Clique aqui para conhecer mais

Artigos e Notícias sobre Pequenos Grupos.

União Sul Brasileira

Site com as notícias da Igreja Adventista.

Estudos Bíblicos

São 8 estudos bíblicos com assuntos diversos para computadores e smartphones.

Ministério Pessoal da DSA

História, Notícias, Materiais e outros.

SITE TEMPLOS DE ESPERANÇA

Conheça o projeto para implantar novas Igrejas no Sul do Brasil.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

NOVAS NOTÍCIAS NA TV ASN

Assista abaixo algumas das principais notícias da semana:

Equipe ASN

quinta-feira, 29 de abril de 2010

ENTREGA O TEU CAMINHO AO SENHOR

Testemunho de conversão
através de um folheto

Por várias vezes tenho meditado a respeito de como Deus tem sido maravilhoso em minha vida. Vim de uma família católica tradicional que foi abalada pela separação dos pais. Como filho mais velho, aos dezoito anos de idade, senti-me impotente diante da situação. E como o ambiente em casa não era o melhor preferia a companhia de amigos com os quais fumava, bebia bebidas alcoólicas e procurava divertimentos. Não obstante meus esforços para ser feliz, uma tristeza inexplicável havia em meu coração. Sentia-me infeliz a ponto de considerar a vida sem sentido.

Entrementes, meu irmão estava começando a frequentar uma igreja evangélica e pude perceber a sua alegria. Ele passava o dia cantando e estudando a Bíblia. Uma frase dele deixa-me profundamente desconcertado: “Mano, Jesus te ama”. Internamente eu ficava contrariado, pois, como Jesus poderia me amar, se eu não podia vê-Lo e havia tantos milhões de pessoas no mundo, pensava. Mas o sorriso bondoso do meu irmão fez-me acreditar que poderia realmente existir um Deus que me amava. Mas, não quis ceder e perguntar sobre Jesus e como Ele poderia me amar.

Meu irmão desenvolveu a estratégia de deixar em vários lugares de nossa casa folhetos e literatura bíblica da igreja evangélica a que ele pertencia. Um dia de inverno, sem sol e muito frio, característico daquela parte do estado do Rio Grande do Sul, aconteceu um milagre de Deus em minha vida. Senti o desejo de ler um dos folhetos do Vilton, meu irmão. Peguei um deles, e fui ao fundo do pátio de nossa casa onde ninguém poderia ver-me lendo o tal folheto. Quando o abri estava escrito: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle e Ele tudo fará” (Sl 37:5). Pensei: “Mas quem é Este Senhor?”. Concluí que devia ser Deus e que aquele texto deveria ser uma parte da Bíblia que eu nunca tinha lido até o presente.

Surgiu uma pergunta na minha mente: “Será que se eu entregar meu caminho ao Senhor Ele me ajudará a parar de fumar e de beber?”. Meu propósito era ir para a igreja do meu irmão. Naquele momento estalou em minha mente com muita força as seguintes palavras: “Não custa tentar”. Tenho certeza que o Espírito Santo de Deus foi o Autor daquelas palavras em minha mente. Fiz uma prece a Deus: “Senhor, se isto é Teu e é verdade, entrego a Ti a minha vida. Ajuda-me a parar de fumar e de beber bebida alcoólica e eu irei para a igreja do Vilton”.

Então, teve início uma batalha. A cada dez minutos aproximadamente vinha um forte desejo de fumar. Mas eu lia o texto acima referido. Passei o dia lendo o texto. Continuei no dia seguinte. Cada vez que vinha o desejo de fumar lia o texto. Faz 30 anos que entreguei meu caminho ao Senhor, mas não imaginei tudo o que o Senhor Deus iria fazer em minha vida. A vitória sobre os vícios foi só o começo. Ele realmente é tremendo! Mudou minha vida! Sou imensamente feliz! Deu-me uma esposa maravilhosa e filhos muito amados. Que surpresa: guiou-nos à Igreja verdadeira. Chamou-me para o ministério. Deus deu-me o privilégio de preparar-me, e ser útil a Ele e à Sua Igreja. O que mais quero? Eu quero ser fiel e leal a Este Deus que me amou e me transformou.

Pr. Wilson Borba
Missão Paulista do Vale – UCB

terça-feira, 27 de abril de 2010

PRISÃO OU LIBERDADE?

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” João 8:32

Entre as inúmeras espécies de abelhas, existe uma que usa barro, areia e pedrinhas umedecidas com saliva, para fazer seu ninho. Fica como uma casa feita de concreto. A abelha modela esse material com as patas dianteiras e as mandíbulas. O exterior da colméia parece rústico, mas por dentro é lisinho e bem acabado.

Depositando em cada célula uma pasta de mel e pólen, a abelha põe um ovo e tapa o orifício com “argamassa”. Embora cada célula lhe exija dois dias de trabalho, ela continua até ter feito de seis a oito delas num aglomerado. Finalmente cobre toda a estrutura com bolinhas de material, que depois de seco se torna duro como pedra.

A pergunta agora é: como as abelhinhas recém nascidas conseguem penetrar esta forte barreira? O Criador as equipou com mandíbulas capazes de furar o barro endurecido.

O estudioso naturalista Fabre, fez uma experiência, cobrindo o aglomerado de células com papel pardo. As abelhas facilmente furavam tanto o barro como o papel, se não houvesse espaço entre um e outro.

Em outro ninho, ao colocar o papel, Fabre deixou um espaço entre este e o barro. Embora as abelhas furassem com facilidade o barro, pareciam incapazes de atravessar o papel. Suas poderosas mandíbulas podiam facilmente ter furado o frágil papel, porém elas ficavam perdidas, andando por ali; e por fim morriam em sua prisão de papel, tendo tão perto a liberdade.

O instinto não concedeu às abelhas o conhecimento de como romper uma segunda barreira. Elas não têm inteligência suficiente para adaptar-se a uma circunstância ou situação adversa.

Você, porém, é diferente. Quando o Espírito Santo lhe revela um novo fato ou responsabilidade acerca dos propósitos de Deus, você pode fazer sua escolha. Pode usar as faculdades mentais da vontade, raciocínio, imaginação, que o Criador lhe deu, e analisar esta nova verdade até que compreenda o ideal divino para sua vida.

Por outro lado, pode também fechar cegamente o espírito, pensando que a proposta de Deus não está de acordo com suas idéias. Fechando a mente, você está se metendo numa prisão onde jamais poderá penetrar uma nova revelação.

Tal como a abelha, embora esteja equipado para libertar-se, você se tornou cativo, exatamente porque recusou dar ouvidos a uma nova verdade ou dever que lhe garante liberdade plena. Quando Deus lhe revelar uma verdade, aceite-a e será livre.

Pr. José Silvio Ferreira
Associação Paulistana - UCB

Sermões para o Ministério da Criança e do Adolescente

O Ministério da Criança e Adolescentes da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região Central do Paraná (ACP) promove uma série de sermões, preparados por Robinson Amorim, professor dos Adolescentes da Igreja do Portão.

O objetivo do Ministério da Criança é fornecer temas para serem utilizados em uma semana completa, em domingos alternados ou durante a programação da semana Jovem.

Ellen White escreveu que "o talento juvenil, bem organizado e bem exercitado, é necessário em nossas igrejas. Os jovens farão alguma coisa com suas transbordantes energias. A menos que essas energias sejam dirigidas por condutos certos, serão pelos jovens usadas de maneira que ferirá sua própria espiritualidade e se demonstrará um mal àqueles com quem se associam" Obreiros Evangélicos, pág. 211. Por isso, estes sermões devem ser pregados pelos adolescentes a fim de que seus talentos sejam desenvolvidos para o serviço do Senhor.

Que Deus possa abençoá-los no uso deste material.

Clique nos títulos abaixo para acessar os sermões:

Erleni Nemes

segunda-feira, 26 de abril de 2010

COMPENSA SER FIEL

O testemunho do maestro Paulo Torres é mais uma prova de que compensa ser fiel a Deus. Veja no vídeo abaixo:

LADRÕES SE VESTEM DE OVELHAS

O Jornal La Nacion publicou uma notícia que chamou minha atenção na semana que passou:

"Dois assaltantes, Maximiliano Pereyra, de 25 anos, e Ariel Diaz, de 28 anos enganaram 300 homens da polícia argentina se vestindo de ovelhas e se misturando aos animais em uma fazenda.

"Os ladrões fugiram de um presídio e, para enganar os policiais, escolheram a vestimenta, que veio bem a calhar, já que no meio do caminho, havia uma fazenda de criação de ovelhas.

