Clique aqui para conhecer mais

Artigos e Notícias sobre Pequenos Grupos.

União Sul Brasileira

Site com as notícias da Igreja Adventista.

Estudos Bíblicos

São 8 estudos bíblicos com assuntos diversos para computadores e smartphones.

Ministério Pessoal da DSA

História, Notícias, Materiais e outros.

SITE TEMPLOS DE ESPERANÇA

Conheça o projeto para implantar novas Igrejas no Sul do Brasil.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

O SENHOR É CONTIGO

"O SENHOR, teu Deus, está no meio de ti, poderoso para salvar-te; ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo." Sofonias 3:17

Há momentos na vida em que a angústia aparece. As vezes a vida nos apresenta, lutas e dificuldades que estão além de nossa compreensão e podemos até pensar em desistir de tudo.
Mas o texto que lemos nos apresenta três verdades:

1) O Senhor está no meio de ti:

Não existe momento na vida em que Deus não esteja no meio de nós. Alguns momentos na vida somos levados a pensar que nossas orações não passam do teto. Mas na verdade nossa orações não devem passar do teto mesmo, porque Deus está sempre em nosso meio!

E isto implica em algumas coisas:

Primeiro: Se Deus está comigo no momento que eu sofro ele vê o que eu estou passando;

Segundo: Se Ele está comigo e mesmo assim eu estou sofrendo é porque Ele tem algum propósito – Talvez queira me fazer crescer;

Terceiro: Se Ele está sempre comigo significa que Ele quer ser meu amigo íntimo. Pois somente as pessoas íntimas estão sempre conosco.

As vezes não entendemos algumas coisas que acontecem porque apesar de Deus estar sempre conosco nós não estamos sempre com Ele. Jamais diga que Deus não pode estar em alguns lugares como boates, ou lugares em que se promove a promiscuidade, etc.

O salmo 139:7-9 pergunta: “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás, se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também!”

Ouvi falar da História de um Jovem que estava longe da igreja e de Cristo. Ele decidiu visitar um show de Rock. Ele estava lá quando o vocalista de uma das bandas parou e disse: "Agora vamos fazer um minuto de silêncio para reverenciar o nosso Pai o diabo". Naquele momento o Espírito Santo tocou em seu coração e ele se perguntou o que eu estava fazendo ali! Deus estava ali e tocou a vida daquele rapaz.

Deus está conosco sempre mas Ele não pode nos abençoar quando não permitimos. Então se aquele jovem não abrisse seu coração a Jesus, Deus estaria ali com ele, mas estaria chorando pela sua atitude.

Deus nunca nos abandona e se tivermos essa consciência de que Ele está sempre conosco em todos os momentos e minutos muitas coisas que fazemos não seriam feitas e muitos pensamentos seriam evitados. E muitas coisas nós faríamos. Creia que o Senhor está no meio de Ti.

Ele está contigo, quando você compra uma roupa, Ele está contigo quando você vai a praia, quando você come, sempre. Ele mesmo diz: Eu sou seu amigo (intimo) “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos” João 15:13.

Mas além de Deus estar conosco 24 horas, também temos a informação neste texto de que:

2) O Senhor é poderoso para salvar-te:

Esta é a informação mais valiosa. Além de Ele estar sempre conosco Ele ainda é poderoso para nos salvar. Deus só não pode fazer uma coisa: Entrar no coração de quem não permitir!

Você está passando por lutas terríveis: O Senhor é poderoso para salvar-te!
Você está preocupado pois vai enfrentar um novo trabalho e quer ser bem sucedido? O Senhor é poderoso para salvar-te!
Você quer namorar com alguém cristão e que venha lhe fazer e feliz e vice versa? O Senhor é poderoso para salvar-te!
Você quer guardar o sábado como pede Jesus nos seus mandamentos? O Senhor é poderoso para salvar-te!
Você quer ser batizado e ser salvo? O Senhor é poderoso para salvar-te!

O Senhor Jesus que abriu o mar vermelho, tirou água da rocha, ressuscitou a lázaro, é o mesmo Jesus que hoje quer ser o seu amigo e salvador!

E, por isso, a Bíblia ainda diz neste texto que ...

3) O Senhor se deleitará em ti com alegria, regozijar-se-á em ti com alegria:

Deus é um Deus de alegria e esse texto particularmente diz que Deus se alegra em Ti. Quando e como é que Deus se deleitará em nós? Há duas ocasiões quando Jesus, Deus o Pai, o Espírito Santo, todo os céus se alegrem em nós.

Primeiro: Quando um pecador se arrepende. Em Lucas 15:10 lemos que “...há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” Toda vez que alguém compreende o que é pecado, estuda a Bíblia, se arrepende dos pecados e se batiza. Há júbilo, alegria imensurável nos Céus, pois é uma pessoa a menos para o reino de Satanás e uma pessoa a mais para o reino de Cristo.

Segundo: Deus se alegra em nós conforme está registrado no livro de Isaías 53:11 pois Ele veria “...o fruto do seu penoso trabalho e ficaria satisfeito...”. O fruto do penoso trabalho (crucificação) são todos aqueles que permanecem firmes ao lado desse grande Deus que está sempre do nosso lado. Deus se alegra com aquele que, aconteça o que acontecer, está sempre do lado de Cristo. Que é fiel ainda que caiam os céus!

Para aquele que assim procede o verso diz...

D) O Senhor renovar-te-á no Seu amor:

Toda a vida de Jesus foi uma demonstração de amor para com o próximo. E se nós tivermos a convicção de que Ele está sempre conosco, e o aceitarmos abrindo-lhe nosso coração ele irá renovar nossas forças.

No livro de Isaías 40:28-31 lemos que “... o Eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da Terra não se cansa nem se fatiga ... faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam caminham e não se fatigam."

Será você já perdeu suas forças para continuar lutando? Será que você está pensando em desistir? Deus está dizendo hoje que quer renovar as suas forças pelo amor que Ele tem por você! Por isso quero lhe fazer um convite especial. Entregue sua vida a Jesus. Busque-o de todo o seu coração. Confie nEle e certamente você será um vitorioso pois Ele renovará suas forças. Pense nisto e tenho um excelente dia!

Pr. Evandro Fávero

JOVEM É SALVO PELO TRABALHO DE JOVENS DURANTE A MADRUGADA

“Ele veio viver em nosso favor a vida do mais pobre, e andar e trabalhar entre os necessitados e sofredores. Entrava e saía, não reconhecido nem honrado, diante do povo por quem tanto fizera. Cristo veio nos ensinar que a melhor maneira de viver é servindo ao próximo.” (Ciência do Bom Viver, p.19) E, é por entender este princípio, que os jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia, estão sempre engajados em projetos que levam conforto e esperança aos menos favorecidos.

No dia, 22 de maio, um grupo de jovens destemidos, deixando o preconceito de lado, e o abrigo de suas casas foram às ruas da capital paranaense, Curitiba, em plena madrugada fria, para levar alimento e um pouco de calor aos moradores de rua. O sorriso, o singelo aperto de mão e o louvor a Deus fizeram toda diferença. Mas, muito mais na vida de um. O ato tocou um coração que estava aberto ao amor de Cristo. Ali, estava Rodrigo, um jovem morador de rua, viciado em craque e com muito ódio no coração, que, no entanto, ficou chocado com a ação jovem, tão desprendida. O louvor tocou as cordas de seu coração, e um verdadeiro desejo de abandonar aquela vida miserável brotou. Pediu ajuda, queria outra vida imediatamente.

Os jovens o levaram ao hospital 24h que o internou na madrugada de sábado. Ali, esteve até a segunda-feira seguinte. Ele precisava ir para uma clínica, necessitava de tratamento urgente. Com muita luta o grupo procurou algum lugar, mas em vão. Foi quando Débora, que fazia parte do grupo de jovens, o levou para sua casa, demonstrando tamanha coragem, amor e altruísmo. Na casa da família de Débora, Rodrigo teve oportunidade de participar do Pequeno Grupo, dar seu testemunho, louvar e clamar a Deus por socorro.

Deus não deixa seus filhos desamparados, sendo assim, Ele interveio através de Elvira, membro da IASD Central de Curitiba, que trabalha com dependentes químicos em Almirante Tamandaré. Ela conseguiu que a prefeitura custeasse a internação de Rodrigo na Clínica CRENVI e, no dia 1º de junho ele foi internado. Hoje, passados um mês o jovem continua seu tratamento. Sua aparência mudou, a felicidade em sua face é perceptível. “O nosso sonho agora é conseguir um emprego para ele e arrumar onde possa morar, para começar uma nova vida daqui dois meses quando sairá da clínica”, comenta Débora.

O real desejo desses jovens é que corações sejam movidos de compaixão, para que outros jovens, assim como Rodrigo que vivem sem esperança, possam encontrar Aquele que é o Doador de Esperança.

Se é seu desejo, você também pode colaborar com a instituição onde Rodrigo e muitos outros estão em tratamento. A ADRA Tingui tem auxiliado muito, mas, ainda há oportunidade de ajudá-los. Para ajudar você poderá entrar em contato pelo telefone (41) 9197 5913 e conversar com Ana (diretora da ADRA local). Os itens de maior necessidade são: higiene pessoal, alimentos, roupas, material de limpeza, material escolar, material para artesanato, etc. Lembre-se: “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” (João 13:35)

terça-feira, 29 de junho de 2010

RELATÓRIO DA DIVISÃO SUL AMERICANA DESTACA PROJETOS MISSIONÁRIOS

Durante 15 minutos, o mundo adventista, reunido na Assembleia da Associação Geral, em Atlanta, Estados Unidos, assistiu o relatório da Divisão Sul-Americana, que administra a Igreja em 8 países: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.
O vídeo teve como base três histórias vinculadas aos três grandes projetos da Igreja sul-americana: Impacto Esperança, Lares de Esperança e Um Dia de Esperança. O objetivo foi mostrar a diversidade do território que se une em torno de uma missão e de uma palavra de ordem: esperança. Leia Mais

Veja abaixo as imagens da apresentação do relatório:

IMPRESSÕES DO SERMÃO E ENTREVISTA DO PR. DWIGHT NELSON

Olá amigos, temos postado no Blog algumas publicações do blog oficial que tem as notícias de Atlanta 2010.

