Clique aqui para conhecer mais

Artigos e Notícias sobre Pequenos Grupos.

União Sul Brasileira

Site com as notícias da Igreja Adventista.

Estudos Bíblicos

São 8 estudos bíblicos com assuntos diversos para computadores e smartphones.

Ministério Pessoal da DSA

História, Notícias, Materiais e outros.

SITE TEMPLOS DE ESPERANÇA

Conheça o projeto para implantar novas Igrejas no Sul do Brasil.

quarta-feira, 31 de março de 2010

CASAL DESCOBRE A VERDADE ESTUDANDO A BÍBLIA SOZINHOS

Mais uma história empolgante desta Semana Santa. Edervaldo Leite de Farias e Solange Regina da Silva de Farias (foto ao lado) guardam o sábado desde 1991 e conheceram sobre o quarto mandamento estudando a Bíblia sozinhos. A principio guardavam o sábado de meia-noite a meia-noite.

Edervaldo trabalha no porto de Paranaguá e no sábado não se apresentava, trocando este dia com o domingo. Os colegas de trabalho zombavam dele dizendo que tinha "virado adventista" por não trabalhar no sábado. Mas ele respondia: "Acaso o sábado é só para Adventista? Não, o sábado é para todos. Deus não quer que ninguém trabalhe no sábado."

Mais tarde Edervaldo conheceu o irmão Joel Zella, da igreja de Alexandra, em Paranaguá, que o presenteou com um estudo bíblico em DVD, e, a partir dali, ele passou a guardar o sábado de por do sol a por do sol.

Ao descobrir a rádio novo tempo, passaram a firmar a fé pela rádio, e logo que descobriram a TV Novo Tempo. Compraram uma antena parabólica e, desde então, seguem os ensinamentos ali ensinados.

Movidos pelo Espírito Santo eles próprios procuraram a Igreja Adventista do Sétimo Dia, no bairro Jardim Iguaçu. Não foi alguém até eles para que tomassem uma decisão, foi iniciativa do casal. Numa visita com o diretor do grupo, o irmão Rubens e o obreiro Gelson e Marcos, eles disseram que queriam o batismo. Quando disseram que iriam conversar com Pastor da igreja para ver a possibilidade, o casal disse que se não fosse possível eles iriam em um rio e um batizaria o outro, mas, que seriam batizados.

Como estavam preparados e com o coração nas mão de Deus foram batizados. Louvado seja Deus!

Pr. Mário Roberto
Pastor em Paranaguá

terça-feira, 30 de março de 2010

QUARTO DIA DA SEMANA SANTA

Ao entrarmos no primeiro compartimento do santuário, chamado de Lugar Santo, encontramos a mesa com 12 pães. Eles eram chamados os pães da presença, pois
deveriam ser trocados a cada sábado, quando eram substituídos por outros novos.

A mesa com pães evoca a idéia de alimento e sustento, além de ensinar a lição de que Deus é o supremo provedor das necessidades materiais e espirituais de Seu povo.

Você está preocupado com sua situação financeira, seu emprego, seu salário, com as necessidades de sua família? Você está ansioso quanto ao futuro diante de tantas incertezas? Deus está disposto a suprir as necessidades materiais e espirituais de Seu povo. Conheça mais sobre esse Deus maravilhoso assistindo a quarta reunião da Semana Santa em uma Igreja Adventista mais perto de você. Abaixo o vídeo de abertura do tema de hoje:

DEUS NÃO SE CANSA DE AMAR - História de como Deus libertou e transformou um homem

A história de Márcio Peracin (foto ao lado) é uma ilustração de como Deus não se cansa de amar e está sempre em busca de seus filhos procurando salvá-los. Abaixo sua história:

"A vida por vezes apresenta-se injusta, em meio a tantos infortúnios nos perguntamos se Deus está realmente ao nosso lado, se realmente Ele se preocupa com seus filhos. A minha história é assim, marcada por fracassos e tristezas desde que eu era uma criança, no entanto, hoje percebo em minha trajetória Deus sempre dando oportunidade àquele que para sociedade merecia a morte.

"Eu nasci em um lar pouco religioso, o Deus de meus pais era muito distante e representado por imagens que não permitia que o visse como um Deus pessoal. Meu pai faleceu quando eu tinha apenas 9 anos. Por fazer parte de uma família com 7 irmãos, e por minha mãe não ser esposa legítima de meu pai, não pudemos receber a pensão alimentícia, assim todos deveríamos trabalhar no campo para ajudar nas despesas.

"Devido diversas questões minha mãe começou a beber e em pouco tempo se tornou uma alcoólatra, o que a levou a ser uma mulher violenta e agressiva. Com medo de minha mãe, eu e meus irmãos nos escondíamos pelas ruas. Muito cedo me envolvi com jovens que praticavam pequenos furtos em supermercados, aprendi a fumar e a frequentar festas onde o uso de drogas como maconha e cocaína era comum. Assim, eu ingressei em um mundo muito perigoso de furtos mais ousados para sustentar meu vício.

"Aos 18 anos fui preso pela primeira vez. Mas a prisão não me assustou. Permaneci ali por seis meses e saí pior. Estava decidido a continuar com a mesma vida e fui preso novamente. Quando descobri que um de meus irmãos havia sido assassinado covardemente fiquei irado e consegui fugir. Queria vingança. Tudo o que eu mais queria era a vingança.

"Era uma noite fria de inverno. Enquanto maquinava como acabaria com a vida daqueles que tiraram a vida de meu irmão, fui pego por três de meus comparsas que tentaram destruir a minha vida. Armaram uma emboscada e me levaram para uma linha de trem. Ali dispararam dois tiros contra meu corpo e fugiram. Eu tentei caminhar, mas não tinha forças para ficar em pé, tampouco para pedir socorro, de repente via fachos de luz que cegavam meus olhos, ouvi vozes, mas não entendia. E como um raio o socorro chegou.

"No hospital os médicos não deram esperança: parada cardíaca. Já estava em uma maca aguardando para ser levado para o necrotério a fim de passar pela autópsia (é assim que pessoas como eu são tratadas), quando o médico chegou, ele dizia que uma voz insistente falava para que fosse ao hospital, impressionado foi. Ali me encontrou, e decidiu me operar imediatamente. Eu havia perdido muito sangue e era necessária uma transfusão, mas o hospital não dispunha de sangue. Incrivelmente, naquele momento chegou ao hospital uma senhora com crise asmática, sabendo da situação, depois da aparente melhora, ofereceu-se para ser doadora. A cirurgia foi um sucesso, mas como estava foragido retornei à penitenciária.

"Eu tinha um outro irmão que infelizmente ingressara na mesma vida de roubos e drogas, mas que na prisão conhecera a Verdade, e esta mudou sua vida. Agora esperava ansiosamente o dia de sua liberdade para poder servir a Deus livremente. Ali, em sua cela constantemente orava para que o Espírito Santo tocasse a minha vida. Novamente preso, eu não mudei de ideia continuei com meu plano de vingança, cada vez mais me tornara um homem cruel, liderava motins, rebeliões e era constantemente transferido.

"Certo dia depois de retornar a uma prisão que havia passado, recebi uma carta de um preso recém chegado àquela penitenciária também. A carta era de meu irmão e dizia: “Faça por ele o que você faria por mim”. O preso era um ex-comparsa de crime de meu irmão que também se convertera. Nem mesmo meu irmão entendia que a transferência era a resposta de Deus a sua oração. Um dia, foi expulso de sua cela pelos presos porque anunciava a palavra de Deus. Então me lembrei das palavras: “Faça por ele o que faria por mim”. Senti que era meu dever acolhe-lo ali em minha cela. A parti daí as coisas começaram a mudar.

"Conheci a Verdade por intermédio desse amigo, no inicio não foi fácil ceder, mas aos poucos o Espírito Santo trabalhava em meu coração. Aceitei um estudo bíblico, o que me impressionou muito a mente. E, finalmente aceitei a Cristo. O tempo se passou e cumpri minha pena. Estava feliz, agora seguiria a Cristo em liberdade, teria uma vida digna, tantos sonhos, mas a realidade do mundo é muito diferente, há pessoas cruéis, poucas oportunidades para um ex-presidiário. Voltei a viver e fazer o que aprendera, meu passado tornou-se o presente. Não tive forças para confiar em Deus, fugi de Seus braços, uma fuga que durou dezessete anos. Indo e voltando para as prisões, sem ter contato com a família, nem sequer com os meus dois filhos.

"Desesperava-me vendo a vida se esvaindo, juventude perdida, abandonado, desprezado, solitário. As drogas me aterrorizavam então clamava, gritava e Deus vinha me acalmar. Depois de ter cumprido mais 13 anos de prisão fui posto em liberdade novamente. Mas o círculo vicioso se repetia vez após vez. Quase enlouqueci. O que sentia em minha agonia e aflição era um sentimento de morte eterna, sem solução.

"Deus permitiu que eu chegasse ao extremo para me recuperar. Fui para uma penitenciária de segurança máxima. Disciplina rigorosa e severa. Ali sim, era o lugar onde o filho chora e mãe não vê. Fome, frio, sede, saudade, humilhação. Um verdadeiro campo de concentração. Vi gente morrer as mínguas por omissão de socorro.

"Então, foi nesse cerco e aperto que sem nenhum outro recurso humano me entreguei mais uma vez a Deus e desde então milagres acontecem. Minha pena foi reduzida e há um ano estou em liberdade. Hoje trabalho com vendas, e Deus tem abençoado minha vida verdadeiramente. Já alcancei R$ 38.000,00 em meu novo trabalho e, agora pude comprar um carro para facilitar minhas vendas. Estou casado com a mãe de meus dois filhos [foto acima], que também aceitaram a Verdade e foram batizados. Deus nos Deus uma casa com tudo o que precisávamos. Somos membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Uvaranas, Ponta Grossa, e participamos ativamente da Missão. Louvado seja Deus.

"A palavra de Deus diz que o coração do homem faz os seus planos, mas Deus lhe dirige os passos. Eu sou um exemplo de que o horror e amargura existem, mas há um Deus que conhece o nosso coração e certamente transforma todos aqueles que se colocam em suas mãos."

Márcio Peracin

segunda-feira, 29 de março de 2010

TERCEIRO DIA DA SEMANA SANTA

A semana santa continua hoje em todas as Igrejas Adventistas do Sétimo Dia e Pequenos Grupos. Hoje você compreenderá melhor o significado do Pia, local onde os sacerdotes se lavavam. Hoje a pureza e os valores morais mais básicos são desprezados e abandonados.

Há muita sujeira no mundo: pornografia, prostituição, drogas e infidelidade nos relacionamentos. A lição fundamental que aprendemos com a Pia do santuário é o valor da pureza, ou seja, aqueles que desejam ter comunhão com Deus devem valorizar a pureza. Abaixo o vídeo de abertura de Hoje:

domingo, 28 de março de 2010

COLÉGIO BARRA ADOLESCENTE COM CABELO MOICANO EM GRAVATAÍ

Deu no Jornal Zero Hora:

"Ao ser barrado no colégio por causa de um corte de cabelo considerado “extravagante”, como prevê o regimento interno, um estudante de Gravataí, na Região Metropolitana, levantou uma polêmica no ambiente escolar. O caso, que chegou a ser registrado pela família na 2ª Delegacia de Polícia do município, suscita um debate sobre os limites da interferência das instituições de ensino no visual dos alunos.