"Eles conseguiram enganar a polícia por uma semana. Eles foram presos na fazenda Saladillo e só foram encontrados porque foram vistos pelos moradores locais correndo pelos campos de La Almeda segurando a fantasia."

Esta notícia me chamou a atenção, porque fez lembrar a atuação do diabo, que se disfarça a fim de enganar. A Bíblia diz que "não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras." II Coríntios 11:14,15. Satanás sempre procurará mostrar seus ensinos disfarçadamente. Apresentará suas músicas, ensinamentos ou doutrinas como se fossem de Deus a fim de seduzir, enganar e destruir.

Jesus advertiu dizendo: "Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores" Mateus 7:15.

Mas, é possível vencer. Está escrito que "aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo" I João 3:8.

Portanto, creia no Filho de Deus, siga Seus ensinos e você terá a vitória. "Tudo posso nAquele que me fortalece" Filipenses 4:13.

Pr. Evandro Fávero

DAS TREVAS PARA A LUZ

História da conversão de um cantor de Forró

Nasci em uma família humilde, na pequena cidade de Missão Velha, Estado do Ceará. Recebi de meus pais educação católica e cresci seguindo a religião deles. Infelizmente, quando estava com nove anos minha mãe faleceu. Meu pai, logo se casou novamente e, como eu e meus dois irmãos éramos um estorvo para a nova relação, fomos entregues para outras famílias da cidade, me senti como cão desprezado.

Eu morava e estudava na cidade, mas tinha meus avós que moravam em um sítio nas imediações, e quando estava de férias escolares ia visitá-los na intenção de caçar passarinhos com os primos, o que era muito atrativo para nós meninos. Às segundas-feiras, ia com os avós para as feiras nas cidades, ali, eu ficava em baixo do auto-falante ouvindo as músicas da época. Quando retornava à noite, todos os primos se reuniam, cada um com uma lata e um sabugo de milho. Eu sentava no centro e cantava tudo o que havia ouvido durante o dia.

Nessa época, nasceu no meu coração o sonho de um dia morar na “cidade grande”. Eu queria ir para São Paulo, estava decidido, quando completasse 18 anos então, iria. Pensava em ser mecânico, comprar uma moto e gravar um disco.

Os anos se passaram, o sonho ficou guardado no coração e, quando completei a idade certa, arrumei minhas coisas e fui para São Paulo. Lá chegando, logo desisti da moto, pois vi que era muito perigoso. Mas, o sonho de ser mecânico e gravar um disco persistiu. Os anos se passaram, me casei, estudei mecânica e me formei na função. Com a primeira parte do sonho realizada, fui à busca do disco e, no dia 03 de março de 1990 vi pela primeira vez meu primeiro LP (foto acima), que felicidade eu senti. Sonhos realizados, concretizados.

Achei que com um disco gravado seria fácil seguir carreira, mas na realidade era difícil. Estive ao lado de grandes personalidades da música, contudo, logo aprendi que no mundo artístico o lema é: cada um por si e “Deus” por todos. Oito anos depois, deixei a música e voltei para a mecânica. Trabalhei em um frigorífico que matava 1200 porcos por dia. Ali, eu tinha uma função de chefia. Chegava na hora que bem queria e achava que nunca iria sair da empresa, pois meu chefe era o próprio dono e, nós tínhamos um bom relacionamento. No entanto, um dia ao voltar das férias fui demitido. Na hora eu não entendi.

Duas coisas aconteceram quando eu ainda trabalhava no frigorífico. Aos sábados, ao ir para o trabalho passava em frente de uma igreja adventista e fazia questão de mexer com os irmãos dizendo: “Vão trabalhar seus vagabundos – hoje é dia de trabalho. Dia de ir a igreja é amanhã: domingo”. Enquanto isso, um sobrinho que frequentava a Igreja Universal sempre me convidava para acompanhá-lo. Mas eu não me sentia bem. Sem explicação, esse sobrinho, sumiu por um bom tempo. Fiquei sabendo que ele estava frequentando uma igreja que não trabalhava aos sábados. Pensei comigo: “Se trabalhando todos os dias ele não estava indo bem financeiramente, agora vai morrer de fome”.

Inesperadamente ele aparece em minha casa oferecendo um Estudo Bíblico. Eu aceitei, mas não levei a sério, foi mais por escarnecimento. Os estudos foram acontecendo, e eu me envolvendo cada vez mais. Quando estudamos sobre os Dez Mandamentos e o Sábado como dia santo do Senhor, eu que já acreditava que a Bíblia é a Palavra de Deus, não pude resistir, nenhuma das demais denominações por onde passei falavam dessa verdade. Prontamente, percebi que estava no caminho certo e no dia 13 de junho de 1998 me entreguei a Jesus como meu único salvador. Hoje, enquanto escrevo este testemunho estou me preparando para ir ao Estúdio gravar meu primeiro CD para Jesus. Agora, poderei cantar e pregar do amor dAquele que muito me amou e me resgatou.

Agora eu sei que: “eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” (Jeremias 29:11) Orem por mim.

Antonio Torquato da Silva

sábado, 24 de abril de 2010

O MÁRTIR DA INDEPENDÊNCIA

“Porque Deus mandou o Seu Filho para salvar o mundo, e não para julgá-lo.” Jo 3:17. (BLH)

Todas as nações estão “manchadas” com o sangue de seus mártires e heróis. Homens e mulheres que libertaram o povo de sua nação do jugo de seus dominadores e muitas vezes também opressores.

O Visconde de Porto Seguro, em História Geral do Brasil, relata que quando o carrasco vestia o capuz em Tiradentes, para enforcá-lo, pediu-lhe perdão, e recebeu a seguinte resposta do mártir da independência do Brasil: “Ó meu amigo! Deixe-me beijar-lhe as mãos e os pés; também nosso redentor morreu por nós.” (p. 24)

O dia 21 de Abril é significativo para o Brasil: O Dia de Tiradentes. Neste dia recordamos os nomes daqueles que sacrificaram sua vida pela pátria brasileira, prestando-lhes as merecidas homenagens.

Porém, o maior sacrifício, certamente, não foi o de Tiradentes ou de qualquer outro herói ou mártir de qualquer país, mas foi o do grande Mestre Jesus Cristo, que ao morrer na cruz do Calvário, lançou o brado “ESTÁ CONSUMADO”! Homens e mulheres de todas as épocas estão livres do pecado e da morte.

Cristo nos resgatou do pecado. Enfrentou sozinho o inimigo de nossa alma, e realizou a maior obra do Universo – a libertação e salvação da humanidade.

Jesus viveu Sua vida com o único objetivo de acabar com o jugo e a opressão que nos prendia, dando-nos a esperança de perdão e vida novamente.

Paulo resume da seguinte forma: “É difícil que alguém morra por uma pessoa justa. Pode ser que alguém tenha coragem de morrer por uma pessoa boa. Mas Deus nos mostrou o quanto Ele nos ama: quando ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós.” Rm 5:7-8;

Para todo o que aceita e se alegra neste sacrifício, é dada a certeza: “Porque o salário do pecado é a morte. Mas o que Deus dá é a vida eterna em união com Jesus Cristo nosso Senhor.” Rm 6.23 BLH.

Viva livre, tenha esperança. Cristo Jesus é o teu Libertador. Aceite e peça que Ele o liberte e salve!

Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna – SC.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

NOVAS NOTÍCIAS NA TV ASN

DOCUMENTÁRIO: OS ADVENTISTAS

Um documentário sobre a mensagem e ministério de saúde da Igreja Adventista do Sétimo Dia está programado para ser levado ao ar por estações de difusão pública por todos os Estados Unidos, começando em 3 de abril. "Os Adventistas" explora o que o cineasta independente Martin Doblmeier considera um paradoxo: uma comunidade de fé conservadora na linha de frente da tecnologia médica. Saber por que os adventistas, que creem na breve vinda de Jesus, têm um compromisso com a longevidade e bem viver motivou o documentário, explicou Doblmeier. O filme começa com a cronologia da Igreja Adventista, dando enfoque sobre a pioneira Ellen G. White e outros membros originais após o desapontamento da falha do retorno de Jesus à Terra em 1844. Os adventistas hoje, Doblmeier parece dizer segundo o filme avança, têm tanta fé quanto os membros originais, mas são comprometidos em viver responsável e positivamente, causando impacto naqueles ao seu redor enquanto esperam pela segunda vinda de Cristo. Esse impacto é em grande medida enraizado na ênfase da igreja no viver saudável, conclui o filme de Doblmeir. [Leia Mais]

NOTÍCIAS DA SEMANA NA TV ASN NOTÍCIAS



Equipe ASN

quarta-feira, 21 de abril de 2010

ESPÍRITO SANTO: UM SER REAL E DIVINO

O propósito deste artigo é apresentar algumas verdades sobre o Espírito Santo, ou seja, sua personalidade, sua divindade, os símbolos e nomes que lhe são atribuídos, bem como a obra que ele realiza em relação à criação, a Jesus, ao pecador e ao crente; verdades estas que mostram o Espírito Santo como um ser real e divino.