Abaixo, algumas reflexões do Pr. Antonio Moreira (delegado da Conferência Geral) sobre as últimas reuniões de que ele participou e sobre o sermão e entrevista com o Pr. Dwight Nelson (Foto acima). Vale a pena ler:

"A vida aqui está corrida. Começamos as reuniões às 8:00 da manhã e encerramos às 9:00 da noite. Só paramos para as refeições que são feitas aqui mesmo no local.

"Entendo que pelo site vocês podem ter muitas informações importantes, por isso lhes repasso apenas aquilo que pode acrescentar. Embora você não esteja aqui, quero que tenha, pelo menos, um gostinho daquilo que acontece na nossa igreja.

"De segunda a sexta feira, temos todos os dias uma hora especial sobre o ministério. Está sendo algo muito bom, maravilhoso mesmo. Nesta segunda-feira, o Pr. Dwigt Nelson falou sobre liderança. Ele tem sido por 27 anos pastor da igreja na Universidade Andrews, que possui cerca de 3.000 jovens.

"Destaco aqui alguns pontos altos de seu sermão:

"Alguém calculou que se fosse pingada no estádio uma gota d’água e dobrada a cada segundo, esse estádio em 5 minutos estaria inundado. Estou pensando na mudança de paradigmas. Se continuarmos como estamos, vamos levar muito tempo para pregar o evangelho. Ellen White diz que o fim vem mais cedo do que pensamos. Os últimos 5 minutos serão mais críticos. A mudança de paradigma pode fazer toda a diferença, uma coisa pode mudar tudo. Liderar é influenciar.

"Mateus 2:1-6 - o paradigma está no v. 5. Aquele que vai ser o pastor. Grandes líderes do Antigo Testamento foram pastores. Moisés ficou 40 anos no deserto aprendendo a guiar seu povo. Davi deveria ser pastor (Sl 8:70-72). Quando Deus veio como Messias, apresentou-se como pastor (Mt 2:6; Jo 10). Deus tem um povo na Terra e esse povo deve ser guiado por pastores. Não vivemos mais numa era de agricultura, mas todos entendem essa linguagem.

"Vamos estudar 4 lições do pastor do rebanho:

"1- O Pastor ou líder deve guiar seu povo para Deus. Ele vai adiante do rebanho. Sl 23 - ele guia a águas tranquilas. Digo para os jovens pastores, vocês vão para o campo e encontrarão pessoas mais experientes e espirituais que vocês, ouçam-nos. Não temos que ser os mais profundos, mas sim os mais sedentos. Sl 42:1. Tenho pensado que o salmista quer dizer que esse servo estava sedento, mas outro diz o servo estava sendo caçado, se tivesse água, porque ele estava correndo. Há sempre alguém querendo colocar a flecha no coração do líder. Se você é líder, você é o alvo, você tem que ter sede de Deus. Deus diz: “Beba de Mim e nunca terá sede.” Você sabe que existe uma pessoa no seu rebanho que está com sede de Deus. Você é conhecido como alguém que socorre as pessoas sedentas. Vá para casa e coloque seu dedo no salmo 42 e ore: Oh, Deus, coloque sede em meu coração.

"2- O Pastor ou líder deve alimentar o povo. Toda vez que vou dormir devo perguntar a Deus: Senhor, como vou alimentar meu povo? Existe uma missão de Deus para você. Posso imaginar aquela manhã em que Jesus alimentou os discípulos que pescavam. Por três vezes ele disse a Pedro: Você me ama? Então disse: Você deve cuidar, alimentar meu rebanho. Ninguém, a não ser o líder, é responsável pelo alimento espiritual que vai nutrir seu povo.

"3- O Pastor ou líder deve estar envolvido com o povo de Deus. Estudos na América descobriram que os melhores líderes nas corporações são os que estão com seu povo. Eu conheço minhas ovelhas e minhas ovelhas me conhecem. Tecnologia nos tem afastado das pessoas, a liderança pastoral continua depois de dois milênios precisando envolver-se com o rebanho. O pastor que não está conectado com seu povo durante a semana, não pode se conectar com o povo no sábado. Muitas vezes valorizamos somente nosso tempo com grandes congregações, mas liderança não é isso, isso é inspiração, liderança, é a diferença que você faz junto às pessoas.

"4- O Pastor ou líder deve evangelizar seu povo. Nosso povo não é formado apenas pelos salvos, mas também pelos perdidos. Jesus disse que tem outros fora do aprisco, e Ele arriscou a sua reputação e profissão para buscar a única perdida. Se você não tem paixão pelos perdidos, sua liderança é incompleta. Não importa o nível de sua posição, você precisa ter a centelha que dá a explosão. Se não tenho paixão pelo evangelismo sou somente um gerente. Liderança não é posição. Jesus disse: Dou a vida pelas Minhas ovelhas. "A mesma devoção, o mesmo sacrifício, a mesma submissão às reivindicações da Palavra de Deus, manifestos em Cristo, devem ser vistos em Seus servos. Nossa missão no mundo não é servir ou agradar a nós mesmos" (Parábolas de Jesus, 142).

===========================================================

"Seguiu-se uma entrevista do Pastor Mark Finley com o Pr. Dwight Nelson. Veja alguns pontos da entrevista:

"M. Finley- Como você faz para liderar a mesma igreja durante tanto tempo?
R- O âmago da liderança é quando você visita o povo, quando se coloca ao lado do povo e se interessa por ele. Quando você prega e diz visitei essa pessoa.

"M. Finley- Como você determina suas prioridades?
R.- Tempo a sós com Deus, quando as águas jorram, aí saímos; isso mantém um líder bem preparado.

"M. Finley- Como você enfrenta os desafios?
R.- Crises não são incomuns. A medida que nos aproximamos do fim, o Espírito Santo requer de nós que constantemente definamos prioridades.

"M. Finley- Chega o momento em que você precisa atender os que não estão em crise. Como você alimenta os mais velhos e os mais novos?
R- A mensagem, o principal, não muda: fazemos algumas variações, usamos tecnologia para alcançar os mais novos, quando passo pelo dormitório tenho que me adaptar a eles.

"P.S. Este resumo foi feito apanhando apenas a essência."

segunda-feira, 28 de junho de 2010

ELEITOS O PRESIDENTE, SECRETÁRIO E TESOUREIRO DA IGREJA ADVENTISTA NA DSA

A Comissão de Nomeações da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia acabou de divulgar, quase ao meio-dia desta segunda-feira, dia 28, o resultado das nomeações realizadas para escolha dos presidentes das 13 divisões, em Atlanta, nos Estados Unidos. Na Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia (DSA), o pastor Erton Carlos Köhler, de 42 anos, que já está há quatro anos à frente da instituição, foi nomeado para permanecer no cargo por mais cinco anos. Leia Mais >

O secretário nomeado é o pastor Magdiel Perez (foto a esquerda), chileno que já atuava como acting secretary desde o ano passado na Divisão Sul-Americana e o novo tesoureiro é o pastor Marlon Lopes (foto abaixo), que era o administrador do Sistema Adventista de Comunicação (TV, Rádio e Web Novo Tempo), com sede em Jacareí. Leia Mais

VÍDEO COM MISSIONÁRIO ANDRÉ

Relatório da Conferência geral mostra a eficácia dos Pequenos Grupos

Atlanta, EUA … [ASN] O desafio de quebrar as barreiras é o que caracteriza a Divisão Euro-Asiática. Com apenas 1.966 igrejas espalhadas em todo o território, da população de 279.459.000 habitantes apenas 138.827 são adventistas. Isso representa 2.013 habitantes para cada 1 adventista. É a maior divisão em território que compreende 12 países.

O presidente da Divisão, Artur Stele, apresentou os desafios da região e ensinou os presentes a falar algumas palavras em russo. Enquanto isso entrou algumas pessoas vestidas com as diversas roupas típicas dos países que estão localizados nessa região administrativa.

O projeto “Tell The World” tem mobilizado a Igreja Adventista nessa região. O programa inclui sete estratégias reunidas em três slogans que são apresentados em reuniões administrativas para desenvolver estratégias para o crescimento da igreja na região.

Um dos pontos mais significativos do ano foi o projeto “Siga a Bíblia”, onde jovens copiaram e memorizaram partes da Bíblia e passagens foram expostas em praça pública. Após a repressão, em que a Bíblia tinha que ser escondida, alguns dos que vivenciaram esses momentos puderam contemplar o exemplar gigante no “Siga a Bíblia”.

Também são realizados projetos de combate a drogas e programas para crianças em orfanatos. Em alguns dos projetos sociais a igreja tem se unido a ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) para no natal dar presentes para crianças carentes.

Os pequenos grupos tem sido também uma iniciativa muito usada na região. Os membros recebem material para realizar pequenos grupos e cada união realizou congressos para preparar os que se envolveriam nesse evangelismo. Como iniciativa evangelística, foi distribuído um jornal missionário 30 mil cópias distribuídas por mês. Além disso, cerca de 1 milhão e meio de pessoas receberam um exemplar de revista missionária que faz parte de uma das campanhas evangelísticas da região.

Outro projeto evangelístico que tem crescido na região é o chamado “Over a cup of tea”, projeto que reúne pessoas em grandes cidades para tomarem um chá e assistirem uma reunião com apresentações musicais. O projeto de evangelismo diferenciado tem despertado o interesse de pessoas com mente secularizada e que em uma situação normal não se interessariam em adentrar uma igreja.

Um dos desafios agora é conseguir construir igrejas próprias para as comunidades que se reúnem nesse território, já que são poucas as que têm sua igreja própria. Um dos focos que tem aumentado o número de membros na região são os evangelismos públicos, totalizando mais de sete mil programas de evangelismo realizados. Em 2008, foi realizado um projeto de 20 meses de evangelismo sem parar, o que apresentou excelentes resultados..

Mesmo com desafios financeiros, quatro uniões já têm um centro de mídia para produzir programas do Hope Channel e outros já estão se preparando para montar o seu centro de mídia. Foram 15 milhões de materiais missionários produzidos e muitas pessoas que estudaram a Bíblia através do curso bíblico pelo correio.

Durante todo o relatório foi possível perceber como Deus tem abençoado os membros nessa região e os milagres que tem operado na vida dos membros e dos líderes que se empenham no evangelismo.

