas aquela voz não parava de chamá-la.

Alugou as propriedades que o marido lhe deixou e um ano atrás ela foi para Sabah e se instalou por aqui. Médica de formação extensa, ela logo conseguiu um trabalho. Alguns amigos a chamaram para assistir a um culto numa igreja cristã pentecostal, e ela aceitou. Profundamente impressionada, ele se debruçou sobre a Bíblia e descobriu o Salvador.

Ao ler a Bíblia, ela sempre se deparou com o sábado. Em sua igreja lhe diziam que a palavra sábado quer dizer descanso (certo) e que ela podia escolher em qual dia descansar (errado). Inquieta, ela pediu a Deus que lhe mostrasse o caminho certo, pois ela queria ser totalmente fiel a Deus.

Ela foi batizada e na igreja lhe cobraram o dom de línguas. Desesperada e sem paz, ela suplicou de Deus uma solução para sua vida. Quando estava no carro em plena chuva, no estacionamento do supermercado, ela viu um banner com a inscrição “Truth for today, hope for tomorrow” (Verdade para hoje, esperança para o amanhã) e decidiu ir às reuniões.

Uma irmã da igreja já havia convidado Lalitha para ir, mas ela achou que não devia. No entanto, aquela voz de novo lhe disse: “Vá a essas reuniões.”

Quando chegamos a Kota Kinabalu (KK), eu pensei que todos iríamos encarar mato, vilas pequenas e lutas para não nos infectarmos com as bactérias locais (nos prevenimos com toda sorte de remédios).

Minha parte, pelo menos, foi aproveitar as oportunidades de evangelismo na igreja de alta sociedade da cidade KK. Nesse intento, fui apresentado para a Dra. Lalitha, que na primeira vez que foi à igreja, depois da certeza que teve de Deus de que ela deveria ir, ela disse que não poderia ir segunda à noite, pois tinha compromisso num congresso de médicos. Quando fui veemente no convite para a noite seguinte, ela disse que cancelaria o compromisso e, junto com outros irmãos da igreja de fala inglesa, jantamos fora.

A conversa foi maravilhosa e faz tempo que não vejo tanta sede da verdade como vi durante o jantar. Eu prometi que ela não ouviria de minha boca nada que eu não pudesse mostrar na Bíblia. Ela perguntou sobre a salvação, sobre lei, sobre o sábado, sobre a vida eterna... Saímos do restaurante, convidados a sair, quase meia noite e meia...

BATISMOS

No sábado, 24 de julho, tivemos o maior batismo da história da igreja de fala inglesa desde o início. 22 pessoas foram batizadas entregando sua vida a Jesus só na igreja de fala inglesa.

Temos uns 7 ou 8 interessados, que não poderiam ser batizados agora, mas que serão com certeza instruídos para os próximos batismos.

Na verdade os que foram batizados agora estavam sendo preparados pela igreja. Alguns dos batizandos estavam recebendo estudos e indo à igreja já há 15 anos. Interessante como fazem o voto batismal... Os candidatos ficam de costas para a congregação e para dar sinal de que creem eles levantam a mão para cada pergunta, como na foto acima.

No total, nos cálculos da equipe, teremos umas 120 pessoas sendo batizadas neste sábado, que aqui, começa enquanto vocês aí no Brasil ainda estão acordando um dia antes. Acima o batismo de Chris Nunkatira, um dos batizados na Igreja Adventista de fala Inglesa.

Orem para que tudo dê certo e que a colheita seja do tamanho que o Senhor a dimensionar.

Pr. Berndt Wolter

(Núcleo de Missões)

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Lei, liberdade e paz

Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna”. Romanos 6:22

Ufa! Chegou o Sábado! Não sei como que ele chegou para você, se foi na correria ou se você teve tempo de se preparar. Se a sua caminhada durante esta sexta-feira teve a companhia consciente do Senhor do Sábado ou se Ele estava presente em todos os lugares, menos na sua mente e coração... Não importa! Não importa se você está lendo esta meditação em voz alta com família e/ou amigos ou se você lê estas linhas no silêncio da sua mente.

O importante é que você está tomando este tempo agora para ler estas poucas palavras, dando a Deus a oportunidade de se manifestar em sua vida. E é por isso que quero falar com você sobre o essencial, o primeiro passo que precisa ser dado neste momento independente de ser esta a sua primeira tentativa ou milésima vez... a essência sempre será a mesma.

Quero voltar os seus pensamentos para os Dez Mandamentos. Você se lembra de como eles começam? Muitos conhecedores da Bíblia pensarão imediatamente no primeiro Mandamento que diz “Não terá outros deuses diante de mim”. Durante muito tempo eu teria começado desta mesma forma até que um dia eu fui alertado por um amigo que, de fato, este não era o início.