A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO

A personalidade (quer dizer a qualidade ou o fato de ser uma pessoa) do Espírito Santo é um fato descrito na Bíblia, tanto quanto a personalidade do Pai e do Filho. O Espírito Santo tem todos os atributos de uma pessoa.

1. Ele pensa – em 1Coríntios 2:10, 11 esta verdade é clara. Ali diz que Deus revelou coisas a nós por seu Espírito e, então, afirma: "Porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus". O verso 11 diz: "... porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio Espírito, que nele está? Assim também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus". Aqui está o primeiro elemento da personalidade: inteligência, busca de conhecimento e capacidade de raciocínio.

2. Ele sente – o Espírito Santo pode ser entristecido. "E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção" (Ef 4:30); e contristado, "Mas eles foram rebeldes e contristaram o Espírito Santo..." (Is 63:10). Um outro ponto importante é que ele ama. O texto de Romanos 15:30 declara: "Rogo-vos, pois, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e também pelo amor do Espírito...". Podemos mencionar aqui que é impossível entristecer a uma pessoa que não nos ama.

3. Ele tem poder de escolha (volição) – 1Coríntios 12:11, falando dos dons do Espírito, diz: "Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas essas coisas, distribuindo-as, como Lhe apraz, a cada um, individualmente". Perceba: como Lhe apraz. O Espírito Santo tem vontade própria ou poder de escolha.

Outro tipo de evidência da personalidade do Espírito Santo é seu trabalho ou ações como uma pessoa. Ele realiza coisas que uma mera influência não poderia fazer. João 15:26 nos diz que o Espírito Santo é uma testemunha. Jesus diz: "Quando, porém, vier o Consolador, que Eu vos enviarei da parte do pai, o Espírito da verdade, que dEle procede, Esse dará testemunho de Mim". No mesmo discurso, em João 14:26, Jesus fala do Espírito em outra função – a de um professor: "Mas o Consolador, o Espírito santo, a quem o Pai enviará em Meu nome, Esse vos ensinará todas as coisas".

O livro de Apocalipse fala repetidamente do Espírito Santo como tendo uma mensagem para as Igrejas. Apocalipse 2:7 é um exemplo disso: "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas". O Espírito Santo se comunica com a igreja de Deus. Essa é mais uma evidência de personalidade.

Muitas outras evidências sobre a personalidade do Espírito Santo poderiam ser apresentadas.
Em Hebreus 10:29, é-nos dito daqueles que têm ultrajado o Espírito Santo. Atos 5:3 fala em mentir ao Espírito e, Mateus 12:31-32 nos adverte sobre o falar contra ele. Mas as melhores informações sobre a personalidade do Espírito Santo acham-se em João 14:16-17.

A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO

"Desde a eternidade o Espírito santo viveu junto com a Divindade, como o seu terceiro membro. O Pai, o Filho e o Espírito Santo são igualmente auto-existentes. Embora todos sejam iguais, existe uma distribuição de funções que opera dentro da Trindade"1.

As escrituras afirmam que ele é:
- Onipotente (Zc 4:6, Rm 15:19);
- Onipresente (Sm 139:7-10);
- Onisciente (1Co 2:10-11);
- Eterno (Hb 9:14);
- Criador (Jó 26:13, Jó 33:4, Sm 104:30);
- A Verdade (1Jo 5:6);
- O Senhor da Igreja (At 20:28);
- Aquele que dá vida (Gl 6:8);
- Guia (Sl 143:10, Is 63:14, Rm 8:14, Gl 5:18);
- Santificador (Rm 15:16, 1Co 6:11, 1Pe 1:2);
- Aquele que habita nos fiéis (1Jo 14:17, Rm 8:11);
- Santo (Is 63:10, 1Jo 3:20);
- Fonte de Poder (Mt 12:28, At 2:4, 1Co 12:9-11);
- Autor do novo nascimento (1Jo 3:5-6, Tt 3:5);
- Distribuidor dos dons espirituais (1Co 12:8-11, Jo 14:26-27);
- Conhecedor do coração do homem (Ez 11:5, Rm 8:26-27, 1Co 12:10, At 5:3-9);
- Conhecedor do futuro (Lc 2:6, Jo 16:13, At 20:23, 1Tm 4:1, 1Pe 1:11);
- Salvador (Ef 1:13, Ef 4:30, Tt 3:4-5);
- Sábio (Is 11:2, Jo 14:26, Ef 1:17);
- Enfim que ele é Deus (At 5:3-4).

No entanto, Ellen White declara que: "A natureza do Espírito Santo é um mistério. Os homens nada podem explicar porque o Senhor não lhes revelou... O silêncio é ouro"2, e que: "... há três pessoas vivas pertencentes à Trindade Celeste: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Os que recebem a Cristo pela fé viva são batizados e os poderes (do céu) cooperarão com os súditos obedientes dos céus em seus esforços para viver a nova vida em Cristo"3.

OS NOMES DO ESPÍRITO SANTO

Muitos nomes são dados ao Espírito Santo, nas Santas Escrituras, que revelam diversos aspectos de sua pessoa e obra. Bancroft4 identifica dezoito nomes dados ao Espírito Santo:

1) O Espírito (1Co 2:10);
2) Espírito Santo (Lc 11:13);
3) Espírito Eterno (Hb 9:14);
4) O Espírito de Deus (1Co 3:16);
5) O Espírito de Jeová (Is 11:2);
6) O Espírito do Senhor Jeová (Is 61:1);
7) O Espírito do Deus vivo (2Co 3:3);
8) O Espírito de Cristo (Rm 8:9);
9) O Espírito de Seu Filho (Gl 4:6);
10) O Espírito de Jesus (At 16:6-7);
11) O Espírito de Jesus Cristo (Fp 1:19);
12) Espírito purificador (Is 4:4);
13) O Santo Espírito da promessa (Ef 1:13);
14) O Espírito da Verdade (Jo 15:26);
15) O Espírito da Vida (Rm 8:2);
16) O Espírito da Graça (Hb 10:29);
17) O Espírito da Glória (1Pe 4:13-14) e
18) O Consolador (Jo 14:26).

OS SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO

A Bíblia apresenta alguns símbolos que são um reflexo das múltiplas operações do Espírito Santo, e de maneira nenhuma comprometem sua personalidade e sua divindade:

- Fogo (Lc 13:13). O fogo nos torna mais limpos, mais puros, mais úteis, mais ricos e mais fortes (Deus Pai também é chamado de fogo consumidor, ver Hb 12:29).

- Água (Jo 7:37-38). A água é indispensável à vida física de qualquer ser vivo. Ela refresca, refrigera, dá uma sensação de tranqüilidade e de bem-estar, e é isso que o Espírito Santo realiza na vida do cristão.

- Vento (Jo 3:8). Representa a ação sobrenatural do Espírito Santo.

- Pomba (Jo 1:23). Símbolo da mansidão, brandura, simplicidade, pureza, amor, paz, longanimidade, etc. (Ver Gl 5:22-23).

- Óleo (Mt 25:1-4). "O óleo é símbolo do Espírito Santo"5, que traz refrigério e conforto.

- Selo (2Co 1:22). Paulo usa a figura do penhor (garantia) para ilustrar o dom do Espírito Santo como uma espécie de primeiro pagamento, a certeza de plena herança do futuro.

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO

Ao considerarmos a obra do Espírito Santo, precisamos lembrar a verdade que todas as pessoas da Trindade são ativas. Isso significa que a Trindade é composta por três pessoas que trabalham.

1. Em relação à Criação – alguns textos são esclarecedores sobre o papel do Espírito Santo em relação à criação. "Os céus por sua palavra se fizeram, e pelo sopro de sua boca o exército deles" (Sl 33:6) e "O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo Poderoso me dá vida" (Jó 33:4). O Espírito Santo é o ativador de cada ato da criação, ou seja, é aquele que ativa e leva a término os atos iniciados.

2. Em relação a Jesus – o nascimento de Jesus foi obra do Espírito Santo (Lc 1:35). Jesus foi também ungido (At 10:38) e guiado (Mt 4:1) pelo mesmo Espírito. Jesus viveu uma vida plena do Espírito. A Bíblia diz: "Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão..." (Lc 4:1). O Senhor realizou seu ministério no poder do Espírito (Lc 4:18,19) e ofereceu-se em sacrifício pelo Espírito. A palavra diz: "Muito mais o sangue de Cristo que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu..." (Hb 9:14). Romanos 8:11 e 1:4 esclarecem que Jesus Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pelo poder do Deus Trino. Portanto, o Espírito Santo teve participação proeminente em sua ressurreição. Uma simples influência jamais realizaria tamanha obra.