Suellen Timm
Equipe ASN

[Para mais notícias acesse o Blog Atlanta 2010]

sábado, 26 de junho de 2010

INFORMAÇÕES SOBRE O CRESCIMENTO DA IGREJA NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Participar da Assembléia da Conferência Geral é sempre um privilégio. E, mais uma vez Deus me deu o privilégio de, além de participar do programa, ser um delegado da Igreja Adventista. Abaixo algumas informações sobre o crescimento da igreja nos últimos 10 anos. São dados para para louvar a Deus, orar e nos comprometer cada vez mais com a Missão:

1- O slogan da assembléia é Proclamando a Graça de Deus;

2- Cidades do mundo com mais de 10 milhões de habitantes: 19;

3- Países e áreas sem presença adventista: 29 no ano 2000 eram 31;

4- Grupos com mais de 100.000 habitantes sem presença adventista: 118;

5- Membros em 2010: 17.000.000. No ano 2000 eram 11.687.229;

6- Congregações no mundo: 64.000. No ano 2.000: 48.933;

7- Habitantes do mundo por membro da igreja: 405. Em 2000: 519;

8- Habitantes por membro fora da janela 10/40: 181. Na janela 10/40: 1.736;

9- Habitantes por membro nas grandes cidades: 953;

10- Habitantes por membro fora das grandes cidades: 423;

11- Há 40 países no mundo com menos de 50 pessoas por adventistas;

12- A igreja tem mais de 5.000 missionários no mundo. 1.300 são obreiros da igreja
servindo em Divisões diferentes da sua origem, 3.766 são voluntários. Estes missionários procedem de 98 países e estão presentes em 123 países;

13- A cada 4 horas uma igreja é aberta no mundo;

14- Uma pessoa é batizada a cada 30 segundos;

15- 3.000 pessoas são batizadas a cada dia;

16- Somente na china nascem 51.000 crianças por dia e no mundo 311.000 nascem a cada dia;

17- A cada ano mais de 20.000.000 de dólares são orçados para que tenhamos os missionários atuando;

18- Pela primeira vez na história mais de 50% dos habitantes do mundo vivem nas cidades;

19- Tokio tem 1 adventista para cada 12.517 habitantes. Kolkaka 1 adventista para cada 23.321 habitantes;

20- Em 2.000 o mundo tinha 5,8 bilhões de habitantes. Hoje são 6,8 bilhões;

21- Desde 1913 27.057.602 de pessoas se batizaram no mundo;

22- Nos últimos 50 anos a igreja entrou em mais de 50 países;

23- Nos últimos 5 anos tivemos 2.889 batismos por dia em media;

24- A primeira sessão em 1863 tinha 20 delegados, a que menos teve foi em 1871 com
14 delegados. Hoje estamos com 2411 delegados;

25- 2006 foi o ano de maior numero de batismos em um ano. Mais de 3.000 por dia, 1.107.426, na DSA 222.585;

26- Em cada dia no último quinqüênio a igreja recebeu 6.981.614 dólares em dízimos e ofertas;

27- Dos 2.411 delegados 300 são membros leigos, 304 membros do staf da Associação Geral, 260 do staf das 13 Divisões e 50 de instituições ligadas à Associação Geral.

28- Até 1901 as assembléias eram bienais. Até 1970 foram quadrienais e daí em diante quinqüenais.

29- A última assembléia que Ellen White participou foi em 1909. A sessão começou em 13 de maio. Ela saiu de sua casa em santa helena em 05 de abril, e no caminho pregou em 14 lugares diferentes. Chegou para o inicio e durante a Assembléia que durou até o começo de junho e pregou mais 14 sermões. A ênfase dela foi a consagração e evangelização. Dois textos se destacam: “nesse momento precisamos da obra e batismo do espírito santo, é nossa urgência. Talvez não poderei mais reunir-me em outro congresso mundial” nesta altura ela saiu do púlpito e foi sentar-se, mas não sentou, voltou à plataforma e levantando a Bíblia disse: irmãos recomendo-vos este livro.

Pr. Antonio Moreira
Presidente da Igreja Adventista na Região Central do Paraná (ACP)

PASTOR BRASILEIRO FALA DOS DESAFIOS NA ÁFRICA

TED WILSON É NOVO PRESIDENTE MUNDIAL DA IGREJA ADVENTISTA

Atlanta, EUA … [ASN] O grupo de mais de dois mil delegados adventistas, presentes à Assembleia Mundial em Atlanta, aprovou e confirmou a eleição de Ted Wilson, de 60 anos, como novo presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia para os próximos cinco anos. O representante da Comissão de Nomeações, que se reuniu na parte da noite de quinta-feira, anunciou o nome agora há pouco. “Estamos humildemente aceitando isso com a confiança e o encorajamento de nosso povo. Esta não é uma organização qualquer, não é apenas uma outra denominação, é a igreja remanescente de Deus. Esta é a igreja pela qual Deus tem tanto cuidado. Somos solicitados a servir agora como líder. Sabemos pessoalmente que eu não temos todas as respostas as quais buscamos, mas buscamos conselheiros e nos colocamos de joelhos para buscar de Deus a sua orientação”, disse Wilson. Ele substitui o pastor Jan Paulsen, norueguês que presidiu a Igreja Adventista do Sétimo Dia por quase 11 anos.

Ted Wilson é norte-americano e filho de Neal Wilson, que presidiu os adventistas do sétimo dia no mundo de 1979 até 1990. Foi eleito como vice-presidente mundial adventista do sétimo dia em julho de 2000 durante a Assembleia Mundial realizada em Toronto, no Canadá. Seu trabalho de 35 anos na obra adventista incluiu atuação na secretaria, foi diretor da Divisão Africana Centro Ocidental (sede em Costa do Marfim), secretário associado da Associação Geral, presidente da Divisão Euro-Asiática (com sede na Rússia) e presidente da Review and Herald Publishing Association (editora da Revista Adventista em inglês), entre outras atividades.

É casado com Nancy Louise Wilson, médica. O casal tem três filhas: Emilie, Elizabeth e Catherine. Provavelmente é a primeira vez na história da liderança adventista em que um filho de ex-presidente é eleito para presidir a Igreja Adventista no mundo. Segundo o pastor Erton Köhler, presidente da Divisão Sul-Americana, “ele é uma pessoa de perfil muito pastoral, focado na missão da igreja, um grande apoiador do ministério de publicações e um divulgador dos escritos de Ellen White. Ele foi o criador e promotor do projeto Conectando com Jesus”. Köhler acrescenta, ainda, que Ted Wilson é um grande amigo e admirador da igreja na America do Sul e vibra com os movimentos missionários adventistas realizados na América do Sul. “A Igreja vai estar muito bem atendida com sua liderança e a Divisão bem conectada com a igreja mundial”, conclui Köhler.

Felipe Lemos
Equipe ASN

[Para mais notícias acesse o Blog Atlanta 2010]

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Pequeno Grupo dá origem a nova igreja

Em tempo recorde a congregação foi organizada como igreja.

Em Curitiba, um pequeno grupo formado há cerca de quatro anos por membros comprometidos com a missão de evangelizar deu origem a uma nova igreja. O grupo de Fernando de Noronha, bairro da capital paranaense, foi reconhecido como igreja organizada no último final de semana.

O grupo, que teve início em 2006, cresceu rapidamente e em 2008 adquiriu um imóvel para as reuniões religiosas. No ano passado, depois de uma série evangelística realizada pelo pastor Denílson Franco, evangelista da Associação Central Paranaense (ACP), entidade que administra a Igreja Adventista na Região Central do Paraná, cerca de cem pessoas foram batizadas. "O grupo já começou grande e, em decorrência disso, num tempo recorde foi reconhecida a organização como igreja", explica o pastor Marcelo Cardoso, secretário da ACP. Hoje, a igreja tem mais de 200 pessoas em seu registro de membros.

Na cerimônia de organização, realizada nos dias 18 e 19 de junho, também foram eleitos os líderes da nova igreja. Realizaram a cerimônia de organização da igreja os pastores Valdilho Quadrado, secretário da igreja para todo o Sul do Brasil, Marcelo Cardoso, que ocupa a pasta na Região Central do Paraná, Edson Pereira, pastor titular da Igreja de Fernando de Noronha, e os pastores auxiliares Michel Moroz e Antônio Lima.

Elio Moura
Acessor de Imprensa

quinta-feira, 24 de junho de 2010

OS EVANGÉLICOS E A CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA

Deu no Blog Criacionismo:

"O Observatório da Imprensa publicou matéria do mestre em direito e especialista em direito religioso Gilberto Garcia que deve acender a luz amarela nos arraiais evangélicos. Leia estes dois trechos: “Tanto a pregação de textos bíblicos que condenam a prática do homossexualismo, bem como o cerceamento da expressão de afetividade entre um casal de homossexuais, mesmo dentro dos templos, e, ainda, a exposição de ideias através de textos impressos contrários ao Comportamento Gay, poderá ser entendido pela autoridade policial, e ainda, pelo Judiciário brasileiro, como apologia ao crime de ‘homofobia’, ensejando em penalização para os líderes religiosos como constante no texto do Projeto de Lei 122/2006, às quais são desnecessárias, pois já existem normas legais coibindo a discriminação de pessoas, de forma genérica, ou seja, incidente para todos os cidadãos, inclusive, sob pena de indenização por dano moral.

“Registre-se que, como consequência de sua aprovação do Projeto de Lei nos termos propostos, uma Igreja ou Organização Religiosa poderá ser obrigada numa seleção de candidatos a admitir em seus quadros funcionários de orientação sexual contraria ao ensino da Bíblia Sagrada, como também ficará impedida de demitir um empregado se este alegar que esta dispensa é oriunda de seu Comportamento Gay, o qual afronta a norma de crença que norteia esta Instituição de Fé, sob pena de fechamento temporário dos templos, multas altíssimas, e ainda, a prisão dos líderes.”

"Nota: Também sou contra a homofobia ou qualquer tipo de discriminação e preconceito, mas uma coisa é certa: dias (mais) difíceis estão chegando. Mas não vou dizer mais nada; não posso mais expressar livremente minha opinião... [MB]"

quarta-feira, 23 de junho de 2010

TESTEMUNHO DE CONVERSÃO NO CEMITÉRIO

Como é feita a lição - aula em Power Point

Clique na imagem ao lado para baixar a aula.