Na verdade os Dez Mandamentos começam com Deus dizendo “Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão” (Êxodo 20:2). Deus se apresenta dando o Seu currículo, demonstrando que é Ele, o Libertador, que está falando. Tudo que se segue depende desta apresentação. Se o Seu currículo não fosse uma realidade na vida do povo de Israel tudo que se seguiria teria pouca importância. Todos os Mandamentos, inclusive o quarto que fala da guarda do Sábado, seriam sem valor se a introdução não tivesse significado e relevância.

Por isso que quero conduzir os seus pensamentos para o grande Libertador, o Redentor, Jesus Cristo. Quero levá-lo a lembrar o que Ele fez por você e por mim. Quero refrescar a sua memória de tal forma que você seja colocado perante uma decisão: aceitá-Lo agora como Aquele que morreu em seu lugar, que morreu a sua morte, morte eterna. Morte conseqüência do pecado, pois “todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Romanos 3:23) e “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23).

Graças a Deus, no entanto, que nenhum destes dois versos está completo. Romanos 3:24 nos lembra que somos “justificados gratuitamente, por Sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus” e a segunda parte de Romanos 6:23 reafirma que “o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Ele é o nosso Libertador, nos redimiu do castigo do pecado. Basta aceitá-lo.

Tentar cumprir a letra da lei sem ter o Senhor da lei como nosso Libertador é frustrante e, a médio-longo prazo nos levará a desistir. É como tentar atravessar um abismo pulando. Alguns pulam um pouco mais longe que outros, mas a queda é certa.

Guardar o Sábado começa em primeiro lugar com a consciente necessidade de que preciso de Jesus, o meu Libertador. Aceitando-O me torno apto a guardar o Seu Santo Dia, o Sábado. Paulo em Romanos 5:1 nos diz o seguinte: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”.

Ao aceitar Jesus e Sua morte em meu lugar como sendo suficientes para me libertar do pecado eu passo a ter paz com Deus, passo a ter certeza da minha Salvação, não porque eu mereço ou porque tenho comportamento socialmente apropriado, mas porque confio que Ele me libertou. Esta certeza me dá paz e esta paz se intensifica durante o Sábado, dia no qual eu devo procurar me lembrar mais fortemente do que Ele fez por mim e, conseqüentemente, me levará a querer louvá-Lo mais.

Que este Sábado seja um passo na direção certa, nos levando a lembrar e re-experimentar a libertação que foi dada por Ele. Que isso lhe dê a certeza da Salvação. Que isto resulte em muita paz com Ele e conseqüentemente com todos aqueles com os quais você irá encontrar e que esta paz resulte em muito louvor a Deus.

Pastor André
Associação Sul-Mato-Grossense - UCOB

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Resumo da Lição 4 (17 a 24 de Julho)

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Título: “Justificados pela Fé”


Texto-chave:
“Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independente das obras da lei” (Romanos 3:28).

Objetivos

1. Conhecer a função da lei e a função da fé na justificação.
2. Sentir e reconhecer as profundezas a que Deus desceu a fim de tomar sobre Si as consequências do nosso pecado.
3. Aceitar a morte de Cristo em nosso favor como justificação de nossos pecados.

Verdade Central

“Perdão e justificação são uma e a mesma coisa. Através da fé, o crente passa da posição de rebelde, filho do pecado, para a posição de súdito leal de Cristo Jesus, não por causa de bondade inerente, mas porque Cristo o recebe como Seu filho por adoção. O pecador recebe o perdão de seus pecados, porque esses pecados são suportados por seu Substituto e Fiador.” SDA Bible Commentary, v. 6, p. 1070

Lição de Domingo: “As obras da Lei”

Pergunta: Qual é o verdadeiro objetivo da lei? Romanos 3:19 e 20

1. A lei de Deus representa o padrão divino de conduta para a humanidade.

2. Sem a lei as pessoas não podem ver claramente a santidade de Deus, nem sua própria culpa ou a necessidade de experimentar o arrependimento.

3. A lei de Deus é o instrumento que o Espírito Santo utiliza para trazer-nos à conversão. Salmos 19:7

4. A lei não remove o nosso pecado, mas nos leva à Cristo, que nos limpa do mal.

Para meditar: “A lei de Deus é o espelho para o qual o pecador deve olhar, se quiser ter conhecimento correto de seu caráter moral. E quando se vê condenado por essa grande norma de justiça, seu próximo passo deve ser: arrepender-se de seus pecados e buscar o perdão mediante Cristo.” Mensagens Escolhidas, v. 1, p. 219

Lição de Segunda-feira: “Fé e Justiça”

Pergunta: Quão importante é para nós termos fé em Cristo? Como a fé muda de modo concreto e observável a forma de vivermos? Romanos 3:21 e 28

1. Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.

