quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

A maior notícia da história

“Estou aqui para trazer uma boa notícia a vocês, e ela será motivo de grande alegria também para todo o povo.” Lc 2:10. (BLH)

O ser humano é movido a novidades. Na busca por notícias e acontecimentos jornais, revistas, rádios e TVs, trabalham 24 horas por dia. A maior e melhor notícia, no entanto, já foi dada. Foi uma notícia tão importante e boa que um anjo foi o responsável em dar a notícia: O Messias nasceu!

Essa notícia é maravilhosa por vários motivos:

1. Era Deus vindo morar na Terra: O Criador havia sido gerado no interior da criatura. O Verbo Se fazia carne, a Palavra tornava-Se gente. Deus não apenas visitava a Terra, mas mudava-Se para cá em forma de gente.


2. Era a chegada do Salvador: A desarmonia, o ódio, a separação, a morte e tantas maldades haviam entrado no mundo pela desobediência dos nossos primeiros pais. Agora, chegava Àquele que tomaria sobre Si o lixo humano e nos devolveria o equilíbrio, o amor, a reconciliação e a vida.

3. Era o cumprimento de uma promessa: A promessa transformava-se em realidade. Deus cumpria Sua Palavra. Mostrando que podemos e devemos confiar, pois Sua Palavra nunca vai falhar.

4. Era a revelação da glória do Pai: O “unigênito do Pai” chegava para revelar a Sua glória através de milagres, da busca aos perdidos e da cruz que é o maior símbolo do Poder de Deus para perdão e salvação.

5. Era a vinda de um Líder: Seu ensino era novo, revolucionário, sem igual. Sua autoridade era divina, direta e única. Uma pessoa pode ser gênio no pensamento e medíocre na moral. Mas Jesus mostrou o que pensar, dizer, fazer; como agir, amar, ver as coisas; e em quem confiar.

6. Era um novo tempo: Era o fim de uma era e o começo de outra. Ele veio para dividir a história em a.C. e d.C. Nele dois períodos se encontraram. A história somente se completa em Jesus.

A história de nossa vida só será completa quando Cristo fizer a diferença. Quando Cristo marcar a divisão do antes e o depois; da rebelião do pecado para a entrega total da vida a Jesus.

Hoje, muitos ainda não compreenderam que o Natal não fala dos presentes dos homens, mas do presente de Deus. O Natal não é do homem para o homem, mas de Deus para os homens. O Natal fala de esperança para todos, pois fala de um Deus que deixou o Céu para habitar entre nós. A luz do Natal não é a dos pisca-piscas pendurados, mas Cristo a luz que “brilhou nas trevas”.

O Natal é a festa para comemorar o presente de Deus – Jesus e a vida eterna, e para reparti-Lo. FELIZ NATAL!

Pastor Thomas Kloppe
Distrital em Laguna – SC.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More