Postamos aqui uma aula em Power Point sobre o caminho que os manuscritos da lição da Escola Sabatina percorrem desde a escolha dos temas até chegar aos alunos. Lembre-se que “a obra da Escola Sabatina é importante, e todos os que se interessam na verdade devem esforçar-se por torná-la próspera.” Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 10.

Pr. Evandro Fávero

ENCONTRO REÚNE IGREJAS DE SETE MUNICÍPIOS DO PARANÁ

Aproximadamente 300 pessoas estiveram reunidas durante todo o sábado, 19 de junho, na Igreja Adventista Central de Jaguariaíva, município no Norte do Paraná, há 232 quilômetros de Curitiba. A ocasião era especial. O primeiro congresso realizado pelos distritos de Jaguariaíva e Arapoti, que compreendem os municípios de São José da Boa Vista, Sengés, Wenceslau Braz, Pinhalão e Salto do Itareré.

A iniciativa, dos pastores Juliano Cruz e Fabiano Souza, responsáveis pelas igrejas daqueles municípios, em parceria com o pastor Evandro Fávero (foto ao lado), diretor do departamento de mobilização missionária da igreja,na sede administrativa da Igreja na região central do Paraná, foi muito bem recebida e aprovada pelos membros. "Vendo que o trabalho desenvolvido pela igreja superou as expectativas até agora, percebemos a necessidade de dar um incentivo motivacional para o segundo semestre com este congresso", explicou Juliano Cruz ao falar sobre os objetivos do encontro. Fabiano Souza, também organizador do evento, diz que os participantes demonstraram um desejo de mudança. "A igreja deixou clara sua vontade de trabalhar pela missão. Este congresso mostrou a disposição dos membros para o trabalho evangelístico e isso era o que esperávamos", avalia.

Durante o congresso, intitulado Intensidade e Poder, os participantes ouviram palestras sobre classes de estudo da bíblia, o trabalho do departamento de jovens na igreja, a importância do desenvolvimento de pequenos grupos, a atuação das chamadas duplas missionárias e a utilização da TV Novo Tempo como aliada no trabalho de evangelismo. A emissora cristã é vista em canal aberto em municípios da região.

Leonice Corcini da Silva, que chegou cedo e ficou até o fim da programação, diz que valeu a pena o dia de palestras. "O congresso foi excelente. Precisamos mesmo nos informar e tudo que vimos hoje nos ajudou muito no crescimento espiritual e para nos envolvermos na missão de pregar o evangelho", comenta a tesoureira voluntária da igreja em São José da Boa Vista. Para o jovem Alan Fabrício de Moraes, além do aprendizado, o congresso ainda trouxe a oportunidade de confraternização. "Foi tudo muito bom e ainda tivemos a chance de conhecer gente nova. Esse tipo de programa anima muito a juventude e com certeza vai gerar mudanças positivas aqui na nossa região", afirma o rapaz que viajou alguns quilômetros desde Sengés até Jaguariaíva.

O Grupo Voga, de Curitiba, foi responsável pelos momentos de louvor no encontro e também participou contando experiências de sucesso com pequenos grupos. Débora Costa, integrante do grupo, diz que se envolver no trabalho da igreja deve ser o objetivo de todo cristão. "Nós somos um grupo essencialmente missionário e apaixonados pelas pessoas. O que queremos é ver gente ir a Jesus", afirma ela. "O que importa é amar o evangelho e levá-lo aos outros e este congresso com certeza vai deixar marcas positivas e pessoas motivadas para trabalhar por Cristo", conclui.

Elio Moura
Acessor de Impresa

terça-feira, 22 de junho de 2010

IGREJA ADVENTISTA LANÇA SUA PRIMEIRA BÍBLIA DE ESTUDO

A Igreja Adventista do Sétimo Dia lançou sua própria versão de uma Bíblia de estudo, contendo comentários e anotações tipicamente adventistas. A Bíblia de Estudo Andrews, lançada pela Andrews University Press [Editora da Universidade Andrews], foi colocada à venda em 10 de junho e está programada apresentação durante a assembleia internacional mundial da denominação, em Atlanta, nste mês. A publicação usa a nova Versão King James, e inclui mais de 12 mil notas originais de estudo escritas por uma equipe internacional de eruditos adventistas. O volume inclui ferramentas de navegação, artigos, ajuda, referências cruzadas, mapas e um exclusivo sistema de referência interligado destacando os principais temas da fé cristã.

"Tudo isso é para fazer a leitura e compreensão da Bíblia mais acessível e mais fácil", disse Niels-Erik Andreasen, presidente da comissão do projeto e deão da Universidade Andrews, de Berrien Springs, Michigan, que pertence à Igreja Adventista.

O projeto foi concebido em 2007 quando dirigentes da sede denominacional em Silver Spring, Maryland, discutiram se essa ferramenta promoveria o estudo da Bíblia entre seus membros e a comunidade. Citaram estudos mostrando que somente metade dos [16 milhões de] membros estuda regularmente a Bíblia. Pela mesma época, líderes também desenvolveram a campanha "Siga a Bíblia", que por dois anos tem enviado uma grande Bíblia multilinguística ao redor do mundo, promovendo o estudo das Escrituras.

Andreasen declarou que os eruditos participantes da redação da nova Bíblia de estudo entenderam claramente que seu trabalho era escrever para leitores leigos. "Esta é uma Bíblia de Estudo prática que o leitor leigo pode realmente empregar para entender a profundidade das Escrituras", ele disse. "Tentamos trazer luz e profundidade a nosso entendimento da verdade na Palavra de Deus."

A Bíblia de Estudo Andrews leva o nome do pioneiro de missões adventistas, John Nevins Andrews, de quem tanto a universidade quanto a editora também obtiveram o seu nome.

O volume foi editado por Jon L. Dybdahl, professor-emérito de estudos bíblicos da Universidade Walla Walla, em consulta com o Instituto de Pesquisa Bíblica.

A edição de 17 de junho da Adventist Review está trazendo uma matéria também destacada na capa sobre a obra. Para mais informação ou para adquirir um exemplar, clique aqui e aqui.

[Portal Adventista]

A PALAVRA NÃO VOLTARÁ VAZIA

“Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos.”

Neste verso encontramos o encorajamento para desempenharmos o trabalho para Deus com determi-nação e alegria, e a certeza de que teremos êxito em nosso trabalho para o Senhor.

O texto apresenta pelo menos três verdades importantes para nossa vida espiritual.

I) O cristão deve ter uma vida ativa.

Podemos ver isso claramente pelo fato de que o salmista diz: “Quem sai andando”! Andar denota uma vida ativa. Andar significa a-vançar. Nunca podemos nos conformar com aquilo que já alcançamos na vida cristã. Temos que ter o desejo de conhecer mais a Bíblia, conhecer mais os livros do Espírito de Profecia, de ter mais Fé, etc.

Mas, acima de tudo, o que o texto diz é que esse cristão anda em direção às pessoas. Ele anda no sen-tido de que não se conforma em apenas ficar sentado ouvindo a Palavra de Deus. O salmista quer transmitir a idéia de que, como cristãos, temos que ser ativos na pregação da Palavra de Deus.

Quero apresentar alguns textos de Ellen White que falam sobre o assunto. Onde ela menciona que todos devem andar e que aqueles que andam, ou seja, que realizam algo para Deus, são beneficiados.

“Há perigo para os que fazem pouco ou nada para Cristo. A graça de Deus não habitará por muito tempo na alma daqueles que, tendo grandes privilégios e oportunidades, permanecem silenciosos” S.C. pág.89.

“Deus não faz acepção de pessoas. Servir-Se-á Ele de cristãos humildes e dedicados, mesmo que não tenham recebido instrução tão completa quanto alguns outros. Empenhem-se em serviço para Deus, fazendo trabalho de casa em casa. Assentados na intimidade do lar poderão-se forem humildes, discretos e piedosos - fazer mais para satisfazer as reais necessidades das famílias, do que o faria um ministro ordenado” Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 84.

Este cristão anda, mas não anda só por andar. Ele anda levando consigo a preciosa semente da verdade. Assim também nós devemos levar sempre conosco em nossa “bagagem” palavras de esperança, fé e de certeza. Porque “aqueles cuja vida consiste sempre em receber e nunca dar perdem logo a benção. Se a verdade não flui para os outros, ele perde a capacidade de receber” Manuscrito 139, 21/10/1889.

“Os pastores podem pregar sermões aprazíveis e convincentes, e fazer muito esforço para edificar a igreja, e fazê-la prosperar; mas a menos que seus membros façam individualmente sua parte como ser-vos de Jesus Cristo, a igreja estará sempre em trevas e sem forças” S.C. pág. 68.

Por isso Deus chama você hoje a andar! Ou seja, sair da inatividade e ser um cristão ativo que espalha a semente da verdade por onde anda! Mas a segunda verdade importante que encontramos nesse verso é que,

II) O Cristão deve ser perseverante.

O texto que lemos nos mostra que o servo de Deus deve ser perseverante. Está escrito que ele sai andando e chorando. Com certeza ninguém gosta de trabalhar quando está chorando, ninguém gosta de andar quando se está chorando! Neste contexto o choro representa tristeza, desânimo. E a tristeza aqui, é o resultado de andar. Ou seja, o choro provém do envolvimento da pessoa no trabalho do Senhor.

E por que vem o choro?

1) O choro vem quando falamos a um amigo, parente, conhecido, colega de trabalho sobre Jesus e seu Evangelho e este não aceita, rejeita, esnoba e até critica ou zomba. O choro vem, porque sabemos, pela Palavra de Deus, o que acontecerá com os escarnecedores que não aceitam a Cristo.

2) Choramos quando estudamos a Bíblia com alguém e este não demonstra interesse. Como alguém poderia não interessar-se por Jesus?

3) Choramos quando fazemos um apelo e as pessoas não aceitam por medo ou vergonha.

4) Choramos quando vemos a dureza do coração e a demora das pessoas em tomar decisões.

5) Choramos quando alguém recebe um folheto e joga fora.

O que fazer para vencer o choro, ou seja, o desânimo? O Remédio para vencer o desânimo é trabalhar. O mesmo choro que provém do trabalho pode ser ver vencido com o trabalho, pois “... se posto a trabalhar, o desanimado logo esquecerá o seu desânimo; o fraco ficará forte; o ignorante, inteligente; e todos aprenderão a apresentar a verdade tal qual é em Jesus.” T.S. V 3 pág. 323.