"Afirmando que o filho sofreu constrangimento e humilhação, a dona de casa Laureci Amorim Custódio, 53 anos, pretende ingressar na Justiça. Na sexta-feira, Eduardo Antônio Custódio Franco, 13 anos, foi impedido de frequentar as aulas na 8ª série do Colégio Adventista.

"Depois de quatro anos estudando na instituição, o garoto surpreendeu professores e funcionários ao aparecer com um corte no estilo moicano. Raspado nas laterais da cabeça e mais alto da nuca à testa, o cabelo foi avaliado como “extravagante”. Impedido de frequentar a aula, Eduardo foi levado para uma sala isolada, onde recebeu a lição do dia enquanto esperava a chegada do pai, chamado pela direção.

– Além de falarmos para ele que o cabelo estava fora dos padrões definidos pela escola, tivemos o cuidado de não expô-lo aos demais estudantes, pois ele poderia ser motivo de chacota. Ele estava tão diferente que o pai de outro aluno que o viu entrar perguntou se era mesmo um aluno nosso – afirma o diretor da instituição, Isaac Santos.

"No regimento do Colégio Adventista, aprovado pelo Conselho Estadual de Educação, constam normas que devem ser seguidas pelos estudantes. No caso dos meninos, é vedado cabelo comprido ou cortes extravagantes, piercings e brincos. Às meninas, também não são permitidos cabelos extravagantes, o que inclui cores fora das habituais, como vermelho e azul, além do uso de piercings, joias e bijuterias. A instituição justifica que as normas são apresentadas aos pais ou responsáveis no momento da matrícula.

"Para a família do garoto, a escola não pode interferir em algo tão pessoal e que não tem relação direta com o aprendizado. Desde sexta-feira, Eduardo não frequenta as aulas.

"– Meu filho sofreu constrangimento e não quer mais ir à escola, está nervoso e aborrecido. Falaram que ele era um mau exemplo para os demais, o que não concordo. Vou transferi-lo de escola, porque acho que vão persegui-lo se continuar ali – diz a mãe, que reconhece que no contrato de matrícula aparece a restrição a cortes de cabelo diferenciados."

Nota: "Tem se tornado cada vez mais comum dizer que quem nós somos é mais importante do que o que vestimos ou como nos apresentamos. No entanto, não podemos esquecer que a aparência revela não apenas o nosso nível social, econômico e educacional mas também nosso caráter. A aparência exterior influencia as reações não somente daqueles com quem nos relacionamos mas também a nossas próprias. Também está em jogo nessa história a obediência a regras pré-estabelecidas. Deus espera que sejamos obedientes as leis de Deus e também obedientes e honestos as leis civis (Tiago 2:10 e Romanos 13:1-4). E, certamente, essa obediência deve começar pela escola.

Além disso, uma das características da Escola Adventista é respeitar as pessoas. Isso ficou evidente nesta matéria. 'Eduardo foi levado para uma sala isolada, onde recebeu a lição do dia'. O objetivo foi, em primeiro lugar, não transgredir uma regra pré-estabelecida da escola e conhecida desde o momento da matrícula, e segundo 'não expô-lo aos demais estudantes, pois ele poderia ser motivo de chacota', ou seja, a proteção do aluno." [EFávero]

SEGUNDO DIA DA SEMANA SANTA

O santuário é a base para compreender o sacrifício de Cristo. Hoje nas Igrejas Adventistas do Sétimo Dia e em Pequenos Grupos você poderá compreender melhor o significado do Altar de Sacrifícios do santuário israelita e sua relação com o sacrifício de Jesus. Abaixo o vídeo de abertura de Hoje.

A CORAGEM CRISTÃ

"O meu Deus mandou o seu anjo, e fechou a boca dos leões para que não me ferissem. Pois Deus sabe que não fiz nada contra ele. E não cometi nenhum crime contra o senhor. ...viram que nenhum mal havia acontecido com ele, pois havia confiado em Deus.” Dn. 6:22-23(BLH).

Ninguém gosta de covardes. Pode-se ter defeitos, mas, pensamos, se alguém tem coragem ainda salva algo. Mas, nos dias atuais, é preciso muita coragem moral para se viver corretamente. Principalmente com tantos exemplos defeituosos e impunidade.
Daniel, como o texto mostra não seguia a multidão. Não se acomodava a alguma situação. Então, por que os leões não o devoraram? Porque vivia perto de Deus, tão perto que não era influenciado pelas opiniões de homens, mas pela vontade de Deus.

A Bíblia nos fala de muitos que seguiram a multidão ou a maioria, e não à vontade de Deus. Quase todos acabaram tendo um fim trágico; perderam o que pensavam ganhar e ainda perderam a esperança e a salvação de Jesus. Acabaram morrendo perdidos.

O cristão não tem o direito de virar as costas às questões morais em tempo algum. Só estaremos no direito quando fazemos o que Deus pede de Seus filhos.

O apóstolo João orienta: “Portanto, se dizemos que estamos unidos com Deus e ao mesmo tempo vivemos na escuridão, então estaremos mentindo com palavras e ações.” 1Jo 1:6. Qual seria então o teste de nossa comunhão com Deus? No dizer de João é: “Aquele que faz o que é correto é correto, assim como Cristo é correto.” 1Jo 3:7(BLH).

Daniel fez muito por todos aqueles que vieram depois dele. Quando todos se curvavam à vontade do homem, ele ficou firme com a vontade de Deus. E porque foi fiel, leal e forte pela força de Cristo, a verdade venceu. A presença de Deus passou a ser mais real para todos os que quiseram conhecê-la.

A coragem e integridade de Daniel deve ser também a nossa. Fidelidade a Cristo, certeza de força divina, vitória sobre o pecado, pode nos pertencer ao andarmos com Jesus. Pode haver algo mais importante e precioso do que isso?
Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna – SC.

sábado, 27 de março de 2010

PRIMEIRO DIA DA SEMANA SANTA

Começou no dia 27 de março a Semana Santa com o tema "Um Lugar de Esperança". Abaixo o vídeo de abertura do tema da noite. Demais temas, Power Points, vídeos e materiais adicionais você encontrará no Portal Adventista :

quinta-feira, 25 de março de 2010

O que é Evangelismo?

O que é Evangelismo? O que lhe vem a mente quando lhe falam sobre isso? Você acha que tem o dom para evangelizar? Qual seria o melhor conceito para definí-lo?

Evangelismo tem a ver com o evangelho do Senhor Jesus. Por isso, a melhor definição poderia ser a de Charles Spurgeon que disse:

"Evangelismo é um mendigo contando a outro mendigo onde encontrar pão".

Esta definição afirma que a pregação do evangelho é mais do que a exposição pública da Bíblia. É o exemplo dado através de um cristianismo prático. Ser evangelista significa espalhar as boas novas de salvação.

Ser um evangelista significa ser o bom perfume de Cristo. Exalar e contagiar as pessoas por quem passa com a fragrância do conhecimento celestial. Como disse Paulo: "Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem...Vós sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos os homens, estando já manifestos como carta de Cristo, produzida pelo nosso ministério, escrita não com tinta, mas pelo Espírito do Deus vivente, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, nos corações." (II Coríntios 2:14,15 e 3:2,3).

“Se o nosso povo sair com fé. Fazendo tudo quanto puder para dar início, trabalhando à maneira de Cristo, o caminho será aberto diante dele. Se Ele demonstrar ter a energia que é necessário, a fim de obter êxito, e a fé que avança sem hesitação, em obediência à ordem de Deus, ricas messes serão obtidas. Deve avançar tanto e tão rapidamente quanto possível, com a determinação de fazer justamente aquilo que o Senhor disse deveria ser feito. Precisa ter energia e fé inflexível, ardente... O mundo tem que ouvir a mensagem de advertência”. Evangelismo, p.18-19.

Que Deus o use poderosamente para levar o evangelho por onde for!

Pr. Evandro Fávero

quarta-feira, 24 de março de 2010

APROXIMA-SE A SEMANA SANTA

Inicia a partir de 27 de março o programa de evangelismo da semana santa.

Esse ano o tema será "Um Lugar de Esperança" onde será abordado o Santuário e a relação com Jesus e sua obra.

Todo o material (cartazes, sermões, folhetos, convites, DVDs) já foram enviados às igrejas e agora é o momento de nos mobilizarmos para apresentar, participar, apoiar e orar por esse Evangelismo. No portal adventista na internet estão amostras dos materiais, caso alguém não tenha recebido.

Incentivamos que, além das igrejas, os Pequenos Grupos façam esta semana. Os temas foram adaptados para os Grupos e, além disso, o Pr. Fernando Iglesias gravou os sermões em uma versão menor para ser estudado nos grupos. Para saber como realizar a Semana Santa em Pequenos grupos leia o artigo Semana Santa em Pequenos Grupos: Dá Certo?

O programa também será transmitido via satélite. O orador será o Pr. Fernando Iglesias que falará direto da Igreja do Setor Coimbra em Goiânia.

Para quem optar pelo satélite, ele falará ao vivo do dia 27 de março a 03 de abril sempre das 19h30 às 21h00 pelo canal executivo e de 21h00 ás 22h30 pelo canal aberto da TV Novo Tempo (horário de Brasília).

Algumas dicas importantes para que o evangelismo desta semana santa seja uma bênção:

1) Mantenha todas as igrejas abertas durante a semana. Perder essa oportunidade missionária é perder o foco e o ritmo missionário do ano;

2) Realize a semana completa de evangelismo, é “semana santa” e não meia semana ou final de semana;

3) Realize a semana santa nos Pequenos Grupos. Pode ser toda a semana nos grupos ou até quinta feira nos grupos e de sexta a domingo os grupos vêem para a igreja;

4) Cada instituição também deve realizar a semana de evangelismo;

5) A semana santa além de ser uma ocasião para semeadura também é uma ocasião de colheita. Programe batismos ao longo da semana;

6) Também é uma ocasião para plantar novas congregações e conquistar lugares sem a presença adventista;

7) Não esqueça da continuidade com as classes bíblicas, Pequenos Grupos, estudos bíblicos, evangelismo público e/ou Evangelismo Tempo de Esperança aos Domingos a noite;

8) Faça uma corrente de oração. Organize um grupo que orará antes e durante a semana;

9) Convide os amigos pelos quais estamos orando nas primeiras horas do dia;

10) Faça uma caminhada e pequisa de oração nos aredores de onde será a Semana Santa. Deus atuará poderosamente na vida dos participantes.

“O plano de se darem estudos bíblicos foi uma idéia de origem celeste...Deus não há de permitir que essa obra em Seu favor fique sem recompensa. Coroará de êxito todo esforço humilde feito em Seu nome.” Obreiros Evangélicos, pág.192.