2. Mediante a justiça de Cristo temos acesso ao Pai.

3. A imputação da justiça de Cristo vem mediante a fé justificadora.

4. “Justiça não é aquilo que Deus exige de nós e sim, o que nos oferece.” Salmos 31:1

Reflita: “As pessoas podem ter conhecimento da verdade, e ainda deixar de serem santificadas pela verdade.” Romanos 1:18

Lição de Terça-feira: “Graça e Justificação”

Quando os seres humanos caíram sob o domínio do pecado, tornaram-se sujeitos à condenação e a maldição da lei. Escravos do pecado, sujeitos à morte era-lhes impossível escapar. Romanos 6:17

Pergunta: Qual é fonte de nossa redenção? Romanos 3:24

1. O pecado exige expiação.

2. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha vida eterna.” João 3:16

3. É unicamente por Cristo que pode haver virtude na humanidade.

4. Por intermédio de sua morte, Cristo rompeu o domínio do pecado, extinguiu a escravidão espiritual, removeu a condenação e a maldição da lei e tornou disponível aos pecadores arrependidos a vida eterna. Somos assim, perdoados unicamente mediante a graça de Cristo.

5. Justificação é quando somos declarados justos por Deus. Isto, somente é possível por Cristo.

6. A graça concedida por Cristo nos redime de nossos pecados e nos declara justos perante Deus.

Medite: “Todo combate é inútil a menos que o poder de Cristo seja combinado com o esforço humano.” Review and Herald, 11 de novembro de 1890

Para Discussão: Qual deve ser nossa resposta diária quando compreendemos os justos requisitos da lei de Deus e nossa dependência de Cristo para ser nossa justiça?

Lição de Quarta-feira: “Sua Justiça”

“Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus.” Romanos 3:25

1. A justiça de Deus requer que o pecado seja levado a julgamento.

2. Deus necessita executar o juízo do pecado, e logo, do pecador.

3. A expiação era necessária porque o homem se encontrava sob a justa ira de Deus.

4. A perfeita justiça de Cristo satisfaz adequadamente a justiça divina.

Pergunta: O que o ato de Cristo nos ensina sobre o caráter de Deus? Por que dizemos que a cruz “é o centro do Evangelho”? De que forma, isso tem mudado sua vida?

1. A cruz é uma demonstração tanto de misericórdia, quanto da justiça de Deus.

2. “Através de Cristo, a ira de Deus não é convertida em amor, mas desviada do homem e dirigida contra Si próprio.” La Rondelle, p. 27

Reflita: “Por causa da cruz do Calvário, Deus pode declarar justos os pecadores e ainda ser considerado justo aos olhos do Universo. Satanás não pode apontar o seu dedo acusador sobre Deus, pois, o céu fez o sacrifício supremo. Satanás acusou Deus de pedir a raça humana mais do que Ele estava disposto a dar. A cruz refuta essa acusação.” Lição da Escola Sabatina, 3° Trimestre de 2010, p. 47

Lição de Quinta-feira: “Fé e obras”

Pergunta: Se somos justificados pela fé, independente das obras da lei, isso, significa que não precisamos mais guardar a lei de Deus? Por quê? Romanos 3:28

1. A fé não está em oposição as obras.

2. A fé é manisfestada pelas obras.

3. As obras rejeitadas no Novo Testamento, são as praticadas como métodos de salvação.

4. As pessoas não conseguem obter salvação como resultado de seus méritos, manifestados em obras.

5. A morte de Cristo exaltou a lei, evidenciando sua autoridade universal.

6. A verdadeira fé confia inteiramente em Cristo e conduz a perfeita conformidade com a Lei de Deus.

Medite: “A obra de transformação da impiedade para a santidade é contínua. Dia a dia Deus opera para a santificação do homem, e o homem deve cooperar com Ele, desenvolvendo perseverantes esforços para o cultivo de hábitos corretos. Deve acrescentar graça à graça; e assim procedendo num plano de adição, Deus opera por ele num plano de multiplicação.” (Atos dos Apóstolos, p. 532).

Conclusão:

1. A Lei de Deus é tão necessária à existência de Seu Universo quanto são as leis físicas que o mantêm unido e em funcionamento.

2. Deus concedeu Sua lei a fim de prover abundantes bençãos a Seu povo e, para conduzi-los a um relacionamento salvador com Ele. A lei é a base do concerto divino conosco.

3. Deus encontrou um meio de garantir perdão ao pecador arrependido, mantendo ainda perante o Universo o elevado padrão de justiça de Sua eterna lei.