Lemos ainda nos escritos de Ellen White que:

“A germinação da semente representa o início da vida espiritual, e o desenvolvimento da planta é uma bela figura do crescimento cristão. Como ocorre na Natureza, assim é na graça; não pode haver vida sem crescimento. A planta precisa crescer ou morrer. Como seu crescimento é silencioso e imperceptível, mas constante, assim é o desenvolvimento da vida cristã. Nossa vida pode ser perfeita em cada fase de desenvolvimento; contudo haverá progresso contínuo, se o propósito de Deus se cumprir em nós” P.J. pág. 65.

Para continuar andando mesmo em meio ao choro e desânimo é necessário perseverança. Mas a Bíblia diz que aquele “que perseverar até o fim será salvo” (Mt. 24:13) e que a perseverança é uma característica dos salvos (Ap. 14:12).

Nada é de tão bom efeito quanto o êxito. Alcança-se este, pelo esforço perseverante. Novos campos se abrirão. Muitas almas serão levadas ao conhecimento da verdade. O que é necessário é mais fé em Deus.

III) O cristão ativo e perseverante alcançará sucesso.

Está claro que esse cristão mencionado no texto é ativo e perseverante, pois o texto menciona que ele sai andando e chorando, enquanto semeia.

“Deus chama obreiros que entrem na seara madura. Deveremos esperar porque a tesouraria está exausta, porque escasseia o sustento dos obreiros que já se acham no campo? Prossegui com fé, e Deus estará convosco. A promessa é: "Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará sem dúvida com alegria, trazendo consigo os seus molhos" Sal. 126:6.”

Ele passa por dificuldades, mas continua a semear. Ele enfrenta o desânimo, mas continua a semear. Ele enfrenta a crítica, mas continua a semear. Por quê? Porque tem a promessa de Deus de que seu trabalho não será em vão.

“Assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para Mim vazia, antes fará o que Me apraz e prosperará naquilo para que a enviei” Isaías 55:11. “Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará sem dúvida com alegria trazendo consigo os seus molhos” Parábolas de Jesus, pág. 65.

IV) Conclusão:

Pergunto: Você quer continuar semeando a semente da verdade?

“Deus não há de permitir que esta preciosa obra em Seu favor fique sem recompensa. Coroará de êxito todo o esforço humilde feito em Seu nome.” Obreiros Evangélicos, pág. 192. Você crê nisto?

Lemos no livro “O Batismo do Espírito Santo” de Dennis Smith, na página 25, a seguinte história que ilustra que a Palavra de Deus não volta vazia.

Em 1921, um jovem casal, por nome David e Svea Flood, partiu da Suécia com seu filhinho de dois anos para trabalhar como missionários na África. Eles e outra família escandinava, os Ericksons, sentiram-se dirigidos por Deus para transporem os limites da sede principal da missão e trabalharem numa área remota. Alcançaram a aldeia de N’dolera, mas foram rejeitados pelo chefe, que temia que os forasteiros provocassem a ira dos deuses locais, caso tivessem permissão para trabalhar em sua aldeia. Nessas circunstâncias os missionários construíram um casebre de taipa a 800 metros dali, na encosta da montanha.

Enquanto isso, continuaram orando para que Deus de alguma forma, tocasse o coração dos alde-ãos, embora não percebessem nenhum progresso. Os Ericksons resolveram desistir e voltaram para a sede da missão central. Duas vezes por semana um garoto da aldeia recebia permissão para vender frangos e ovos para os Flood. Sendo esse garoto seu único contato com os aldeãos, Svea Flood resolveu falar-lhe de Jesus. Deus lhe abençoou os esforços, pois o rapaz aceitou a Cristo como seu salvador.

Svea ficou grávida e deu à luz uma menina, a quem chamou Aina. O parto a deixou esgotada, e Svea acabou contraindo malária. Seu estado de saúde piorou, e ela acabou morrendo 17 dias depois. Seu marido, ficou muito desanimado. Cavou uma sepultura, onde enterrou a esposa, depois voltou para a sede missionária. Ali entregou a filha recém nascida para os Ericksons com as seguintes palavras: “Estou voltando para a Suécia. Perdi minha esposa, e obviamente não posso cuidar desse bebê.

Os Ericksons também ficaram muito doentes, vindo ambos a morrer no prazo de oito meses. O bebê Aina foi entregue para uma família de missionários americanos que mudaram o nome dela para Aggie e a levaram consigo para os Estados Unidos com a idade de três anos. Essa família trabalhava para o Senhor no ministério pastoral em Dakota do Sul. Já adulta, Aggie estudou numa faculdade bíblica em Minneapolis. Ali encontrou um jovem chamado Dewey Hurst, com o qual se casou.

O jovem casal trabalhou para o Senhor no minis-tério e teve um casal de filhos. Seu marido, Dewey, tornou-se diretor de uma faculdade cristã na região de Seattle. Imigrantes escandinavos que moravam naquela área despertaram o interesse de Aggie. Sem saber como, Aggie recebeu certo dia uma revista religiosa sueca e ficou chocada ao ver um foto de uma cruz branca indicando o local de uma antiga sepultura com os dizeres “SVEA FLOOD”. De posse da revista, Aggie saiu correndo em busca de um professor da faculdade que soubesse ler em sueco.

O professor disse a Aggie que o artigo falava de um casal de missionários que muitos anos atrás tinha ido para N’dolera. A esposa após ter tido uma filha, morreu pouco depois. O artigo dizia que o garoto afri-cano que aceitara a Cristo, cresceu e, depois da partida dos missionários brancos, convenceu o chefe a deixar que ele construísse uma escola na aldeia. Esse jovem compartilhou com seus alunos o Cristo que havia conhecido por intermédio de Svea Flood, e todos eles aceitaram a Cristo. As crianças influenciaram os pais a se tornarem cristãos, inclusive o chefe. O artigo finalizava dizendo que aquela vila contava agora com seiscentos cristãos.

Alguns anos depois, Deus providencialmente levou Aggie a um encontro evangelístico em Londres, Inglaterra, onde ela encontrou um homem que relatou ao auditório que ocorrera 110 mil batismos no Zaire. Ela não pôde resistir em perguntar-lhe se ele tinha ouvido falar de David e Svea Flood.

Para sua surpresa, ele respondeu: “Sim. Foi Svea Flood que me conduziu a Cristo. Sou o garoto que le-vava comida para seus pais antes de você nascer. Para falar a verdade, até o dia de hoje, todos nós honramos a sepultura e a memória de sua mãe.” Após longo e lacrimoso abraço ele disse para ela: “Visite a África e saiba por que sua mãe é a personagem mais famosa de nossa história.”

Deus arranjou um jeito de Aggie visitar a África e o túmulo de sua mãe e ver a cruz branca que lhe ha-via chamado a atenção no artigo da revista. Diante da sepultura de sua mãe, Aggie ajoelhou-se e, com lágrimas nos olhos, agradeceu a Deus.

Deus ainda concedeu a Aggie a oportunidade de reencontrar seu pai, David Flood, que ainda vivia na Suécia. Ele havia casado de novo e tivera outros filhos já adultos. Estava, porém, com a saúde abalada. David havia ficado muito aborrecido com Deus. Contudo, em resultado da visita de Aggie, ele reconciliou-se com Cristo e fez as pazes com Deus. Alguns meses depois da visita da filha, David morreu.

Você quer experimentar a grande alegria de levar alguém aos pés de Cristo através do Batismo? Está você disposto a sair e semear mesmo em meio ao choro? Mesmo que venham provações aparentemente intransponíveis? Você está disposto a suplicar à Jesus o Batismo do Espírito Santo a fim semear cada vez mais? Você crê que a “Palavra de Deus não voltará vazia”? Você quer fazer um compromisso com Deus, de sair e semear a semente do evangelho? Se você quiser Deus lhe dará oportunidade!

Pr. Evandro Fávero

segunda-feira, 21 de junho de 2010

CRESCIMENTO DO TRIGO E DO JOIO

“Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro”. Mt. 13:30

Crescimento é algo que acompanha a vida de forma inevitável. Na verdade entre os seres vivos não crescer é considerado algo patológico. Os aspectos diversos da vida humana exigem crescimento. No campo físico, intelectual, emocional, profissional e espiritual, o crescimento, é imprescindível.

O texto lido fala de permissão para crescer, dada ao joio e ao trigo. Como se trata de uma parábola é óbvio que o significado aplica-se, não às plantas aí citadas, e sim a seres humanos; mais precisamente a pessoas que se declaram seguidoras de Cristo.

Quem está familiarizado com uma plantação de trigo pode compreender mais prontamente a mensagem de Cristo nesse texto. Ao ser semeado o trigo nasce com ele uma planta que muito se lhe assemelha, a qual lança suas raízes em direção as raízes do mesmo de forma que se entrelaçam. Se o agricultor descuidado procura arrancar o falso trigo, logo descobre o prejuízo, bem como o valor da orientação de Cristo para que se deixe crescer ambos até a colheita, para que então, seja o joio queimado, e o trigo recolhido.

Vez por outra, tem surgido interrogações quanto ao desenvolvimento de práticas, teorias e ensinos advindos de alguns membros da Igreja e mesmo de indivíduos com formação teológica, as quais não condizem com o conteúdo a palavra de Deus. Isto por vezes tem causado desanimo e tristeza em alguns membros da Igreja de Cristo. A mensagem de Cristo no texto de hoje nos ajuda a entender e conviver com esta situação. Comentando este texto a voz profética para os nossos dias adverte: “Deverá, pois, ser causa de surpresa ou desânimo a existência de hipócritas entre os Seus obreiros de hoje? Se Ele, que penetrava nos corações, suportava quem bem sabia que O havia de trair, com que paciência não deveríamos nós suportar os que estão em falta!” A Ciência do Bom Viver p. 439.

De fato ela chegou a profetizar que mesmo no período da chuva serôdia os dois grupos estarão ainda a conviver juntos. “Uma nova vida está vindo do Céu e tomando posse de todo o povo de Deus. Mas introduzir-se-ão divisões na igreja. Desenvolver-se-ão dois partidos. O trigo e o joio crescerão juntos para a ceifa.” II Mensagens Escolhidas p. 114.