Que Deus te use para que esta semana seja um sucesso!

[Mensagem adaptada de "Do Escritório da Presidência"]

Pr. Evandro Fávero

NOTÍCIAS DO CHILE

Transcrevo abaixo algumas informações que recebemos do Pr. Erton Köhler sobre a situação no Chile:

"Essa semana estive visitando as regiões afetadas pelo terremoto no Chile. Foi impressionante visitar alguns lugares e ver como ficaram as famílias adventistas, as cidades e mesmo nossa igreja.

"O que mais me chamou a atenção foi o sorriso de algumas famílias em Constitución, que perderam tudo, mas não perderam a fé, a esperança e um sorriso no rosto. Estive visitando algumas dessas famílias. Uma delas vive em uma barraca, e estava ao redor de uma fogueira ao entardecer. Continuam no mesmo lugar onde viviam e tinham uma padaria industrial.

"O tsunami levou tudo e não ficaram nem os alicerces da casa. Só o terreno completamente limpo. Vivem no local porque não querem correr o risco de perder esse único pedaço de terra que lhe sobrou. Os irmãos Hector e Yolanda (tesoureira da igreja central) e filhos [foto ao lado], vieram até onde estavam os restos de sua casa para nos encontrar. Está tudo em ruínas. Pela rua estavam a geladeira, o computador, o equipamento de som, roupas, calçados, o que a água deixou pelo caminho. Yolanda contava como viram em meio a escuridão a chegada das ondas gigantes, de cima da montanha para onde fugiu após o terremoto.

"Em um pequeno balneário, como uma ilha, as pessoas gritavam e faziam sinais de luz com suas lanternas pedindo que alguém fosse até lá para salvá-los. Era quase impossível chegar de barco até o local. Um marinheiro tentou, fez duas rápidas viagens da ilha até a cidade e quando voltava pela terceira vez foi tragado pelas ondas gigantes. A maioria dos que estavam na ilha silenciou e foi tragado instantaneamente com a chegada do tsunami. Da montanha a maioria dos moradores da cidade acompanhava a situação, em meio a escuridão.

"É uma situação dramática que merece nosso apoio e orações. Ainda existe muito por reconstruir em nossas igrejas, escolas e escritórios. As Uniões e instituições da DSA se uniram para ajudar diferentes igrejas. A DSA está enviando recursos para ajudar nas obras de reconstrução. A Associação Geral e outras Divisões mundiais estão enviando recursos também. Essa é a bênção de sermos uma igreja mundial.

"Bem, são algumas informações só para você ter uma visão um pouco maior do que aconteceu. Não deixe de orar e ajudar através do Portal Adventista.

segunda-feira, 22 de março de 2010

SEGUNDA FEIRA SEM CARNE

Deu no site da Sociedade Vegetariana Brasileira:

"Diante de dados tão alarmantes sobre o aquecimento global, o ex-Beatle Paul McCartney pensou como as pessoas poderiam escolher, entre tantas sugestões, qual seria a de maior impacto para contribuir para um planeta mais limpo, sustentável e saudável. A resposta ele anunciou ao mundo, em agosto do ano passado, com o lançamento da campanha Meat Free Monday, chamada no Brasil de Segunda Sem Carne.

"Munido de estudos da FAO (IPCC - Painel Intergovernamental de Mundanças Climáticas - 2009) que comprovam que a indústria da carne é responsável por 18% do total das emissões de gases de efeito estufa em todo mundo - o que representa mais poluição que o setor de transporte. O, o cantor chamou especialistas, como o Dr. Ph.D Rajendra Pachauri, para endossar que a mudança no hábito alimentar de comer carne é a medida mais eficaz - e urgente - para diminuirmos a evolução do efeito estufa, mas também de outros prejuízos ao meio-ambiente.

"Com o lema "mudando sua alimentação, você pode mudar o mundo", a campanha já foi lançada em diversas cidades de vários países e vem arrebatando seguidores, inclusive em grande número dentro do show business, pela sua simplicidade e eficácia. Afinal, excluir a carne - de qualquer tipo - em apenas um único dia da semana, não é uma tarefa difícil. E a escolha da segunda-feira vem para facilitar a decisão, quando todos têm por hábito alimentar-se de forma mais leve para compensar os excessos do final de semana.

"Contudo, em se tratando do consumo de carne, estes excessos vêm causando prejuízos enormes, seja para o custo da saúde pública, seja para a preservação dos biomas terrestres e marítimos, seja para a promoção da paz e justiça social. Estima-se, por exemplo, que nada menos que 80% do desmatamento da Amazônia seja causado pela indústria da pecuária. Outro número que envergonha nesta indústria está relacionado ao emprego de trabalhadores em regime análogo à escravidão: a pecuária emprega 62% destes trabalhadores no Brasil. Os dados são do Ministério da Agricultura e da Comissão Pastoral da Terra.

"Engajada na defesa e promoção do vegetarianismo desde sua fundação, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) percebeu a importância e o alcance desta campanha e passou a representá-la no país, recebendo a autorização de distribuir a carta de Paul McCartney às autoridades locais. Esta carta já foi levada à cidade de São Paulo, no ano passado, numa grande festa promovida no parque Ibirapuera. A segunda cidade que recebe o lançamento da campanha é Curitiba, onde a Prefeitura Municipal já possui ações de apoio ao vegetarianismo, promovendo a Feira Vegetariana de Curitiba junto com o grupo local da SVB.

"'Era natural que a Secretaria do Abastecimento fosse nossa principal parceira para este importante projeto, uma vez que lançamos juntos a Feira Vegetariana de Curitiba" - comenta Ricardo Laurino, coordenador do Grupo de Curitiba da SVB, sobre o lançamento da Segunda Sem Carne na cidade. Ele continua: "Nossa intenção, com a Feira Veg, sempre foi levar a mensagem do vegetarianismo para aqueles que comem carne, para lhes mostrar como é fácil e acessível se alimentar bem e de forma saborosa sem ingredientes animais. A Segunda Sem Carne é outra chance de levarmos esta mensagem às pessoas, porém com um apelo maior, pois contaremos com o engajamento do governo municipal para torná-la realidade."

"O lançamento da campanha Segunda Sem Carne em Curitiba ocorreu no dia 20 de março, sábado, no Mercado Municipal, no setor de orgânicos. O evento abriu às 9h e disponibilizou ao público muita informação sobre o impacto do consumo da carne na saúde, no ambiente e nas questões sociais, sobretudo em nosso país.

"O evento contou com aulas-show de culinária, com a demonstração e degustação gratuita de receitas veganas aos participantes, e contou com debates e performances de artistas voluntários que estão apoiando a campanha. Às 14h foi feita a solenidade de lançamento, quando a SVB leu a carta que Paul McCartney escreveu às autoridades políticas locais. Nesta mesma solenidade, a SVB entregou um carta de intenções à Prefeitura, solicitando políticas públicas para redução do consumo de carne na cidade, e celebridades convidadas vestiram a camiseta do evento."

Nota: "Quando Deus criou o mundo ele deu ao ser humano recém criado um cardápio. Sua alimentação deveria ser composta de sementes, frutos e ervas. 'E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento' Gênesis 1:29.

A alimentação cárnea foi permitida ao ser humano somente depois do dilúvio em uma situação emergencial. Deus ordenou que Noé levasse para dentro da arca um par de animais imundos e sete pares de animais limpos. 'De todo animal limpo levarás contigo sete pares: o macho e sua fêmea; mas dos animais imundos, um par: o macho e sua fêmea.' Gênesis 7:2.

Isso significa que os animais não foram criados originalmente por Deus para alimentação. Por isso nem todos poderiam servir de alimento. Então, nessa situação emergencial, Deus ordenou que dos animais imundos, ou seja, os que não poderiam servir de alimento, fossem levados apenas um par para a procriação. Os demais foram levados sete pares que serviriam para procriação, alimento e holocausto. Em Levíticos 11 e Deuteronomio 14 encontra-se a lista completa dos animais limpos e imundos.

No entanto, aqueles que puderem fazer a opção de, não somente na segunda-feira, mas todos os dias da semana se absterem da carne estão se aproximando do regime original do Éden e do regime que teremos na pátria celestial onde não haverá mais morte (Apocalipse 21:4).

Por isso Paulo disse que "é bom não comer carne..." (Romanos 14:21). E a escritora Ellen White tem dezenas de textos em que orienta seus leitores a abster-se da carne. No livro Conselhos Sobre Regime Alimentar (CRA) ela tem várias destas orientações. Abaixo algumas delas:

"Não devemos pôr carne diante de nossos filhos...Cereais e frutas preparados sem gordura, e no estado mais natural possível, devem ser o alimento para as mesas de todos os que professam estar-se preparando para a trasladação ao Céu. Quanto menos estimulante o regime, tanto mais facilmente podem as paixões ser dominadas" CRA, 18.

"Repetidamente tem-se-me mostrado que Deus está trazendo de volta o Seu povo ao Seu desígnio original, isto é, que ele não dependa da carne de animais mortos. Ele gostaria que ensinássemos ao povo um caminho melhor" CRA, 82.

"As paixões animais ganham domínio em resultado da alimentação cárnea, do uso do fumo e das bebidas alcoólicas. O Senhor dará sabedoria a Seu povo para preparar daquilo que a terra proporciona, alimentos que tomem o lugar da carne. Combinações simples de nozes e cereais e frutas, preparadas com sabor e habilidade, recomendar-se-ão aos incrédulos" CRA, 269.

"Um regime simples, livre de especiarias e carnes e gordura animal de qualquer espécie, demonstrar-se-vos-ia um benefício" CRA, 359.

E daí, quer tentar? Experimente! Fique um dia, depois dois, três, uma semana, um mês sem carne. Certamente você se sentirá melhor. Que Deus te abençoe!

Pr. Evandro Fávero

A VIDA É INJUSTA, MAS DEUS É BOM

Abaixo o quinto sermão apresentado durante o mês de fevereiro e início de Março em todas as igrejas adventistas no território da Associação Central Paranaense no programa IMPACTO ACP:

"Você já pensou que a vida não é justa? Você já ficou incomodado com este sentimento? Você não fica indignado ao pensar que a corrupção parece ser recompensada com pizza? Ou quando alguém que você julga menos qualificado é promovido tendo sido recém contratado enquanto você se dedica aquela empresa a anos? E o que dizer do cara mais feio da escola se casar com a moça mais bonita? Isto te parece justo? Para mim é justo, pois vai compensar a feiúra. Será que a razão para a vida ser injusta se dá pelo fato de Deus não ter total controle da Terra? O que você acha? Que tal se você compartilha-se com quem está ao seu lado por dois minutos? Vamos lá?