4. Em Cristo temos redenção, pelo seu sangue, a remissão dos nossos pecados, segundo a riqueza de sua graça. Efésios 1:7

5. Justificados, pois pela fé, temos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Romanos 5:1

6. A cruz de Cristo nos lembra que Deus pagou um alto preço para que nossa comunhão com Ele fosse resgatada.

Jorgeana Longo
Prof. de Línguas e esposa de Pastor na Associação Central Paranaense

Como as rainhas são escolhidas entre as vespas?

Embora muita gente generalize, existem mais de 5000 espécies de vespas no planeta. E tão grande é a variedade que é difícil definir um ponto em comum entre elas quando o assunto são as relações sociais que dividem a população de vespas em operárias e rainha. O “critério” para que operárias ou rainhas sejam estéreis ou férteis, e até o “nível de fertilidade” das operárias não é igual entre as espécies.

Uma das espécies mais comuns é a Vespula Germanica, chamada de “yellow jacket” nos Estados Unidos. Nessa espécie, é fácil descobrir qual das vespas será a rainha, porque ela tem tamanho maior. Até há pouco tempo, acreditava-se que esse método se aplicava a todas as vespas, mas um estudo da Universidade da Carolina do Norte (EUA) está desconstruindo essa visão. O processo reprodutivo das vespas foi sempre descrito dessa maneira, que os pesquisadores estão combatendo: as operárias nascem com o gene reprodutivo infértil, sem nenhuma ligação com as larvas, enquanto as únicas que soltam ovos são as rainhas, que nada fazem da vida além de ter filhos.

Os cientistas afirmam que o sistema não funciona exatamente dessa maneira. A partir de consultas aos genes de larvas de rainhas e operárias, eles perceberam que os genes de reprodução eram mais presentes nas operárias, enquanto genes ligados à esterilidade eram associados à rainha. Essa disposição gênica existe nos períodos em que as rainhas estão inférteis, e os genes “matriciais” presentes nas operárias servem para que estas cuidem das larvas. Na época de reprodução, contudo, o panorama se inverte, e a rainha vira a “grande mãe” da sociedade das vespas. [Hype Science]

Nota: A natureza revela a glória de Deus. A Bíblia diz que "os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem há palavras, e deles não se ouve nenhum som; no entanto, por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo." Salmo 19:1-3 e "Só tu és SENHOR, tu fizeste o céu, o céu dos céus e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto há neles; e tu os preservas a todos com vida, e o exército dos céus te adora" Neemias 9:6

Pr. Evandro Fávero

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O que as visitas tem o direito de esperar?

INTRODUÇÃO

1. Não é incomum que os visitantes compareçam às atividades da igreja…
a. Alguns vêm da comunidade local; outros estão de passagem, vindos de um local distante.
b. Seja em áreas turísticas ou em regiões onde as pessoas estão chegando ou saindo com frequência,

2. Uma congregação deve ficar “super animada” em receber visitas.
a. Aqueles que visitam demostram interesse ou mera curiosidade
b. Isso provê a oportunidade para a igreja em servi-los.

Clique aqui para continuar lendo e saiba como a igreja pode atender melhor os visitantes.

Algum animal é monogâmico?

Monogamia é realmente algo raro no reino animal mas há aqueles que conseguem ser fiéis a vida toda.

Parece que a maioria dos monogâmicos fica junto por causa das crianças. Sim. A prole de alguns animais exige cuidados excessivos que precisam tanto da mãe quanto do pai. Os filhotes ficam impotentes por muito tempo, e a mãe sozinha pode não dar conta.

Cerca de 3 a 5% dos mamíferos encontram um parceiro para a vida, incluindo lontras, castores e lobos. (...)

E quanto aos humanos? Segundo os estudiosos, somos uma espécie disposta à monogamia. Certamente, quando comparada a outros animais, somos bastante monogâmicos.

Alguns outros monogâmicos notáveis são um tipo de águia que mostra o seu compromisso com um vôo de acrobacias e a ratazana da pradaria do sexo masculino (um pequeno roedor) que irá acasalar apenas com a fêmea que ele perde a virgindade.

Animais como o abutre negro e as salamandras de costas vermelhas não toleram a promiscuidade: os abutres atacam qualquer outro da espécie que seja considerado namorador, e os salamandras machos assediam fisicamente e psicologicamente as fêmeas que eles acham que os estão traindo.