3. Em relação ao pecador – é o Espírito Santo quem convence e converte o pecador. "Quando Ele vier convencerá o mundo da pecado, da justiça e do juízo..." (Jo 16:8) e "Quem não nascer da água e Espírito não pode entrar no reino de Deus" (Jo 3:5). Ellen White faz o seguinte comentário: "O Espírito Santo está constantemente buscando atrair a atenção dos homens para a grande oferta feita na cruz do calvário"6.

4. Em relação ao crente – o Espírito santo vem habitar ou fixar residência na vida do crente (Rm 8:9). A habitação do Espírito Santo visa fortalecer ou capacitar o novo converso para um viver vitorioso (Ef 3:16). Sobre a obra do Espírito Santo em relação ao crente, Ellen White escreveu: "É o Espírito que torna eficaz o que foi realizado pelo Redentor do mundo. É por meio do Espírito que o coração é purificado. Por Ele torna-se o crente participante da natureza divina. Cristo deu Seu Espírito como um poder divino para vencer toda tendência hereditária e cultivada para o mal"7. O Espírito Santo também proporciona segurança e guia (Rm 8:14-16). Muitas outras atividades poderiam ser citadas, porém, apenas duas mais. Ele sela (Ef 1:13-14) e capacita o crente para a obra de testemunhar em favor do evangelho (At 1:8).

Em suma, somente um ser pessoal, ou seja, um ser que tenha personalidade poderá realizar tais obras. O Espírito Santo não apenas possui personalidade, como ficou demonstrado, ele também é Deus. Seus nomes e símbolos revelam diversos aspectos e múltiplas operações de sua pessoa. Essas verdades revelam que o Espírito Santo existe. Ele é um ser real e divino.

Dr. Érico T. Xavier
Pastor Distrital em Londrina
______________________
1 Nisto Cremos, p. 90.
2 ELLEN G. WHITE, Atos dos Apóstolos, p. 52.
3 ______________ , Evangelismo, p. 615.
4 E.H. BANCROFT, Teologia Elementar, p. 186-191.
5 ELLEN G. WHITE, Parábolas de Jesus, p. 407.
6 _______________, Atos dos Apóstolos, p. 52.
7 _______________, O Desejado de Todas as Nações, p. 671.

terça-feira, 20 de abril de 2010

SOBRE A PREPARAÇÃO E ENTREGA DE SERMÕES

Um livro interessante para quem gosta de preparar mensagens bíblicas é o livro "Sobre a Preparação e a Entrega de Sermões". Abaixo uma pequena análise do livro:

O autor apresenta a importância de não apresentar uma mensagem bíblica sem primeiro analisar com cuidado alguns aspectos importantes relativos ao contexto. Por Exemplo, na sua dissertação ele apresenta vários textos bíblicos que são pregados erroneamente por diversos pregadores, que, ainda que com boas intenções, tiram o texto do contexto e o fazem dizer o que nunca disseram.

O autor escreve sobre várias regras de interpretação que, certamente serão não apenas úteis, mas também necessárias para o pregador que quiser se manter fiel ao texto bíblico.

Abaixo alguns pontos altos e baixos da leitura:

Pontos Altos:

1) Broadus alerta sobre a importância que devemos dar ao contexto de cada texto da Bíblia e também do zelo e cuidado quando lidamos com o texto sagrado;

2) Outro fato importante salientado pelo autor é que os pregadores bem sucedidos fazem uso diligente das Escrituras em sua leitura diária – Pág. 69;

3) Ele também apresenta a necessidade de atentar para o fato de que nem sempre o contexto de um texto se limita a um capítulo ou versículo, tendo em vista que estas divisões foram feitas há não muitos anos atrás;

4) Compreendemos mal o texto pela (1) “má compreensão da fraseologia do texto” pág. 51; (2) por “não levar em conta o contexto” pág. 53; (3) “Espiritualização imprópria” pág. 55;

5) Falando de figuras o autor apresenta a importância de “indagar o que o escrito sagrado ou locutor quis dizer com essa figura.... As histórias contadas pelo Grande Mestre são ilustrações de inigualáveis beleza e emotividade mas são apenas ilustrações...Quando se declara que a vinda de Cristo será como a do ladrão a noite a semelhança diz respeito apenas ao imprevisto” pág. 57;

6) Outro aspecto positivo é “a sugestão para o estudo de textos” pág. 65, onde o autor apresenta que para compreender melhor a Bíblia devemos (1) “estudar minuciosamente o texto” pág. 65; (2) “Dar atenção especial a todas as figuras de linguagem que podem ocorrer no texto ou no contexto – pág. 66 e (3) “Estudar o texto a luz do seu contexto imediato” – pág. 66.

Pontos baixos:

Como pontos baixos me refiro as afirmações que não concordei totalmente com o autor. Eis algumas delas:

1) “O tradutor traduziu para você os termos, mas você é quem deve traduzir as idéias” pág. 52 – Creio que, além de mim, o Espírito Santo também está envolvido neste processo;

2) Ele menciona que as divisões em capítulos e versículos “não foram feitas com muito cuidado e muitas vezes sem admitir o contexto e obscurecendo o sentido” pág. 54. Apesar disto ocorrer creio que não foram todas as passagens bíblicas divididas de forma errada e/ou feitas sem cuidado;

3) O autor analisa alguns textos bíblicos. É verdade que temos que pregar o que o texto diz. Mas, por outro lado, não podemos ser extremistas, por exemplo, o texto de Ex. 2:9 “Leva este menino e cria-mo; eu te darei o teu salário”. Segundo o autor jamais este texto poderá ser aplicado para dar conselhos aos pais. Quem fizer isto, segundo Broadus, “quer como alegoria, quer como acomodação, tal aplicação do texto é indefensável” e será “inescusável”. Pág. 63. Creio, no entanto, que não precisamos ser extremistas nesse ponto.

O pregador poderá falar do sentido original do texto, apresentando o seu contexto, e depois, baseado em outros textos da Bíblia, apresentar que Deus também poderia dizer palavras semelhantes aos pais de hoje. O pregador poderia dizer que é Deus quem concede os filhos “Leva este menino” (Sl. 127:3), dizer que Deus deseja que os criemos para ele (Dt. 6:4-9; Sl. 78:1-6) e que Ele recompensará (dará o salário) aos que cumpriram seu papel de pais eficientemente. O próprio autor admite isto na pág. 64 quando, falando de um provérbio que trata de amizade, diz que “pode-se tomar este provérbio como texto e discorrer sobre amizades que são muito intimas e verdadeiras, e daí, por analogia, aplicar, por sua própria responsabilidade, a falar de Cristo como a um amigo. Isto não quer dizer que esta passagem se refere a Cristo.”

4) Ele afirma que “muitas das idéias de Eclesiastes e de Jó não passam de transitórias tentativas de homens que buscavam mais luz” - pág. 69. Devemos ter cuidado pois esta afirmação pode nos levar a entender que algumas partes das Escrituras são menos inspiradas que outras.

Depois desta análise finalizo dizendo que o que mais me agradou nesta leitura foi a importância de valorizar o contexto, de dedicar tempo para a Bíblia a fim de entender o que Deus quis apresentar ao profeta ou apóstolo, e então apresentar ao ouvinte uma mensagem pura, isenta de preconceitos ou adulteração. Isso me chamou a atenção porque revela a necessidade de dedicar tempo para o estudo da Bíblia. Um sermão não pode ser feito de uma hora para a outra, exige estudo, esmero, dedicação e muita oração.

Pr. Evandro Fávero

domingo, 18 de abril de 2010

ENTRA NO AR A ASN TV

Já está no ar a primeira edição da ASN TV, um webjornal com as principais notícias de cada semana da Igreja Adventista do Sétimo Dia. O webjornal é produzido e apresentado pelos jornalistas Felipe Lemos e Márcia Ebinger, profissionais da Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, e tem o objetivo de mostrar um pouco do que ocorre na igreja em oito países sul-americanos.

A ideia é que seja inserida, também, uma rápida entrevista sobre assuntos de interesse geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia sul-americana e que todos os interessados em ter o conteúdo do webjornal possam fazer download. O ASN TV será disponibilizado na Internet todas as sextas-feiras.

Assista o vídeo:



Equipe ASN

O Bom Samaritano

Em Lucas 10:25-37 encontramos uma históra que nos ensina muitas verdades, e cada vez que a lemos aprendemos muitas lições. Ela é conhecida como O Bom Samaritano.

