segunda-feira, 5 de julho de 2010

Calebe, o perseverante

"Naquele dia Moisés jurou, dizendo: Certamente a terra em que pisou o teu pé te será por herança a ti e a teus filhos para sempre, porque perseveraste em seguir ao Senhor meu Deus. (...) Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse." Josué 14: 9,12

Todos temos objetivos, propósitos e até sonhos na vida que almejamos conquistar. Estes são os desafios da vida. Mas, para chegarmos lá, temos que passar por dificuldades e barreiras e, às vezes, temos que enfrentar e lutar sozinhos diante desses obstáculos e montanhas.

Três pensamentos devemos extrair deste texto:

1- Devemos perseverar e continuar perseverando;
2- O perseverante é incansável na batalha. Calebe, com 40 anos, lutava; com 85 anos, lutava com a mesma fé;
3- Calebe foi destemido, ousado e corajoso. Calebe significa “Aquele que permanece”.

Ser cristão é fácil, permanecer cristão é mais difícil. Requer mais entrega, mais submissão, conservar o espírito, permanecer na decisão, permanecer na visão, permanecer no seu propósito, nos seus sonhos. Permanecer é um verbo passivo. Cristo disse: “Permanecei em mim”. Queridos, não existe permanência em Cristo sem passarmos tempo com Cristo. Muita gente fala de Cristo, mas muita gente não toma posse de Cristo.

Por que alguns Israelitas não tomaram posse da terra prometida? Faltou coragem e vontade. Cristianismo não é religião para covardes. Queriam uma religião fácil. Mas Calebe fez a diferença: não pediu os vales, pediu as montanhas.

Meu caro amigo, ao longo da vida subimos pequenos montes e, quando chegamos ao topo, descobrimos que diante de nós se levantam montanhas. Mas não desista de seus sonhos. Se a montanha parece alta demais, não vá pelo caminho mais fácil. Olhe para as montanhas!

Não siga o caminho da mediocridade. Olhe para as montanhas! Saia do vale do conformismo, largue as planícies da rotina e da monotonia. Atreva-se a subir a montanha. Subir a montanha não é fácil. Os pés podem sangrar. O suor corre pelo rosto, o cansaço toma conta do corpo.

Quando se olha para trás, às vezes dá a impressão de que não se subiu nada. Quando se olha para cima, dá a impressão de que está bem distante. Às vezes, há momento de desânimo. Subir a montanha não é fácil!

Quando chegar o momento de tomar decisões importantes na vida, por favor, não olhe o mais fácil, desafie a si mesmo porque, quando chegar lá em cima, você descobrirá que valeu a pena perseverar, valeu a pena persistir.

A vida é um permanente subir, até que um dia Deus lhe diga: “Filho, chega! Que bom que você não desistiu! Que bom que você perseverou e veio me abraçar. Eu te esperei com muita ansiedade e você está aqui. Entra no gozo do teu Senhor”.

Pr. Tufi Fernandes
Associação Amazônia Roraima - UNoB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More