Sem dúvida, os destinos que aguardam a ambos são grandemente diferentes. A grande pergunta a ser feita não deveria ser: Por que o joio tem que crescer junto com o trigo? Mas sim, como este fato pode contribuir para meu crescimento em Cristo?

Pr. Ângelo Gabriel da Silva
Missão Nordeste - UNeB

domingo, 20 de junho de 2010

HISTÓRICO DA ASSEMBLÉIA DA ASSOCIAÇÃO GERAL DA IGREJA ADVENTISTA


A Assembleia da Associação Geral é o fórum para a eleição dos oficiais da Igreja em todo o mundo e também para a votação das mudanças na Constituição da Igreja. Os delegados também ouvem os relatórios de cada uma das suas 13 regiões administrativas. Os delegados votantes da Assembleia representam as regiões mundiais tanto em relação à população da Igreja como a própria sustentabilidade administrativa das regiões. A Constituição declara que, no mínimo, 50 por cento dos delegados devem ser membros leigos, pastores, professores e empregados que não pertençam à área administrativa, de ambos os gêneros, e que representem as várias faixas etárias e nacionalidades. Por ocasião da assembleia, os membros da Igreja têm também a oportunidade de reencontrar amigos de todo o mundo.

A transformação ao longo do tempo

Enquanto as assembleias hoje são realizadas em grandes estádios, as fotos obtidas das primeiras assembleias retratam os delegados alinhados em frente à entrada de uma pequena igreja. Naqueles tempos, os líderes do movimento chegavam à assembleia no estado norte-americano do Michigan, vindos a maior parte do Meio-Oeste e do Nordeste dos Estados Unidos, viajando por trem, a cavalo, de carroça e de charrete. Hoje, cerca de um terço dos membros mora na África e outro terço na América Central e América do Sul. O Brasil é atualmente o país que tem mais adventistas que qualquer outro país do mundo – mais de 1 milhão de fieis.

A assembleia em seus primórdios

Os líderes adventistas do sétimo dia reuniram-se em Battle Creek, no Michigan, em 1863, “com o objetivo de organizar a Associação Geral”, declara a ata dessa reunião que teve início na tarde de 20 de maio daquele ano, durante a qual os delegados escolheram um presidente e um secretário. Nessa assembleia, os delegados fizeram um esboço da constituição e dos regulamentos. Estabeleceram também a liderança da Associação, compreendida pelo presidente, secretário e tesoureiro. Hoje, a mesma estrutura oficial permanece em todos os níveis da administração da Igreja.

Battle Creek foi o local escolhido para a realização de 26 das primeiras 31 assembleias da Associação Geral. A primeira assembleia realizada no lado oeste do Rio Mississipi ocorreu em novembro de 1887, em Oakland, na Califórnia. A assembleia da Associação Geral foi realizada por três vezes fora dos Estados Unidos: na Áustria, em 1975; na Holanda, em 1995; e no Canadá, em 2000. A de Atlanta será a 59ª Assembleia.

Frequência

O espaço de tempo entre as assembleias tem aumentado com o passar dos anos. Até 1891, era realizada a cada ano. Depois foi realizada a cada dois anos até 1905. Houve então um espaço de quatro anos, seguido de outro hiato durante a Primeira Guerra Mundial, antes de os membros se encontrarem novamente em 1918. Logo depois, a assembleia foi realizada a cada quatro anos, até a época da Grande Depressão – uma assembleia foi realizada em 1930, mas não mais até 1936, e então em 1941. A partir de 1970, tem sido realizada a cada cinco anos, conforme manda a Constituição da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Os locais das reuniões

As assembleias mundiais da Associação Geral mais recentes têm sido realizadas em estádios de beisebol e de futebol, nos Estados Unidos, Europa e Canadá. Outros poucos locais do mundo oferecem o conforto necessário para um evento de tal magnitude: assentos para mais de 70 mil pessoas, pessoal local de apoio que fala o inglês (a língua oficial para os assuntos da Igreja), que tenham transporte confiável e custo acessível, bem como segurança para alimentar um grande grupo.

[Fonte: Blog Atlanta 2010]

NOTÍCIAS DA SEMANA NA TV ASN



Equipe ASN

quarta-feira, 16 de junho de 2010

PROPOSTA DE LEITURA OBRIGATÓRIA DA BÍBLIA NAS ESCOLAS GERA DEBATE

A Assembléia Legislativa de El Salvador recebeu, na quinta-feira, 10, proposta de tornar obrigatória a leitura da Bíblia nas escolas, motivou debate no país, impulsionado pelo coronel da Força Armada, Antonio Almendáriz, deputado evangélico do Partido de Reconciliação Nacional (PRN), de direita.

A leitura das Sagradas Escrituras nas escolas incentivaria um comportamento que seria um freio ao número de homicídios no país, considerado o mais violento do continente, e um controle das ações das ligas juvenis ou gangues.

A discussão da proposta deverá ser discutida amanhã no Legislativo. O ministro da Educação, Salvador Sánchez Cerén, já manifestou rejeição à proposta. Deputados do PCN e um da Arena pediram que a leitura da Bíblia nas escolas entre em vigor a partir de 11 de fevereiro de 2011, início de novo período letivo.

Dois advogados constitucionalistas asseguraram que a medida seria uma violação à Constituição da República. Mas não descartaram a aprovação da proposta, desde que acordada pelas partes envolvidas e mediante referendum popular.

Segundo nota no diário El Mundo, o ex-magistrado da Sala Constitucional, Mario Solano, explicou que a lei ou decreto entraria em choque com a liberdade de consciência e de religião, embora a Bíblia não manifeste inclinação a nenhuma crença em particular.

Também alegou que a proposta viola a liberdade de cátedra e contraria a educação democrática sem influências religiosas ou classistas. Ele não tem convicção de que a leitura do texto sagrado levaria crianças a uma conduta mais ética. [Fonte: Adonainews]

Nota:

Certamente estudar a Bíblia deveria ser matéria em todas as escolas. Mario Solana não tem convicção de que "a leitura do texto sagrado levaria crianças a uma conduta mais ética". No entanto posso assegurar que crianças que são educadas com os princípios da Bíblia certamente serão crianças melhores.

A Bíblia ensina o princípio do amor a Deus e ao próximo (Mat. 22:37-39), do respeito pelas autoridades (Rom. 13:1-4), do amor altruísta (Mat. 7:12), o princípio da honestidade (Prov. 15:27,17:23) e serviço aos necessitados (Mat. 25:31-40), do respeito aos pais e filhos (Exo. 20:12; Efe. 6:1-4), o respeito pela propriedade alheia (Exo. 20:15-17), o princípio da dedicação ao trabalho (II Tes. 3:10), do pagamento de dívidas (Rom. 13:8), entre outros.

Por isso faço minhas as palavras do apóstolo Paulo: "Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra." II Timóteo 3:14-17 [EFávero]

Mulheres fazem do Pequeno Grupo um estilo de vida

Há nove anos em funcionamento grupo vai além para pregar o evangelho

A formação de pequenos grupos como base do esforço cristão foi apresentada por aquele que não pode errar, diz a escritora cristã Ellen White no livro Evangelismo. E as histórias de pessoas que fazem dos pequenos grupos um estilo de vida servem para comprovar essa verdade. É o caso, por exemplo, do Pequeno Grupo Esperança, que existe desde 2001.

O grupo, que tem até um hino oficial, é formado por mulheres da Igreja Adventista do Boa Vista, em Curitiba. Ele se reúne toda terça-feira e realiza diversos trabalhos. De acordo com Joanita Damasceno Rodrigues, uma das líderes do grupo que já conta hoje com 20 participantes, além de atividades espirituais como estudo da Bíblia com pessoas que querem conhecer o evangelho e oração de intercessão, as mulheres também estão engajadas no trabalho social. O grupo colabora com a Agência de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) com a confecção de produtos de crochê, bordados e artigos de artesanato. "Neste momento, estamos fazendo 60 gorros de tricô e crochê para atendermos uma solicitação do Hospital Pequeno Príncipe", conta Joanita.

As reuniões do grupo por vezes são realizadas na casa de alguma senhora enferma e as mulheres mostram seu amor pelo próximo fazendo visitas a casas de repouso para idosos. Sem perder o foco evangelístico, neste ano, o grupo já distribuiu mais de 500 artigos de material cristão, incluindo o livro Tempo de Esperança, tido como livro missionário pela Igreja Adventista em 2010. "É maravilhoso fazer parte de um pequeno grupo e pedimos a Deus que esteja conosco nesta jornada de esperança", conclui Joanita.

Elio Moura
Acessor de Imprensa

O MAIOR SEGREDO DE SATANÁS

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, pois dele procedem as saídas da vida.” Provérbios 4:23.

Permita-me uma sugestão pouco confortável, mas imagine você no lugar de Satanás. Sua missão é controlar os seres humanos e mantê-los em rebelião a Deus. Seu ódio por Jesus te motiva a estabelecer uma forma de manipular a mente, onde está a sede das decisões de cada ser.

Em primeiro lugar você precisa de um plano. Como bom estrategista, não pode revelá-lo a ninguém. Com o plano ultra-secreto em mãos, marca uma reunião com seus aliados – os anjos caídos.

Os anjos ao ouvirem sua proposta infalível o aplaudem em pé. Fantástico! Imbatível! Os humanos serão como robôs controlados pelo mal! Enfim, as hostes malignas terão pleno controle da mente humana.

Pouco tempo depois você fica atônito – seu plano secreto fora revelado aos cristãos! Por essa você não contava, mas como esquecer que Deus sabe de todas as coisas!? Tudo o que foi tramado saiu nos noticiários adventistas, isso mesmo, foi tudo publicado! Ao abrir o texto da “repórter” Ellen G. White você não acredita no que lê:

“Satanás reuniu os anjos caídos a fim de inventar algum meio de fazer o máximo de mal possível à família humana. Foi apresentada proposta sobre proposta, até que finalmente Satanás mesmo imaginou um plano. Ele tomaria o fruto da vide, também o trigo e outras coisas dadas por Deus como alimento, e convertê-los-ia em veneno que arruinariam as faculdades físicas, mentais e morais do homem, dominariam de tal maneira os sentidos que Satanás teria sobre eles inteiro controle… Mediante o apetite pervertido, o mundo seria corrompido”. (E.G.White. Conselhos Para a Igreja, 103 e 104)

A mente humana tem sido comparada a um computador, em que a memória está a ser continuamente programada por uma destas duas fontes: Cristo ou Satanás. Como um computador, o seu funcionamento depende da informação recebida. Entenda como Deus se comunica conosco e como o que ingerimos tem haver diretamente com nossa espiritualidade e moralidade.