Pinguins imperadores têm a reputação de monogâmicos, mas na realidade praticam monogamia anual. Depois de todo inverno, eles buscam novos parceiros. [Hype Science]

Nota: A natureza nos ensina lições maravilhosas. Neste caso os animais nos ensinam lições de fidelidade. Em uma época onde é vergonhoso ser fiel e normal ser promíscuo.“A inteligência apresentada por muitos mudos animais chega tão perto da inteligência humana que é um mistério. Os animais vêem e ouvem, amam, temem e sofrem. Eles se servem de seus órgãos muito mais fielmente do que muitos seres humanos dos seus. Manifestam simpatia e ternura para com seus companheiros de sofrimento. Muitos animais mostram pelos que deles cuidam uma afeição muito superior à que é manifestada por alguns membros da raça humana. Criam para com o homem apegos que se não rompem senão à custa de grandes sofrimentos de sua parte” A Ciência do Bom Viver, p. 315, 316.

A lição de fidelidade ilustrada pela natureza pode ser melhor compreendida quando lemos que "Aquele que deu Eva a Adão por companheira, operou Seu primeiro milagre numa festa de casamento. Na sala festiva em que amigos e parentes juntos se alegravam, Cristo começou Seu ministério público. Sancionou assim o matrimônio, reconhecendo-o como instituição por Ele mesmo estabelecida. Ordenou que homens e mulheres se unissem em santo matrimônio, para constituir famílias cujos membros, coroados de honra, fossem reconhecidos como membros da família celestial" A Ciência do Bom Viver, 356.

Por isso, aprenda com a Bíblia e com a natureza a valorizar o casamento. "Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros" Hebreus 13:4

Pr. Evandro Fávero

Igreja é formada a partir de pequeno grupo

Novo templo é a realização de um sonho de quase seis anos

Histórias de igrejas que se formam a partir da iniciativa de pequenos grupos de crentes já não são novidade no território administrativo da Igreja Adventista na Região Central do Paraná. No último final de semana, mais uma congregação foi inaugurada. Desta vez no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

O novo templo adventista no bairro Jardim Ouro Verde é, de acordo com os membros, a realização de um sonho de cerca de seis anos. Tudo começou ainda em 2004 com um pequeno grupo que se reunia em uma casa. Pouco tempo depois, após um programa evangelístico na comunidade, o grupo estava grande demais para ficar numa sala residencial e migrou para um salão alugado. No último sábado, 3 de julho, foi realizado, na nova igreja, um culto de ação de graças que reservou ainda uma cerimônia de batismo de três pessoas. Entre as mais de cem presentes ao culto, estiveram membros, amigos da comunidade e autoridades civis do município de Colombo.

Para Maria Luiza Leal de Moura, membro da Igreja do Jardim Ouro Verde, ver a inauguração do templo foi uma das suas maiores emoções. "Estou mais feliz de estarmos agora nesta nova igreja do que no dia em que me mudei pra minha casa própria", afirmou dona Maria. O pastor Adriano Luz, responsável por igrejas naquele município, afirmou em seu sermão que o que torna a igreja um lugar especial é presença de Deus. Luz completou dizendo que a inauguração do templo só foi possível graças ao esforço conjunto da Associação Central Paranaense (ACP), entidade que administra as igrejas adventistas nessa região do Estado, do grupo do Jardim Ouro Verde e dos amigos e familiares que ajudaram financeiramente.

Elio Moura

terça-feira, 20 de julho de 2010

Missão Malásia: Doutora hindu aceita evangelho

Numa experiência única, uma médica hindu encontra o evangelho!

Ela estava fazendo compras no supermercado que fica próximo à igreja de fala inglesa. Ao terminar as compras e entrar em seu carro, uma faixa que estava em frente lhe chamou a atenção: "truth for today, hope for tomorrow" (Verdade para hoje, esperança para amanhã).

Neste instante ela teve uma profunda convicção de que deveria assistir as palestras. A Dra. Lalitha Athimuthu veio na segunda-feira à noite e assistiu a palestra sobre o estado do homem na morte. Ela não piscava e no final disse que estava procurando por isso há muito tempo.

Fiz um apelo veemente para todos assistirem o tema de terça-feira à noite (milênio) e na saída ela disse que tinha um compromisso em um congresso médico com jantar de gala, mas que cancelaria para vir. Eu brinquei que a acompanharia no jantar depois da palestra e ela mandou recado que eu seria o seu convidado.

Na noite de ontem consolidou-se o seu convite e eu e mais quatro pessoas fomos a um restaurante. Lá ela começou a contar sua história que é simplesmente fascinante. Deus a tem guiado até aqui.

Cenas do próximo capítulo:

Filha de um reverendo cristão protestante se apaixona por um homem hindu ....