A escritora Ellen White escreveu que nessa história, Cristo ilustra “a natureza da verdadeira religião. Mostra que a religião consiste, não em sistemas, credos ou ritos, mas no cumprimento de atos de amor, no proporcionar aos outros o maior bem, na genuína bondade.” O Desejado de todas as Nações,497.

Jesus foi surpreendido pelos mestres da lei que queriam interrogá-lo com a intenção de O desmascarar. Eles perguntaram: “Mestre, o que farei para herdar a vida eterna? Eles na verdade sabiam a resposta, mas queriam colocar Jesus “contra a parede”!

Jesus, então, responde com uma outra pergunta. Na verdade Ele devolve a pergunta ao doutor da lei, dizendo: “Que está escrito na lei? Como lês? E o doutor da lei responde corretamente dizendo: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo” Jesus então diz: “Respondeu bem, faze isto e viverás!”

Desarmados e sem saber o que fazer, fazem uma pergunta que sempre tinha sido motivo de discussão entre os judeus. Eles perguntam: Quem é o próximo? Jesus então conta a história do Bom Samaritano! Não foi uma história inventada. Não foi uma mera parábola.

No livro citado acima, escrito por Ellen White, está escrito que “isso não era uma cena imaginária, mas uma ocorrência verídica, que se sabia ser tal qual era apresentada. O sacerdote e o levita que tinham passado de largo, encontravam-se entre o grupo que escutava as palavras de Cristo.” DTN, 499 Portanto Jesus estava falando de algo prático, que eles haviam vivido! E assim lhes ensinou preciosas lições.

Mas eu quero levar você a pensar no que simboliza cada personagem dessa história. Talvez você já tenha já ouvido outros sermões ou palestras ou lido artigos sobre O Bom Samaritano.

Geralmente nos ensinam através dessa história que nós devemos ser como o Samaritano. Ele foi bondoso, ajudou, se importou com o próximo. E que devemos tomar cuidado para não ser como o sacerdote e o levita, que passaram de largo, que não se detiveram para ajudar aquele que precisava.

Essa aplicação está correta! No entanto no livro O Desejado de Todas as Nações, na página 503 e 504, Ellen White diz que “na história do bom samaritano, Jesus ofereceu uma descrição de Si mesmo e de Sua missão. O homem fora enganado, ferido, despojado e arruinado por Satanás, sendo deixado a perecer; o Salvador, porém, teve compaixão de nosso estado de desamparo. Deixou Sua glória, para vir em nosso socorro. Achou-nos quase a morrer, e tomou-nos ao Seu cuidado. Curou-nos as feridas. Cobriu-nos com Sua veste de justiça.”

Por isso quero levar você a ver de maneira um pouco diferente do que usualmente vemos essa história.

Jesus é o Bom Samaritano! Ele busca o perdido, carrega nos ombros o que está ferido pela magoa, pela dor, pela tristeza! Mas principalmente Jesus se compadece de nós quando estamos doentes, quando vê seus filhos sofrerem nas mãos de Satanás por causa da doença, em conseqüência da transgressão das Leis Naturais.

A hospedaria representa a Igreja! Um movimento que Jesus levantou na terra com a finalidade de ajudar as pessoas que se encontram sofrendo por causa das enfermidades.

O hospedeiro representa você e eu! Nós recebemos de Deus as orientações para ajudar as pessoas.

E os denários? Os denários representam o conhecimento da Verdade Presente que o Senhor Jesus nos concedeu a fim de que pudéssemos ajudar o próximo. E o Senhor Jesus não concedeu apenas dois mas oito “denários” para que pudéssemos ajudar os doentes, prevenir as doenças daqueles que ainda estão com saúde.

Estes denários que o verdadeiro Bom Samaritano nos concedeu são: A Água Pura, Ar puro, Luz Solar, Exercício, Repouso, Alimentação, Pureza de Vida e Confiança no Criador!

“O ar e a água puros, o asseio, o regime alimentar apropriado, a pureza de vida, e a firme confiança em Deus são remédios [denários] por cuja falta milhares estão a perecer.” Testimonies, vol. 5, pág. 443.

AGUA:
“Muitos erram em beber água fria às refeições. O alimento não deve ser misturado com água. Tomada às refeições, a água reduz o fluxo de saliva; e quanto mais fria a água, maior o dano causado ao estômago. Limonada ou água geladas, tomadas às refeições, retardarão a digestão até que o organismo tenha provido suficiente calor ao estômago, habilitando-o a retomar o seu trabalho.” CSRA, 106 A água deve ser tomada em abundancia entre as refeições. Pelo menos 8 copos ao dia!

AR PURO:
“A influência de ar puro e fresco é no sentido de promover a circulação do sangue de maneira saudável através de todo o organismo. Ele refresca o corpo e tende a torná-lo forte e saudável ao mesmo tempo que sua influência é de maneira decidida sentida sobre a mente, proporcionando-lhe certa medida de calma e serenidade. Ele ativa o apetite e torna digestão de alimento mais perfeita, permitindo sono saudável e tranqüilo”. Conselhos Sobre Regime Alimentar (CSRA), 104.

LUZ SOLAR:
“A preciosa luz solar poderá fazer descorar os vossos tapetes; ela, porém, dará uma cor saudável às faces de vossos filhos. Se tiverdes a presença de Deus e possuirdes coração cheio de zelo e amor, uma casa humilde, na qual haja ar e brilhe a luz do Sol, e animada por altruísta hospitalidade, será para vossa família e para o cansado viajante um céu na Terra.” Testimonies, vol. 2, pág. 527.

EXERCÍCIO:
“O exercício é importante para a digestão, bem como para a saudável condição do corpo e da mente. Necessitais de exercício físico.” CSRA, 103

“O exercício moderado cada dia comunicará energia aos músculos, os quais sem exercício se tornam flácidos e debilitados. Por meio de exercício ativo ao ar livre, todos os dias, o fígado, os rins e os pulmões também serão fortalecidos para desempenharem sua obra.” CSRA, 103

REPOUSO:
“Aqueles que estão sempre ocupados e vão alegremente ao desempenho de suas tarefas diárias, são os mais felizes e vigorosos. O repouso e a tranqüilidade da noite traz ao seu corpo cansado repouso ininterrupto.” CSS, 53.

“Ao regular as horas do sono, não se deve proceder com descuido. Os estudantes não devem adquirir o hábito de permanecer em pé até à meia-noite, e tomar as horas do dia para o sono.” Mensagens Escolhidas, 415.

ALIMENTAÇÃO:
“O conhecimento sobre a conveniente combinação de alimentos é de grande valor, e deve ser recebido como sabedoria de Deus”. C.S.R.A., 109.

“A variedade de alimentos numa mesma refeição produz indisposição, e destrói os benefícios que cada artigo, se tomado sozinho, traria ao organismo”. C.S.R.A., 110.

“Se quisermos conservar a melhor saúde, devemos evitar comer verduras e frutas na mesma refeição. Caso o estômago seja fraco, haverá perturbação, o cérebro ficará confuso, e incapaz de exercer esforço mental. Comam-se frutas em uma refeição e verduras na seguinte...” C.S.R.A., 395.

PUREZA DE VIDA:
“A semelhança de Cristo em nós é uma grande verdade, uma verdade prática. Não sou apenas uma coisa amada por Deus, feita para ser deixada como vítima das tentações de Satanás; sou filha de Deus, gerada para uma viva esperança, plena de imortalidade e cheia de glória. Devemos permanecer em Deus, e Deus em nós. A pureza em nós é como a pureza em Deus; o amor em meu coração é um princípio vivo, como o amor no coração de Deus; e todos os tesouros do Céu estão à minha disposição porque sou remida pelo sangue do Cordeiro.” Nos Lugares Celestiais, 66.

CONFIANÇA NO CRIADOR:
Confiança no Criador é acreditar que os outros Sete remédios são de Deus. “Se depositais vossa confiança nEle, o Senhor também dará a cada um de vós Sua força, Sua graça, Sua salvação.” Olhando para o alto, 300.

Deus concede a cada um de nós esses “denários” a fim de que sejamos abençoados e possamos abençoar a outros. Para ajudar pessoas que estão na luta contra a enfermidade que foi adquirida pelos seus hábitos errôneos, a transgressão das leis naturais.

E se formos fiéis, cumprindo nossa parte a promessa é: “Eu te indenizarei quando voltar”. A maior indenização será a vida eterna. Jesus em breve voltará! Gostaria você de se preparar para a vinda de Cristo? Quer você preparar outras pessoas para a Sua vinda, ajudando-as a se libertar dos hábitos errôneos que tem destruído sua vida física e espiritual e colocando em prática essas leis na sua própria vida?