“Os nervos cerebrais que se comunicam com todo o organismo são os únicos meios pelos quais o Céu se pode comunicar com o homem, em influenciar sua vida mais íntima. Seja o que for que perturbe a circulação das correntes elétricas no sistema nervoso, diminui a resistência das forças vitais, e o resultado é um amortecimento das sensibilidades da mente.” (E.G.White, Conselhos Para a Igreja,103).

“A intemperança de qualquer espécie insensibiliza os órgãos da percepção e enfraquece de tal maneira o poder dos nervos cerebrais que as coisas eternas não mais são apreciadas, mas são colocadas no mesmo nível das comuns. As mais elevadas faculdades da mente, que visavam os mais alevantados propósitos, são trazidas em servidão às paixões mais baixas. Se nossos hábitos físicos não forem corretos, nossas faculdades mentais e morais não podem ser fortes; pois existe grande afinidade entre o físico e o moral” (E.G.White, Conselhos Para a Igreja,103).

Agora de forma mais detalhada e citando nomes, Deus revela quais são os principais vícios usados por Satanás para controlar a mente humana:

“Satanás está levando o mundo em cativeiro mediante o uso das bebidas alcoólicas e do fumo, café e chá preto. A mente dada por Deus, que deve ser conservada clara, é pervertida pelo uso de narcóticos. O cérebro não mais é capaz de discernir corretamente. O inimigo tem o controle. O homem vendeu sua razão por aquilo que o enlouquece. Não tem senso algum do que é direito. Todavia a maldição da bebida alcoólica é legalizada, e opera ruína indizível nas mãos dos que gostam de condescender com aquilo que, não somente arruína a pobre vítima, mas a família inteira”. (E.G.White, Evangelismo. 529).

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, pois dele procedem as saídas da vida” Provérbios 4:23.

Para haver uma mudança em nossos hábitos de alimentação e estilo de vida, precisamos em primeiro lugar mudar nosso interior e nossa compreensão acerca deste assunto.
Infelizmente temos a tendência de colocar nosso gosto ou prazer acima da razão e da espiritualidade.

“Como o fermento, misturado à farinha, opera do interior para o exterior, assim é pela renovação do coração, que a graça de Deus atua para transformar a vida. Não basta a mudança exterior para nos pôr em harmonia com Deus. Muitos há que procuram mudar, corrigindo este ou aquele mau hábito, e esperam desse modo tornar-se cristãos, mas estão a começar no lugar errado. O nosso primeiro trabalho é no coração.” (E.G.White, Parábolas de Jesus, 97).

Podemos ver facilmente que o método usado por Deus para alcançar o Seu objetivo para o homem é começar pela mente ou coração. Mas mesmo isto deverá acontecer mediante a nossa permissão voluntária. “Eis que estou à porta e bato…”

Apocalipse 3:20. “Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o bem desta terra”. Isaías 1:19. Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos.” Provérbios 23:26

Diz-se freqüentemente sobre alguém que está a aprender a tornar-se cristão, “Só lhe falta abandonar este ou aquele mau hábito”. Posses, atitudes ou hábitos de vida não são o problema; são apenas sintomas do verdadeiro problema. Deus diz “…o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração” I Samuel 16:7.
Agora você já sabe sobre o plano ultra-secreto de Satanás. Mas espere um pouquinho, o que você faria no lugar dele agora que seu plano foi descoberto pelos adventistas? Pense um pouco!

Não sei o que você pensou, mas posso dizer que Satanás está satisfeito, pois mesmo tendo seu plano descoberto parece que muitos não estão nem aí, a maioria ignora os “Conselhos Sobre Saúde” e os “Conselhos Sobre o Regime Alimentar”.

Muitos zombam dos que estão tentando praticar um regime saudável com piadinhas, ou se desculpam dizendo ser extremistas os que o praticam, e que o “equilíbrio” é o ideal. Terrível engano, chamar de equilíbrio usar alimentos ou bebidas que interrompem a comunicação com o Céu! “Você é o que você come”, diz um ditado, que poderia muito bem estar na Bíblia devido à sua veracidade.

Jesus morreu por você e deseja ser o Senhor da sua vida. Ele deseja colocar Suas vestes de justiça para encobrir nossos pecados e nos perdoar. É por isso que Ele tem tanto interesse em nossa saúde mental e física, pois disso depende uma eficaz comunicação entre Deus e o homem.

Pr. Yuri Ravem

[Fonte: Comunidade Adventista.com]

terça-feira, 15 de junho de 2010

Sexo, por que não?

Como quase toda jovem cristã, ela era muito romântica e sonhava conhecer a pessoa ideal com quem se casar. Encontrou o “príncipe” e o namoro começou. Só que, com o tempo e a intimidade, os limites que haviam estabelecido começaram a ser desafiados. “A cada dia a gente falava mais sobre amor, e até sobre casamento. Era tão bom ficar com ele!”, relata a moça que prefere não ter o nome divulgado. “Mas percebemos que alguma coisa errada acontecia entre nós quando o sexo dominava nosso relacionamento. Quanto mais nos envolvíamos,mais íntimos nos tornávamos; e, mesmo assim, brigávamos muito. De qualquer maneira, estava segura de que ele era a pessoa certa para mim.”

O problema é que a “pessoa certa” acabou se transformando com o tempo. “Pouco a pouco, perdemos o respeito um pelo outro... Logo, tudo se inverteu. O amor começou a se desgastar. Havíamos compartilhado tudo e, como éramos muito jovens para nos casar, nosso relacionamento perdeu a graça. Haviam me prevenido sobre isso. Falaram-me repetidas vezes sobre a mágoa de se dar algo que nunca mais poderá ser recuperado. Agora entendo. Fui tola o bastante para descobrir por mim mesma.”

A garota da história acima tinha apenas 15 anos quando terminou o namoro e ficou com as mágoas. Ela ficou com medo de se apaixonar de novo e confiar novamente em alguém. Tremia só de pensar em falar de seu passado com um novo namorado. Tinha medo de não poder ter uma vida verdadeiramente íntima com ele, caso não contasse. “É terrível sentir-se privada do mistério do futuro, de sua dignidade, valor e respeito próprio. Eu amava o Guto*. A ferida vai demorar muito tempo para sarar”, é o desabafo de uma alma muito jovem para suportar tanto peso.

Vivemos em uma sociedade na qual os valores cristãos se deterioram a cada dia. Assuntos como reverência, santidade, temperança, pureza, castidade e modéstia cristã são vistos como temas de pouca importância. Aos poucos, o cristianismo tradicional é substituído por uma religiosidade do tipo “vale-tudo”. Afinal, “Deus é amor, e nos aceita como somos”.

De fato, o Senhor nos aceita como somos. No entanto, precisamos trilhar a estrada da santidade, adaptando nossos desejos à vontade de Deus, mediante Seu poder. Essa adaptação é necessária em todos os aspectos de nossa vida, inclusive na sexualidade.

É interessante – e triste, também – notar como o ser humano, após a queda e em decorrência dela, sempre tende ao extremismo. Durante vários séculos, especialmente na Idade Média, o sexo foi visto como tabu. O “pecado original” havia sido o sexo. O fruto proibido simbolizava o sexo. Quanta bobagem! Infelizmente, até isso contribuiu para que muitas pessoas acabassem interpretando o relato da criação no livro de Gênesis como uma simples alegoria.

Que o “pecado original” não foi o sexo fica evidente na ordem de Deus aos nossos primeiros pais: “Crescei e multiplicai-vos.” Gên. 1:28. E isso foi dito antes da queda. Mas a Idade Média acabou. O “século das luzes” prenunciava uma nova era de liberdades (e libertinagens) para a humanidade. “Sexo livre”, “revolução sexual”, “parceiros sexuais”, “sexo seguro" são expressões que passaram a fazer parte do nosso vocabulário de tal maneira que nem as estranhamos mais. É o outro lado da moeda.

Somos bombardeados diariamente, sem tréguas, com todo tipo de apelo sexual. As músicas, as propagandas, as revistas, as novelas – a mídia em geral nos faz inverter certos valores, colocando o sexo sem compromisso como algo normal. Vamos, então, à grande questão: “Por que não posso fazer sexo antes do casamento, já que é tão bom?” Aí é que está: é bom “dentro do casamento”. O sexo foi criado pelo próprio Deus para ficar sob as estruturas de um lar. Biologicamente, o sexo (a união carnal) tem como finalidade a procriação, mas o próprio Deus tornou essa “função” prazerosa. Da mesma forma que é importante se alimentar para continuar vivendo, mas para fazer isso com prazer temos o paladar – outro presente do Criador. No entanto, alimentar-se baseado apenas no prazer, sem obedecer a horários, pode ser uma cilada para a saúde. De igual forma, ter sexo fora do casamento pode ser um desastre. A ordem exata das coisas está em Gênesis 2:24: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.”Relembrando: 1) deixar pai e mãe; 2) unir-se à mulher; 3) os dois se tornam uma só carne.

Estamos constantemente procurando razões para nos sentirmos “aprovados” como cristãos. No que diz respeito ao sexo, é importante entender que Deus taxativamente não aprova o sexo fora do casamento. Isso está bem claro em Hebreus 13:4: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leitosem mácula.” Você pode até achar que deve agir de maneira mais liberal, porque os tempos são outros, o mundo mudou. Bem, lembre-se: Deus não mudou.

A gravidez indesejada e DSTs são apenas alguns dos resultados negativos da experiência sexual fora do casamento. Há também, em alguma escala, o risco de promiscuidade. A palavra é forte, mas é isso mesmo. Vamos supor que você e a pessoa com quem você namora cedem e transam. Mas, infelizmente, o namoro não dá certo e vocês resolvem terminar. Logo, você começa a namorar outra pessoa. E aí, vai ter sexo ou não? Ah, vai. Você sente que a ama mais do que amava a outra pessoa, e não vai negar para essa o que não negou para a outra.

