sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Não andeis ansiosos de coisa alguma

“Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4:6,7.

É indubitável que existem versos bíblicos que marcam nossa vida. Alguns deles, em ocasiões especiais, nos fortalecem e animam diante de situações que devemos enfrentar, outros têm que ver com nossa vida em geral e os entesouramos de tal forma que é difícil passar um dia sem nos lembrarmos deles. Há alguns que são necessários em nosso ministério e, às vezes, tão necessários que, a despeito de conhecê-los de memória, necessitamos abrir nossa Bíblia e lê-los e relê-los para que cada palavra exerça impacto em nossa mente e coração.

É isso o que acontece comigo com os versos de Filipenses 4:6, 7. Paulo aqui não se refere à preocupação normal e sadia que deve existir em nossa vida e que mostra nossa responsabilidade diante de diferentes situações de nosso ministério. O apóstolo conhecia bem esse tipo de responsabilidade,

Em 2 Coríntios 11:28, Paulo nos fala aqui da preocupação desmedida que tantas vezes se apodera de nós quando, diante de diferentes situações em nosso ministério, usamos nossas forças para querer resolvê-las. É aí quando somos tomados pela angústia e dominados mental e fisicamente. A ordem de Paulo, com base em sua experiência de vida, é não permitir que esse sentimento nos domine, mas que, através da oração, permitamos que o Senhor domine esses sentimentos, pois do contrário sermos destruídos por eles.

Muitas vezes não basta apenas a oração, necessitamos rogar, deixando de lado as generalidades para levar não apenas o problema, mas o que ele causa em nós, a Cristo. O apóstolo Paulo segue nos revelando essa terapia psicológica e espiritual pedindo que não nos esqueçamos das “ações de graças”. Que linda expressão, mas quão distante está do agradecimento que normalmente fazemos como parte de uma fórmula que mostra nossa cortesia para com o Senhor.

Essa ação de graças não acontece porque Deus necessita de nossos agradecimentos, trata-se de reconhecer não apenas em palavras, mas em nossa vida, que Deus nunca nos abandonou, que muitas vezes vimos como Ele interveio em nossa vida, carregando nossos problemas, solucionando-os ou nos dando forças para enfrentá-los. A consequência dessa ação de graças é o fortalecimento de nossa fé, é o saber com toda a certeza que assim como esteve conosco no passado, Deus estará conosco agora e para sempre.

O verso 7 nos mostra os resultados de levarmos nossas ansiedades a Deus. Quantas vezes o apóstolo passou por isso, quantas vezes nós passamos e tivemos a experiência de depositar nossos fardos em Cristo. A Paz de Deus, exatamente com maiúscula, é aquela que toma conta de nossa vida, mesmo sob as maiores tormentas, quando ouvimos a voz de Deus dizer: “Não temas que eu te ajudo”.

Pr. Álvaro Cáceres
AAS – UA

1 comentários:

Mensagem muito linda, na biblia sagrada sempre podemos encontrar resposta para tudo, basta a gente se expressar com sinceridade com Deus e Ele nos conforta seguindo a sua vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More