Se você aceitar essa incumbência do Bom Samaritano ele diz então: “Não temas porque estou contigo, não temas porque eu sou teu Deus...eu te ajudo” Isaias 41:10, 13. Com a ajuda do Senhor você será vitorioso e levará a saúde a muitas pessoas que desconhecem a Verdade Presente!
Você aceita a incumbência de cuidar dos feridos nesse mundo? Quer ajudar aqueles que estão feridos pelas transgressões das leis naturais? Coloque-se nas mãos de Deus a cada dia e ele lhe ajudará a ser um vitorioso e uma benção para outras pessoas.

Pr. Evandro Fávero

quarta-feira, 14 de abril de 2010

PROGRAMA GARANTE FORMAÇÃO DE LÍDERES DE PEQUENOS GRUPOS

O programa de investidura de líderes de pequenos grupos está em funcionamento na região central do Paraná desde o ano de 2009. De lá pra cá, o número de líderes investidos pelo programa já chega a 108, de acordo com o pastor Evandro Fávero, diretor do departamento que coordena as atividades de pequenos grupos na Associação Central Paranaense (ACP) da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

No último final de semana, de 9 a 11 de abril, um retiro foi promovido pelo departamento para treinar e capacitar líderes que aceitaram o desafio da liderança investida. A proposta do programa é que os líderes cumpram requisitos pré-estabelecidos e cresçam em experiência pessoal e espiritual.

Para o pastor Adriel Salles (primeiro pastor que aparece na foto ao lado), responsável por igrejas adventistas no município de Telêmaco Borba, o programa de liderança investida garante maior motivação da igreja no envolvimento para o trabalho missionário. "Hoje, temos uma igreja despertando e se tornando cada vez mais comprometida com a missão de levar o evangelho a todo o mundo", afirma Salles.

Um dos líderes investidos neste final de semana, Maurílio Vedovatto garante que o programa é grande aliado para o fortalecimento e manutenção de pequenos grupos. "Cumprir os requisitos nos faz ter mais perseverança no trabalho com os pequenos grupos", salienta.

Segundo Evandro Fávero, o mês de maio reserva ainda outras três cerimônias de investidura de líderes em Guarapuava, Ponta Grossa e Curitiba. No fim do próximo mês, cerca de mil líderes investidos de todo sul do Brasil participam de evento inédito em Faxinal do Céu. "O que nós queremos é levar cem líderes investidos para esse encontro no final de maio mas hoje já temos um número superior a esse aqui na Central Paranaense", explica Fávero, que tem a expectativa de atingir o número de 150 líderes formados pelo programa de investidura até o fim de 2010.

Élio Moura
Acessor de Imprensa da ACP

terça-feira, 13 de abril de 2010

O DEUS DA TORÁ

A Torá é o nome judaico pelos primeiros cinco livros da Bíblia.Torá vem do verbo iarah cujos sentidos básicos são lançar (Js 18:6; Ex 15:5) e atirar (Ex 19:13; I Sm 20:36). Mas no seu uso causativo (1) o verbo significa apontar com o dedo ou gesticular com a mão, como faz quem ensina os outros, e assim chega significar ensinar (Gn 46:28; Ex 35:34; Pv 4:4; I Sm 12:23; Dt 33:10; 17:10,11), desta maneira, a palavra significa “mostrar o caminho”, ou “ensinar”.

Torá é, então, instrução, e no contexto de instrução baseada na revelação de Deus é instrução normativa ou direção normativa. Pode levar o sentido de lei, mas a lei no sentido amplo, toda a instrução da palavra de Deus e não apenas aos Dez Mandamentos.
Um dos aspectos principais da teologia da Torá está voltada a Deus e sua relação com o mundo.

Deus é apresentado na Torá como O Deus vivo, O Deus que age, O Deus que Cria, O Deus único, O Deus ético e o O Deus Rei. [CLIQUE AQUI aqui para continuar lendo]

VOCÊ É RESILIENTE ?

Resiliência é um conceito oriundo da física, que se refere à propriedade de que são dotados alguns materiais, de acumular energia quando exigidos ou submetidos a estresse sem ocorrer ruptura. Após a tensão cessar poderá ou não haver uma deformação residual causada pela histerese do material - como um elástico ou uma vara de salto em altura, que verga-se até um certo limite sem se quebrar e depois retorna à forma original dissipando a energia acumulada e lançando o atleta para o alto.

A área de RH tomou essa palavra emprestada da física, definindo resiliência como a capacidade do indivíduo lidar com as adversidades, superar os problemas e obstáculos e resistir as mais diversas formas de pressão sem entrar em colapso, quase como se fosse um elástico, sem se romper.

Job (2003) que estudou a resiliência em organizações argumenta que a resiliência se trata de uma tomada de decisão quando alguém se depara com um contexto de tomada de decisão entre a tensão do ambiente e a vontade de vencer.

Tais conquistas, face essas decisões, propiciam forças na pessoa para enfrentar a adversidade. Assim entendido, pode-se considerar que a resiliência é uma combinação de fatores que propiciam ao ser humano, condições para enfrentar e superar problemas e adversidades.

Hoje no mercado, as empresas vêm buscando esses profissionais capazes de suportar o estresse e se adaptar a ambientes conturbados. Um profissional resiliente têm a capacidade de retornar ao seu equilibrio emocional após sofrer grandes pressões ou estresse, ou seja, são dotados de habilidades que lhes permitem lidar com problemas sob pressão ou estresse mantendo o equilibrio. Ele terá forças para enfrentar a adversidade e ainda será capaz de apresentar soluções criativas e eficazes. Parece algo impossível, algo mágico, não é mesmo? Mas, a boa notícia é que todos nós podemos nos tornar resilientes." [Fonte: Blog Alcides Ferri]

Nota: "Paulo diz que podemos ser resilientes se buscarmos forças no lugar certo. Ele diz: 'Tudo posso naquele que me fortalece' Filipenses 4:13" [EFávero].

segunda-feira, 12 de abril de 2010

LUGAR DE ESPERANÇA

Naquele domingo de manhã, Rosiene Honorato caminhava a esmo pelas ruas do bairro Jardim Pompeia, em Goiânia, GO. Três dias antes, a mãe dela havia falecido, o que a deixou desolada. Rosiene não estava conseguindo superar a perda. Quando passava pela Rua das Orquídeas, se deparou com a igreja adventista do bairro. Viu o portão aberto e resolveu entrar, mesmo não havendo culto ou reunião naquele momento. Apenas sentiu que deveria entrar. A porta do templo estava fechada, por isso Rosiene caminhou pelo corredor lateral externo e surpreendeu a zeladora Júlia Gonçalves, que estava fazendo a limpeza do local. Júlia, que também era diretora do departamento de ministério pessoal da igreja, ao perceber o olhar de desespero da visitante, convidou-a a entrar na igreja para conversarem. Sentaram-se num dos bancos de madeira e Rosiene abriu o coração. Disse que queria muito rever a mãe e Júlia explicou que ela poderia revê-la na volta de Jesus. Explicou-lhe também que os mortos estão descansando na sepultura, inconscientes, até o dia da ressurreição.

Na segunda-feira, Júlia visitou Rosiene. Convidou-a a fazer parte de um pequeno grupo e da classe bíblica da igreja. Os filhos de Rosiene foram matriculados no clube de aventureiros (semelhante aos escoteiros, mas mantido pela Igreja Adventista). Rosiene e os filhos nunca mais deixaram de frequentar os cultos, pois naquela manhã em que o desespero lhe pesava no coração, ela encontrou na igreja um lugar de esperança. [Leia mais e veja o vídeo]

domingo, 11 de abril de 2010

PRECISAMOS MUDAR AS PRIORIDADES

“Ai o Senhor respondeu: Marta, Marta, você está ocupada e atrapalhada com tantas coisas, mas apenas uma é necessária. Maria escolheu o melhor, e isso ninguém vai tomar dela.” Lc 10:41-42. (BLH)

Estamos cercados por Martas. São muitas as Martas em todos os lugares. Ótimas pessoas que andam atarefadas e cheias de compromissos seculares. Porém, pensando cada dia menos nos interesses espirituais.

Todo mundo gosta dessas Martas, porque são capazes, prestativas, cooperadoras. E sabemos que “alguém” precisa fazer o trabalho. O problema que Marta passa pouco tempo aos pés de Jesus.

Talvez, gaste horas sem fim escovando, cozinhando, limpando, telefonando, na internet, lendo livros e revistas de conteúdo discutível, vendo televisão, ocupando-se em muitos trabalhos e compromissos sociais; mas, “chora” quando tem que dar alguns minutos para o culto em família, à leitura da Bíblia ou a oração.

