sábado, 15 de maio de 2010

As bênçãos do Sábado

“Feliz aquele que age assim, o homem que nisso permanece firme, observando o sábado para não profaná-lo, e vigiando sua mão para não cometer nenhum mal.” Isaías 56: 2

O descanso no sábado renova nosso relacionamento com Deus e com nossa família. Ele também restaura nosso corpo e mente. Deus promete: “Feliz aquele que age assim, o homem que nisso permanece firme, observando o sábado para não profaná-lo, e vigiando sua mão para não cometer nenhum mal.” (Isaías 56: 2)

Deus oferece uma benção especial àqueles que dedicam tempo para adorá-lo. Estudos científicos recentes sobre religião e saúde confirmam a autenticidade da promessa de Deus. Por exemplo, a relação entre atividades religiosas e pressão sanguínea foi examinada num estudo com duração de seis anos, envolvendo quatro mil idosos. Entre os que freqüentavam serviços religiosos e oravam ou estudavam a Bíblia uma vez por dia ou mais, a probabilidade de ocorrência de hipertensão diastólica foi 40% inferior do que entre aqueles que freqüentavam serviços religiosos e oravam com menor freqüência.

Em outras palavras, a comunhão tem um efeito positivo sobre a saúde. Outros estudos revelam que experiências positivas de comunhão reduzem a pressão sanguínea, minoram a dor causada pela artrite e diminuem o risco de doenças cardíacas. O sábado não é um requerimento legalista. Não é um fardo que nos empurra para baixo. É o presente de um Criador amoroso. Quando adoramos o Criador em Seu dia, nos sentimos reavivados, revigorados e revitalizados.

O sábado é um dia de profusão de bênçãos. É por isso que os profetas do Antigo Testamento insistiam em chamar de volta as pessoas para Deus, o Criador, o Doador da lei, o Libertador. Veja o que o profeta Jeremias escreveu: “Por amor à vida de vocês, tenham o cuidado de não levar cargas nem de fazê-las passar pelas portas de Jerusalém no dia de sábado, ... nem façam nenhum trabalho no sábado, mas guardem o dia de sábado como dia consagrado, como ordenei aos seus antepassados” (Jeremias 17: 21, 22).

O profeta Jeremias fala sobre um perigo que todos nós enfrentamos. Ele discute um problema de sua época, mas o que escreve é relevante também para nós hoje. Não era apenas algo importante para as pessoas que viviam naquele tempo. Trata-se de um problema do século 21. O trabalho incessante pode esmagar nossa espiritualidade. A procura por dinheiro pode consumir o nosso tempo. A busca pelas coisas materiais pode não deixar espaço para as coisas eternas. Isso aconteceu nos dias de Jeremias em Jerusalém e está acontecendo em nosso tempo em nossas casas, locais de trabalho e cidades. E Deus está dizendo: Deixe o sábado levá-lo de volta ao que verdadeiramente importa. Não permita que a procura por estabilidade material subjugue a busca por aquilo que é mais importante.

Há riqueza na observância do sábado e isso leva o povo de Deus a prosperar nas esferas física, mental, social e espiritual. O sábado é uma fronteira, um muro de proteção, um lugar de segurança. É parte do círculo de cuidado de Deus à nossa volta. É um modo especial de vivenciarmos o cuidado amoroso e protetor de Deus por nós a cada semana. [UCOB]

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More