Não perca! :-)

[Veja mais em Núcleo de Missões]

Homens sofrem mais com relacionamentos instáveis, diz estudo

Um relacionamento amoroso tenso - ao contrário da crença geral - tem maior impacto emocional sobre os homens do que nas mulheres, segundo recente estudo da Universidade Wake Forest, nos Estados Unidos. Avaliando as reações emocionais de 1,6 mil pessoas solteiras com idades entre 18 e 23 anos, os pesquisadores descobriram que, enquanto o término de namoro afeta mais a mulher, o estresse de um relacionamento “montanha-russa” tem maior impacto sobre a saúde mental masculina, pelo menos entre os jovens.

De acordo com os autores, enquanto as mulheres são mais afetadas pelo fato de estarem ou não em um relacionamento, os homens sofrem mais o impacto emocional positivo ou negativo da qualidade da relação amorosa atual. E, em relação ao comportamento diante das adversidades do relacionamento, as mulheres são mais propensas à depressão, enquanto os homens recorrem mais ao abuso de álcool e outras substâncias que alteram a mente. Os resultados apontam ainda que, mais do que a mulher, o homem vê a parceira como fonte principal de intimidade, e os problemas na relação afetam sua autoestima e identidade - o que, geralmente, não acontece com as mulheres.

“Os homens precisam do apoio de uma parceira significativamente mais do que as mulheres. Experimentar um rompimento é mais prejudicial à mulher, e estar em um relacionamento é mais benéfico para a mulher. Tem a ver com fatores de identidade”, destaca a pesquisadora Robin Simon. “A pesquisa é influenciada pela cultura, e se supõe, há muito tempo, que as mulheres são mais vulneráveis. O público considera que os homens são fortes e não se importam com essas coisas, mas esse não é o caso”, concluiu. [Blog Saúde]

Nota: O divórcio faz mal ao homem, à mulher e principalmente aos filhos. O casamento tem sido banalizado em nossos dias. Mas Jesus disse enfáticamente citando as primeiras palavras da Bíblia: "Então, respondeu ele: Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem" (Mateus 19:4-6).

Pr. Evandro Fávero

Leia também:
Pessoas casadas resistem melhor ao câncer
O segredo do casamento
Divórcio causa impacto permante na saúde

Como Liderar um Pequeno Grupo

“A formação de Pequenos Grupos como base do esforço cristão, foi me apresentada por aquele que não pode errar”.

O Pequeno Grupo é um instrumento essencial para alcançarmos quatro objetivos:

1. Desenvolver a intimidade nos relacionamentos (vida em comunidade);
2. Fortalecer a espiritualidade dos membros da igreja;
3. Atender suas necessidades individuais ;
4. Envolver cada membro no ministério de acordo com os dons.

Clique aqui e continue lendo.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Novo diretor da Escola Sabatina fala com a ASN

A Escola Sabatina é um dos instrumentos mais importantes no estudo sistemático das Sagradas Escrituras, na Igreja Adventista do Sétimo Dia. No mundo todo, milhões de pessoas se reúnem, a cada sábado, para estudarem o guia de estudo que é preparado com anos de antecedência por teólogos da Igreja. Este guia tem por objetivo fortalecer as bases da fé cristã entre os adventistas e amigos. A sede administrativa Sul-Americana chamou o pastor peruano José Carlos Sánchez (foto abaixo), 44 anos, casado com Soledad Alvarez, para ser o diretor da Escola Sabatina, nos próximos cinco anos, em oito países. Ele está substituindo o pastor Ivan Samojluk que serviu no departamento até o presente. Sánchez está na obra missionária desde 1987 e sua atuação imediatamente anterior foi como presidente da Missão Norte do Chile, em Antofagasta. A Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) o entrevistou.

ASN – Quais são suas expectativas ao trabalhar com a Escola Sabatina?

Pr. Sánchez – Uma das maiores preocupações que compartilho com muitas pessoas que amam a nossa Igreja é a diminuição progressiva da presença dos membros na Escola Sabatina. Em alguns lugares, menos da metade dos membros frequenta a Escola Sabatina. Vi também muitas investidas para reverter esse quadro mediante programas inovadores, novos materiais, uso da tecnologia, mudança de horário, etc., mas sem grandes resultados. Nossa meta será novamente atrair os membros da Igreja para esse programa, mesmo que isso implique o estabelecimento de mudanças profundas e contundentes.

Notamos, também, que os batismos anuais não se refletem no número de assinaturas dos guias de estudo, em nossas igrejas. Esse fato é preocupante, visto que o estudo diário é um dos indicadores do nível espiritual dos novos membros. Nosso desejo, em coordenação com o ministério das publicações – Associación Casa Editora Sudamericana (ACES) e Casa Publicadora Brasileira (CPB) – é elevar o número de assinaturas destinadas aos adultos e também às crianças, mediante uma campanha massificada prévia.