Leonardo, solteiro, 26 anos, guarda consigo um alerta de seu pai sobre sexo: “Não comece. Porque, se começar, não dá mais para parar.” Isso o ajudou num momento complicado. Ele vivia durante a semana em outra cidade, para estudar, indo para a casa dos pais apenas nos fins de semana. Um dia, uma amiga de faculdade foi ao seu apartamento e propôs que eles transassem. O que você faria no lugar dele? Ela era bonita, legal e cristã, como ele. Que armadilha! Mas o Leonardo escapou. Ele conta que, “numa boa”, disse que eles não iam ganhar nada com aquilo. Pelo contrário, mais tarde, ficariam tristes e arrependidos.

Mas... por que a gente pode se arrepender depois? Porque a virgindade não é uma questão apenas física, mas também emocional. Surge a culpa. Qualquer pessoa que tenha alguma comunhão com Deus, e faz sexo fora dos padrões estabelecidos, Ele sabe que a pessoa errou. Quem consegue ficar de bem com a vida com um peso desses nas costas? É melhor evitar. “A gente tem que decidir antes; e, quando enfrentar uma situação difícil, a gente vai saber dizer não”, é a dica do Marcos, de 22 anos.

O ministro evangélico Ricardo Paixão faz uma conta matemática interessante, a respeito desse assunto: “O sexo é um ato tão íntimo que podemos dizer que parte de você fica com a outra pessoa e a outra pessoa fica com parte de você. Se você já teve relação sexual com alguém, então quando você se casar não poderá dar a seu cônjuge 100% de você porque parte de você já ficou com outro(a).”

Que Deus abençoe suas escolhas. Mas, caso você tenha errado no passado, peça perdão a Ele, levante a cabeça e lembrese de que nunca é tarde para recomeçar. Obedecer à Lei de Deus e viver de acordo com os princípios divinos é a única garantia de felicidade aqui, e na vida eterna.

* Apesar de todas as histórias mencionadas serem verídicas, foram usados nomes fictícios para preservar a identidade dos entrevistados.

Por que esperar?

Para evitar sofrimentos futuros e promover a confiança.

Todo relacionamento humano se baseia na confiança. Com o casamento não é diferente. Para ilustrar, veja só esta parte da entrevista concedida ao pastor George Vandeman pelo doutor Josh McDowell, no programa Está Escrito: Josh contou que namorou uma garota por cerca de três anos e, 20 anos depois, sua esposa acabou conhecendo aquela ex-namorada. As duas se tornaram amigas. Certo dia, ao voltar para casa, Josh recebeu um abraço da esposa. Olhando nos olhos dele, ela disse que estava muito feliz por ter sabido que ele se comportou bem durante aquele período. “Jamais pensei que o meu namoro de 20 anos atrás poderia afetar o meu casamento hoje. Minha esposa confia em mim.”

Para evitar lares sem estrutura (ou mesmo a ausência de lares).

Como dois adolescentes poderão assumir as responsabilidades de um lar, caso o envolvimento sexual pré-marital acabe em filhos (e freqüentemente acaba)? Esse é um dos maiores motivos de infelicidade conjugal. E que tipos de cidadãos um lar infeliz e desestruturado formará? Deus sabe o momento e o contexto certos para o envolvimento sexual, pois “o matrimônio, na maioria dos casos, é um jugo muito aflitivo. Milhares há que se acham acasalados, porém, não casados (...) da qualidade do lar depende a condição da sociedade”. Ellen G. White, O Lar Adventista, pág. 44. Quando se envolve em sexo fora do casamento, o jovem, além de jogar para o espaço um dos melhores momentos da vida, depara-se também com os problemas do aborto e de “pais solteiros”. E ambos trazem tristes conseqüências. É por isso que Deus diz, em Hebreus 13:4: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula.”

Para não contrair DST.

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são outro fruto amargo colhido por aqueles que se envolvem em sexo fora do casamento. Quando Deus diz “não cometa imoralidade sexual” (I Tess. 4), faz isso porque quer nos proteger das conseqüências dessa prática (aliás, toda negativa divina revela-se, cedo ou tarde, uma bênção para nós). Recentemente, foi realizada uma conferência sobre sexologia nos Estados Unidos. Quando perguntados se confiariam numa fina proteção de borracha (preservativo) para protegê-los se praticassem sexo com uma pessoa sabidamente infectada com o HIV, nenhum dos 800 sexólogos levantou a mão. “No entanto”, diz o psicólogo e escritor James Dobson, “estão dispostos a dizer aos nossos filhos que o ‘sexo seguro’ está ao alcance de todos, e que podem praticar sexo com todo mundo, impunemente” (citado por Clifford Goldstein, em O Dia do Dragão, pág. 78 – Casa). O único sexo psicológica e fisicamente seguro é aquele praticado dentro do casamento. A virgindade ainda é o melhor presente que um casal pode trocar e a melhor garantia de proteção contra as DSTs.

Michelson Borges e Sueli Ferreira de Oliveira

[Fonte: Revista Conexão JA - Jan. a Mar. 2008, p.8-11]

segunda-feira, 14 de junho de 2010

FESTA DA IGREJA

Dentro de poucos dias (24 de junho a 3 de julho), será realizada, na cidade de Atlanta, EUA, a 59ª Sessão da Associação Geral, com a participação de 2.402 delegados, que representarão mais de 15 milhões de membros espalhados pelos 203 países em que a Igreja Adventista está presente. De acordo com os Regulamentos Eclesiástico-Administrativos, esses delegados estarão ali investidos com a autoridade de votar sobre todos os assuntos que estiverem “na ordem do dia da assembleia, escolher os oficiais da Associação Geral e atuar com voz o voto em todos os assuntos para consideração da assembleia”. Além dos delegados, comparecerão milhares de adventistas de todas as partes do mundo. O local das reuniões – The Georgia World Conference Center – tem capacidade para 71.250 lugares.

Nessa ocasião, as 13 divisões da Igreja apresentarão um relatório de suas atividades no quinquênio anterior. Será um momento de celebração pelo crescimento da Igreja em todas as partes da Terra.

Além de eleger os líderes da Igreja mundial para o próximo quinquênio, os delegados tomarão decisões importantes. Por exemplo: alterações ou ajustes no Manual da Igreja; análise e votação de documentos sobre questões teológicas, doutrinárias e éticas; estabelecimento de estratégias evangelísticas visando à pregação da mensagem em lugares ainda não alcançados, etc.

Um dos pontos altos de cada assembleia da Igreja é o fato de que, apesar da diversidade cultural de seus membros, existe forte unidade quanto à fé, doutrina e missão. Isso, por si só, é prova de que tudo é feito sob a direção do Espírito Santo. Por sinal, o slogan dessa assembleia será: “Proclamando a graça de Deus”.

A música é da mais alta qualidade. Corais, grupos vocais, orquestras e solistas de todas as partes do planeta dão colorido especial às reuniões, uma pequena amostra do que será o louvor dos salvos no Céu. Contudo, o que mais impressiona é ouvir milhares de adventistas cantarem juntos “Breve Jesus Voltará”. E a maioria o faz em sua própria língua!

Na noite do último sábado, será realizado o “Desfile das Nações”. Esse programa mostra a diversidade cultural da Igreja e, acima de tudo, o fato de que somos um povo unido, disposto a finalizar a pregação do evangelho em todo o mundo, para que Jesus venha buscar os redimidos de todas as eras.

Pr. Rubens Lessa
Redator-chefe da Casa Publicadora Brasileira

[Fonte: Blog Atlanta 2010]

sábado, 12 de junho de 2010

PENSANDO NAS COISAS CELESTIAIS

“Pensem nas coisas lá do alto, e não nas que são aqui da terra.” Cl 3:2 (BLH).

A expressão “Pensem nas coisas” em outras palavras quer dizer “prestar continuamente, constantemente atenção a”. Traz o significado de que o cristão deve “pensar continuamente em” nos seguintes temas: em seu Salvador, pensar na Lei de Deus, pensar no Céu, pensar na breve volta de Cristo Jesus. Também deve prestar “continuamente a atenção” à Sua Palavra, para Lhe obedecer, prestando atenção ainda às necessidades da obra de Cristo em favor do semelhante, e dos Seus filhos.

O cristão que faz isso mostra um vivo contraste com os outros que o rodeiam, porque os pensamentos não convertidos pensam somente nas coisas “que são aqui da terra”. Jesus falou “porque a boca fala do que o coração está cheio” Lc 6:45. Portanto, as conversas revelam os verdadeiros interesses e motivos. Como a mente está focalizada no mundo e nas suas coisas, acaba buscando os prazeres, discutindo e planejando tramas e estratégias apenas para conquistar posições, dinheiro e poder.

O cristão pode até por vezes sentir-se desanimado com idéias e problemas seculares. Pode se sentir como alguém escreveu: “O mundo está demasiado conosco: cedo e a tarde, ganhando e despendendo, gastamos nossas forças”. O filho de Deus acaba perguntando: “Como eu posso pensar continuamente nas coisas que são de cima?”

Penso que o segredo é o amor. Podemos ilustrar essa afirmação com o caso de um homem que ama profundamente uma linda jovem. Sempre que ele está com um grupo de amigos conversando, vai dar um jeito de contar ou comentar algo a respeito dela. Seja o que for que ele esteja fazendo, seu amor por ela vai sempre dirigir sua conduta e as decisões. Demonstrando que procura estar e ficar o mais próximo possível dela.

Da mesma forma, o cristão que ama verdadeiramente a Jesus, seu Senhor, não vai precisar de estímulo ou ocasião para pensar em Cristo. Estará com Ele sempre em seu pensamento. Vai querer também agradá-Lo, tendo prazer em falar a outros do amor de Jesus que tem transformado e dado sentido a sua vida. Tem prazer em acompanhar a adoração em Sua casa, a Igreja. Além de esperar e se preparar para Sua volta, quando poderá ve-Lo face a face.

Vemos que quando amamos a Jesus de todo o coração não teremos problema para pensar “nas coisas que são de cima”. Principalmente porque Jesus Cristo nosso mais precioso tesouro, está “em cima”, nossos pensamentos estarão fixados lá também. “Pois o coração de vocês sempre estará onde estiverem suas riquezas.” Lc 12:34.

Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna – SC.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

NOTÍCIAS DA SEMANA NA TV ASN



Equipe ASN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More