"No princípio quando Deus criou a Terra, não se questionava nada porque tudo era bom. Mas quando o homem se rebelou e um novo mestre foi introduzido, as coisas mudaram. O mundo começou a conviver com o bem e mal. Consequentemente, nossa percepção do certo e errado, do bem e do mal foi comprometida com o tempo. Escute a seguinte história:

"Uma mãe está fritando bolinhos enquanto seus dois filhos brigam pelo primeiro deles. Mamãe querendo ensinar uma lição pergunta: “Se Jesus estivesse aqui, Ele abriria mão do primeiro bolinho”. Então o filho mais velho responde ao menor: “Você faz o papel de Jesus hoje!” As vezes o nosso conceito do que é justo se baseia naquilo que as pessoas ao nosso redor estão recebendo. Uma das nossas tendências é de nos compararmos com os outros. Leia Mateus 20:1-16 para entender o contexto da reflexão desta noite.

"O que levou Jesus a contar esta parábola é revelado em Mateus 19:27-30. Os discípulos estavam questionando o que ganhariam por seguirem a Jesus. Apesar do ideal ser a satisfação da presença de Jesus, nem sempre pensamos assim, não é? Nossa lógica é diferente. Nós estamos sempre interessados naquilo que Deus tem a nos dar. Mas a lógica de Cristo é diferente. Volte a Mateus 20:1 e perceba que o contexto apresenta a vinha que representa a obra de Deus. Eram 6 horas da manhã. O dono da casa representa Deus. Ao contratar seus trabalhadores, ele estabelece seus salários. Eles sabiam desde o início o quanto iriam receber. Mas o dono da casa (Deus) nunca se satisfaz com o número de empregados que tem e por isso vai à praça continuamente para buscar mais trabalhadores. Ele questiona por que eles estão desocupados? Isto nos mostra que Deus espera que estejamos ativos.

"Quando Jesus voltar, dois tipos de pessoas estarão sobre a terra: os acordados e ativos e os dorminhocos e desocupados. Quando pensamos no pecado de Sodoma e Gomorra, pensamos que o pecado foi simplesmente a promiscuidade sexual. Ezequiel 16:49 fala que era a soberba, fartura de pão e próspera tranquilidade. Você já ouviu que “a mente vazia é oficina do inimigo?” Já percebeu que os jovens ociosos depois das dez horas sempre encontram algo perigoso pra fazer? Deus nos chama para atividade. Quando a igreja não está preocupada em evangelizar, ela acaba se fixando em picuinhas.

"Quando a parábola fala dos horários em que o senhor foi buscar trabalhadores, fala das 6,9 e 15 horas. A parábola fala ainda da décima primeira hora que seria às 5. O dia de trabalho terminava às 6. É difícil de entender alguém indo buscar trabalhadores enquanto o expediente está praticamente encerrado lá no campo. Deus quer que estejamos ativos independentemente do tempo que resta; ou do tempo que nos resta. Não podemos nos aposentar na obra de Deus. A grande comissão nos manda ir, pois só assim o evangelho vai alcançar o mundo pra Jesus voltar. Já percebeu que em nenhum relato lido até aqui você lê Deus dizendo que já tem gente suficiente? O dia de trabalho não termina por que não tem mais nada a colher, termina porque não tem mais tempo. É triste pensar que há tanto a fazer pelo Senhor e não há tempo suficiente.

"Outro aspecto interessante é que no final do dia eles recebiam seu salário. Deuteronômio 24:15 fala do pagamento diário feito aos pobres antes do pôr do sol para que pudessem sobreviver. E realmente devemos viver um dia de cada vez - o pão nosso de cada dia, dá-nos hoje”. Devemos comparecer diante do Senhor diariamente pelas nossas necessidades. Mas às vezes só conseguimos estar tranquilos com o salário do mês adiantado. Independente se recebemos diário, semanal, quinzenal ou mensalmente; uma coisa é certa - o dia do pagamento virá. E todos receberão seus salários. Nesta história todos os trabalhadores receberam. Agora pode parecer que os salários foram desiguais, mas não será assim no dia do pagamento final.

"Salmos 73:3 e 17 mostra que no acerto de contas final, toda injustiça será desfeita. Pode não parecer justo agora, mas Deus é bom. Independentemente do tempo de trabalho, o salário será o mesmo. Deus vai dar a vida eterna a todos os Seus trabalhadores. Independentemente do tempo de contribuição, todos se aposentam com os mesmos privilégios, em condições de construírem suas próprias casas na Nova Terra. Agora pode parecer injusto, mas Deus é bom. Não receberemos de acordo com o trabalho que realizamos, mas de acordo com a bondade e graça do nosso Senhor. Pense no ladrão da cruz - ele terá a mesma recompensa que Zacarias que trabalhou a vida inteira. Neste mundo de tanta injustiça e desigualdade, não há uma razão mais contagiante do que esta. Deus é Bom! Apesar de todos os problemas que enfrentamos, Ele ainda nos dá o sol, a chuva, a chance de salvação. Se você tiver que pensar que Deus é injusto; então, pense que Ele é injusto por não retribuir a nós conforme merecemos.

"Pois se o salário do pecado é a morte, eu e você realmente merecemos morrer. Mas Ele nos dá uma chance de viver. Você tem certeza que gostaria de pedir que Ele seguisse à risca tudo que disse? Entenda e aceite que além de ser justo, Deus é misericordioso também.

"Nós procuramos ser misericordiosos com nossos filhos. Quantas vezes você já se percebeu repetindo algo três ou quatro vezes aos seus filhos na esperança que eles obedecessem e não tivessem que sofrer as consequências? Um empresário do ramo de asfalto vendeu sua companhia por 432 milhões de dólares, mas deu 128 milhões para os seus trabalhadores. Aos aposentados ele deu um bônus e àqueles na ativa ele deu um ou dois milhões. Ele não precisava fazer nada daquilo. Ele simplesmente queria repartir sua fortuna. Outra companhia do ramo de informática repartiu sua fortuna e todos os empregados se tornaram milionários. Eles queriam ultrapassar o que era requerido. Qualquer contador ou tesoureiro ficaria louco com uma atitude desta. Talvez pensariam que algum erro contábil tivesse acontecido. Mas o erro contábil de Deus é em nosso favor. Ele disse que reinaríamos com Ele, sentados em tronos. Ele nos dará muito mais do que merecemos. Só o primeiro grupo negociou estabelecendo um contrato com o senhor. Os outros simplesmente confiaram na sua bondade. Que tipo de trabalhador temos sido? Do tipo que quer negociar o que vai receber ou do tipo que confia na graça do senhor? Se quisermos nossos direitos, o contrato destaca que o salário do pecado é a morte. É muito melhor trabalhar pela graça.

"Quanto tempo foi à duração desta parábola? Um dia judeu era de 24 horas: 12 horas de noite e 12 horas de dia. A história fala de um dia de trabalho. Nós vivemos apenas o hoje, pois não há amanhã. Só temos uma chance, uma vida. (Jer. 8:20; Heb. 9:27). Quando é que os primeiros trabalhadores começaram a ficar insatisfeitos?

"Já percebeu como irmãos ficam chateados quando um recebe tratamento diferente do outro. Normalmente quando preparamos leite para um dos meninos e o outro vê, ele também pede. Lembra dos irmãos de José? Por que eles quiseram matá-lo? Era porque José era mau? Ou pela parcialidade do pai? Eles nunca reclamaram de suas roupas até verem a roupa que José recebeu. Em Lucas 15, temos outra história de meninos. Um deles vai embora e torra toda sua herança. Quando volta, seu pai lhe faz uma festa. O outro irmão fica bravo e vem pedir satisfações ao pai. Perceba que o relacionamento deles está em perigo porque o filho não consegue lidar com a graça do pai para com seu irmão. Até na igreja se vê pessoas com inveja de outras por causa de cargos, talentos, etc. Nós teremos muitas surpresas no céu. Imagine Davi e Urias se encontrando no Céu… Paulo e Estevão… Será que iremos para o Céu baseado em hierarquia, tempo de trabalho, experiência? Deus é justo ou não? Não, neste aspecto Deus unirá justiça e misericórdia. Salmo 103:10 diz que Deus não nos trata segundo nossos pecados, nem nos retribui consoante nossas iniquidades. Graça a Deus, pois se não seríamos exterminados num instante.

"O último verso (Mat.20:16) não parece verdadeiro nos nossos junta panelas. Os últimos nunca são os primeiros nas confraternizações. (rsrsrsrs) É um absurdo! No pensamento judaico, foi difícil aceitar que depois de carregarem a verdade durante tantos anos, ficariam em segundo lugar enquanto gregos e romanos entrariam no reino. Jesus parece fazer as coisas de forma diferente. A primeira pessoa a receber a mensagem da ressurreição foi a última pessoa na nossa lista de probabilidades. Uma samaritana ouviu da boca de Jesus ser Ele o Messias. Deus não vê as coisas como nós vemos. E quanto às últimas palavras que se referem aos chamados e escolhidos, precisamos entender que Deus chamou a todos para trabalhar. Deus chamou a todos! Ninguém foi rejeitado! Mas poucos responderam ao chamado. Muitos só quiseram os benefícios de seguir a Cristo, mas nunca carregaram a cruz. Dos muitos chamados, alguns são especialmente escolhidos. Jesus tinha muitos discípulos, mas 12 apóstolos. Muitos milhares foram chamados, mas alguns foram escolhidos para um ministério especial.

"Deus escolheu você para ser contagiante. Deus chamou você a estar sempre preparado para defender a sua fé. Ele espera que você apresente a Cristo como Senhor e Salvador. Quando você tiver a chance de falar do sábado, Ele deseja que você fale do sábado como um presente, como um privilégio de estar com Deus. Quando zombarem de sua fé, lembre-se que tudo em que você acredita está baseado na promessa que Deus fez. E se ele prometeu, vai se cumprir. Quantas pessoas neste mundo sabem o que você sabe? Dos seis bilhões de pessoas, você é uma das 13 milhões que sabem que Jesus vai voltar. Diante dos últimos acontecimentos, será que você ainda não percebeu que estamos realmente no fim? Jesus está chamando você como o homem da parábola. Como Adventistas, temos uma missão especial. Hoje você veio até aqui, e eu não sei o que você queria ouvir. De repente você ouve um chamado. Você foi chamado para trabalhar nesta obra. Você foi chamado para desfazer os mal entendidos e demonstrar que apesar de parecer injusto, Deus é bom. Não importa o quanto tempo você tem estado inativo, hoje é o dia de voltar a trabalhar. O dia do pagamento está próximo! Se você pensa que não tem condições de contribuir com a obra de Deus, lembre que o último será o primeiro. Ninguém espera nada de você, pois Deus sabe o que você pode fazer. Não fica à beira do caminho, venha trabalhar na vinha. Aceite o chamado de Deus, e mãos a obra."

Pr. Dwight Nelson
Tradução e versão: Pr. Denny Martins

sábado, 20 de março de 2010

SER A LUZ DO MUNDO

“Vocês são a luz para o mundo todo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.” Mt 5:14. (BLH)

Há muitas qualidades da luz que se aplicam aos cristãos, dentre elas quero destacar a sugerida pela seguinte ilustração:

Um turista estava na Suíça, sentado ao cair da tarde à frente do hotel, contemplando uma linda paisagem dos Alpes. De repente, começou ouvir tocar um sino de uma distante igreja. Conseguiu identificar um alto campanário que se erguia sobre alguns penhascos.