Por outro lado, a falta de compromisso dos membros para com a missão da Igreja e o desinteresse pelas almas, em muitas congregações, também será tema de preocupação e abordado durante nossa gestão. Promoveremos, ainda mais, os estudos bíblicos, as classes de confirmação dos novos membros e estabeleceremos novas congregações por meio de cursos de extensão, etc.

ASN - Como tornar a Escola Sabatina mais interessante aos membros?

Pr. Sánchez – Temos várias ideias, mas antes de publicá-las, primeiro queremos discuti-las com a administração da Divisão Sul-Americana e com os diretores de departamentos das uniões e campos. Porém, posso adiantar algumas propostas.

Temos a intenção de simplificar muitos elementos da programação de cada sábado e dedicar mais espaço para o que realmente satisfaz. Converter cada classe da Escola Sabatina em uma pequena e verdadeira comunidade cristã onde realmente seja promovido o companheirismo e a responsabilidade mútua. Esse será outro desafio nos próximos anos. Promoveremos reuniões sociais mensais, extracurriculares, em cada classe. Enfim, queremos que a Escola Sabatina se converta em um “centro de operações” missionário e de crescimento cristão da igreja local.

ASN – O diretor Mundial do guia de estudo da Escola Sabatina me disse que o segredo para que a lição seja importante é levar cada pessoa a desejar viver o que aprende a cada dia. O que fazer para tornar a lição o mais importante para os estudantes?

Pr. Sánchez - Estamos totalmente de acordo. Se apenas aprendemos, mas não praticarmos, o estudo diário não terá qualquer proveito. É muito bom ter a informação correta, mas a aplicação à vida quotidiana é melhor. Assim sendo, apelamos para que o conteúdo das lições seja de fácil compreensão a fim de que o aluno entenda bem o que tem de fazer. Daremos forte ênfase motivacional ao estudo diário e também ao treinamento permanente dos professores. Pretendemos preparar as lições em áudio, especialmente, para os cegos, etc.

[Equipe ASN, Felipe Lemos]

domingo, 18 de julho de 2010

Missão Malásia: Primeiro Batismo

O Senhor é bom!

É tão bom quando as preocupações da vida de uma igreja e de nós mesmos, não gira em torno do próprio umbigo. É muito bom quando uma vida ou mesmo a coletividade de uma igreja gira em torno de servir e ver a salvação de outras pessoas.

Maravilhoso é quando o foco não está no egoísmo, mas sim no serviço.

O irmão Toummy Hon, frequentador da igreja já há muito tempo, serve a igreja em todas as áreas onde pode. Uma jóia preciosa de pessoa. Filho de animistas (pessoas que adoram os espíritos e ficam a mercê das superstições de sacerdotes exploradores), ele quis ser muçulmano.

Procurou de todas as maneiras pertencer ao islamismo, religião predominante na malásia. Fazia todos os ritos e rezas exigidas dele, mas ele não percebia diferença daquilo que ele havia experimentado na casa de seus pais, em meio ao animismo.

Casou-se com uma católica, que ficou com medo de ter que deixar a sua religião (é lei federal que qualquer pessoas que case com um muçulmano, tenha que se converter ao islamismo). Ali aprendeu a rezar as rezas típicas do catolicismo e a cumprir com os feriados e exigências do catolicismo. Mesmo assim não conseguia livrar-se daquele sentimento supersticioso que o perseguia e era confirmado em cada passo que dava.

Quando Toummy encontrou com o irmão da igreja - Eshdennis, em um dos muitos contatos informais que fazia por causa de seu trabalho, ficou extasiado e muito impressionado com a paz estampada no rosto de Eshdennis. Toummy não deu mole até que o irmão conversou com ele.

Convidado à igreja, Toummy e sua família sentiram aquela paz que cada alma sedenta encontra quando está angustiada e cansada de procurar.

Hoje foi o batismo dele e ele vibrava (meio contido como os malaios são) com o novo nascimento.

Logo vou postar a foto do batismo - eu não podia fotografar, eu o estava batizando... :-)

Pr. Berndt Wolter
Núcleo de Missões

Veja também:
Missão Malásia: Pregação
Projeto África - São Tomé e Príncipe

Empreiteiro que destruiu Igreja Universal diz que entregou 104 mil euros

O construtor civil Eleutério Cortes (foto ao lado) afirma que ofereceu à Igreja Universal de Reino de Deus mais de 104 mil euros porque lhe garantiram que Deus, em troca, lhe daria o triplo.

"Não tenho palavras para descrever o que fiz, mas posso dizer que não foi vingança, apenas senti que era a única saída para a miséria que tem sido a minha vida, por causa desta igreja."

Eleutério Cortes descreve assim o momento em que, aos comandos de uma empilhadora, entrou nas instalações de Faro da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), só parando quando a GNR lhe apontou uma arma à cabeça. O altar do pastor ficou intacto, mas ao longo da grande sala dezenas de cadeiras foram destruídas com a passagem da máquina.

