sábado, 3 de outubro de 2009

COMO ENFRENTAR A TENTAÇÃO

“Vigiem e orem, para não serem tentados. O espírito está pronto para resistir à tentação, mas o corpo é fraco.” Mc14:38. (BLH)

Na Bíblia, a palavra “tentação” muitas vezes tem o significado de “prova” ou “provação”. Quando Jesus disse aos Seus discípulos para que vigiassem e orassem, Ele sabia que em pouco tempo, Judas e seu grupo armado invadiriam a tranquilidade do Getsêmani, e a fidelidade dos discípulos seria duramente provada.

Jesus sabia que eles, assim como nós, não poderiam vencer na provação a menos que estivessem preparados para ela mantendo comunhão com o Pai celeste. Porém, os discípulos dormiram quando deviam orar e vigiar. Quando Jesus foi preso, “deixando-O, todos fugiram”. Ainda pior, Pedro negou ao Senhor com juras e imprecações.

Quão diferente poderia ser o relato dos evangelhos se eles houvessem ficado despertos, se eles sentissem a hora crítica que viviam, se houvessem buscado e recebido forças do alto para a “tentação” que tiveram que enfrentar.

Mas pense, quão diferente pode ser também nossa própria experiência se passarmos mais tempo vigiando e orando! Em vez de sermos derrotados, poderíamos vencer as provas que Deus permite que tenhamos.

Em relação a provas, precisamos manter em mente que Deus não quer que nos exponhamos de forma desnecessária a provas e tentações. Não quer que nos coloquemos conscientemente no terreno do inimigo da nossa alma.

Conta-se a história de um líder religioso que foi ao teatro para assistir a uma peça de baixa moral. Lá dentro, o diabo em pessoa apareceu a ele tentando-o a pecar. O religioso, indignado, perguntou ao diabo: “Como você tem a coragem de tentar um líder religioso como eu?” E o diabo simplesmente respondeu: “Se você não quer ser tentado o que você está fazendo no meu terreno?”

Jesus nos oferece o poder para vencermos as tentações que temos enquanto estamos no caminho do direito, sendo inevitável a provação. Nunca devemos ser presunçosos, pensando que podemos fazer ou estar aonde nos levam nossas inclinações do corpo, da carne.

“Vigiem e orem, para não serem tentados”, foi o conselho de Jesus aos discípulos. Esse conselho é importante e atual para nós, Seus discípulos modernos. O ditado diz: “Aconselha quem pode, obedece quem tem juízo!” Você está disposto a vigiar e orar? Siga o conselho de Jesus e seja um vencedor! Feliz semana de vitórias!

Pr. Thomas Kloppe
Distrital em Laguna – SC.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More