O entardecer vinha rápido sobre vila, já quase às escuras. Um fato chamou a atenção daquele turista; ainda não havia nenhuma luz acesa na igreja. Ele perguntou então ao proprietário:

– “Se a população pretende ter um serviço religioso, por que não tem nenhuma luz acesa na igreja?”

– O homem respondeu: “É uma longa história e muito interessante. Daqui alguns minutos, o senhor vai ver o povo serpenteando pelos caminhos indo na direção da igreja, levando cada um a sua luz. O fato é que o homem que doou àquela igreja para a comunidade impôs a condição de que nunca houvesse nenhuma luz artificial instalada ali. Assim, o costume é que cada um, quando vai para o culto leve consigo uma vela acesa.”

Mais alguns minutos, e o turista começou a ver as luzinhas vacilantes subindo pelo caminho, em direção dos Alpes. Pessoas de todas as direções iam fazendo as curvas, como que ziguezagueando rumo à casa de culto. A princípio, havia uma débil luzinha dentro da igreja; depois, ela foi ficando cada vez mais iluminada. Até que finalmente, a luz brilhava através dos vitrais coloridos, e todo o prédio da igreja quase que brilhava.

Que linda imagem dos cristãos, homens e mulheres por todo este mundo escuro! Cada dia podemos ver que as trevas tentam cobrir a Terra, e densa escuridão os povos. É exatamente nesse tempo que os cristãos são chamados, e precisam ser luzes nas trevas e escuridão.

Quando um a um, nós vamos saindo pelo mundo, o objetivo de Cristo é que devemos encher toda a Terra com a luz da Verdade e do Evangelho de Jesus.

Em apocalipse 18:1, diz: “Depois disso vi outro anjo descer do Céu. Ele tinha grande poder, e seu brilho iluminava toda a terra.” (BLH) Cristãos, eu e você, cheios do Espírito, devemos ir a todas as partes do mundo, vivendo e ensinando com poder, a mensagem de Deus para esta geração, até que a Terra inteira esteja iluminada com a glória de Deus.

Como anda sua luz? Nunca devemos deixar que qualquer dificuldade ou desafio acabe nos embaraçando, ou desvie nossa atenção, enfraquecendo a Luz da Salvação em nosso coração! Apenas brilhe!

Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Distrital em Laguna – SC.

quinta-feira, 18 de março de 2010

DEUS PROMETEU

Abaixo o quarto sermão apresentado durante o mês de fevereiro e início de Março em todas as igrejas adventistas no território da Associação Central Paranaense no programa IMPACTO ACP:

"Uma promessa é uma declaração que assegura que fará ou não alguma coisa; um voto; uma promessa; jurar fazer ou dar; indicação de algo favorável por vir; uma expectativa. O mundo está em crise no que diz respeito a promessas. Não acreditamos que as promessas serão cumpridas. Estamos com dificuldades de cumprir as nossas. Mas Deus também fez promessas, e Ele não falhará no cumprimento das mesmas.

"Vamos surfar através de alguns textos bíblicos agora:
Números 23:19 diz que Deus não mente, não se arrepende, e se Ele prometeu, Ele cumprirá. Em outras palavras, Ele não precisava nos prometer nada. Mas se Ele prometeu, podemos confiar. Josué 23:14 nos lembra que nenhuma promessa caiu por terra. I Reis 8:55,56 alerta que nenhuma palavra falhou em cumprir-se. Mateus 24:35 nos assegura que Suas palavras não passarão. Salmo 89:34 nos acalma dizendo que Ele não violará a Sua promessa. Isaías 40:8 encerra dizendo que Sua palavra permanecerá eternamente. Deus não quebra Suas promessas. Se percebermos os reis na Bíblia, veremos que a palavra deles não podia ser mudada. Dario não quebrou sua palavra, nem Assuero, nem Herodes.

"Um homem condenado a morte pediu um copo de água. O rei querendo demonstrar benignidade, prometeu que o homem só morreria quando a água fosse bebida. Diante desta palavra, o homem jogou a água no chão e foi liberado. Deus não quebra Sua palavra. Nos deveríamos cuidar com nossas promessas. Eclesiastes 5:5 e Deuteronômio 23:21 nos alerta quanto a isto. Salmo 15:1,2 diz que apenas os íntegros, aqueles que falam a verdade, estarão no Céu.

"Jeanne Calment, uma senhora francesa, recebeu uma proposta de compra para sua casa quando tinha 91 anos. Um advogado queria comprar sua casa, pois tinha interesse na localização da mesma. Ele desejava fazer um grande empreendimento ali. Sua proposta consistia em além do preço, pagar-lhe um aluguel até que morresse. Ela só desocuparia a casa quando morresse. Só que ele não contava com o fato de que ele iria morrer antes dela. Ela viveu até os 122 anos de idade. Não prometa coisas que não cumprirá pensando em tirar vantagem. Cuidado com suas promessas.

"Precisamos crer nas promessas de Deus. Deuteronômio 1:32 fala de quem não creu na promessa. Eles não creram na vitória. Você acredita que Ele pode te ajudar a cumprir seus votos? Hebreus 3:19 e 4:1 fala da incredulidade do povo de Israel. Não precisamos temer. Se Ele prometeu, tudo vai dar certo. É preciso ter convicção que Ele cumprirá Suas promessas.

"Romanos 4:21 diz que Deus é poderoso para cumprir o que prometeu. Hebreus 11:33 diz que foi pela fé que o povo de Deus praticou a justiça e obtiveram as promessas. Nós precisamos confiar que as promessas de Deus cumprir-se-ão. Devemos nos apropriar delas. Isaías 43:2 diz que quando passássemos pelas águas, não seríamos afogados; quando pelo fogo, não nos queimaríamos. Deus prometeu e nós precisamos crer nEle. Malaquias 3:10 promete que Ele derramará bênção sem medida sobre aqueles que confiarem em Sua promessa e devolverem os dízimo à casa do tesouro. Os textos são tantos, as promessas são tantas, e tão maravilhosas. Ele prometeu salvar nossos filhos(Isa. 43:5; 49:25). Ele nos prometeu vida eterna (Tt 1:2; I Jô 2:25; Hb 9:19).

"E apesar de não esquecer delas, Ele nos pede que lembremos delas (Êx 32:13). Ele não se esquece,mas nós esquecemos. Ele não esquece de nós. Ele nos tem gravados em Suas mãos. Ele lembrou de Moisés e veio para ressuscitá-lo(Ju 1:24). Ele lembrou-se de Jó, Quando seus amigos já haviam lhe rotulado como algum tipo de ofensor a Deus. Ele lembrou de Ló, mesmo que este tivesse escolhido um lugar promíscuo para morar. Ele lembrou de nós. Ele sabe do seu compromisso conosco. Ele quer nos salvar. Ele é Senhor. Não é esta a primeira razão contagiante. Ele quer nos salvar, pois deseja estar conosco. Ele quer passar tempo conosco. Não é esta outra razão contagiante para sermos adventistas?

"E a razão de hoje é que podemos confiar porque Deus prometeu. Ele disse que se confessássemos, Ele perdoaria. Ele pediu que não andássemos ansiosos com o que comer e beber, pois Ele cuidaria de nós melhor do que cuida dos pássaros. Ele prometeu nos aliviar do stress de cada dia se apenas repousássemos nEle. Ele prometeu voltar. Ele prometeu ressuscitar. Ele prometeu um novo Céu e uma Nova Terra. Foi Ele quem prometeu. Foi Deus!

"Eu sei que o mundo em que vivemos não leva promessas muito à sério. Casais que um dia estiveram diante de Deus não acreditam mais naquele "sim” que foi ouviram no altar. Temos dificuldades de confiar em naqueles que deveriam ser um referencial de honestidade. Nossa visão de autoridade está comprometida por promessas não cumpridas. Mas é Deus quem nos prometeu.

"Um dia na eternidade Ele prometeu que morreria pelo ser humano. No dia marcado, Ele bebeu do cálice e morreu. A profecia se cumpriu! Ele em breve voltará, não porque nós merecemos, mas porque Ele prometeu. E se Ele prometeu, vai acontecer, acredite eu ou não. Mas e quanto às minhas promessas a Deus? E quanto aos meus votos a Deus? Tenho eu cumprido a minha parte?

"Hoje Deus nos dá a oportunidade de reavaliar a nossa fé em Sua promessas e de reafirmar nossos votos com Ele. Hoje é um dia para exaltarmos a razão contagiante da fé. Deus Prometeu! Eu Prometo!

"Reveja sua vida. Converse com Deus em particular. Peça perdão por votos que você não está cumprindo. Tenhamos convicção de termos feito um novo concerto com Deus."

Pr. Dwight Nelson
Tradução e versão: Pr. Denny Martins

quarta-feira, 17 de março de 2010

PAZ NAS TORMENTAS DA VIDA

“Então Ele se levantou e ordenou ao vento e às ondas: Fiquem quietos! O vento parou e tudo ficou calmo.” Mc 4.29. (BLH)

Após um dia de trabalho, Jesus mandou Seus discípulos atravessarem o Mar da Galiléia. Muito cansado Jesus adormeceu quase imediatamente na popa do barco. De repente, o vento começou a soprar sobre o Mar da Galiléia, agitando tudo. O céu escureceu, relâmpagos riscavam o céu e trovões estremeciam tudo. O barco era agitado pelo mar como uma casca de nós.

Os discípulos, galileus pescadores, de braços fortes, experientes no mar, acostumados a conduzir seus barcos em tempestades, nunca haviam enfrentado uma como aquela. Embora experientes, sentiam-se como crianças. Pensavam que não haveria como contornar a situação. Com frio, músculos fervendo na tentativa de remarem contra a tempestade, viram que estavam sendo arrastados para o alto-mar. Tinham a certeza que perderiam a vida.

Foi então que centraram a atenção em outro ponto. Finalmente desviaram o olhar da tempestade e olharam para Jesus. Não havia no barco ninguém mais que pudesse ajudar. Será que Jesus se preocupava? Eles clamaram: “Mestre, não Te importas com nosso iminente naufrágio? Não Te importas, que não tenhamos nada em que segurar-nos, nada em que confiar? Quando nossa genialidade humana falha, Tu não Te importas?”

Marcos 4:40, diz: “Por que vocês são assim tão medrosos? Por que é que não têm fé?” A única razão para temer as tempestades da sua vida é você ficar remando seu próprio barco, focado na tempestade. Quanto mais olhar para as ondas e as nuvens negras, quanto mais escutar os trovões, ver relâmpagos, mais temeroso ficará o coração, e mais sem esperança você vai estar.

Se já houve um tempo para que ajustássemos nossas prioridades de vida, este tempo é agora.

Se já houve um tempo para reajustar o foco de nossa visão, de saber que nosso coração é um com o coração de Jesus, e de saber que Cristo está a bordo de nosso barco, da nossa vida, certamente este tempo é agora!