As Martas modernas não sabem o que estão perdendo. Não entendem que as maiores e melhores alegrias, os prazeres mais profundos da vida só encontram-se na presença de Cristo.

Imagine: Marta queria que Maria trocasse a comunhão com Jesus Cristo, o Filho de Deus, pelos trabalhos da cozinha. Podemos até ser simpáticos às queixas de Marta, mas devemos reconhecer que esta atitude revelava um problema mais profundo. O coração de Marta precisava ser reorientado na direção do Céu. Precisava dar o real valor a Jesus, Seu Poder, Sua Palavra.

Hoje, certamente muitos são iguais ou ainda piores que Marta. Precisam uma nova visão dos verdadeiros e reais valores da vida. Essa mudança muitas vezes acontece apenas com uma simples conversão; outras por problemas e provações; outras nas enfermidades.

Conhecemos vários casos de pessoas que só mudam sua visão depois ou durante enfermidade sua ou na família. Vêem que as coisas consideradas de grande valor, tornaram-se quase sem importância, ou foram colocadas na sua ótica real, enquanto as consideradas de pouco ou nenhum valor de repente adquirem um valor muitas vezes maior.

Ocupados e atrapalhados com muitas coisas, Jesus nos diz: “mas apenas uma é necessária”. A nossa relação diária e constante com Jesus é portanto, em última análise a única coisa que realmente importa, a única que realmente tem valor.

Precisamos sabedoria divina para que se alguma coisa precisa ser deixada ou negligenciada, que sejam os trabalhos materiais, nunca o cuidado pessoal com a edificação do nosso caráter!

Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna – SC.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

CRIANÇAS TAMBÉM SENTEM PRESSÃO PELO CORPO PERFEITO, INDICA ESTUDO

"Muitas crianças de dez e 11 anos já sentem a pressão para ter um corpo perfeito, segundo pesquisa publicada na revista BMC Public Health. Em estudo com mais de 4,2 mil crianças canadenses, os pesquisadores da Universidade de Alberta descobriram uma associação direta entre a satisfação com o corpo e o peso.

"Entre as meninas, os especialistas notaram uma resposta linear, indicando que elas se sentiam mais felizes quanto mais magras fossem. E, para os garotos, a insatisfação ocorria quando se achavam magros demais ou gordinhos. Os resultados da pesquisa, surpreendentemente, também mostraram que as meninas que residiam em áreas rurais eram mais propensas a reportar insatisfação com o corpo.

“Há uma relação bem estabelecida entre a satisfação com o corpo e o aumento do risco de distúrbios de comportamentos para o controle do peso, incluindo vômito, jejum e uso de laxantes e pílulas dietéticas para o controle de peso”, destacou o pesquisador Bryn Austin, da Universidade de Harvard. Por isso, especialistas recomendam uma atenção especial dos pais em relação a essa questão, e uma política de educação para incentivar alimentação saudável, prática de exercícios e para prevenir comportamentos de risco." [Fonte: Blog Saúde]

Nota: "Cuidar do corpo é bíblico. Paulo diz que nosso corpo é o templo do Espírito Santo. "Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo." (I Cor. 6:19,20). Por isso, o cristão deve sim cuidar do corpo mas, pelo motivo certo: Porque ele é a morada do Espírito Santo. Quem deve ser cultuado é o Espírito Santo e não o corpo. É o marceneiro que deve ser elogiado e não o móvel fabricado.

Por isso vale a pena lembrar que nossas prioridades não devem ser invertidas. O cuidado com o corpo é importante não só para ter boa saúde mas, também para ter a mente mais clara para a atuação do Espírito Santo e para dar um bom exemplo para nossos filhos. [EFávero]

terça-feira, 6 de abril de 2010

CHUVAS NO RIO DEIXAM CAPITAL ENTRA EM ALERTA MÁXIMO

Deu no Estadão:

"Entre os locais mais atingidos estão Niterói, com 48 vítimas, e a cidade do Rio, com 36 pessoas mortas; maioria das vítimas morava em áreas de encostas; 1410 estão desalojados.

"O maior temporal da história do Rio de Janeiro nos últimos 44 anos causou deslizamentos, destruição, colapso na infraestrutura, nos transportes e já deixou 103 mortos. De acordo com levantamento feito nas prefeituras e no governo do Estado. foram 48 mortes em Niterói, 16 em São Gonçalo, 36 na capital, dois na Baixada Fluminense e um em Petrópolis, na região serrana. A maioria das vítimas morava em áreas de encosta, como no Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, onde os deslizamentos mataram 14 pessoas.

"A prefeitura do Rio informa que são 1.410 desabrigados, 368 desalojados, 56 feridos e quatro desaparecidas. Oito bombeiros ficaram gravemente feridos na tentativa de resgate em Niterói. Em entrevista coletiva no fim da tarde, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB) voltou a pedir para que os cariocas fiquem em casa e decretou feriado para as escolas municipais nesta quarta. O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB) decretou luto oficial de três dias pelas vítimas.

"O sistema Alerta Rio, da Prefeitura, informou que o município entrou em alerta máximo na tarde desta terça. A alteração é caracterizada pela previsão de fortes chuvas e a possibilidade de alagamentos e deslizamentos na região. O anúncio foi feito às 15h45. As áreas em preto apontam os pontos da cidade em alerta máximo. As regiões mais afetadas pelas chuvas são Niterói, São Gonçalo, Grajaú, Tijuca, Santa Tereza e Rio Comprido." [Leia Mais]

Nota: "Notícias como essas devem nos mover de compaixão pelas pessoas desabrigadas impulsionando-nos a ajudá-las, e, em segundo lugar, nos encher de esperança. Esperança que todas essas coisas em breve deixarão de existir. Cristo enumerou vários sinais (Mateus 24:5-14; Lucas 21:25-27; Lucas 18:8; II Timóteo 3:1-5) que indicam o tempo próximo de sua volta a Terra e disse: "Ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima" Lucas 21:27.

Nutramos o sentimento de altruismo e compaixão mas sem esquecer a esperança de que em breve tudo isso acabará. Ele prometeu que "Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram. E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras" Apocalipse 21:3-5. [EFávero]

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Semana Santa encerra com investidura de líderes de Pequenos Grupos

Dezenas de líderes foram condecorados em dois municípios do Paraná.

Em 2009, a Igreja Adventista na região Sul do Brasil iniciou o programa de investidura para líderes de pequenos grupos. A proposta da iniciativa é capacitar os líderes e incentivá-los a progredirem em sua experiência de liderança. Segundo o programa, o líder precisa cumprir 13 requisitos para ser investido na categoria inicial como Líder. A partir daí, ele trabalha mais 17 tarefas para ser considerado apto a receber a condecoração de Líder Master e, então, cumprindo mais cinco requisitos, ele conquista a insígnia de Líder Master Avançado. Entre os vários requisitos que o líder precisa cumprir estão orar nas primeiras oras do dia, formar duplas missionárias, treinar e capacitar outro líder, fazer com que um pequeno grupo dê origem a outro e fundar uma igreja.

Para o pastor Antonio Moreira, presidente da Associação Central Paranaense (ACP), que, no Paraná, representa a Igreja em Curitiba, Região Metropolitana e municípios do Centro Oeste e Campos Gerais, o programa de investidura valoriza e dá aos líderes um senso maior de responsabilidade e comprometimento com a Igreja. "Esse projeto valoriza o envolvimento e o trabalho dos membros e estimula a se manterem unidos no mesmo propósito", considera ele. "Além disso, a igreja passa a valorizar mais os líderes envolvidos em pequenos grupos", afirma Moreira.

No último final de semana, dias 2 e 3 de abril, como encerramento da programação de Semana Santa, 18 líderes foram investidos no município de Telêmaco Borba e outros 15 na cidade de Castro. Estes líderes também realizaram a Semana Santa com seus pequenos grupos, o que é um dos requisitos da investidura. O trabalho dos 33 líderes reuniu 228 visitantes durante as noites do programa.

Em Telêmaco Borba, a investidura foi realizada juntamente com uma cerimônia de Santa Ceia na noite de sábado. Para Ondina Lacerda Martins, uma das líderes condecoradas ali, a investidura representa um compromisso com a obra de Deus. "Ser investida pra mim significa trabalhar na obra. A Investidura é importante pois cria mais responsabilidade na causa do Mestre" afirma ela. Darlan César Figueiredo, que há quatro anos abriga em casa um pequeno grupo com treze participantes, garante que essa nova proposta "é uma vitória conquistada e representa crescimento espiritual para os envolvidos".