O empreiteiro da construção civil, de 42 anos, afirma que numa altura de desespero financeiro foi convencido a frequentar a IURD por uma "conhecida". Num instante teria ficado rendido às promessas de Deus que lhe chegavam através do pastor e outros daquele Centro de Ajuda Espiritual. "Eles garantem que Deus retribui o triplo de todo o dinheiro que nós oferecermos à Igreja e comprovam isso com vídeos enganadores", desabafou ao DN. E lembra a última oferta que fez e, por pouco, não concretizou: "Eu ia vender a casa onde moro com as minhas filhas e a minha mulher, ela é que não me deixou, mas ainda me desfiz de um caminhão no valor de 30 mil euros, uma Ford Transit de 14 mil euros, um cavalo de 30 mil euros, peças em ouro avaliadas em cinco mil euros, material de construção e algum dinheiro."

Feitas as contas, Eleutério diz ter "perdido" um total de 104 mil euros, sente-se enganado, não consegue arranjar explicação para o que fez ao longo de praticamente seis anos, desde 2004, altura em que participou ativamente da "Campanha de Israel". Depois disso teria ficado sem nada. "Sem dinheiro até para comer, vivi quatro anos de caridade, sem conseguir fazer nada", recordou ...

Na terça-feira, quando saiu do trabalho, farto das suas próprias lamentações, o empreiteiro teria jurado a si mesmo que "aquela igreja não ia enganar mais ninguém". ... Duas horas antes da oração das 20h, resolveu pedir uma empilhadora emprestada e entrou porta adentro. "Não fui mais longe porque um militar da GNR me apontou uma pistola na cabeça."

Eleutério Cortes aguardará o julgamento em liberdade. A IURD garante que vai exigir responsabilidades "civis e criminais" ao homem por "ato de vandalismo" e garante não conhecer o alegado fiel revoltado. [Fonte: DN Portugal]

Nota: "Não sei quem está certo nesta história, mas uma coisa eu sei. Jesus nunca prometeu riquezas e glórias a seus seguidores. Ele mesmo disse: "Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus" (Mateus 5:10), e ainda acrescentou: "No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo" (João 16:33). Paulo também ensinou que "todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos" (II Timóteo 3:12).

Leia também "A Cruz e a Teologia da Prosperidade" e conheça mais sobre esse assunto.

Pr. Evandro Fávero

sábado, 17 de julho de 2010

Escolhas

“Porque não procuro fazer a minha vontade, mas à vontade daquele que me enviou.” João 5:30. (BLH)

Conta-se que um homem comia diariamente um sanduíche de atum no almoço. Um dia, com o sanduíche ao meio, falou ao colega: “detesto sanduíche de atum”.

O colega então pergunta: “então, por que você não pede que sua esposa prepare seu sanduíche de outro tipo?” Mas o homem respondeu: “sou eu que preparo meu sanduíche”.

A maioria das conseqüências de nossa vida é escolhida por nós mesmos! Ao contrário de teorias populares, nós não somos inocentes vítimas dos males da sociedade. Deus nos criou como pessoas capazes de pensar de forma inteligente. Deu-nos o poder da escolha.

Nós não estamos predestinados ao sucesso ou fracasso, vítimas de alguma influência incontrolável. Fomos criados a imagem de Deus, e a essência de Sua imagem pressupõe a capacidade de podermos e devermos fazer escolhas morais.

Deus valoriza tanto a liberdade de escolha que nos permite até fazer escolhas erradas, a fim de preservar em nós esse direito. Escolhas certas têm resultados certos. Escolhas erradas têm resultados errados.

A Bíblia contém exemplos de boas e más escolhas. Caim irado matou seu irmão. Tornou-se um errante pela Terra. Davi com lascívia adulterou e matou o marido da mulher. Embora perdoado, suas ações abalaram as suas relações familiares. A ganância de Judas por dinheiro o levou a vender o Senhor. Teve um fim trágico.

As escolhas de José, Daniel e Paulo, ao contrário, os levaram a resultados incríveis. Não aceitando as investidas da mulher de Potifar, José mudou a história do Egito. A escolha de Daniel também mudou o curso da história em Babilônia. O mesmo fez Paulo com Roma quando escolheu recusar-se a adorar os ídolos do panteão romano.

Portanto, lembre-se: a história de nossa vida revelará que escolhas fazemos hoje. Assim, não devemos apenas procurar a nossa própria vontade, mas sim à vontade de Jesus Cristo. Os resultados mudarão nossa história.

Feliz semana com escolhas certas!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna – SC.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More