Se Jesus ainda não está a bordo de sua vida, convide-O agora, não somente para estar no seu barco, mas principalmente para pilotar sua vida!

Pr. Thomas Kloppe
Distrital em Laguna – SC

terça-feira, 16 de março de 2010

O PRESENTE A PRESENÇA

Abaixo o terceiro sermão apresentado durante o mês de fevereiro e início de Março em todas as igrejas adventistas no território da Associação Central Paranaense no programa IMPACTO ACP:

"Que semana corrida, não é mesmo? Como o tempo passa? Mais do que nunca precisamos aprender a valorizar o tempo, pois ele passa muito rápido. Ouçam esta reflexão:

"Para saber o valor de 10 anos, converse com a um casal recém divorciado. Para saber o valor de 4 anos, fale com um recém formado. Para saber o valor de 1 ano, questione um aluno que foi reprovado. Para saber o valor de 9 meses, chore com uma mãe cujo bebê faleceu. Para saber o valor de 1 semana, pergunte a um editor de revista ou jornal. Para saber o valor de 1 hora, observe namorados ansiosos pelo primeiro encontro. Para saber o valor de 1 minuto, encontre alguém que perdeu o ônibus. Para saber o valor de 1 segundo, ouça o testemunho de quem sobreviveu a um acidente. Para saber o valor de 1 milésimo, note a expressão de alguém que tirou segundo lugar.

"Se o valor do tempo está ligado a propósitos, circunstâncias e à profundidade dos relacionamentos; então para saber o valor de 1 dia, tudo vai depender do que vai acontecer neste dia. Por exemplo, no primeiro dia da Criação, Deus criou a luz. De acordo com a velocidade da luz, Deus deve ter encerrado a sua obra em menos de um segundo. É isto mesmo! A velocidade da luz é de 300 mil km. Em menos de um segundo a luz iluminou tudo e Deus viu que era bom. No decorrer daquela semana, Deus criou o céu, o mar, e tudo o que neles há. Mas no sexto dia, um diferencial da criação aconteceu, Ele criou o Homem à Sua imagem e semelhança. Com certeza no coração de Deus, aquela sexta feira ficou marcada. Mas aquela sexta foi bem atarefada, o que é bem semelhante a algumas sextas feiras que passamos. E foi então que um dos aspectos mais interessante da criação aconteceu. Vamos agora conhecer outra razão contagiosa da nossa fé.

"Em Gênesis 2:1-3 está escrito: “Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército. E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.”

"Deus fez três coisas no sábado. Ele abençoou, santificou e descansou no sétimo dia. E você sabe o que isto significa? Ao abençoar, o Seu olhar estava voltado para este período de tempo de maneira especial. Quando nós lemos histórias de pais que abençoaram seus filhos na Bíblia, percebemos que era algo muito significativo. A bênção não era mudada ou transferida. O pai se voltava para o filho e fazia uma declaração. E se estudarmos com cuidado veremos que elas se cumpriam. É só lembrar de Jacó e Esaú…

"Deus abençoou o sábado e nenhum dos seus “dias irmãos” receberam a mesma bênção. Tem muita gente por aí trocando a bênção sabática por “pratos de lentilha”.

"Mas Deus também santificou o sábado. Isto denota a presença e o toque de Deus. Lembram de quando Moisés foi chamado por Deus? Ele foi solicitado a tirar as sandálias pois o lugar em que pisava era santo. Por que aquele lugar era santo? Por que Deus estava ali. Por que o sábado é santo? Somente a presença de Deus pode santificar. As 24 horas do sábado são um santuário no tempo. Adentrar as horas do sábado é como entrar na presença de Deus. Se os anjos cobriam a face, com que respeito deveríamos considerar este tempo.

"Propositalmente deixei para o fim o fato de Deus descansar. Ele refrigerou-se, Ele tomou alento, Ele deleitou-se ao passar o primeiro dia de Adão e Eva com eles. Ele trabalhou para criar os céus e a terra em seis dias, mas no sétimo Ele passou em comunhão com os seres que criou à Sua imagem e semelhança. Deus parou no sábado para estar em comunhão conosco. E estar conosco foi um descanso para Ele. Ele gosta de estar conosco. Esta é uma verdade que precisamos divulgar.

"Para Deus, o Sábado é Descanso. E esta é outra razão contagiante de nossa fé. O descanso está no coração do sábado. A palavra sábado em hebraico significa descanso. E me digam quem neste mundo não está cansado? Todo mundo vive cansado, não é mesmo? Vivemos correndo, não dormimos o suficiente, temos uma lista gigantesca de coisas a fazer, estamos viciados em comprimidos que aliviem os sintomas do stress, comemos qualquer coisa a caminho do trabalho, escola, etc. Nosso corpo, nossa mente, nosso espírito está falindo! Estamos exaustos! Fazemos tudo rápido, queremos que as pessoas sejam mais rápidas e ficamos indignados quando encontramos motoristas lentos, computadores lentos, etc.

"Todo mundo que você encontrar estará preparado para ouvir esta verdade contagiante. Mas lembre-se de começar sempre pela primeira – Jesus é Senhor. E no momento certo, de acordo com a direção do Espírito, você vai falar sobre o sábado. E quando fazê-lo, você apresentará o sábado como um dia de descanso e refrigério para a alma. Este é o dia que descansamos em Jesus. O sábado é um prenuncio do Céu. Então faça a conexão. Jesus é meu Senhor e é também, Senhor do Sábado. Mostre que tanto em João 1, Colossenses 1 e Hebreus 1, a Bíblia apresenta Jesus como Criador. Explique que a expressão “No princípio criou Deus”, refere-se a Jesus, O Princípio, O Alfa, O Primeiro. Ele estava lá! Ele passou aquele primeiro sábado com Adão e Eva.

"É importante que entendam isto, por que às vezes as pessoas pensam que Jesus desrespeitou o sábado ao curar ou colher espigas. Leia Marcos 2:27,28 onde nos revela que “o sábado foi estabelecido por causa do homem.” O sábado foi feito para nós e Jesus sabe disto. O sábado foi feito para nosso benefício, e qual seria o maior benefício do que estar no santuário temporal de Deus?

"O sábado foi um presente de Deus para nós. Receber um presente não é algo chato, a não ser que o presente não seja o que você queria. Se não queremos estar com Jesus, o sábado não será um deleite. É por isso que a primeira razão é importante. Se eu não dou o devido valor ao meu Salvador, se Seu amor não me constrange, se Sua presença não me interessa; então, o sábado não será um presente, não será um gozo.

"Êxodo 20 e Gênesis 2 demonstram a mesma verdade – Deus gosta de passar tempo com seus amigos. Ele pediu que não nos esquecêssemos dEle neste dia. Temos um encontro marcado. Ele quer seus filhos repousando em Seus braços. Ele desejou ter um dia para estar com seus amigos. Isto não é lindo?! A semana da criação poderia ser de 6 dias, mas Ele criou mais um dia exclusivo para estar conosco. Em Mateus 11:28,29 é Jesus convidando a vir a Ele, quem estivesse cansado e sobre carregado. Ele deseja nos refrigerar neste dia. Ele quer nos curar neste dia. Ele quer regozijar-se conosco neste dia. Eu penso que se Jesus ficou feliz quando passou aquele primeiro dia com nossos pais, Ele vai gostar de passar este sábado com você.

"Apesar do texto ser bem explícito em relação a Jesus ter descansado, abençoado e santificado o sábado. Tem gente que ainda não entende o que Ele fez. Queridos, durante seis dias, Deus criou animais que seguem instintos, plantas que se desenvolvem de acordo com sua espécie, etc. Mas no sábado, Deus pode relacionar-se com o Homem. Foi neste dia que Ele desenvolveu um relacionamento. O sábado foi feito para o Homem, para beneficiá-lo, para presenteá-lo com a presença de Deus.

"Vocês já perceberam como é a presença de pessoas amigas e queridas que faz a diferença nos lugares que vivemos? Você já voltou a algum lugar que já lhe proporcionou muita felicidade, mas já não foi a mesma coisa pela falta das pessoas? Quem sabe a casa doa avós não é a mesma sem eles? O lugar de infância… Aquele tempo foi especial pelas pessoas que estavam contigo. O sábado só será um descanso se a pessoas certa estiver nEle – Jesus Cristo. Ele é Senhor! Ele é o Descanso!

"Você pode estar pensando que seus sábados não tem tido a presença de Jesus. Quem sabe você queira mudar este quadro. Se você quiser, entregue-se a Jesus e o busque nas primeiras horas do dia. Certamente Jesus lhe ajudará a permanecer com Ele."

Pr. Dwight Nelson
Tradução e versão: Pr. Denny Martins

O PRIMEIRO VEM PRIMEIRO

Abaixo o segundo sermão apresentado durante o mês de fevereiro e início de Março em todas as igrejas adventistas no território da Associação Central Paranaense no programa IMPACTO ACP.

"Dizem que o famoso Albert Einstein estava viajando de trem quando o cobrador passou e pediu sua passagem. Percebendo que a havia perdido ele começou a procurá-la freneticamente. O cobrador logo reconheceu quem ele era e disse que não precisava se preocupar, pois confiava no professor. Minutos depois o cobrador passou novamente e o professor continuava procurando a passagem. Ele insistiu dizendo que confiava no professor que então lhe explicou: “Rapaz, não é uma questão de confiança, mas de direção. Eu não sei para onde estou indo!” Eu não sei até que ponto Einstein era tão desligado, mas creio que é importante sabermos para onde estamos indo como cristãos. Para onde estamos indo?

"É muito importante sabermos para onde estamos indo como cristãos. Se não soubermos, como diremos aos outros? I Pedro 3:15,16 diz que nós devemos estar sempre preparados para responder a todo aquele que nos pedir razão da esperança que há em nós, fazendo-o, todavia com mansidão e temor. Ou seja, eu preciso estar preparado para explicar o caminho que um dia escolhi seguir. E preciso fazê-lo com mansidão e temor. Tem gente que está indo pelo caminho errado ao ofender as pessoas que não pensam como elas. É preciso mansidão e temor. O temor se refere ao respeito com que defendemos nossa fé. Trata-se de uma apologia, uma defesa de nossa fé.

"Vocês já perceberam que nos momentos mais inesperados nós somos surpreendidos com perguntas? No trabalho, na escola, na família, num restaurante, nos lugares mais inusitados; qualquer lugar pode ser o palco para perguntas que nos obrigam a apresentar a nossa fé. Pessoas perguntam em que acreditamos, qual é a nossa denominação, etc. Se você pensa que ninguém vai perguntar isto; pergunte primeiro, e elas perguntarão Segundo. Entenderam? Nós queremos ter a oportunidade de defender nossa fé. Mas diante da oportunidade, defenda com mansidão e temor. A partir de agora até o final desta semana vamos compartilhar algumas razões contagiantes do porquê cremos em Deus. Anote e contagie pessoas para Cristo.