Richard Ogalha, pastor em Telêmaco Borba, comemorou os resultados da Semana Santa em pequenos grupos e destacou a atuação dos líderes que foram investidos. "Essas pessoas são guerreiras e têm se esforçado bastante", diz ele. "Na Semana Santa tivemos 24 pontos de pregação na nossa região, sendo 20 em pequenos grupos e muitos desses grupos que começaram com esta semana devem continuar funcionando", explica Ogalha.

Em Castro, a Semana Santa foi realizada em 19 pontos sendo que 14 eram pequenos grupos. A Semana terminou com uma investidura de 18 líderes e contou com a presença dos pastores Antonio Moreira e Marcelo Cardoso, presidente e secretário da Igreja Adventista na região Central do Paraná.

Elias Mello, um dos líderes condecorados em Castro, trabalha com pequenos grupos há quatro anos e concorda que a nova proposta torna o trabalho ainda mais dinâmico. "Esse é o foco que precisava ser dado pra que as pessoas pudessem ter uma visão melhor de que é preciso trabalhar para levar a bandeira do Evangelho avante", analisa Mello. Para Fabiano Rudiniki, pastor em Castro, o programa da Semana Santa em pequenos grupos garantiu melhores resultados quanto à participação de convidados. "O que não pode faltar para que os líderes sejam investidos é a motivação e o acompanhamento a esses líderes", considera Rudiniki.

Atualmente, a Igreja Adventista na Associação Central Paranaense conta com 88 líderes investidos de pequenos grupos e cinco pessoas condecoradas na categoria de Líder Master.

Pr. Evandro Fávero e
Élio Moura

DEUS PROTEGE SEUS FILHOS

Leia abaixo o testemunho de como, mesmo em meios as provações, Deus protege seus filhos:

"No último mês de fevereiro, véspera de carnaval, entrei em uma loja para comprar um telefone convencional. Ao entrar na loja, não percebi que esta estava sendo roubada. Os funcionários e clientes estavam todos rendidos nos fundos da loja. Logo ao entrar na loja, fui abordado por um dos assaltantes mandando que eu também fosse para os fundos da loja.

"Como eu não sabia que se tratava de um assalto, reagi usando o mesmo tom de voz, disse-lhe que eu não iria para os fundos. Só então, percebi que era um assalto, pois, o homem estava com uma arma na mão.

"Minha primeira reação neste momento foi clamar para que Jesus me socorresse. O assaltante definhou uma coronhada em minha cabeça. Após o assalto fui encaminhado ao hospital para fazer exames de corpo e delitos.

"A médica que me atendeu me perguntou se eu havia desmaiado. Minha resposta foi “não”. Segui-se então aquele enorme questionário: “O sr. ficou inconsciente? Está sentindo dor em alguma parte do corpo? Está sangrando?” etc. A médica ficou impressionada com minhas respostas negativas. Notando seu espanto questionei a razão. Ela e um policial que estava no consultório disseram que era improvável que com o golpe eu não tivesse tido nenhum sintoma e estivesse me sentindo bem.

"Ali, pude dar o meu testemunho. Eu sabia que Deus havia enviado o seu anjo para me proteger e para que eu pudesse testemunhar que Ele socorre todo aquele que clama por auxílio. Não senti dor alguma, nem durante nem após o ocorrido nem ao menos uma cicatriz ficou. E nada me roubaram. Por isso, eu canto, louvado seja o Senhor nosso bom Deus, pois Ele “é o meu escudo, minha glória” (Sl 3:3)."

Luis de Camargo

sábado, 3 de abril de 2010

PÁSCOA – PAZ E COMUNHÃO

“Porque nossa festa da Páscoa está pronta agora que Cristo, nosso cordeiro da Páscoa, já foi sacrificado.” 1 Cor. 5.7; BLH

A Páscoa é celebrada por motivos diferentes entre cristãos e judeus, mas seu significado sempre será liberdade. Ente os hebreus, a Páscoa foi instituída como lembrança do fim da escravidão do Egito, quando Deus livrou da morte o primeiro filho de cada família do Seu povo, enquanto o primeiro filho de cada família dos egípcios morreu.

A Páscoa fez a diferença entre a vida e a morte para o povo de Deus. A Páscoa era uma cerimônia comemorativa e típica ao mesmo tempo: comemorava a libertação do cativeiro egípcio e a formação de Israel como povo.

No Novo Testamento, Jesus é nossa Páscoa. Ele é o nosso Cordeiro prometido. É Jesus que nos livra da morte que o pecado nos trouxe. A páscoa aponta para Jesus e Sua libertação maior, que traria ao morrer na cruz pelos pecados de todos aqueles que cressem nEle. A cruz deixou claro até que ponto o Criador esteve disposto a chegar para nos salvar. Para nos dar esperança novamente.

Quando temos Jesus, estamos em estado contínuo de Páscoa, permitindo que Jesus através do Espírito Santo limpe nossa vida do pecado. Páscoa é aceitar a Jesus como Salvador e ter nossa vida santificada.

Páscoa também significa ressurreição. Destacamos então sete significados da ressurreição de Cristo:

1. Ela nos diz que a verdade é mais forte do que a mentira;
2. Diz que o bem é mais forte que o mal;
3. Que o amor é mais forte que o ódio;
4. Que a vida é mais forte do que a morte;
5. Que Jesus morreu não só para pagar nossos pecados, mas para que possamos viver sem pecar;
6. Que Deus preserva até o dia da ressurreição a identidade e individualidade dos que morrem em Cristo;
7. Que temos motivo para crer em nossa própria ressurreição na gloriosa volta de Jesus em breve.

Celebre tua salvação. Viva a liberdade em Jesus!

Feliz Páscoa!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor Distrital em Laguna – SC.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

SÉTIMO DIA DA SEMANA SANTA

O propiciatório era a tampa da arca. Sobre essa tampa, o sumo sacerdote aplicava o sangue no Dia da Expiação para purificar o santuário dos pecados ali acumulados. O Lugar Santíssimo era o trono de Deus no santuário. Ali, Deus manifestava Sua
presença e revelava Seu caráter mediante a Sua lei, os Dez Mandamentos.

A presença de Deus no santuário era fonte de vida, através dele e de seus ministérios que os pecados eram perdoados e finalmente extirpados do meio do povo, renovando a vida espiritual e física de Israel.

No Novo Testamento, o texto bíblico de Hebreus 4:16 aplica a figura do propiciatório do santuário ao “trono de graça”, em que Cristo ministra em nosso favor no santuário celestial.

É de Seu trono de graça que Cristo nos concede liberdade do pecado e vida que provém de Deus. A vida, é o bem mais precioso que recebemos de Deus. Milhares de pessoas morrem a cada minuto. Devemos ser gratos pela vida que Ele nos dá.

Conheça mais sobre esse assunto assistindo ao Sétimo dia da Semana Santa em uma Igreja Adventista do Sétimo Dia ou pela internet. Abaixo o vídeo de abertura do tema de hoje:

quinta-feira, 1 de abril de 2010

SEXTO DIA DA SEMANA SANTA

Um móvel importante no santuário era o altar de incenso. Ele era assim chamado porque o sacerdote queimava incenso nesse altar diariamente. O incenso enchia o santuário com um suave aroma e difundia sua fragrância pelos arredores do tabernáculo.

Nesse altar, o sacerdote também oferecia o sangue sacrifical em favor dos pecadores. Profundas lições eram ensinadas ao povo de Deus mediante os ritos do altar de incenso.

A aplicação do sangue no altar de incenso significava o registro do pecado no santuário até o Dia da Expiação. Neste dia mediante ritos especiais, o santuário era purificado e o pecado era lançado definitivamente sobre a cabeça do originador do pecado.

A obra do sacerdote no altar de incenso era uma antecipação profética da obra de Cristo em favor dos pecadores no santuário celestial. Cristo morreu por nossos pecados e subiu ao céu para oferecer ao Pai os méritos de Seu sangue derramado na cruz do Calvário.

Hoje, Cristo está no santuário celestial intercedendo por toda a humanidade.O amor infinito de Jesus fez com que Ele sofresse a morte de Cruz para nos livrar do pecado e da culpa, e é por este amor um dia este planeta será purificado do pecado e de suas conseqüências.“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a Sua própria vida pelos Seus amigos” João 15:13.

O Amor de Deus é Incondicional. Não importa em quais circunstâncias estejamos vivendo ou em que situações estejamos envolvidos, Deus nos ama porque seu amor é incondicional.

Saiba mais sobre esse assunto visitando uma Igreja Adventista do Sétimo Dia no Sexto Dia da Semana Santa. Veja o vídeo de abertura do tema de hoje:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More