"Muito bem, diante da oportunidade de mostrar o caminho a alguém e defender a sua fé, não comece a explicar o significado do nome da sua igreja. É possível que assim fazendo, nos esqueçamos do que é prioridade. Comece sempre com a razão contagiante número um. Se lhe perguntarem algo sobre sua fé, diga que você crê por que Jesus é Senhor. Nunca separe estas duas palavras. Jesus é Senhor! Infelizmente temos sido confundidos com outras denominações que não reconhecem a divindade do Senhor Jesus Cristo, tais como os Mórmons, as Testemunhas de Jeová, e outras. Tem muita gente confusa por aí. Tem gente que pergunta: “Vocês são aqueles que seguem um regime alimentar severo e tem mais de uma esposa?” Outros dizem: “Vocês são aqueles que vão de casa em casa vendendo revistinhas e não aceitam transfusões de sangue, né?” Portanto para evitar confusão, é importante começar a defesa de sua fé deixando claro que Jesus é Senhor em sua vida.

"Outro motivo é que ao declarer que Jesus é Senhor, você estabelece uma conexão, um ponto em comum. Jesus é a nossa razão de ser. Em Atos 22, vemos Paulo usando esta estratégia. Diante dos judeus ele disse ser judeu. Mais tarde diante da possibilidade de ser açoitado, ele disse ser romano. Ele estabeleceu um ponto em comum. Ele evitou um confront. Esta é a direção certa para estabelecer uma conexão e iniciar o contágio. Se começarmos por pontos de conflito, poderemos comprometer a mensagem. Não queremos repelir, nem ofender, lembram? Nós queremos iniciar uma amizade e “infectar” pessoas com o virus da fé.

"Agora vamos coletar algumas referências bíblicas para defender a razão contagiante número um. Serão textos que você poderia decorar. Sim, você deveria decorar estes textos. Você lembra da data do seu aniversário? Data do casamento? Número do RG? CPF? Senha do cartão de banco ou crédito? Então por que não pode decorar textos da Bíblia? Vamos lá?

"Em João 3:16,17 esta escrito: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eternal. Porquanto Deus enviou o seu filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.”

"Aqui encontramos o primeiro texto que deveríamos usar para defender nossa fé. Sempre comecem com Jesus. Não comecem com Êxodo 20, ou Apocalipse 12. Comecem por Jesus, pois Ele é Senhor, Ele vem primeiro. E não esqueça do verso 17, pois ele ressalta a prioridade de Jesus que é salvar e não julgar. Tem cristãos que estão na direção errada quando pensam que Jesus é um tipo de juiz severo em busca de alguém para condenar. É bem pelo contrário, Ele está buscando quem salvar. Imaginem Jesus olhando atentamente para nós esperando à porta do nosso coração pela oportunidade de entrar e salvar. Jesus nos ama de maneira incompreensível! Ele morreu por nós enquanto éramos pecadores, inimigos do bem. (Rom. 5:6-8) Ele veio para conquistar o amor de quem não quer nada com Ele.

"A única razão de termos interesse em Deus é porque Ele produz em nós o querer e efetuar. A iniciativa é sempre dEle. Ele nos convida, Ele nos motiva, seu Espírito nunca nos abandona. Quando alguém lhe perguntar porque você é um Adventista; responda: “Por que Jesus é meu Senhor! Ele é meu Salvador! Não há benefício algum em ser adventista se não for pelo fato de termos Jesus como nosso Salvador. Qual é o valor da segunda vinda, ou da guarda do sábado, se não for por Jesus?

"Em II Coríntios 5:14,15 lemos: “Pois o amor de Cristo nos constringe, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que pore les morreu e ressuscitou.”

"Este texto fala do amor de Cristo que nos constrange e nós passamos a viver por Aquele que viveu, morreu e ressuscitou por nós. Cristo disse que quando fosse levantado, nos atrairia a Si mesmo. A maneira de Deus nos conquistar não é pelo medo ou coerção, mas pelo amor. Ele deixou tudo, esvaziou-se, assumiu a nossa natureza para reveler-se a nós. Ele veio pelos piores. E ele respeita a nossa liberdade de escolha. Deus é bem diferente de nós. Quantas vezes nós chantageamos as pessoas até que nos “amem”, quantas vezes barganhamos o amor das pessoas.

"A nossa qualidade de amor melhorará por toda a eternidade e nunca chegaremos à total compreensào do amor de Deus. Nós sempre teremos algo a aprender do Seu amor. O amor de dues nos motivará por toda a eternidade. Quando lhe perguntarem sobre as mudanças que fez na vida, diga: “O amor de Cristo me motivou a viver por Ele, assim como Ele viveu por mim. Eu estou disposto a tomar minha cruz e seguí-Lo.” Mas se você ainda não teve esta experiência, é porque você ainda não contemplou a Cristo. Olhe para a cruz nesta noite, seja contagiado pelo amor de Cristo. Faça dEle o seu Senhor e Salvador.

"Em Atos 16:31 diz: “Crê no senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.” A história é de quando Paulo e Silas impediram o carcereiro de se matar. Lembram da história? Eloes estavam presos, mas cantavam. Pelo jeito o carcereiro adormeceu, pois o mesmo acordou com o terremoto que abriu a porta das celas. Achando que todos tinham fugido, ele estava a ponto de tirar a própria vida, quando ouviu o grito de Paulo e Silas. Diante da integridade dos apóstolos, o carcereiro desejou saber o que fazia daqueles homens quem eram. Percebam que mesmo num cárcere, é possível que as perguntas sejam feitas.

"É por isso que sempre precisamos estar preparados para dar razào da nossa fé. O carcereiro perguntou: “Que devo fazer para ser salvo?” O que você responderia se lhe perguntassem o que fazer para ser salvo? Eles responderam que ele deveria crer em Jesus. Percebem que eles começaram com Jesus? O Primeiro vem sempre em primeiro e as demais coisas serão acrescentadas. Não há como questionar esta verdade. Mas o que você normalmente responderia? Você mandaria guardar o sétimo dia, separar a decima parte do salário, não comer carne de porco? Ou você sairia correndo em busca de alguém para responder por você? O que você diria? Estaria você preparado para dar razão de sua fé? Se você não sabe, aprenda hoje. Em primeiro lugar vem O Primeiro que é Jesus. Crê no Senhor Jesus! Se confessarmos que Jesus é o Senhor, seremos salvos.

"Espero que você não seja um daqueles que fica discutindo sobre os requisitos da salvação. Espero que você não seja um daqueles que complica o processo. Espero que você não dificulte a própria salvação. Jesus quer salvar você! Ele já morreu por você! Ele não vai morrer novamente. Se você não consegue sentir-se perdoado, será que não está na hora de você deixar os sentimentos e usar a fé? Não baseie sua salvação em sentimentos.

"Lembre-se de que se você confessar seus pecados, Ele é fiel e justo para perdoá-los. Uma vez perdoado, você conseguirá contagiar pessoas para Cristo. Uma vez perdoado, você sempre começará pela razão número um, pois ela o salvou e poderá salvar outros. Não seremos salvos por nenhuma das demais razões que apresentaremos até o final desta semana. Se você não tiver isto bem claro na sua mente, você não será contagiante, você não será contagioso. Se você quer influenciar pessoas, é preciso que você entenda que O Primeiro vem primeiro.

"As pessoas precisam saber que Jesus faz a diferença. Você ainda se lembra de quando você conheceu Jesus? O que aconteceu desde então? Será que as preocupações do mundo tem afastado você dele? Ser que ele não é mais o motivo de sua alegria? O que motiva a sua religiosidade? Se para você, as regras são mais importantes, como você poderá sustentar suas crenças sem Cristo? De que adiantará conhecer as leis, mas não a Cristo? Primeiro vem O Primeiro. O Primeiro é Jesus, o Senhor. Quem tem o Filho tem a vida, mas quem não O tem, não tem a vida. É simples assim. Ou temos ou não temos.

"Ninguém é perfeito, apesar de buscarmos a perfeição. Mas se reconhecermos nosso pecado como o publicano, e pedirmos que Deus lembre-se de nós como aquele ladrão na cruz, Ele vai nos salvar. Pai, Filho e Espírito estão empenhados em nos salvar. E isto pode acontecer agora mesmo se você permitir. Deixe O Primeiro vir primeiro. Deixe as demais coisas para ele conduzir. Saiba pela fé, que Ele te salvou. Dê razão de sua fé começando com Jesus. Contagie as pessoas com a emoção de ser salvo por Cristo."

Pr. Dwight Nelson
Tradução e versão: Pr. Denny Martins

segunda-feira, 15 de março de 2010

BEM AVENTURADOS OS POBRES DE ESPÍRITO

Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo...Mateus 5:1,2

Os dias estavam contados para os Romanos, a promessa da vinda do Messias era esperada, contavam com um Messias que destruiria Roma, mataria seu imperador e exerceria de uma vez por todas o domínio mundial tão esperado pelo povo de Israel.

Na cabeça dos Judeus o Rei viria como um excelente estrategista de guerra, afinal seria descendente de Davi, sonhavam com o dia em que este Rei convocaria seus súditos possivelmente os discípulos e daí numa reunião geral com o povo, exporia estratégias de guerra e de como teriam sucesso com os Romanos.

Imagine que o povo ao ver Jesus subindo ao monte e seus discípulos assentarem aos Seus pés, vibram, é chegada a hora, vamos nos aproximar e ouvir como sermos vencedores como dominaremos o Reino dos Romanos e destruiremos nossos inimigos de uma vez por todas.

Jesus Cristo se aproxima e começa a discursar, porém suas Palavras eram totalmente contrarias a tudo aquilo que o povo queria ouvir, em seu discurso Jesus começa dizendo “bem-aventurados os Pobres de Espírito porque deles é o reino dos céus”. Mat. 5:2

Desde minha infância este verso me intriga, a pergunta que sempre tive curiosidade de saber, o que é ser pobre de espírito afinal.

Havia entre os Judeus uma doença muito conhecida chamada de pobreza física que hoje chamamos de Tetraplégico, ou seja, uma pessoa que só mexe com os olhos, cabeça e fala.

Segundo a tradição em qualquer momento o doente deveria suprir as suas necessidades com o apoio do pai. Ele dependia do Pai para tudo, como por exemplo, ao sentir sede gritava pai tenho sede, o pai trazia a água a sua boca até saciar, estando com fome dizia pai tenho fome o pai prontamente levava pão a sua boca, querendo se locomover pedia pai, por favor, me carregue em seus braços, e era função do pai então locomove-lo.

Jesus aqui nos ensina lições maravilhosas. Da mesma forma que um filho que tinha esta doença chamada pobreza física dependia completamente do pai para tudo que necessitava, Jesus quer nos dizer: Filhos dependam de mim em tudo.

Se você tem sede, peça, grite, Pai tenho sede, Jesus Cristo é a água da vida que vai nos saciar e fazer com que jamais tenhamos sede.

Se tenho fome, devo clamar Pai tenho fome, fome espiritual a Bíblia diz que Jesus é o pão da vida que mata minha fome completamente.

Se não sei que direção seguir devo clamar Pai, me ajude Jesus é o Caminho, a verdade e a vida.

Que lição extraordinária, que ensinamentos maravilhosos, o povo queria guerra, ele diz sejam pacificadores; o povo queria estratégias de guerra e um reino terrestre, Ele apenas diz querem ser felizes de verdade, bem aventurados, dependam de mim em tudo e Eu lhes darei, não este reino, mais o Reino dos Céus.

Cristo hoje lhe faz um convite, aceite, dependa dEle, e o reino dos céus será seu.

Pr. Paulo Henrique Prazeres
Associação Espírito-Santense - UEB

quinta-feira, 11 de março de 2010

ADVENTISMO CONTAGIANTE

Durante o mês de fevereiro e início de Março todas as igrejas adventistas no território da Associação Central Paranaense receberam semanas de oração, treinamento, motivação, batismo e compromisso com o senhor Jesus. O Blog A Missão poublicará os sermões que foram abordados nessas reuniões, cujo tema geral é, Adventismo Contagiante: Abaixo o primeiro tema:

"Eu gostaria de mexer com sua memória. Você já foi infectado por uma virose ou doença contagiosa? Vocês sabiam que Deus gosta de ter amigos contagiosos? É verdade! Querem ver? Procurem II Coríntios 2 em sua Bíblia. Agora leiam comigo os versos 14 e 15. “Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos, como nos que se perdem.” Não é maravilhoso ler que Deus sempre nos conduz em triunfo? A Bíblia não diz que é às vezes, mas sempre!É possível que alguém aqui esteja preocupado com alguma coisa em sua vida. Quem sabe algo relacionado a saúde, finanças, relacionamento, trabalho, estudos, enfim...

"O contexto do texto que lemos nos revela algo interessante. Quando os generais romanos voltavam vitoriosos de uma batalha, eles eram recebidos na cidade, e uma procissão era organizada para receberem os aplausos do povo. O que importa na história é que muito incenso era queimado a ponto de a cidade ficar tomada pela fragrância da vitória.

"Nunca devemos esquecer que fazemos parte da procissão de triunfo de Cristo. Se você lutou arduamente no ano que passou, mas ainda sente-se fracassado, saiba que Jesus já venceu a batalha. Eu e você fazemos parte da procissão. Nossa conquista em Cristo deve exalar o perfume da vitória. Nós somos seus troféus. Nós somos o Seu perfume e devemos espalhar a fragrância de Sua vitória por onde quer que andemos. Pensem, será que dá para guardar perfume para si mesmo? Você já saiu para comprar perfume? Algumas pessoas espalham diferentes perfumes nas mãos, braços, pescoço, etc. Quem sabe você fez isto no ultimo natal? De qualquer forma, você sabe que uma vez que o perfume é colocado não dá para escondê-lo.

"Leia novamente o texto e perceba que a fragrância que manifestamos é a do conhecimento de Jesus. Se você vive com Jesus, todos saberão! É assim que nos tornamos contagiosos e contagiantes. Todos perceberão que você esteve com Jesus. É por isso que Jesus gosta de amigos contagiosos. Só tomem cuidado para não tornarem-se repelentes. Lembrem-se que influenciamos as pessoas querendo ou não. Por isso, nossa influência poderá contagiar ou repelir pessoas de Cristo.

"Agora respondam uma provinha surpresa que eu vou fazer com vocês. Estão todos prontos? Vamos lá… A igreja cristã primitiva tinha televisão? Eles tinham rádio? E quanto a email ou internet? Eles usavam fax? E quanto a imprenssão gráfica? Eles tinham aviões, trens ou automóveis? E então, quais foram as suas respostas? Você deve ter respondido não a todas as perguntas acima. Agora não é de admirar a explosão de crescimento que eles propiciaram?

"Eles se espalharam por toda parte. O que é que eles tinham? Tudo que eles timham era a fé contagiante de um coração infectado. O slogan que eles usavam era: “Eu tenho boca, eu posso falar; eu tenho vida, eu posso viver; minha boca e minha vida são Suas, usa-me”.

"Eles tinham a fé contagiante de um coração infectado. Eles tinham uma boca que pregava e uma vida que vivia. Isto era tudo o que eles tinham. Eles não tinham a internet, nem a televisão. Eles não tinham tecnologia, mas toquenologia. Eles alcançavam as pessoas em seus relacionamentos. Isto era tudo que importava. Eles não repeliam, mas contagiavam.

"Quando Jesus despediu-se dos discípulos ele disse: “sereis minhas testemunhas”. (Atos 1:8) Isto não foi uma ordem, mas um anúncio, uma notícia. Vocês serão testemunhas! Quando conhecemos Jesus, quando temos o Espírito Santo, nos tornamos contagiosos.

"Atos 2:46 diz que diariamente eles contagiavam pessoas na igreja e de casa em casa. Atos 5:14 diz que a multidão de crentes crescia mais e mais. Um detalhe interessante é que tanto homens quanto mulheres aceitavam a fé. Ou seja, a pregação deles tinha elementos que alcançavam a mente masculina e feminina.

"A igreja primitiva não crescia por ter muitos pastores. Essa gente era comum, mas eles viviam o que pregavam. Atos 6:7 diz que a Palavra de Deus crescia, o número de discípulos crescia, muitíssimos sacerdotes aceitaram a fé. Percebem que gente comum nas mãos de Deus pode influenciar até mesmo os considerados mais doutos? Atos 8:4 diz que os crentes íam por toda parte. Eles não escolhiam lugar. Atos 8:8 fala de um dos resultados. Leiamos juntos… “E houve grande alegria naquela cidade.”

"Alegria! Soa como algo que a igreja cristã está precisando nos nossos dias. Atos 21:20 menciona que dezenas de milhares de judeus creram e tornaram-se zeloso da fé. O livro começa com um punhado de cristãos contagiosos e explode para dezenas de milhares até o fim do livro. Vocês sabem por quê? Porque Deus ama ter amigos contagiosos. Ter amigos contagiosos ou contagiantes sempre foi a estratégia mais bem sucedida usada por Deus para o crescimento do Seu reino.

"Uma epidemia começa com um pequeno vírus. Mas o vírus precisa alojar-se primeiro. Se tomarmos bastante água e ingerirmos bastante vitamina C, o virus da gripe não consegue alojar-se em nós. O “virus” da fé precisa primeiramente alojar-se em uma pessoa. E já que a Bíblia revela que a fé vem de ouvir a Palavra De Deus, então vocês já sabem o que precisam fazer para tornarem-se contagiantes. Uma pessoa pode fazer a diferença! Esta é a história do livro de Atos.

"Vivemos num mundo em que a única forma de persuasão para a qual as pessoas respondem é a palavra. É no mano a mano, boca a boca, esta é a forma de comunicação mais importante que existe. É assim que a igreja vai terminar a pregação no fim dos tempos. Em Colossenses 1:23, Paulo disse fazer parte de um ministério que havia pregado o evangelho a toda criatura debaixo do céu. Eu não me surpreendo de Deus amar tanto seus amigos contagiosos. Era gente que fazia a diferença!

"Você gostaria de tornar-se contagioso para Cristo em 2010? Onde quer que você vá, pessoas podem ser infectadas por você. Você quer ser um cristão contagioso, uma Adventista contagioso? Você gostaria de exalar o perfume da vitória de Cristo em seu testemunho diário? Você gostaria de à semelhança de Paulo, fazer parte de um ministério que pregará o evangelho a toda criatura debaixo do céu? Você sente que precisa aprender a contagiar as pessoas por Cristo? Se você é um líder, você precisa ser contagiante, ou as pessoas não o seguirão. Se você não for contagiante, você não é líder. Você quer desfrutar da mesma alegria que eles? Deus te ajudará nesse ideal."

Pr. Dwight Nelson
Tradução e versão: Pr. Denny Martins.

terça-feira, 9 de março de 2010

O cálice de Jesus Cristo

O significado da palavra “Cálice”, que aparece em São João 18:11, tem sido um fator de muitos questionamentos por parte dos leitores do evangelho.

O que significa “Cálice”? Qual é a sua relação com a cruz? O “Cálice” é simplesmente um vaso para uso comum? Parece que o significado da palavra não tem sido definido com exatidão e nem havido uma real compreensão da sua relação com o evangelho.

Devido a isso, se faz necessário determinar o que a palavra “Cálice” significa. O objetivo desse estudo é identificar o significado da palavra, seu contexto e importância.

O estudo está dividido em duas partes: 1) Análise gramatical do texto, o que inclui o estudo das palavras “πίω” e “ποτήριον”, no Velho e Novo Testamento; 2) O contexto da passagem, ou seja, o contexto amplo, contexto imediato, contexto geral e contexto histórico. Após o estudo elaboram-se conclusões para encerrar o mesmo.

Clique aqui e continue a ler.

segunda-feira, 8 de março de 2010

AS QUATRO DIMENSÕES DO AMOR DE CRISTO

“E peço também que, por meio da fé, Cristo viva em seus corações. E oro para que vocês, com raízes e alicerces profundos no amor, possam compreender bem, junto com todo o povo de Deus, o amor de Cristo em toda a largura, comprimento, altura, e profundidade. Sim, que vocês venham a conhecer o seu amor, ainda que ele não possa ser completamente conhecido,” Ef 3:17-19(BLH).

No sentido humano, amamos os outros enquanto achamos serem dignos do nosso amor. Quando achamos que não são mais dignos, ou quando fazem algo que nos desagrada, tendemos a ignorá-los e esquecê-los. Não é assim que Deus tem agido em relação a nenhum de nós.

Existe uma tremenda diferença entre o amor humano e o divino. Quando Cristo habita em nosso coração, Ele nos chama, coloca-nos e firma-nos em Seu amor, então podemos “compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade” do amor divino.

Às vezes podemos achar que captamos algo do amor de Cristo somente para descobrir, com o passar do tempo, que na verdade não conhecemos um centésimo daquilo que deveríamos e poderíamos ter entendido e recebido.

Colombo descobriu a América, mas o que ele sabia sobre o tamanho da terra, dos lagos, rios, florestas, desertos, montanhas, e da grande dimensão de seus vales? Ele morreu sem saber muita coisa sobre aquilo que descobrira. Assim descobrimos algo do amor divino, mas sua altura, largura, comprimento e profundidade continuam além de nossa compreensão.

Quando realmente quisermos conhecer o amor de Cristo, devemos ir ao Calvário. A cruz fala do amor de Deus de maneira eloqüente, visível e inconfundível. No topo da cruz vemos a “altura”, na parte inferior a “profundidade”, nas extremidades dos braços a “largura”. Então poderemos experimentar o significado do “comprimento” do amor de Jesus.

Ali Cristo morreu a minha e a sua morte, para que possamos viver a Sua vida. O Justo pelo injusto, o Fiel pelo infiel, o Santo pelo pecador, o Amor pelo egoísmo.

Pergunte-se: Tenho conhecido a Jesus e Seu amor? Tenho correspondido em entrega e dedicação a esse amor? Que possamos responder afirmativamente! Feliz semana!

Pr. Thomas Kloppe
Pastor distrital em Laguna – SC.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More